Controle de Qualidade Total Vicente Falconi Campos Conceito de qualidade



Baixar 41.89 Kb.
Encontro20.07.2016
Tamanho41.89 Kb.
Controle de Qualidade Total

Vicente Falconi Campos

 Conceito de qualidade

Um produto ou serviço de qualidade é aquele que atende perfeitamente, de forma confiável, de forma acessível, de forma segura e no tempo certo ás necessidades do cliente. Portanto, em outros termos pode-se dizer: projeto perfeito, sem defeitos, baixo custo, segurança do cliente, entrega no prazo certo no local certo e na quantidade certa.

O verdadeiro critério da boa qualidade é a preferência do consumidor.



Conceito de Produtividade

Aumentar a produtividade é produzir cada vez mais e/ou melhor com cada vez menos. Produtividade = output/input

O cliente é o rei.

O preço é função de valor.

Produtividade = valor produzido/valor consumido = taxa de valor agregado

Produtividade = qualidade/custos

Produtividade = faturamento/custos

- Conceito de competitividade

Em resumo, garantir a sobrevivência de uma empresa é cultivar uma equipe de pessoas que saiba montar e operar um sistema, que seja capaz de projetar um produto que conquiste a preferência do consumidor a um custo inferior ao de seu concorrente.

SOBREVIVÊNCIA

COMPETITIVIDADE

PRODUTIVIDADE

QUALIDADE (PREFERÊNCIA DO CLIENTE)


PROJETO

PERFEITO



FABRICAÇÃO

PERFEITA



SEGURANÇA

DO CLIENTE



ASSISTÊNCIA

PERFEITA



ENTREGA NO

PRAZO CERTO



CUSTO BAIXO

Fig.1.2

Conceito de controle da qualidade total [TQC]:

Objetivo principal de uma empresa é satisfação das necessidades das pessoas: consumidores [através qualidade], empregados [através crescimento do ser humano], acionistas [através produtividade, e vizinhos [através contribuição social].

Este pode ser atingido pela prática do Controle da Qualidade Total [Total Quality Control - TQC].

TQC é o controle exercido pôr todas as pessoas para a satisfação das necessidades de todas as pessoas.

Conceito do TQC é formados de seguintes tópicos:


  1. Orientação pelo cliente: Produzir e fornecer serviços e produtos que sejam definitivamente requisitados pelo consumidor.

  2. Qualidade em primeiro lugar: Conseguir a sobrevivência através do lucro continuo pelo domínio da qualidade.

  3. Ações orientadas pôr prioridades: Identificar o problema mais critico e solucioná-lo pelo mais alta prioridade.

  4. Ação orientada pôr fatos e dados: Falar, raciocinar e decidir com dados e com base em fatos.

  5. Controle de processos: Uma empresa não pode ser controlada pôr resultados, mas durante o processo. O resultado final é tardio para se tomar ações corretivas.

  6. Controle da dispersão: Observar cuidadosamente a dispersão dos dados e isolar a causa fundamental da dispersão.

  7. Próximo processo é seu cliente: O cliente é um rei ou uma rainha com quem não se deve discutir, mas satisfazer os desejos desde que razoáveis. Não deixe passar produto/serviço defeituoso.

  8. Controle de monte: A satisfação do cliente se baseia exclusivamente em funções a montante. As contribuições à jusante são pequenas. [Identificar as necessidades verdadeiras dos clientes, assegurar a qualidade em cada estagio, prevê falhas, preparar padrão técnico, etc.]

  9. Ação de bloqueio: Não permita o mesmo engano ou erro. Não tropece na mesma pedra. Tome ação preventiva de bloqueio para que o mesmo problema não ocorra outra vez pela mesma causa. [utilizando FEMA- failure mode and effect analysis, FTA- falt tree analysis, etc]

  10. Respeito pelo empregado como ser humano: Respeitar os empregados como seres humanos independentes. [padronizar tarefa individual; educar e treinar, delegar tarefas, usar sua criatividade, fornecer programa de desenvolvimento pessoal, etc.]

  11. Comprometimento da alta direção: Entender a definição da missão da empresa e a visão e estratégia da alta direção e executar as diretrizes e metas aravas de todas as chefias. [Publicar definição da missão da empresa, visão e estratégia de alta direção, diretrizes de longo e médio prazo, metais anuais, etc.]

Conceito de processo

Processo é um conjunto de causas [maquinas, materiais primas, etc.] que provoca um ou mais efeitos [produtos].

O processo é controlado através dos seus efeitos. Os itens de controle de um processo são índices numéricos estabelecidos sobre os efeitos de cada processo para medir a sua qualidade total.

Um "problema" é o resultado indesejável de um processo. Portanto, problema é um item de controle com o qual não estamos satisfeitos. Para conduzir um bom gerenciamento, temos que, numa primeira instancia, aprender a localizar os problemas e então aprendemos a resolver estes problemas.

A meta mais imediata de uma empresa é a sua sobrevivência a competição internacional.

A luta pela sobrevivência é de cada pessoa da empresa. Cada um deve comparar os seus itens de controle com os melhores do mundo [Benchmark]. Enquanto houver diferença, haverá problemas!



Conceito de controle

Manter sob controle é saber localizar o problema, analisar o processo, padronizar e estabelecer itens de controle de tal forma que o problema nunca mais ocorra.

As pessoas são inerentemente boas e sente satisfação pôr um bom trabalho realizado. Quando um problema ocorre, não existe um culpado! Existem causas que deve ser buscado pôr todas as pessoas da empresa de forma voluntária.

Conceito de controle de processo

1. Estabelecimento de "diretriz do controle" [planejamento]

a. meta

b. método



2. Manutenção do nível de controle

a. atuar no resultado [queimou o motor - troca o motor]

b. atuar na causa [queimou o motor - pôr que queimo o motor]

 

3. Alteração da diretriz de controle [melhoria]



a. alterar a meta

b. alterar o método

 

O ciclo PDCA de controle de processo

PLAN [planejar]

1. estabelecer metas sobre itens de controle

2. estabelecer método para atingir as metas

DO [executar]

1. educar e treinar

2. executar a tarefa (coletar dados)

CHECK [verificar]

verificar os resultados da tarefa executada

ACTION [atuar correlativamente]



ciclo PDCA para melhorias

PLAN

1. identificação do problema



2. observação

3. analise do processo

4. plano de ação

DO

ação



CHECK

verificação

ACTION

padronização



conclusão

Pratica do controle da qualidade

O controle de qualidade total é um novo modelo gerencial centrado no controle do processo, tendo como meta a satisfação das necessidades das pessoas. A participação das pessoas não é conseguida pôr exortação, mas pôr educação e treinamento na pratica do controle da qualidade. O controle da qualidade é abordado com três objetivos:



  1. Planejar a qualidade desejada pelos clientes.

  2. Manter a qualidade

  3. Melhorar a qualidade

Estabelecimento de metas pode provir de varias fontes:

  1. Das necessidades de seus clientes.

  2. Do planejamento estratégico geral da empresa.

  3. Da visão estratégica do próprio gerente.

Itens de controle [5W1H]:

WHAT - Quais os itens de controle em qualidade, custo, entrega, moral e segurança? Qual a unidade de medida?

WHEN - Qual a freqüência com que devem ser medidos? Quando atuar?

WHERE - Onde são conduzidas as ações de controle?

HOW - Como exercer o controle. Indique o grau de prioridade para ação de cada item.

WHY - Em que circunstancias o "controle" será exercido [i.e. o market-share caiu abaixo de 50%]

WHO - Quem participara das ações necessárias ao controle [i.e. reunião]

Sete perguntas capitais

Método simplificado de identificação de problemas

Método de solução de problemas [QC Story]



Sistema de padronização e as normas ISO

As seguintes são básicos no TQC:



  1. O resultado do trabalho de cada ser humano deve significar muito Para sua vida.

  2. Todas as pessoas da empresa devem mudar a sua maneira de pensar [i.e., eu era um operador da maquina, hoje gerencio a maquina]

  3. Aprimorar o recrutamento e seleção para Ter um quadro mínimo mas ótimo.

  4. Educar e treinar as pessoas de tal forma a transformá-las nos " melhores do mundo".

  5. Reter pessoas na empresa de tal forma que a empresa faça parte do projeto de cada um.

  6. Criar condições para que cada empregado tenha orgulho de sua empresa.

Filosofia de Maslow:

  1. O homem tem uma natureza superior que é instintiva.

  2. Esta natureza humana tem uma característica profundamente holística. Ele afirma que " ... já é possível rejeita firmemente a crença desesperadora de que a natureza humana é má" , " As empresas devem ser vistas como organizações que tem como missão maior satisfazer as necessidades do ser humano – quem fizer isto da melhor maneira ganhara o lucro desejado"

O que fazer:

  1. É necessária uma política de estabilidade no emprego e política salarial justa.

  2. Dar salário básico suficiente + um bônus que é o função do lucro da empresa.

  3. Promover auto-estima, satisfazer ego e auto-realizaçao.

  4. Promover educação e treinamento contínuos.

  5. Discutindo com grupo "visão de futuro".

  6. Não depende somente no aumento de salário, não é suficiente. [Que você esta fazendo? cortando pedras ...outro respondeu ..construindo uma catedral.]

  7. Delegação é a base da educação.



  1. As pessoas devem sentir a necessidade de treinamento, tem que desejar serem treinado.

  2. Motivação => [treinamento em grupo + treinamento no trabalho + auto-desenvolvimento] => Desenvolvimento de habilidades

  3. Medir o efeito de treinamento. O lema é: Educa – Treina – Faz.

  4. O chefe deve ser uma pessoa integra, que busca sempre a verdade, que sempre quer melhorar, ele induz nos seus subordinados este sentimento sem palavras.

O gerenciamento do crescimento do ser humano deve ser desenvolvido de acordo com o método PDCA

- Educação e treinamento

-Conceito de educação no mundo globalizado.

Educação e treinamento é um "processo de comunicação do conhecimento". Sem comunicação não existe conhecimento. O "processo de comunicação" consta de três partes:

Currículo

Instrutor

Ambiente

SISTEMAS DE AVALIAÇAO:

As pessoas são diferentes, tem potências mentais e talentos diferentes; portanto, avaliar o desempenho deve considerar este fato. No ocidente avaliado o desempenho de pessoas pelo seus resultados independente de cada um. Os japoneses avaliam ao longo de toda de vida do empregado, ao processo que conduz aos resultados.

Premiação:

A premiação baseado na crença que o homem só trabalha pelo dinheiro é errado. Prêmio de produção muitas vezes prejudica a qualidade. O bom prêmio em dinheiro é aquele dado a todos os empregados na forma de "bônus" para todo.

Motivação decorre de outros fatores do tipo "reconhecimento", i.e., jantares, viagens, presentes, medalhas, diplomas, etc.

PROGRAMA 5S visa mudar a maneira de pensar das pessoas na direção de um melhor comportamento para toda a vida. É para todas as pessoas da empresa.

SEIRI [arrumação], SEITON [ordenação], SEISOH [limpeza], SEIKETSU [asseio], SHITSUKE [autodisciplina].

Aplicação na Administração:

1S – Arrumação: Identificação de dados e informações necessárias e desnecessárias para decisões.

2S – Ordenação: Determinação do local de arquivo para pesquisa e utilização de dados a qualquer momento. Deve-se estabelecer um prazo de 5 minutos para se localizar um dado.

3S – Limpeza: Sempre atualização e renovação de dados para ter decisões corretas.

4S – Asseio: Estabelecimento, preparação e implementação de informações e dados de fácil entendimento que serão muito úteis e praticas para decisões.

5S – Auto-disciplina: Habito para cumprimento dos procedimentos determinados pela empresa.

Aplicação na Produção:

1S – Arrumação: Identificação dos equipamentos, ferramentas e materiais necessários e desnecessários nas oficinas e postos de trabalho.

2S – Ordenação: Determinação do local especifico ou layout para os equipamentos serem localizados e utilizados a qualquer momento.

3S – Limpeza: Eliminação de pó, sujeira e objetos desnecessários e manutenção da limpeza nos postos de trabalho.

4S – Asseio: Ações consistentes e repetitivas visando arrumação, ordenação e limpeza e ainda manutenção de boas condições sanitárias e sem qualquer poluição.

5S – Auto-disciplina: Habito para cumprimento dos procedimentos especificados pelo cliente.

O importante é ver.

O complexo momento de globalização não apenas como produto de uma lógica cultural uniformizaste, mas também, abordado a partir da participação e experiências de grupos de indivíduos.



A mundialização comporta 2 tendências: uma unificadora que é homogeneização à escala planetária, outra diversificaste que revela a irrupção de localismos.

O QUE

WHAT

QUANDO

WHEN

QUEM

WHO

ONDE

WHERE

PORQUE

WHY

COMO

HOW


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal