Coordenadoria do curso de letras colet plano de ensino



Baixar 21.17 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho21.17 Kb.



UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI – UFSJ

Instituída pela Lei no 10.425, de 19/04/2002 – D.O.U. DE 22/04/2002

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO – PROEN

COORDENADORIA DO CURSO DE LETRAS – COLET






PLANO DE ENSINO


LETRAS

Turno: Noturno

Currículo: 2003

INFORMAÇÕES BÁSICAS

Unidade curricular

ELIN: Correntes Funcionalistas da Linguagem



Departamento

DELAC


Nome do Professor

Cláudio Márcio do Carmo

Período

2°/2015

Carga Horária

Teórica

60

Prática

-


Total

60

Natureza

(Optativa)



Grau acadêmico / Habilitação

(Licenciatura)



Pré-requisito

EMENTA

Fundamentos do Funcionalismo em Lingüística. Correntes funcionalistas da linguagem. Pesquisa funcionalista. Funcionalismo e ensino-aprendizagem de línguas.

OBJETIVOS

1 – introduzir o aluno no universo do funcionalismo em lingüística;

2 – diferenciar as principais correntes funcionalistas;

3 – possibilitar reflexões acerca das diferentes abordagens funcionalistas;

4 – usar princípios funcionalistas na pesquisa e no ensino-aprendizagem de línguas.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Fundamentos do funcionalismo;

  • Tipos de funcionalismo;

  • Funcionalismo e ensino de línguas;

  • Questões de pesquisa nas abordagens funcionalistas;

  • Leitura e construção de textos com base em princípios do Funcionalismo.

METODOLOGIA

Aulas expositivas com temáticas previamente estabelecidas, discussões/debates sobre os tópicos.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Avaliações mensais teóricas e/ou práticas, trabalhos em grupo. Também são pontos de avaliação frequência, pontualidade e participação.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CUNHA, Maria Angélica Furtado da. Lingüística Funcional e Ensino do Português. Revista do Gelne, Fortaleza: s.n, v.2, n.1, p. 128-132, 2000

NEVES, Maria Helena de Moura. A gramática funcional. São Paulo: Martins Fontes, 1997. (Texto e linguagem).

PEZATTI, Erotilde Goreti. Uma abordagem funcionalista da ordem de palavras no português falado. Alfa, São Paulo: s.n, v. 38, p. 37-56, 1994.


BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

Cunha, Maria Angélica Furtado da; Oliveira, Mariângela Rios de; martelotta, Mário Eduardo. Lingüística funcional: teoria e prática. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2003.

SCHLATTER, Margarete. Um modelo funcionalista para a aquisição da linguagem. Letras de Hoje, Porto Alegre: s.n, n. 62, p. 47-62, dez. 1985.

GONCALVES, Liney de Mello. A gramática funcional X a gramática tradicional: problemas de análise de estruturas lingüísticas. Letras, Campinas: s.n, v. 15, n. 1, p. 12-21, dez. 1996.

MEURER, J. L. Ampliando a noção de contexto na Lingüística Sistêmico-Funcional e na Análise Crítica do Discurso. Linguagem em (dis)curso, Tubarão: s.n, v. 4, n. Especial, p. 133-157, 2004.

NEVES, Maria Helena de Moura. Funcionalismo e descrição do português. Veredas Revista de Estudos Lingüísticos, Juiz de Fora: s.n, v. 2, n. 2, p. 69-75, jul./dez. 1998.

Aprovado pelo Colegiado em ____ /_____/_____






Cláudio Márcio do Carmo

Professor

_________________________________

Luiz Manoel da Silva Oliveira

Coordenador do Curso de Letras




/


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal