Conteúdo programático


ª FASE Ajudar a pessoa a recordar COMO FOI AQUELA VIDA OU COMO saiu da situação que acessou e como subiu para o mundo espiritual



Baixar 0.96 Mb.
Página6/22
Encontro07.08.2016
Tamanho0.96 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   22

2ª FASE
Ajudar a pessoa a recordar COMO FOI AQUELA VIDA OU COMO saiu da situação que acessou e como subiu para o mundo espiritual
Nessa Fase ajudamos a pessoa a recordar a encarnação passada que acessou ou como saiu da situação pós-encarnação que ficou sintonizada em seu passado, e então é fundamental percebermos onde ela está sintonizada. A Regressão pode começar:


  1. Em uma vida passada

  2. Já está desencarnada:

  1. ainda na Terra

  2. no Umbral

  3. flutuando no Astral intermediário.

Para cada uma dessas situações, a nossa maneira de lidar com a recordação é diferente.




  1. Se ela acessou uma encarnação passada:

Nesse caso, temos de ajudá-la a recordar que a vida foi passando, que foi ficando velha (ou morreu criança ou jovem), recordar o momento de sua morte, recordar o seu desencarne, recordar a sua subida para o Mundo Espiritual, relembrar que foi melhorando lá, até ficar muito bem, até todas as ressonâncias da vida que passou terem desaparecido (sentimentos, dores, etc.), já estar participando da vida lá, com as pessoas, trabalhando, estudando, chegando no Ponto Ótimo ou o melhor que ficou (às vezes a pessoa não fica ótima lá em cima, devemos levar a recordação até o melhor que ficou, antes de reencarnar novamente). Se a pessoa está num ponto bom lá no período inter-vidas e vai para outra encarnação, devemos trazer a sua recordação novamente para lá e incentivá-la a continuar recordando até chegar ao Ponto Ótimo. Sempre lembrarmos que “Onde termina a regressão, fica a sintonia.”




  1. Se ela acessou uma situação pós-morte:

Às vezes a pessoa nem percebeu que seu corpo morreu, ainda se sente viva, está morta mas ficou em sua casa, ou no local onde morreu, ou no caixão, ou está vagando pela Terra, ou seja, ela está desencarnada mas ainda na Terra, e nesse tipo de Regressão algumas vezes é difícil saber se a pessoa está “viva” ou “morta”, então temos de ir levando a sua recordação adiante, usando as táticas do “Sim”, “Continua”, “E depois?”, até percebermos se ela está ainda no corpo ou já saiu dele. Nesse caso, temos de ajudá-la a recordar como saiu do corpo (se for o caso), como saiu do local onde estava (se for o caso), e sempre ajudá-la a recordar que subiu para o Mundo Espiritual e a sua estadia lá, até a recordação chegar ao Ponto Ótimo ou o melhor que ficou.


Se a pessoa fala bastante ou o suficiente, não precisamos falar muito, apenas ir ajudando-a a continuar a recordação até recordar como subiu para o Mundo Espiritual. Se a pessoa fala pouco ou faz longos períodos de silêncio, devemos interferir mais, mas sempre lembrando que a regressão pelo Método ABPR é uma recordação fiel do que aconteceu, ou seja, o nosso papel nessa 2ª Fase é ajudar a pessoa a recordar o que realmente aconteceu, não devemos inventar nada, como por exemplo: “Imagine que tem uma porta...” ou “Imagine Jesus chegando para te ajudar...” ou “Imagine que está clareando...” ou “Imagine que tu (você) já subiu para a Luz...”, etc.
Se a pessoa morreu e foi para o Umbral temos de ajudá-la a recordar como saiu daquele lugar. Sozinha? Deus mandou alguém lhe buscar? Geralmente essas situações demoraram muito (décadas ou séculos...) e então não devemos acelerar muito a recordação da saída, pois pode acontecer da pessoa recordar mas em seguida voltar novamente para lá. Raramente um Espírito consegue sair sozinho do Umbral, geralmente veio uma Luz, ou seres do Astral, ou alguém de sua família, ou um Anjo, ou uma Entidade, e é isso que vamos falando para ajudá-la a recordar a saída. Depois que recorda, ajudamos a lembrar como subiu para o Plano Astral, até a sua recordação chegar ao Ponto Ótimo ou o melhor que ficou naquela ocasião. Se a regressão começou no Umbral nunca devemos perguntar o que ela fez pois isso infringe a Lei do Esquecimento, se fosse para saber, o seu Mentor teria iniciado a recordação quando ainda estava na Terra.

Obs.- geralmente quem ficou muito tempo em um lugar escuro, tem dificuldade de ver pessoas, o ambiente, quando chega no Mundo Espiritual, isso leva um tempo, é gradativo (veja Tática adiante).


Se a recordação começa com a pessoa (como Espírito desencarnado) flutuando no Astral intermediário, devemos ajudá-la a lembrar como subiu para o Mundo Espiritual, até sua recordação chegar ao Ponto Ótimo.

Obs.- geralmente quem morre e fica flutuando era uma pessoa solitária ou depressiva na vida anterior, e isso dificulta a nossa ajuda para a recordação de sua subida para o Mundo Espiritual naquela ocasião. Se a pessoa começa a relatar outra encarnação, devemos levar sua recordação para onde estava (veja Tática para isso adiante).


Não devemos permitir que a pena que sentimos da pessoa afete a recordação fiel, dando-lhe a mão, cobrindo com cobertor, etc., isso pode atrapalhar a regressão e fazer com que ela melhore, se sinta bem, mas não se desligue da situação.

Manual de Orientação

para as Regressões


  1. Por que a leitura do Manual deve ser feita fielmente?

  2. Quais as 6 fases da regressão?

  3. Quais são as finalidades da fidelidade na leitura do Manual?

  4. Fale a respeito da 1ª fase da Regressão.

  5. Fale a respeito da 2ª fase da Regressão.

  6. Onde pode começar a Regressão?

  7. Fale a respeito de cada uma delas


Táticas para a Regressão


  1. Táticas para quando a pessoa demora a perceber que está em uma situação do passado:

Se já foi feito o relaxamento do corpo físico e a elevação da freqüência e a pessoa ainda não percebeu que está sintonizada no passado, podemos usar algumas táticas:




  1. Repetir algumas frases do relaxamento e/ou da elevação da freqüência, ou repetir tudo novamente, desde o início (evidentemente não é necessário fazer a sintonia com os Mentores pois isso já foi feito da 1ª vez)




  1. Não devemos nunca pressionar a pessoa a “ter de ver ou sentir”. Então, depois Do relaxamento e da elevação da freqüência, se ela não percebeu nada, podemos dizer: “Nós vamos iniciando o relaxamento............................. e a qualquer momento................................ o que vier à tua mente.......................... tu (você) me diz................................. o que tu (você) vê..................................... o que sente............................” Isso tranqüiliza a pessoa e faz com que ela relaxe e aumente a possibilidade de acessar o seu passado. E continuar o relaxamento e a elevação da freqüência.

Obs.- Nunca perguntar algo, aprender a “perguntar sem parecer que está perguntando” (na prática isso seria como perguntar sem colocar ponto de interrogação ao final da pergunta e sim três pontinhos...)


  1. Algumas vezes, a pessoa não consegue relaxar, pelo contrário, ela vai ficando mais tensa, mais ansiosa, mais angustiada, algumas vezes fala que não vai conseguir, que é melhor deixar para outro dia... Nesses casos, geralmente ela já regrediu e está acessando uma situação em que estava tensa, ansiosa, angustiada. Então, podemos dizer que não faz mal, que ela vá nos dizendo o que vem na sua mente.............. como se fosse uma idéia............... uma história.................... numa outra época................. uma época antiga...................em que estava tensa.................... ansiosa.................... o que pode estar acontecendo? O que imagina............... Me diz........................... Como se estivesse criando em sua mente.......................... mesmo que não tenha certeza................. mesmo que pareça que está inventando...................

Obs.- esses são exemplos do que podemos falar nessa ocasião, falar 3 ou 4 frases, aguardar... falar outras 3 ou 4 frases, aguardar... E assim por diante.


  1. Se a pessoa não percebe nada, nem na 1ª vez que fazemos o relaxamento e a elevação da freqüência, nem na 2ª tentativa, é bom mudar a maneira de falar. Podemos dizer: “O que tu (você) imaginar, tu (você) me diz..............................” Ou então: “Como se tu (você) estivesse inventando.......................... como se estivesse criando.................................... uma idéia........................... uma história..........................” Ou então: “Mesmo que não esteja vendo........................................... Ou: Mesmo que não tenha certeza...........................................”




  1. Se com todas essas táticas, a pessoa não perceber nada, podemos oferecer opções:

  1. Imagina um lugar......................... pode ser grande........................................ pode ser pequeno........................................... Pode ser claro........................................ meio escuro...................... Pode ter mais pessoas............................ ou estar sozinho(a)...................................... Pode estar fazendo alguma coisa................ ou estar parado(a)......................... ou deitado(a).......................... ou flutuando..................................

Obs. – Podemos usar outras maneiras de falar: Pode parecer que é um lugar grande............. que é pequeno................ aberto.................. fechado................... Ou então: Pode dar uma idéia de que é um lugar grande................. pequeno..................... aberto................ fechado................. Tu (você) pode ter a sensação de que é um lugar grande........................... pequeno................... aberto........................ fechado........................... O que tu (você) acha? O que imagina?

Obs.- esses são exemplos das alternativas que podemos dar à pessoa nessa ocasião. Usamos uma maneira de falar... se não adianta, usamos outra maneira... e assim sucessivamente




  1. Se mesmo com essas opções, ainda não perceber que está em um lugar, podemos mudar o tempo do verbo: Se tu (você) estivesse em um lugar no passado......................... como seria esse lugar? E aguardamos... Seria grande...................... pequeno..................... seria um lugar claro.............................. escuro.................................. teria mais pessoas...................... ou estaria sozinho(a)..................................... O que tu (você) sente................................... o que imagina................................ Podemos acrescentar: Como se tu (você) estivesse criando................................. como se estivesse imaginando..................................... inventando.................................. mesmo que não esteja vendo........................................ mesmo que não tenha certeza.....................................

Obs.- esses são exemplos, usar uma maneira... se não adiantar, outra maneira...


  1. Outra tática para quando demora: Vai me dizendo o que vem na tua mente....................................... o que tu (você) sente..................................... como te sente............................. O que tu (você) sente......................... raiva......................................... tristeza.................................. medo.................................... solidão................................ uma dor..................................................

Obs.- se a pessoa está demonstrando tristeza, por exemplo, podemos dizer: “Essa tristeza...”


  1. Se a pessoa afirma que não acessou nada, que está aqui, que não vai conseguir, ou que está ouvindo os barulhos da vizinhança, etc., podemos dizer: “Tu (você) está aqui............... vai se sentir sempre aqui.................... mas ao mesmo tempo pode acessar.......... captar........... uma situação do teu passado................ um outro lugar............... numa época antiga......................... uma pessoa...................




  1. Se ela não vê nada ou diz que não sente nada: E pode ser um lugar grande................... pequeno...................... Ou então podemos dizer: Pode parecer que é claro................................... ou meio escuro.................... Ou então: O que for captando............... vai me dizendo........................ compartilhando comigo.............mesmo que não esteja vendo.................... mesmo que não tenha certeza............................




  1. Para as pessoas muito mentais, com dificuldade de entrega, é importante dar uma “autorização” a ela para que, mesmo sentindo-se “aqui”, ela pode acessar situações do seu passado, pode captar o que vem de lá............... e nos contar............... mesmo que pareça que está imaginando................ que está inventando.................. que está criando....................ou querendo criar algo................. Se ela afirmar que não consegue relaxar, se entregar, parar de pensar, dizer: Não tem problema................ não faz mal............... não temos pressa.................... temos bastante tempo................. se não der hoje, podemos marcar outro dia................... Mas se tiver a impressão que está captando algo................. de um outro lugar.................. que pareça que é outra época............... uma época antiga................... um lugar diferente.................. vai me contando.................... o que parece................ mesmo que não tenha certeza............... que pareça que está inventando........................ criando...................não faz mal.............................. o que tu (você) sente?....................... o que parece.........................

Obs.- são exemplos do que podemos falar, usar 2 ou 3 frases, aguardar... outras 2 ou 3 frases, aguardar...
ATENÇÃO: Quando a pessoa mostrar que acessou uma situação do passado (modificações na expressão do seu rosto, movimentos com as mãos, as pernas, o corpo), choro, sente frio, calor, etc., ou então começar a relatar o que vê ou sente, paramos imediatamente de falar e ficamos um certo tempo em absoluto silêncio para ela “fixar” bem lá. E entramos na 2ª Fase (Recordar que e como saiu da situação).



  1. Se demora muito e a pessoa demora a recordar que saiu da situação, ou afirma que não saiu, que nunca saiu, que está lá, que não vai sair, etc., podemos usar algumas táticas:




  1. Podemos oferecer opções: 1. Vamos ver......................como é que tu (você) sai............................ como é que saiu............... (usar o tempo no presente, pois ela sente-se lá, e no passado, para sugerir sutilmente que aquilo é passado, já passou...), e dar um tempo............... 2. Se ela não lembra como saiu: Tu (você) saiu sozinh?............................... ou veio alguém te ajudar?............................ Vamos lembrar como tu (você) saiu............................ Vamos recordar............................ Pode ter saído sozinh dessa situação......................... ou alguém ter vindo te ajudar....................................... Uma luz................................. um Anjo.................................... alguém que tu (você) conhece)............................ alguém que gosta de ti (de você)..................................... Vamos ver.................................... vamos lembrar........................................

(Obs.- Como, geralmente, não sabemos se lá a pessoa era homem ou mulher, o melhor é falar sozinh... (nem sozinho nem sozinha), pois se falamos em um certo gênero sexual e lá era de outro, pode atrapalhar.)




  1. Se demora muito, podemos dizer: Ninguém fica sozinh pra sempre.......................... Deus sempre manda alguém pra buscar, pra ajudar........................ Vamos lembrar.......................................Quem é que chega....................................quem veio?............................................ Uma Luz................................... um Anjo................................ Alguém da tua família....................................... Alguém que tu (você) conhece...........................




  1. Se ainda não lembrar: Como se tu (você) estivesse imaginando.......................................... inventando..................................... O que for vindo na tua mente, vai me contando....................... compartilhando comigo........................................




  1. Se ainda não lembra, podemos oferecer opções: Vamos lembrar.............................vamos ver...................................tu (você) pode ter saído caminhando....................................ou flutuando...............................Pode ter saído sozinho.......................................ou Deus mandou alguém pra te ajudar............................................Um Anjo........................................Uma Luz.....................................Alguém que tu (você) conhece.......................................




  1. Se mesmo assim, não consegue recordar como saiu, podemos dizer para imaginar como saiu: Como tu (você) imagina que saiu............................ Sozinho................................. Alguém veio te ajudar........................... Alguém te ajuda.................................




  1. Se isso não funcionar: Como tu (você) acha que saiu.......................... Ou saiu sozinho........................... Ou Deus mandou alguém te ajudar...................... Uma Luz........................ Um Anjo............................ Alguém que te proteje.......................... Que gosta de ti.............................. Vamos ver.................................... Vamos lembrar.....................................




  1. Se não adiantar: Como tu (você) poderia sair dessa situação................................... Isso é passado.......................... já passou............................. estamos recordando.......................... Vamnos ver........................ Vamos lembrar............................




  1. Se não adiantar: Como tu (você) acha que poderia sair dessa situação.............................. Pode ter sido sozinho......................... Ou veio alguém.............................




  1. Podemos acrescentar: Imagina........................ Como será que saiu..............................O que tu (você) acha..............................




  1. Se diz que não sabe, não lembra, insistimos: O que tu (você) acha? .................................. será que saiu sozinho?....................... ou Deus mandou alguém para te ajudar? ....................................... Uma luz? ..................................Um Anjo.................................... Alguém que tu (você) conhece......................................




  1. Ou então: É importante lembrar..................................... para tu (você) se desligar dessa situação............................. vai lembrando.............................. vai me contando.......................... é importante......................................




  1. Se com todas essas táticas, a pessoa ainda não consegue lembrar que saiu, como saiu, podemos ir “apertando...”: O que tu (você) está vendo é passado......................... já passou........................... estamos recordando como tu (você) saiu dessa situação......................... Ou então: Tu (você) já saiu dessa situação.............. é só uma recordação............... já subiu para o Mundo Espiritual................ já reencarnou................... está aqui................ apenas recordando................ É importante................. vamos lembrar................




  1. Se ainda não vê: Me diz o que tu (você) acha................................ O que tu (você) imagina.................................. Mesmo que pareça que tu (você) está imaginando.............................. inventando............................... Mesmo que pareça que está criando.................................. ou querendo criar................................. Não faz mal, vai me dizendo.................................. me contando............................




  1. Ou então: Pode ter vindo alguém........................... te pegou pela mão............................. ou no colo............................. ou como se fosse uma Luz........................... uma Força............................. que vai te levando............................ subindo................................ Vamos lembrar.............................. me conta.................................... É importante........................... pra tu (você) te desligar dessa situação............................. de onde vem o que tu (você) sente................. o que te incomoda até hoje.......... Vai me contando..........................




  1. Se a pessoa diz: Vou imaginar................... ou então, acho que estou inventando.......................... nós dizemos: Pode imaginar... ou pode inventar.............................Como foi?................. Me conta................... Mesmo que pareça que tu (você) está inventando................................... imaginando....................................




  1. Quando ela começa a contar que está saindo, dizemos: Que bom! Continua... E a partir daí, incentivamos quando (e se) necessário a sua recordação, até ela recordar que chegou no Mundo Espiritual. Se necessário dizemos: E tu (você) vai subindo..................... com esse Ser (ou essa Luz, ou essa Força) ou, vamos ver, vamos lembrar, quando tu (você) vai subindo.......................... vamos lembrar para onde tu (você) vai........................... para onde tu (você) foi.......................... Vai me contando para eu poder te acompanhar..........................




  1. Se ela afirma que é uma Luz que a ajuda, dizemos: Vamos ver como essa Luz te ajuda............................... como ela te ajudou..................................




  1. Se é um Ser espiritual, um parente, a mesma coisa.




  1. Quando a pessoa diz que chegou no Mundo Espiritual, ou num lugar claro, ou numa grama, ou numa Luz, dizemos: Vamos ver como é esse lugar............................ as pessoas........................... os seres.......................... a vida aí........................... Me conta...............................




  1. Se ela demora a perceber como é o Mundo Espiritual, dizemos: Aos pouquinhos tu (você) vai vendo...................... vai percebendo................................ vai sentindo................................. as pessoas............................... os seres..........................




  1. Se a pessoa ficou muito tempo em um lugar escuro, sozinha, quando recordar que subiu para o Mundo Espiritual ela vai ter dificuldade de ver pessoas, seres, identificar que está em um lugar, e geralmente diz que está bem, mas não tem ninguém, não tem nada... Está claro, tem luz, mas não tem ninguém... Nesses casos, dizemos: Tu (você) ficou muito tempo sozinho(a) (ou sozinh) naquele lugar, então aos pouquinhos vai vendo como é esse lugar.................. o Mundo Espiritual................... as pessoas que vivem aí............................ Pode ser um jardim................................. um hospital................................um local de acolhimento................................... Vamos ver.......................... vamos lembrar................................. vai percebendo, e me contando.........................




  1. Se demorar para ver, dizemos: Quando tu (você) for vendo, percebendo, vai me contando.............. compartilhando comigo.............................. como é esse lugar............................. e como vai te sentindo............................ Ou então: como é que nós vamos nos sentindo quando estamos aí........................... no Mundo Espiritual...............................




  1. Se a pessoa diz que vem alguém conversar com ela: E o que esse Ser te diz.................................. o que te transmite..................... na tua mente...................... no teu coração.................. o que te ensina................................




  1. Se a pessoa diz que está num Hospital, podemos dizer: Que bom! E se ela ficar em silêncio, devemos também permanecer em silêncio, pois ela pode estar recebendo um tratamento (lá naquela ocasião, ou agora). Se demorar muito para voltar a falar: E como tu (você) está te sentindo.............................. Se ela diz que ainda está no Hospital, podemos dizer: Vamos ver.................................. o tempo vai passando.................. aí............................... tu (você) vai melhorando................................ foi melhorando.............................vamos lembrar............................... foi ficando bem............................. te recuperando........................... Vamos lembrar......................... quando ficou bem.................................. como é esse lugar............................. a vida aí.................................... as pessoas.................................. os seres.........................................

Obs.- são exemplos, falar 2 ou 3 frases, aguardar... falar mais 2 ou 3 frases, aguardar...


  1. Se ela diz que tem alguém falando com ela: E o que esse Ser te diz............................ o que ensina................................ Se ela fala que tem Grupos de Estudos, ou que lá se estuda: E o que tu (você) estuda........................................ o que aprende................................. pra tua vida.................................. pra tua evolução espiritual............................. Ou então: O que a gente aprende aí no Mundo Espiritual....................... quando estamos aí nesse lugar de Luz..........................




  1. Se percebermos que a pessoa está recebendo uma orientação espiritual, uma instrução, um tratamento, uma cura, devemos permanecer em silêncio por um tempo para não atrapalharmos.

Obs.- Não é necessário falar tudo o que colocamos aqui em cada situação, são exemplos de Táticas que podemos usar, falamos 2 ou 3 frases................. esperamos............................. se necessário, repetimos................................ ou mudamos para outras.................................... Cuidar para não “atropelar” a pessoa! E nunca pressionar a ter de ver, ter de contar, a não ser depois de muito tempo, quando já foram tentadas muitas Táticas e temos de “apertar” um pouco... Mesmo assim, isso é feito com amorosidade, com firmeza, mas com carinho.





  1. Catálogo: groups -> 18480979
    groups -> 14-1 Ciclo de conversão de caixa
    groups -> Gerência 5 recursos humanos 7 comercial 9 contábil/fiscal/financeira 20 tele(marketing) 27 atendente 29 design/publicidade/comunicaçÃO 30 informática 31 comércio exterior 36 logística / almoxarifado / expediçÃO 36 engenharia 41 projetos
    groups -> Formado ou cursando Contábeis, Administração, Economia, Direito. Rotinas e experiência de constituição de Empresas, conhecimento de órgãos públicos. Salário à combinar + vr +VT, horário comercial. Bairro São Francisco
    groups -> 1 Para o trabalhador avulso, pode ser considerado como salário de contribuição: a as gorjetas
    groups -> Logo correta é a letra "C"
    groups -> Pedagogia waldorf (Diversos textos retirados de sites diferentes) Introdução V. W. Setzer
    groups -> Introdução
    groups -> O conceito, a doutrina e as origens do cooperativismo
    groups -> Marshall berman tudo que é SÓlido desmancha no ar a aventura da modernidade
    18480979 -> Módulo 1 a psicoterapia Reencarnacionista Uma proposta de expansão para a Psicologia e a Psiquiatria


    Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   22


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal