Concurso público



Baixar 55.95 Kb.
Encontro23.07.2016
Tamanho55.95 Kb.
COMPANHIA HIDRO ELÉTRICA DO SÃO

FRANCISCO

EDITAL Nº 1/2004

CONCURSO PÚBLICO


1 - Do Objetivo: A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco - CHESF, através da Diretoria Administrativa/Superintendência de Recursos Humanos, realizará Concurso Público para provimento de vagas do seu quadro de pessoal e cadastro de reserva, mediante condições contidas neste Edital. 2 - Das Disposições Preliminares: 2.1 - O Concurso Público será realizado sob a responsabilidade da Fundação Cesgranrio, obedecidas às normas do presente Edital e demais instrumentos reguladores. 2.2 - Os candidatos concorrerão a 50 (cinqüenta) vagas para o cargo de Assistente Técnico A, na função Operador de Instalação, distribuídas pelas várias unidades organizacionais da CHESF. 2.3 - Não serão disponibilizadas vagas para portadores de deficiência em razão da necessidade da plena aptidão para o exercício da função oferecida. 2.3.1 - É pessoa considerada portadora de deficiência a que se enquadra nas condições descritas no Decreto n.º 3.298, de 20 de dezembro de 1999, que regulamenta a Lei n.º 7.853, de 24 de outubro de 1989, e dispõe sobre a Política Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência. 2.4 – A Seleção será realizada para provimento de vaga nos Pólos de Trabalho definidos no quadro a seguir, sendo da exclusiva competência da CHESF a designação dos candidatos aprovados para as Unidades localizadas nas cidades integrantes dos respectivos Pólos: Pólo de Trabalho - Cidades que compõem o Pólo de Trabalho - N.º de Vagas do Pólo: Recife/PE: Maceió/AL, Messias/AL, Penedo/AL, Rio Largo/ AL, Campina Grande/PB, João Pessoa/PB, Angelim/PE, Cabo de Santo Agostinho/PE, Goiana/PE, Igarassu/PE, Jaboatão dos Guararapes/ PE, Paulista/PE, Recife/PE, Ribeirão/PE, Tacaimbó/PE, Açu/RN, Currais Novos/RN, Natal/RN, Santa Cruz/RN, Santana do Matos/RN, 11 vagas; Salvador/BA: Camaçari/BA, Candeias/BA, Catu/ BA, Governador Mangabeira/BA, Olindina BA, Salvador/BA, Santo Antonio de Jesus/BA, Simões Filho/BA, Aracaju/SE, Itabaiana/SE, Itabaianinha/SE, 07 vagas; Eunápolis/BA: Eunápolis/BA, Itapebi/BA, Jequié/BA, Ubatã/BA, 09 vagas; Fortaleza/CE: Banabuiú/CE, Caucaia/ CE, Fortaleza/CE, Quixadá /CE, Russas/CE, Sobral/CE, Mossoró/ RN, 10 vagas; Milagres/CE: Icó/CE, Milagres/CE, Coremas/PB, 04 vagas; Teresina/PI: Elizeu Martins/PI, Guadalupe/PI, Picos/PI, Piripiri/ PI, São João do Piauí/PI, Teresina/PI, 02 vagas; Paulo Afonso/ BA: Piranhas/AL, Cícero Dantas/BA, Paulo Afonso/BA, Bom Nome/ PE, Jatobá/PE, Petrolândia/PE, Canindé de São Francisco/SE, 05 vagas; Sobradinho/BA: Barreiras/BA, Bom Jesus da Lapa/BA, Irecê/

BA, Jaguarari/BA, Juazeiro da Bahia/BA, Senhor do Bonfim/BA, Sobradinho/BA., 02 vagas; 2.5 - O candidato terá uma classificação no Pólo de Trabalho no qual se inscreveu e uma classificação geral. 2.6 - O candidato aprovado será convocado para admissão em função das necessidades da CHESF, obedecida, prioritariamente, a ordem de Classificação no respectivo Pólo de Trabalho. A convocação fora do critério de classificação por Pólo, caso haja a necessidade da Empresa, ocorrerá seguindo obrigatoriamente a ordem de classificação geral. 2.7 - O candidato que recusar a convocação para qualquer localidade do Pólo para o qual se inscreveu será ELIMINADO do Concurso. 2.8 - O candidato aprovado poderá ser convocado para Pólo de Trabalho diferente do qual se inscreveu, somente no caso de não haver mais candidatos classificados naquele Pólo e permanecer a necessidade de preenchimento de vaga(s). Neste caso, a CHESF utilizará a ordem de classificação geral por cargo/função. 2.8.1 - O

candidato convocado para Pólo de Trabalho diferente do qual se inscreveu poderá manifestar, por uma única vez, recusa de opção para a vaga existente no ato de convocação. No caso de discordância, o candidato não será excluído do Concurso, permanecerá no cadastro de reserva, mantendo sua classificação no Pólo para o qual se inscreveu, passando no entanto, a ser o último colocado na classificação geral.

Nesses casos, a CHESF se reservará o direito de convocar o candidato imediatamente a seguir na classificação geral. 2.9 - Os candidatos aprovados no Concurso Público serão convocados conforme a necessidade e conveniência da CHESF para realização dos procedimentos pré-admissionais, de caráter eliminatório e de responsabilidade da CHESF. 3 - DAS INFORMAÇÕES SOBRE A FUNÇÃO:

Remuneração e Benefícios - Salário Inicial: R$ 820,00; Adicional de Periculosidade no valor de R$ 246,00 (30% do salário); Vale Refeição ou Alimentação: 22 vales de R$15,00 totalizando R$ 330,00; Adicional por Tempo de Serviço: 5% do salário a cada 5 anos; Plano de Assistência à Saúde dos empregados e dependentes; Plano de Previdência

Privada; Auxílio Creche para os dependentes. Jornada de Trabalho - Regime de turno, em sistema de revezamento, podendo, a critério da Empresa, trabalhar em horário comercial, respeitando a jornada estabelecida no contrato. Síntese das Tarefas – EXEMPLOS DE ATRIBUIÇÕES: executa atividades de operação de equipamentos de usinas e subestações, realizando, continuamente, leituras e registros de dados e informações, obtidos em computadores e instrumentos de medição. Recebe e transmite, por telefone, ordens de procedimentos, dados e informações, acionando comandos de equipamentos. Executa manutenção de primeiro e segundo níveis, conforme instruções técnicas preestabelecidas, visando a manter a operação da instalação dentro das melhores condições de operação e confiabilidade. Está permanentemente atento a alarmes sonoros e visuais que indicam ocorrências e, em situações de emergência, desloca-se imediata e rapidamente para a execução de manobras ou outras ações necessárias. Integra, compulsoriamente, brigadas contra incêndio. É submetido a esforço físico, de aproximadamente 20 kg, quando da necessidade de realizar manobras manuais em chaves seccionadoras.

Freqüentemente efetua inspeções nas instalações, deslocando-se no pátio, havendo a necessidade de subir em escadas ou em determinados equipamentos. A realização de suas atividades requer boa aptidão física, psicomotora, perfeita audição, dicção e visão com capacidades para discernimento de cores e para identificação de sinais luminosos e sonoros. Pré-Requisitos Básicos: Curso Técnico de Nível Médio completo na modalidade de Eletrônica, Eletrotécnica, Mecânica, Refrigeração ou Telecomunicações. Registro no Conselho de Classe (CREA). 4 - Dos Requisitos Básicos Exigidos: 4.1 – Ser brasileiro nato ou naturalizado ou, ainda, português amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos nos termos do artigo 12 da Constituição Federal. 4.2 - Estar em dia com as obrigações eleitorais.



4.3 - Ter certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato do sexo masculino. 4.4 - Possuir, na data de convocação para o Curso Específico de Formação, o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo/função e o registro no CREA. 4.5 - Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos, na data de convocação para o Curso Específico de Formação. 4.6 – Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo/função.

4.7 - Cumprir as determinações deste Edital. 5 – Dos Procedimentos para Inscrição: 5.1 - A inscrição será efetuada, no período de 28/04/2004 a 12/05/2004, nas agências da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL listadas no Anexo I, durante o expediente bancário, e pela Internet. 5.2 - No ato da inscrição, o candidato deverá indicar o Pólo de Trabalho para o qual deseja concorrer. 5.3 - O valor da taxa de inscrição é de R$ 24,00 (vinte e quatro reais). 5.4 - Antes de efetuar o recolhimento da taxa, o candidato deverá certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para participação no Concurso. Os interessados poderão ter conhecimento do conteúdo do Roteiro do Candidato, nos locais de inscrição e no endereço eletrônico da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). 5.5 - Inscrições nas Agências da Caixa Econômica Federal: 5.5.1 - A guia para recolhimento da taxa de inscrição (Guia de Depósito para outra Agência) poderá ser obtida pelos candidatos nos locais de inscrição. 5.5.2 - O recolhimento da taxa de inscrição deverá ser efetuado, em espécie ou cheque do próprio candidato, nas agências da Caixa Econômica Federal, constantes do Anexo I, para crédito na conta 770770-6, Agência Praça da Bandeira (RJ), código 0202. No campo "operação", da Guia de Depósito, indicar o código 003. Caso o cheque seja devolvido, por qualquer motivo, a inscrição será automaticamente Cancelada. 5.5.3 - Uma vez paga, a taxa de inscrição não será devolvida sob nenhuma hipótese, nem serão aceitos quaisquer pedidos de isenção de taxa de inscrição ou de alteração de Pólo de Trabalho. 5.5.4 - No ato da inscrição, o candidato deverá: a) apresentar comprovante de recolhimento da taxa de inscrição; b) apresentar original e cópia (que ficará retida) do documento oficial de identidade (com foto do candidato). Os documentos admitidos são: cédula oficial de identidade; carteira expedida por Órgãos ou Conselhos de Classe; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Certificado de Reservista; Carteira de Motorista; ou Passaporte; c) declarar, sob as penas da Lei, que atende às condições exigidas para a inscrição; d) optar por um único Pólo de Trabalho (se houver mais de uma opção no mesmo Requerimento de Inscrição, o candidato será ELIMINADO). Só será aceita 1 (uma) única inscrição por candidato. Havendo mais de uma inscrição, prevalecerá a de data mais recente ou, caso haja coincidência de datas, o candidato será ELIMINADO. 5.5.5 - O candidato realizará provas na cidade onde se inscreveu, independente do Pólo de Trabalho para o qual está concorrendo. 5.5.5.1 - Não serão aceitas inscrições condicionais e/ou extemporâneas, por via postal ou por fax. Na hipótese de inscrição por representante, apresentar Procuração, com poderes expressos para esse fim, juntamente com cópia da identidade do candidato e o original da identidade do procurador. As cópias da Procuração e da identidade do candidato deverão ser grampeadas ao Requerimento de Inscrição. 5.5.5.2 - O candidato inscrito por Procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador, arcando com as conseqüências de eventuais erros de seu representante quando do preenchimento do formulário de inscrição. 5.5.6 - Ao término dos procedimentos de inscrição, o candidato, ou seu procurador, deve exigir o Comprovante de Entrega de Requerimento de Inscrição devidamente autenticado e etiquetado. Nessa ocasião, será entregue a cada candidato inscrito um "Roteiro do Candidato", contendo: cópia completa deste Edital, Programas, Bibliografias, Cronograma de Eventos Básicos e outras informações relevantes. 5.5.7 - A não integralização dos procedimentos de inscrição (pagamento da taxa de inscrição, entrega do Requerimento próprio, devidamente preenchido e xerox do documento de identidade) implica a DESISTÊNCIA do candidato e sua conseqüente ELIMINAÇÃO deste Concurso Público. 5.6 - Inscrições Via Internet: 5.6.1 - Para inscrição, via Internet, o candidato deverá adotar os seguintes procedimentos: a) estar ciente de todas as informações sobre este Concurso Público disponíveis na página da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br) ou através do Roteiro do Candidato disponível na página citada para download. O candidato deverá optar pelo Pólo de Trabalho em que deseja concorrer às vagas ofertadas, bem como pelo Local de Prova. b) cadastrar-se, no período entre 0 (ZERO) hora do dia 28 de abril de 2004 e 23:59 horas do dia 12 de maio de 2004, observado o horário oficial de Brasília/DF, através do formulário específico disponível na página citada; c) imprimir o boleto bancário, que deverá ser pago, em qualquer banco, impreterivelmente, até a data de vencimento constante no documento. O pagamento após a data de vencimento implica o cancelamento da inscrição. O banco confirmará o seu pagamento junto à Fundação Cesgranrio. Atenção: a inscrição via Internet só será efetivada após a confirmação do pagamento feito por meio do boleto bancário. O recolhimento da taxa de inscrição, conforme especificado no subitem 5.5.2 é exclusivo para os candidatos inscritos nas Agências da Caixa Econômica Federal; d) verificar a Confirmação de Inscrição, a partir

de 02/06/2004, na página da Fundação Cesgranrio citada na alínea “a” deste subitem e imprimi-la; e) em caso de repetição de inscrição, só será aceita a última. 5.6.2 - A Fundação Cesgranrio não se responsabiliza por solicitações de inscrição via Internet Não-Recebidas, por quaisquer motivos, sejam os de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados por procedimento indevido dos usuários. 5.6.3 - Os candidatos inscritos via Internet deverão enviar, impreterivelmente, até 13/05/2004, cópia do documento de identidade especificado quando da inscrição, sendo de responsabilidade exclusiva dos candidatos os dados cadastrais informados no ato de inscrição. A cópia do documento de identidade deverá ser endereçada ao Departamento de Concursos da Fundação Cesgranrio (mencionando Concurso Público CHESF), situado à Rua Santa Alexandrina, 1011, Rio Comprido, Rio de Janeiro, RJ, CEP 20261-235. O documento pode ser enviado via correios ou via fax (0XX21- 25021000 ou 25028010). 6. Da Confirmação da Inscrição: 6.1 - O Cartão de Confirmação de Inscrição para as provas objetivas será entregue ao candidato, através da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT. No Cartão, serão colocados, além dos principais dados do candidato, informados por ocasião da inscrição, seu número de inscrição, Pólo de Trabalho ao qual se candidata, local, data e horário de realização das provas. 6.2 - Caso o Cartão de Confirmação de Inscrição não seja recebido até o dia 02/06/04, os candidatos deverão dirigir-se, nos dias 03 ou 04/06/04, aos endereços e respeitando os respectivos horários citados no Anexo III, item a, deste Edital, de acordo com a localidade de sua inscrição. 6.3 - Ao receber o Cartão de Confirmação de Inscrição, o candidato deverá conferir os seguintes dados: nome; número do documento de identidade, sigla do órgão expedidor e Estado emitente; data de nascimento; sexo e Pólo de Trabalho para o qual se inscreveu . 6.4 - Os eventuais erros de digitação no nome, número/órgão expedidor e/ou Estado emitente do documento de identidade, nascimento e sexo, deverão ser corrigidos, SOMENTE, no dia das respectivas provas objetivas. Quanto à incorreção no Pólo de Trabalho, esta deverá ser corrigida nos locais e horários indicados no Anexo III, item a, nos dias 03 ou 04/06/04. A alteração na opção do



Pólo de Trabalho só será aceita caso tenha sido transcrita erroneamente do Requerimento de Inscrição. 6.5 - A inscrição do candidato implicará a tácita aceitação das normas para o Concurso Público contidas nos Comunicados, neste Edital e em outros a serem eventualmente publicados. 6.6 - A não realização das provas teóricas e demais exames e avaliações implicará a DESISTÊNCIA do candidato e sua conseqüente Eliminação do Concurso Público, não cabendo alegação por parte do candidato quanto ao desconhecimento do local de realização das provas. 6.7 - Não serão emitidas segundas vias dos Cartões de Confirmação de Inscrição sob qualquer pretexto. 7 – Das Provas Objetivas: 7.1 - Serão aplicadas provas objetivas de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos de Informática e Conhecimentos Específicos, eliminatórias e classificatórias, de responsabilidade da Fundação Cesgranrio; 7.1.1 - As provas objetivas obedecerão à seguinte distribuição: Língua Portuguesa - 5 questões no valor de 2,0 pontos; e 5 no valor de 3,0, subtotalizando 25,0 pontos. Matemática - 5 questões no valor de 1,5 ponto; e 5 no valor de 2,5, subtotalizando 20,0 pontos. Noções de Informática - 5 questões no valor de 1,5 ponto; e 5 no valor de 2,5, subtotalizando 20,0 pontos. Conhecimentos Específicos - 5 questões no valor de 3,0 pontos; e 5 no valor de 4,0, subtotalizando 35,0 pontos. Total - 100,0 pontos. 7.1.2 - Os candidatos serão classificados por Pólo de Trabalho em função do total de pontos obtidos. Havendo empate na totalização, prevalecerá, sucessivamente, o maior número de pontos nas provas de Conhecimentos Específicos, Língua Portuguesa e Matemática. Permanecendo o empate, prevalecerá o maior número de acertos nas questões de maior valor, sucessivamente, em Conhecimentos Específicos, Língua Portuguesa, Matemática e Noções de Informática. Persistindo o empate, terá preferência o candidato mais idoso. 7.1.3 - Os candidatos habilitados nas provas objetivas serão considerados classificados no presente Concurso Público, integrando o cadastro de reserva e serão convocados, de acordo com as necessidades da CHESF, para as demais etapas do processo. 7.2 - As provas objetivas serão aplicadas no dia 06/06/2004, simultaneamente, nas cidades de Maceió (AL), Eunapólis (BA), Paulo Afonso (BA), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Juazeiro do Norte (CE), João Pessoa (PB), Petrolina (PE), Recife (PE), Teresina (PI), Natal (RN) e Aracaju (SE). 7.3 - Será eliminado do Concurso o candidato que: a) obtiver aproveitamento inferior a 40% (quarenta por cento) do total da pontuação do conjunto das provas objetivas ou que obtiver zero em qualquer das provas objetivas; b) for considerado inapto nos procedimentos préadmissionais (comprovação de requisitos e Avaliação Médica; c) não atender ao que preceituam os itens e subitens deste Edital; d) não comparecer a qualquer uma etapas do Concurso Público. 7.4 – As provas terão por base Programas e Bibliografias conforme Anexo IV deste Edital. 7.5 - Ao final das provas, os 03 (três) últimos candidatos deverão permanecer na sala, sendo liberados somente quando todos as tiverem concluído ou as mesmas tenham se encerrado. 7.6 - O candidato deverá assinalar suas respostas, na folha própria (Cartão Resposta), com caneta esferográfica de tinta preta e assinar, no espaço próprio. 7.7 - O candidato deverá comparecer ao local designado para as provas com antecedência mínima de 01 (uma) hora do horário previsto para o início dos trabalhos, munido de caneta esferográfica (tinta preta), comprovante de inscrição e documento oficial que comprove a sua Identidade, sem os quais não lhe será permitido prestar provas. 7.8 - Não será admitido na sala o candidato que se apresentar após o horário estabelecido para o início das provas. 7.9 - Os valores das questões estarão impressos nas provas, sendo estas constituídas por questões do tipo múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas (A, B, C, D e E) e uma única resposta correta. 7.10 - Será atribuída NOTA ZERO à(s) questão(ões) que contenha(m) mais de uma resposta assinalada, emenda e/ou rasura, bem assim aquela(s) que não for(em) transcrita(s) do Caderno de Questões para o Cartão-Resposta. 7.11 - A pontuação relativa à(s) questão(ões) eventualmente anulada( s) será atribuída a todos candidatos presentes à(s) respectiva(s) prova(s). 7.12 - Não haverá segunda chamada para as provas, nem o candidato poderá prestá-las em local distinto do expresso no seu Cartão de Confirmação de Inscrição ou informado no endereço eletrônico da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). 7.13 – O candidato poderá interpor apenas um recurso, devidamente fundamentado, contra a formulação das questões das provas objetivas ou quanto aos gabaritos oficiais. O recurso deverá ser dirigido à Banca Examinadora e poderá ser apresentado no dia das provas, à Coordenação, nos locais de realização das provas, ou entregue, até 09/06/2004, nas Unidades Regionais da CHESF que titulam os respectivos Pólos de Trabalho conforme expresso no Anexo III, item b, respeitando-se os respectivos horários informados. O recurso interposto fora desse prazo não será considerado. 7.14 - Os recursos serão respondidos exclusivamente pela FUNDAÇÃO CESGRANRIO e a decisão dos mesmos será dada a conhecer, coletivamente, no dia 22/06/04, através de relações afixadas nos locais e horários especificados no Anexo III, item b, e apenas quanto aos pedidos que forem deferidos. 7.15 - A Banca Examinadora da entidade promotora do presente Concurso Público constitui última instância para recursos, sendo soberana em suas decisões, razão por que não caberão recursos adicionais. 7.16 - Não serão recebidos recursos quanto aos resultados dos procedimentos pré-admissionais e do Curso Específico de Formação. 7.17 - A nota final do Concurso Público será a nota final das provas objetivas. 7.18 - Os candidatos serão ordenados, por cargo/ função/Pólo de Trabalho e também por ordem de classificação geral no cargo/função, de acordo com os valores decrescentes das notas finais no Concurso Público. 7.19 - O resultado final do Concurso será homologado, no dia 22/06/2004, mediante publicação da classificação final no Diário Oficial da União e divulgado na Internet, no endereço eletrônico www.cesgranrio.org.br. 7.20 - O Concurso terá validade de 02 (dois) anos, a partir da data de sua homologação, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período. 8 – Dos Procedimentos Pré-Admissionais: 8.1 - Os procedimentos pré-admissionais compreenderão as etapas de comprovação dos requisitos exigidos e Avaliações Médicas, todas de caráter eliminatório. 8.1.1 – A Avaliação Médica compreenderá a realização de exames básicos, exames específicos, incluindo teste de aptidão física e exame clínico, tendo como resultado APTO ou INAPTO para o cargo/função. 8.1.2 - Os candidatos serão convocados para apresentarem os documentos

comprobatórios dos requisitos exigidos e realizar os exames médicos antes do início do Curso Específico de Formação, observando-se que a aprovação no referido Curso é condição para a admissão. 8.2 – O candidato que não atender, no prazo que vier a ser estipulado pela CHESF, à convocação para a realização dos procedimentos pré-admissionais será considerado desistente, sendo automaticamente ELIMINADO do Concurso Público. 8.3 - O candidato INAPTO em qualquer das etapas dos procedimentos pré-admissionais será, automaticamente, ELIMINADO do Concurso Público. 9 - Do Curso Específico de Formação: 9.1 - Os candidatos APTOS participarão de Curso Específico de Formação de Operador de Instalação, cujo período de realização será informado durante os procedimentos préadmissionais. 9.2 - O Curso Específico de Formação terá como objetivo preparar e avaliar os candidatos para o efetivo exercício da



função de Operador de Instalação, fornecendo-lhes os conhecimentos básicos necessários ao desenvolvimento inicial de suas atividades, e familiarizar o treinando com as normas e procedimentos de caráter geral adotados na instalação. 9.3 - O Curso Específico de Formação será desenvolvido em regime de dedicação exclusiva. 9.3.1 - O Curso Específico de Formação será desenvolvido no Centro de Formação Profissional de Paulo Afonso - CFPPA, em horário comercial, e terá duração de, aproximadamente, 15 (quinze) semanas. Durante sua duração serão oferecidas as seguintes vantagens: a) Bolsa-auxílio mensal, no valor de R$ 730,00; b) Hospedagem e alimentação; c) Passagem terrestre para Paulo Afonso/BA, a partir de uma das seguintes cidades: Eunápolis /BA, Fortaleza/CE, Milagres/CE, Recife/PE, Salvador/ BA, Sobradinho/BA ou Teresina/PI; d) Passagem terrestre de Paulo Afonso para o respectivo Pólo de Trabalho. 9.3.2 - Os candidatos serão submetidos às seguintes avaliações: a) avaliação de aprendizagem - provas sobre os assuntos ministrados; b) avaliação psicomotora - observação e registro de habilidades sensório-motoras dos candidatos; c) avaliação comportamental - observação e registro da conduta do candidato. 9.4 - As avaliações de aprendizagem serão traduzidas em notas, numa escala numérica de 0 a 10. 9.5 – Serão considerados inabilitados para o exercício do cargo/função os candidatos que, no Curso Específico de Formação de Operador de Instalação, obtiverem média aritmética entre as avaliações de aprendizagem inferior a 7,0 pontos. 9.6 - Os candidatos considerados inabilitados no Curso Específico de Formação estarão automaticamente eliminados do Concurso Público, considerando que a aprovação

no referido Curso é condição para a admissão. 9.7 - O candidato será ELIMINADO do Curso Específico de Formação, por não ser considerado apto a exercer as funções quando: a) cometer falta grave ou revelar conduta conflitante com o padrão escolar/funcional, devidamente apurada; b) tiver freqüência inferior a 85% da carga horária total do Curso. 9.8 - Aos empregados da CHESF, durante todas as etapas do Curso Específico de Formação, será garantida a manutenção de todos os direitos e vantagens dos cargos que ocupam, como se estivessem em seu efetivo exercício, excetuando-se adicionais de periculosidade e de insalubridade. 9.9 - O fato de o candidato já ter exercido atividades da mesma natureza da função em outra Empresa não o credencia à dispensa de qualquer etapa do Curso Específico de Formação. 9.10 - O direcionamento dos candidatos para as instalações será mediante a ordem de classificação obtida no Curso Específico de Formação, respeitando-se a opção do Pólo de Trabalho. 10 - Das Disposições Finais: 10.1 - Será ELIMINADO do Concurso, o candidato que: a) durante a realização das provas, for surpreendido em comunicação com outro candidato, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma, bem como utilizando-se de livros, notas ou impressos e semelhantes, máquinas de calcular ou similares, telefones celulares, “pagers” e assemelhados; b) retirar-se, definitivamente, das salas antes de decorridos 30 (trinta) minutos do início efetivo das provas; c) desacatar autoridades, executores do Concurso e seus auxiliares, durante a realização das provas; d) deixar de assinar a Lista de Presença e o respectivo Cartão-Resposta; e) ausentar-se da sala durante a realização das provas. Em casos especiais, será acompanhado por um fiscal; f) descumprir as instruções contidas nas capas das provas; g) for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, mesmo que essa constatação ocorra após as provas, ter-se utilizado de processos ilícitos no Concurso Público; h) atrasarse ou não comparecer a uma das fases do Concurso Público. 10.2 – A constatação de irregularidades em qualquer etapa do Concurso, ainda que posteriormente à sua realização, implicará a ELIMINAÇÃO do candidato, independentemente dos resultados obtidos nas provas, exames e avaliações. 10.3 - É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os Atos, Editais e Comunicados referentes a este Concurso Público no Diário Oficial da União (DOU). 10.4 - Todas as despesas decorrentes da participação em qualquer fase do Concurso Público serão de inteira responsabilidade do candidato, com exceção do item 9 deste Edital. 10.5 - A aprovação e a classificação final nas provas objetivas geram para o candidato apenas a expectativa de direito à admissão. 10.6 - A CHESF se reserva o direito de proceder as admissões em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço, respeitada a disponibilidade orçamentária. 10.7 - Os candidatos classificados no Concurso Público e não convocados de imediato comporão cadastro de reserva e, conforme necessidade e conveniência da CHESF, serão convocados para realização dos procedimentos pré-admissionais e os considerados APTOS serão convocados para o Curso Específico de Formação. 10.8 - Qualquer alteração porventura ocorrida no Plano de Cargos e Salários da Empresa, por ocasião do aproveitamento dos candidatos, significará por parte destes a integral e irrestrita adesão ao Novo Plano de Cargos e Salários. 10.9 - Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de classificação no Concurso Público, valendo, para esse fim, a publicação referente à homologação do Concurso. 10.10 - Caberá ao candidato aprovado no Concurso e convocado para prover vaga em localidade diversa de seu domicílio arcar com as despesas de sua mudança. 10.11 - Não serão aceitos protocolos de Requerimento dos documentos exigidos. Fotocópias não autenticadas deverão estar acompanhadas dos originais para efeito de comprovação. 10.12 - Ao candidato admitido não será permitida, pelo período de 3 (três) anos, a transferência de local de trabalho para o qual se candidatou e obteve classificação, a não ser por interesse da CHESF. 10.13 - Será vedada a admissão de ex-empregado da CHESF dispensado por justa causa. 10.14 - O candidato aposentado por aposentadoria especial não poderá ingressar na CHESF em cargo/função cujo exercício da atividade infrinja disposição contida na Lei 9.032/95. 10.15 - O candidato, na situação de aposentado ou de empregado civil da Administração Pública Federal direta, autarquia, fundações públicas, empresa pública ou de economia mista, ressalvados os cargos de atividades acumuláveis, previstos na Constituição Federal ou, ainda o militar reformado ou da reserva remunerada da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios só será admitido na Empresa apresentando seu termo de opção pela percepção do salário do novo cargo, renunciando aos proventos de sua aposentadoria, readquirindo o direito à percepção dos proventos ao rescindir esse contrato de trabalho, nos termos do Decreto nº 2.027, de 11/10/1996. 10.15.1 - O candidato aposentado da CHESF terá suspenso o pagamento da suplementação de sua aposentadoria ao reingressar na Patrocinadora (CHESF), somente sendo reiniciado o pagamento quando de seu novo desvinculamento da CHESF. Durante esse período de suspensão do pagamento da suplementação, o candidato aposentado/suplementado, não poderá voltar a contribuir para o Plano, com o fim de aumentar a suplementação anteriormente concedida, conforme o Regulamento da Fundação CHESF de Assistência e Seguridade Social - FACHESF. 10.16 - Quando da admissão, os candidatos assinarão contrato individual de trabalho com a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco - CHESF, o qual será regido pelos preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT. 10.17 - No exercício do cargo/função, o empregado poderá vir a conduzir veículo da Empresa, quando necessário, para execução de serviços inerentes à sua ocupação, de acordo com instrumentos normativos internos que disciplinam o assunto. 10.18 – Os empregados da CHESF enquadrados na nova função e que já percebam salário permanente superior ao do cargo do Concurso não sofrerão alteração salarial. 10.19 - Os candidatos admitidos, quando estiverem exercendo atividades de risco, farão jus ao adicional de periculosidade, conforme normativo da CHESF e Legislação em vigor. 10.20 - A admissão dos candidatos ficará condicionada à aprovação em todas as fases do Concurso Público e à apresentação dos documentos a seguir: a) declaração negativa de acumulação de emprego público (ressalvados os casos previstos no artigo 37, inciso XVI da Constituição); b) Carteira de Trabalho e Previdência Social; c) Cartão de Identificação do Contribuinte - CIC (original e cópia); d) Cédula de Identidade ou protocolo do processo de naturalização (original e cópia); e) Título de Eleitor e prova de quitação com a Justiça Eleitoral/justificativa (original e cópia); f) Certificado de Reservista ou C.A.M. constando dispensa (original e cópia), se do sexo masculino; g) se solteiro, Certidão de Nascimento (original e cópia); h) se casado, Certidão de Casamento (original e cópia); i) Certidão de Nascimento dos filhos (original e cópia); j) Caderneta de Vacinação dos filhos com idade entre 01 (um) e 05 (cinco) anos (original e cópia); k) comprovante de escolaridade exigida para o cargo (original e cópia); l) comprovante de registro na Entidade de Classe, bem como comprovante de quitação de anuidade; m) 02 (duas) fotografias 3x4 iguais; n) comprovante de inscrição no PIS/PASEP, caso não seja primeiro emprego (original e cópia); o) comprovante de pagamento da Contribuição Sindical (apenas para os candidatos que estiverem empregados). 10.21 - O candidato deverá manter atualizado seu endereço na FUNDAÇÃO CESGRANRIO (Rua Santa Alexandrina, 1011 - Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20261-235), enquanto estiver participando do Concurso Público, e junto à CHESF, se aprovado, na Divisão de Administração de Cargos, Salários e Benefícios - DACS (Rua Delmiro Gouveia, 333, Bongi, Recife, PE, CEP: 50761-901). Durante o período de validade do Concurso serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos da não atualização do seu endereço. 10.22 - Decorridos 120 (cento e vinte) dias da homologação do Concurso Público e não se caracterizando óbice legal, é facultada a incineração das provas e demais registros escritos, mantendo-se, entretanto, pelo período de validade do Concurso, os registros eletrônicos a ele referentes. 10.23 - A constatação de irregularidade substancial insanável, antes da homologação do Concurso Público, resultará na sua anulação, parcial ou total. 10.24 - O candidato aprovado, ao ser admitido, ficará sujeito às normas estatutárias e regulamentares da Empregadora, normas essas que passarão a fazer parte do seu contrato de trabalho, inclusive quanto às restrições contidas na Resolução do CCE nº 9, de 8/10/1996, publicada no Diário Oficial da União de 14/10/1996. 10.25 - Os casos

omissos serão resolvidos pela FUNDAÇÃO CESGRANRIO juntamente com a CHESF. 10.26 - Legislação com entrada em vigor após a data de publicação deste Edital bem como alteração em dispositivos legais e normativos a ele posteriores não serão objetos de avaliação nas provas do Concurso Público. Dilton da Conti Oliveira - Diretor- Presidente. ANEXO I - ENDEREÇOS DAS AGÊNCIAS INSCRITORAS DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL: UF - MUNICÍPIOS: Alagoas - Maceió: Av. Fernandes Lima, 651 - Farol; Praça Marechal Floriano Peixoto, 76 - Centro. Sergipe Aracaju: Travessa José de Faro, 15 - Centro. Bahia - Eunápolis: Rua Dom Pedro II, 538 - Centro; Paulo Afonso: Rua das Mangueiras, 104 - General Dutra; Salvador: Av. Estados Unidos, 1 - Comércio; Av. Manoel Dias da Silva, 1499 - Pituba; Av. Marques de Leão, 456 - Barra. Ceará - Fortaleza: Av. Bezerra de Menezes, 1001 - São Gerardo; Av. Santos Dumont, 2772 - Aldeota; Rua Guilherme Rocha, 45 - Centro; Juazeiro do Norte: Rua da Conceição, 361 - Centro - Paraíba – João Pessoa - Rua das Trincheiras, 91 - Centro; Rua Miguel Couto, 221 - Cabo Branco. Pernambuco - Petrolina: Rua João Clementino, 73 - Centro; Recife: Av. Conselheiro Aguiar, 3399 - Boa Viagem; Av. Pres. Getúlio Vargas, 1530 - Bairro Novo; Rua Cais do Apolo, 421 - Cais do Apolo. Piauí - Teresina: Praça Rio Branco, 318 - Centro. Rio Grande do Norte - Natal: Av. Junqueira Aires, 344 - Ribeira; Rua João Pessoa, 208 - Cidade Alta. ANEXO II - CRONOGRAMA DE EVENTOS BÁSICOS - EVENTOS BÁSICOS - DATAS: 1 - Inscrições: 28/04 a 12/05/04. 2 - Entrega dos Cartões de Confirmação de Inscrição (com informações dos locais de provas) via ECT. Até 02/06/04. 3 - Informação para os candidatos que não tenham recebido o Cartão de Confirmação de Inscrição (nas Unidades da CHESF que titulam os respectivos Pólos de Trabalho - vide Anexo III - item a) - 03 e 04/06/04. 4 - Aplicação das provas objetivas. * 06/06/04; 5 - Divulgação dos gabaritos oficiais das provas objetivas: 07/06/04. 6 - Apresentação de eventuais recursos à formulação das questões ou quanto aos gabaritos oficiais (nas Unidades da CHESF que titulam os respectivos Pólos de Trabalho- vide Anexo III - item b): até 09/06/04. 7 - Homologação (divulgação dos resultados finais das provas objetivas): 22/06/04. * O cumprimento da data prevista dependerá da disponibilidade de locais adequados à realização das provas. Os candidatos



serão informados da data efetiva, horário e locais das provas através dos Cartões de Confirmação de Inscrição. ANEXO III – ENDEREÇOS PARA ATENDIMENTO - a) Para os candidatos que não receberem o Cartão de Confirmação de Inscrição: Pólo – Unidade Regional - Endereço - Horário: Recife - Divisão de Cargos Salários e Benefícios - DACS Rua Delmiro Gouveia, n.º 333, Bloco D, Sala116 - Bongi - Recife - PE. CEP: 50.761-901, 8h30min às 11h30min, 14h às 17h. Salvador - Divisão Regional de Recursos Humanos de Salvador - DRHS, Av. São Rafael, S/Nº - Pituaçu - Salvador - BA. CEP: 41.250-390, 8h30min às 11h30min, 14h às 17h. Fortaleza – Divisão Regional Administrativa Norte - DRAN - Av. Pres. Costa e Silva, n.º 4677 Mondubim - Fortaleza -CE. CEP: 60.761-190 - 8h às 11h - 13h às 17h. Teresina Divisão Regional Administrativa Oeste - DRAO - Av. Henry Wall de Carvalho, n.º 4282 - Tabuleta - Teresina - PI. CEP: 64.020-040 - 8h às 11h - 13h às 17h. Paulo Afonso - Divisão Regional de Recursos Humanos de Paulo Afonso - DRHP - Av. Guararapes, n.º 231, Alves de Souza - Paulo Afonso - BA. - CEP: 48.607- 160 - 8h às 11h - 3h às 17h. Sobradinho - Divisão Regional Administrativa de Sobradinho - DRAN - Av. Paulo Afonso - s/nº - Vila São Francisco - Sobradinho -BA - Cep. 48.925.00 - 8h às 11h - 13h às 17h. Milagres: Agência da CEF em Juazeiro do Norte - Rua da Conceição, 361 - Centro 10h às 15h - Eunápolis: Agência da CEF em Eunápolis Rua Dom Pedro II, 538 - Centro 10h às 15h. b) Para a entrega de recursos: Pólo - Unidade - Regional - Endereço - Horário: Recife Divisão de Cargos Salários e Benefícios - DACS Rua Delmiro Gouveia, n.º 333, Bloco D, Sala116 - Bongi - Recife - PE. CEP: 50.761-901 - 8h30min às 11h30min - 14h às 17h. Salvador e Eunápolis: Divisão Regional de Recursos Humanos de Salvador – DRHS - Av. São Rafael, S/Nº - Pituaçu - Salvador - BA. CEP: 41.250-390 - 8h30min às 11h30min - 14h às 17h. Fortaleza e Milagres – Divisão Regional Administrativa Norte - DRAN - Av. Pres. Costa e Silva, n.º 4677 Mondubim - Fortaleza -CE. CEP: 60.761-190 - 8h às 11h - 13h às 17h. Teresina - Divisão Regional Administrativa Oeste – DRAO Av. Henry Wall de Carvalho, n.º 4282 - Tabuleta - Teresina - PI. CEP: 64.020-040 8h às 11h - 13h às 17h. Paulo Afonso - Divisão Regional de Recursos Humanos de Paulo Afonso - DRHP - Av. Guararapes, n.º 231, Alves de Souza - Paulo Afonso - BA. - CEP: 48.607-160 - 8h às 11h - 13h às 17h. Sobradinho - Divisão Regional Administrativa de Sobradinho - DRAN - Av. Paulo Afonso - s/nº - Vila São Francisco - Sobradinho -BA - Cep. 48.925.00 - 8h às 11h - 13h às 17h. ANEXO IV - PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS - LÍNGUA PORTUGUESA: I - Compreensão, interpretação e reescritura de textos, com domínio das relações morfossintáticas, semânticas e discursivas. II - Tipologia textual. III - Significação literal e contextual de vocábulos. IV - Processos coesivos de referência. V - Coordenação e subor- dinação. VI - Emprego das classes de palavras. VII - Estrutura, formação e representação das palavras. VIII - Ortografia oficial. IX - Pontuação. X - Concordância. XI - Regência. BIBLIOGRAFIA: 1. BECHARA, E. Moderna Gramática Portuguesa. Ed. Lucerna, 1999. 2. CEGALLA, Domingos P. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. CEN, 2002. 3. CUNHA, C. e LINDLEY, C. Nova Gramática do Português Contemporâneo. Ed. Nova Fronteira, 1985. 4. FERREIRA, Aurélio B. H. Dicionário da Língua Portuguesa (Século XXI). Ed. Nova Fronteira, 1999. 5. TERRA, E. Curso Prático de Gramática. Ed. Nova Fronteira, 1999. MATEMÁTICA: I – Conjuntos numéricos: números inteiros, racionais e reais. II - Sistema legal de medidas. III - Razões e proporções; divisão proporcional; regras de três simples e compostas; porcentagens. IV - Equações e inequações de 1o e de 2o graus. V - Sistemas lineares. VI - Funções e gráficos. VII - Progressões aritméticas e geométricas. VIII - Geometria plana: polígonos, perímetros e áreas; semelhança de triângulos; trigonometria do triângulo retângulo. IX - Geometria espacial: áreas e volumes de sólidos.

BIBLIOGRAFIA: 1. BONGIOVANNI, VISSOTO & LAUREANO.



Matemática e Vida. (Ensino Médio). Ed. Ática. Volume 1. 2. DANTE, Luiz Roberto. Matemática Contexto e Aplicações. (Volume único, Ensino Médio). Editora Ática. 3. IEZZI, Gelson; DOLCE, Osvaldoet al. Matemática (Volume Único). Atual Editora. 4. JAKUBOVIC, José & LELLIS, Marcello. Matemática na Medida Certa. Ed. Scipione. 4 volumes. 5. PAIVA, Manoel. Matemática (Vols. I ao III). Editora Moderna. NOÇÕES DE INFORMÁTICA: I – Componentes Básicos do Computador. II - Conceito de Internet e Intranet. III - Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas, geração de material escrito, visual e sonoro e outros. IV –Noções básicas de Windows, Word e Excel. V - Principais navegadores para Internet. VI - Correio eletrônico. BIBLIOGRAFIA: 1. BEI COMUNICAÇÃO. Tecnologia da informação para todos. BEI, 2002. 2. CRAWFORD, Sharon. Windows 98 Prático & Fácil. Ed. Makron Books. 3. FERNANDES, Alexandre. Fundamental Excel 2000. Ed. Brasport. 4. MINK, Carlos. Microsoft Office 2000. Ed. Makron Books. 5. MINK, Carlos. Microsoft Word 2000. Ed. Makron Books. 6. NEGRINI, Fabiano. Internet Explorer 6.0. Ed. Visual Books. 7. TEMPLE, Bob. Microsoft Outlook 2000 para leigos passo a passo. Ed. Ciência Moderna. 8. VASCONCELOS, Laércio. Resolvendo problemas no seu PC: passo a passo. Makron Books, 2002. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ELETRICIDADE BÁSICA: As partículas elementares e as cargas elétricas; A força elétrica; a Lei de Coulomb; os processos de eletrização, os condutores e os isolantes; os semicondutores; O campo elétrico; o vetor campo elétrico e as linhas de campo; a energia potencial elétrica e o potencial elétrico; a DDP; A corrente elétrica, a Lei de Ohm e a resistividade; Valores médio (DC) e eficaz; a potência elétrica. A eletrólise; as leis de Faraday; Leis de Ohm e de Kirchoff; Circuitos em Corrente Contínua; Circuitos em Corrente Alternada; Transformadores; Circuitos RLC. Bibliografia: 1.EDMINISTER, Joseph A. Circuitos Elétricos. 2ª ed. Makron Books. (Coleção Schaun). 2. GUSSOW, Milton. Eletricidade Básica. 2a ed. Editora Makron Books. 3. RAMALHO Jr., Francisco. Fundamentos da Física (vol. III - Eletricidade)Moderna Editora.
DILTON DA CONTI OLIVEIRA

Diretor-Presidente


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal