Controle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitas



Baixar 0.8 Mb.
Página1/9
Encontro24.07.2016
Tamanho0.8 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9




CONTROLE FITOSSANITÁRIO COM PRODUTOS ALTERNATIVOS

COLETÂNEA DE RECEITAS



Prefácio

Em determinados sistemas de produção, a aquisição e o uso de produtos Agrotóxicos convencionais pode se tornar difícil ou até mesmo inviável em função de parâmetros relacionados com os objetivos, quantidade ou tecnologia de aplicação. Nessa situação o uso de produtos alternativos, relativamente simples de serem preparados, pode constituir em mais uma opção para controle de vários agentes indesejáveis que possam influir negativamente na produção. Esses, na sua grande maioria não foram testados oficialmente, porém de uso relativamente comum pela prática agrícola.

Assim, essa coletânea tem como objetivo aglutinar diversas informações disponíveis sobre as várias alternativas fitossanitárias e possíveis de ser adotadas, principalmente em locais como pequenas hortas domésticas, plantas medicinais, jardins ornamentais ou em outros sistemas de produção, onde os Agrotóxicos não são desejáveis.

Esperamos que a mesma possa evoluir no sentido de ampliar tais opções, além de contribuir e facilitar os trabalhos destinados à produção de plantas nessas situações.



SUMÁRIO

INFORMAÇÕES AOS USUÁRIOS .......................................................................................



RECEITAS..........................................................................................................................

  1. Agave ...........................................................................................................................

  2. Alho (1) .........................................................................................................................

  3. Alho (2) .........................................................................................................................

  4. Alho (3) .........................................................................................................................

  5. Angico ..........................................................................................................................

  6. Anona ...........................................................................................................................

  7. Arruda ..........................................................................................................................

  8. Árvore do Paraíso .........................................................................................................

  9. Bordalesa, Calda ...........................................................................................................

  10. Bordalesa, Pasta ..........................................................................................................

  11. Brasileirinho .................................................................................................................

  12. Cal em cobertura ..........................................................................................................

  13. Cal Hidratada ...............................................................................................................

  14. Cálamo aromático ........................................................................................................

  15. Camomila .....................................................................................................................

  16. Caseinato de cálcio e enxofre.........................................................................................

  17. Cavalinha (1)..................................................................................................................

  18. Cavalinha (2) ................................................................................................................

  19. Cebola ou Cebolinha verde ............................................................................................

  20. Cebolinha .....................................................................................................................

  21. Cerveja com água açucarada.........................................................................................

  22. Chocolate, Calda ..........................................................................................................

  23. Chuchu e sal ................................................................................................................

  24. Coentro .......................................................................................................................

  25. Confrei .........................................................................................................................

  26. Cravo-de-defunto (1) ....................................................................................................

  27. Cravo-de-defunto (2) ....................................................................................................

  28. Curcuma ......................................................................................................................

  29. Enxofre, pasta ..............................................................................................................

  30. Eucalipto ......................................................................................................................

  31. Fumo (1) ......................................................................................................................

  32. Fumo (2) ......................................................................................................................

  33. Fumo (4) ......................................................................................................................

  34. Fumo (5) ......................................................................................................................

  35. Fumo - Alho - Sabão .....................................................................................................

  36. Fumo e Cal virgem ........................................................................................................

  37. Fumo em corda ............................................................................................................

  38. Fumo enriquecido .........................................................................................................

  39. Fumo, sabão e querosene .............................................................................................

  40. Hidrotóxico de cálcio .....................................................................................................

  41. Jacatupé ......................................................................................................................

  42. Jacatupé-bravo .............................................................................................................

  43. Leite (1) .......................................................................................................................

  44. Leite (2) .......................................................................................................................

  45. leite e cinza ..................................................................................................................

  46. Losna ..........................................................................................................................

  47. Mamoeiro ....................................................................................................................

  48. Mamey (1) ...................................................................................................................

  49. Mamey (2) ...................................................................................................................

  50. Manipueira ...................................................................................................................

  51. Menta ..........................................................................................................................

  52. Neem (1) .....................................................................................................................

  53. Neem (2) .....................................................................................................................

  54. Neem (3) .....................................................................................................................

  55. Ostra em pó ................................................................................................................

  56. Pão caseiro ..................................................................................................................

  57. Permanganato de potássio ............................................................................................

  58. Pessegueiro .................................................................................................................

  59. Pimenta .......................................................................................................................

  60. Pimenta e fumo ............................................................................................................

  61. Pimenta-do-reino ..........................................................................................................

  62. Piretro .........................................................................................................................

  63. Piretro, querosene e sabão ...........................................................................................

  64. Pós-colheita, tratamento ...............................................................................................

  65. Primavera/Maravilha .....................................................................................................

  66. Quassia (1) ..................................................................................................................

  67. Quassia (2) ...................................................................................................................

  68. Repolho ......................................................................................................................

  69. Ryania .........................................................................................................................

  70. Sabadilha .....................................................................................................................

  71. Sabão (1) ....................................................................................................................

  72. Sabão (2) ....................................................................................................................

  73. Sabão e querosene (1) .................................................................................................

  74. Sabão e querosene (2) .................................................................................................

  75. Saboneteira .................................................................................................................

  76. Sálvia ..........................................................................................................................

  77. Samambaia ..................................................................................................................

  78. Sulfocálcica, Calda .......................................................................................................

  79. Supermagro .................................................................................................................

  80. Timbó (1) .....................................................................................................................

  81. Timbó (2) .....................................................................................................................

  82. Timbó - arruda - losna branca - fumo..............................................................................

  83. Tomateiro (1) ...............................................................................................................

  84. Tomateiro (2) ...............................................................................................................

  85. Urtiga (1) .....................................................................................................................

  86. Urtiga (2) .....................................................................................................................

  87. urtiga (3) .....................................................................................................................

  88. Viçosa, calda ................................................................................................................

ESPALHANTES ADESIVOS: ..............................................................................................

  1. Gelatina .......................................................................................................................

  2. Sabão de côco .............................................................................................................

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .....................................................................................

RECOMENDAÇÕES DAS RECEITAS POR PRAGAS OU DOENÇAS ...................................



INFORMAÇÕES AOS USUÁRIOS
Procure cultivar as plantas na sua propriedade que são utilizadas como ingredientes neste boletim.

Faça bordaduras das culturas, quebra vento, consórcio com outras plantas e cuide para que sempre as tenha em condições de serem utilizadas.


Como escolher a melhor receita para combater as pragas e doenças e cuidados com seu manuseio:

1º - Antes de aplicar qualquer produto alternativo para o controle de praga ou doença, certifica-se da espécie de praga e/ou doença presente nas plantas e verifique se realmente o ataque é intenso e justifica uma intervenção. Lembre-se dos conceitos modernos de manejo ecológico no controle de pragas que estabelece:



  1. Toda praga tem pelo menos um inimigo natural;

  2. Toda planta pode suportar um ataque de praga e/ou doença;

  3. Toda lavoura pode atingir equilíbrio na natureza;

d- Se houver necessidade de intervenção para controle da praga e/ou doença, utilizar produtos com menor efeito sobre os inimigos naturais das pragas.

2º - Escolher a receita específica para a praga/doença que possua fácil disponibilidade dos ingredientes.

3º - Caso não exista receita específica para a praga/doença que ocorre na sua cultura, escolher os inseticidas ou fungicidas de amplo espectro. Caldas de fumo não são recomendadas para controle de pragas em solenáceas (tomate, batata, jiló, beringela).

4º - Utilize sempre que possível um espalhante adesivo, o qual pode substituir a água em todas as receitas que não possuem sabão na sua formulação. Isto promove maior adesão do produto nas folhas e frutos, proporcionando maiores chances de controle da praga e/ou doença.

5º - Nunca misture 2 ou mais receitas na mesma aplicação. Não misture estas formulações com Agrotóxicos. Dê sempre um intervalo de 1 ou mais dias entre as aplicações de receitas diferentes. No caso de calda bordalesa e sulfocálcica fazer o seguinte:

Após a aplicação de calda bordalesa, esperar 25 dias para aplicar a sulfocálcica; e após aplicação de calda sufocálcica, esperar 15 dias para aplicar calda bordalesa.

6º - Utiliza os equipamentos de proteção individual (EPI), como máscara, chapéu, roupas de manga comprida, calças compridas, luvas e óculos, ao preparar e pulverizar as receitas. Os riscos de intoxicação humana não foram totalmente estudados, desta forma, não se conhece antídotos no caso de intoxicação. Procure imediatamente um médico em qualquer caso suspeito de intoxicação, levando uma amostra, e a receita do produto que possa Ter causado a intoxicação. Não coma, não beba nem fume durante o trabalho de pulverização.

7º - Não abuse das pulverizações com estas receitas alternativas. Assim como os Agrotóxicos tradicionais, podem perder seu efeito pelo uso indiscriminado.

8º - As embalagens e equipamentos de pulverização, bem como os resíduos ou restos de produto, devem ser levados e descartados em locais adequados, longe de cursos d'água, evitando assim contaminação do meio ambiente. Não jogue fora, de maneira concentrada os resíduos ou restos de produtos. Dilua o restante e pulverize sobre a plantação.

9º - Mantenha sempre afastados de crianças e animais qualquer produto alternativo, medicamento, Agrotóxicos ou veneno.

10º - Nunca desentupa bicos, válvulas, orifícios ou tubulações com a boca e nem com arame (use água ou ar comprimido).

11º - Respeite os prazos de carência e recomendações das indicações para as culturas. No caso de caldas que levam fumo o prazo de carência é de 12 dias.

12º - Procure alternar as receitas aplicadas no controle de uma mesma praga/doença, para diminuir a possibilidade de ocorrência e pragas e ou doenças "resistentes".

13º - Anote toda e qualquer praga e/ou doença nova que conseguiu controlar com a receita que você estiver utilizando. Repita a aplicação quando houver necessidade e observe se o efeito se repete. Nos escreva ou telefone para obter ou passar qualquer informação a respeito de receitas alternativas no tratamento fitossanitário (0xx35-643-1256).

14º - Ao planejar o cultivo de alguma lavoura, identifique e preveja as receitas que poderão ser utilizadas, pois algumas demoram alguns dias para serem fabricadas.

RECEITAS


  1. AGAVE - Piteira ou Sisal (Agave sisalana Perrine)




  • 5 folhas médias

  • 5 litros de água

Deixar de molho por 2 dias, 5 folhas médias e moídas de Agave e 5 litros água. Aplicar 2 litros desta solução no olheiro principal do formigueiro e tapar os demais para que as formigas não fujam.


Indicações: Saúvas.
Fonte: JACCOUD, (1994).

__________________________________________________________________________




  1. ALHO - 1 (Allium sativum L. )




  • 100 g de alho

  • 0,5 litro de água

  • 10 g de sabão

  • 2 colheres (de café) de óleo mineral

Os dentes de alho devem ser finamente moídos e deixa-se em repouso por 24 horas em 2 colheres de óleo mineral. À parte, dissolver 10 gramas de sabão em 0,5 litro de água.

Misturar então, todos os ingredientes e filtrar. Antes de usar o preparado, diluir o mesmo em 10 litros de água, podendo no entanto ser utilizado em outras concentrações de acordo com a situação.
Indicações: lagarta de maçã, pulgões, míldio e ferrugem.
Fonte: STOLL, (1989)

__________________________________________________________________________




  1. ALHO - 2

  • 3 cabeças de alho

  • 1 colher grande de sabão picado

  • 2 colheres de sopa de parafina líquida

Amassar as cabeças de alho misturando em parafina líquida. Diluir este preparado para 10 litros de água adicionando o sabão. Pulverizar logo em seguida.


Indicações: repelente de insetos, bactérias, fungos, nematóides, inibidos de digestão de insetos e repelente de carrapatos.
Fonte: STOLL, (1989).

__________________________________________________________________________




  1. ALHO - 3



Dissolver um pedaço de sabão do tamanho de um polegar (50 gramas) em 4 litros de água. Juntar 2 cabeças picadas de alho e 4 colheres de pimenta vermelha picada. Coar com pano fino e aplicar.


Indicações: insetos - amplo espectro, repelente, bactérias, fungos, nematóides, inibidor de digestão de insetos e repelente de carrapato.
Fonte: STOLL, (1989).
__________________________________________________________________________


  1. ANGICO (Piptadenia spp.)



Deixar de molho as folhas de angico em 10 litros de água, por 8 dias. Aplicar proporção de 1 litro desta solução por metro quadrado de formigueiro.



Indicações: formigas cortadeiras (saúvas).
Fonte: JACCOUD, (1994).
__________________________________________________________________________


  1. ANONA - Guanabara, (Annona retículeta, A. muricata)




  • Óleo de sementes de Anona diluído a 10%.

Diluir 1 litro de óleo de anona em 9 litros de água. Aplicar logo em seguida.


Indicações: Inseticida, pulgões, gafanhoto, traça das crucíferas (couve, couve-flor), besouros, piolhos.
Fonte: STOLL, (1989).

_________________________________________________________________________



  1. ARRUDA (Ruta graveolens L.)




  • 8 ramos de 30 centímetros de comprimento, com folhas

  • 1 litro de água

  • 19 litros de espalhante adesivo de sabão de côco. (receita)

Bater os ramos de folhas de arruda no liqüidificador com 1 litro de água. Coar com pano fino e completar com 19 litros de solução de espalhante adesivo com sabão de côco (receita 90).


Indicações: Pulgões, cochonilhas (sem carapaça), alguns ácaros.

Princípio ativo: rutina
Fonte: ABREU, (1996).

__________________________________________________________________________




  1. ÁRVORE DO PARAÍSO ( Melia azedarach )



Deixar em repouso a mistura de água com folhas de árvore do paraíso por 24 horas. Diluir uma pasta deste concentrado para 10 partes de água e pulverizar. Bom controle de lagartas.


Indicações: lagarta do milho, gafanhotos, repelente de insetos, insetos, repelente de carrapatos, gorgulhos, pulgões.
Fonte: STOLL, (1989).

__________________________________________________________________________



  1   2   3   4   5   6   7   8   9


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal