ComunicaçÃo aplicada ao ministério



Baixar 13.84 Kb.
Encontro03.08.2016
Tamanho13.84 Kb.
COMUNICAÇÃO APLICADA AO MINISTÉRIO

O objetivo deste curso é levar o aluno a entender que a comunicação é o elemento básico de sua profissão. Sem ela seu trabalho estará comprometido, uma vez que lidará com ideias e com a necessidade de expressá-las, cada vez mais, a um número maior de ouvintes. A clareza da exposição dependerá do domínio das técnicas da comunicação, bem como da correta utilização dos princípios que a regem.


O crescente número de rádios e canais de TV que estão à disposição da igreja é outro elemento que enfatiza esta necessidade. Este despertamento ressaltou a necessidade de se levar o Evangelho às pessoas utilizando estes veículos, bem como de se fazer um acompanhamento desse trabalho.
Como podemos perceber, a comunicação apresenta várias facetas que necessitam de atenção, reflexão e disposição para entendê-las, absorvê-las e aplicá-las.

Em virtude de estarmos vivendo a era da informática e da eletrônica, torna-se imprescindível um contato com estes elementos para que haja uma contextualização de nossos métodos, tornando-os compatíveis com as exigências deste tempo.


Entretanto, a comunicação que objetiva levar uma mensagem que transforme a vida das pessoas não se faz através de um processo meramente técnico, mas primordialmente espiritual.
“A palavra que sair da minha boca, não voltará para mim vazia”. Isaías 55:11.

Este é o objetivo da comunicação: provocar respostas. Para tanto, a linguagem deve carregar os sentimentos e a verdade – que é Jesus. Essa linguagem, além de ser suave e simples, deve conter em sua delicadeza uma força tal que fertilize a mente, o coração e transforme a vida.


Essa comunicação não é a responsabilidade de qualquer tipo de linguagem, mas é o privilégio de quem se propõe a pregar aquilo que vive: Jesus.
Acima de tudo, a comunicação dentro do ministério prova que você não comunica o que você quer, você comunica, primeiramente, o que você é. Para tanto é preciso se entregar cada vez mais ao Espírito para ser usado por Ele.
Neste momento, há uma batalha silenciosa sendo travada e o homem, que está no centro dela, tem que decidir de que lado está.
Por isso, Deus Se revelou. Através de Seu Filho revelou Seu caráter e Seu amor. Instituiu sistemas para lembrar o homem de que ele é um ser criado e dependente, que toda e qualquer batalha deve ser travada segundo a força que vem de Deus (ver Hebreus 1:1).
Porém Satanás se recusa a mostrar suas reais intenções. Utilizando a mentira e o engano, ele tenta fazer o homem descrer de Deus. “Foi assim que Deus disse? Certamente não morrerás?” Abriu-se um parêntese na eternidade e criou-se o tempo e a história para que Satanás mostrasse seu real caráter, para que suas artimanhas e enganos fossem completamente revelados. Portanto, a história é o tempo de Satanás.
O problema é que muitas pessoas não conseguem enxergar que Satanás também se revelou. Neste misto de informações corretas e falsas alguém tem que se levantar para conduzir os que querem encontrar o caminho. Só palavras não adiantam (ver João 1:1), foi preciso mais que isso. Só a Lei não foi suficiente, foi necessária a maior comunicação já vista no Universo para que o homem pudesse entender o que se passava nos bastidores da história. Deus, em pessoa, veio a este mundo para comunicar o amor do Pai, revelar Seu caráter, mostrar o caminho da justiça e salvação aos homens com o discurso mais contundente que já se presenciou: a Sua vida.
Como se pode perceber, comunicação vai além das palavras.
Satanás tem tentado de toda maneira obliterar a revelação de Jesus. Tenta cegar com luzes artificiais toda promessa de aproximação divina direcionada a conduzir os homens a um lugar seguro.
Através dessa revelação, feita de diversos modos, somos influenciados a fazer escolhas e dedicar nossa vida para que outras pessoas O conheçam e também se decidam a Seu favor. Como? Através da comunicação.
Desde o início da história da humanidade, ao ser humano têm sido colocados dois caminhos. De sua escolha depende seu futuro. Como fazer essa escolha sempre foi motivo de discussão e estudo. Por que corremos o risco de escolher o caminho errado? Porque misturado à verdade há o erro. Como saber o certo? Ao que sabe o certo, como ensinar ao que não o sabe? A resposta a estas perguntas se deve em grande parte à comunicação.
Como o apelo de Deus é feito de forma livre, artifício básico de Seu governo, Ele jamais força a decisão dos homens. O ser humano tem de entender o processo do Grande Conflito entre Cristo e Satanás e conscientemente escolher a quem servirá. Satanás, por sua vez, descompromissado com a ética, usa elementos espúrios para conquistar suas vítimas. Tenta dominar sua mente através de enganos, falsas promessas, felicidade artificial, sofismas. Há descrito aqui dois processos de comunicação, ambos ocorrendo simultaneamente e oferecendo vantagens. Um através da fé, o outro através daquilo que pode ser sentido e obtido de imediato.
A comunicação é o elemento básico de toda pessoa que usa a palavra como ferramenta. Através da palavra as pessoas têm sido conduzidas a Cristo. Porém, não é através de qualquer palavra. Há um elemento que torna a palavra eficaz. A análise desse elemento deveria ser o centro de atenção de todo comunicador. Este é o objeto de estudo deste curso.

Valdecir Simões Lima


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal