Correio Braziliense 3 Economia 3 a guerra do vinho 3 Correio Braziliense 4


Jornal de Brasília 08/05/2005 Política



Baixar 330.68 Kb.
Página20/21
Encontro29.07.2016
Tamanho330.68 Kb.
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   21

Jornal de Brasília


08/05/2005

Política

Bancada do PT alerta para desarticulação


Parlamentares vão discutir alternativas na terça-feira
A bancada do PT na Câmara, maior interessada na substituição do ministro Aldo Rebelo, se reúne nesta terça-feira para discutir alternativas para a crise de desarticulação da base governista no Congresso e as reivindicações de mudança na coordenação política.

O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Rocha (PT-PA), acredita que as recentes derrotas na Câmara e no Senado demonstram a necessidade de o governo reorganizar a sua articulação política no Congresso. "É fundamental que a articulação funcione, pois precisamos ter um Parlamento sintonizado com a governabilidade", afirmou.

O grande teste para a base governista será a votação da emenda da reforma tributária, prevista para esta semana. Os deputados petistas devem discutir as estratégias para as votações importantes, após o destrancamento da pauta, paralisada pelas medidas provisórias.

Paulo Rocha nega, entretanto, que a bancada vá discutir nomes para substituir Aldo Rebelo, para assumir a interlocução com os parlamentares. "Isso é uma prerrogativa do presidente da República. O que alertamos é que sempre que estivermos desarticulados, a oposição, com uma estratégia clara de antecipar a disputa eleitoral do ano que vem, irá se aproveitar disso para dificultar a aprovação de matéria de interesse do País".

A complicada relação entre o governo e sua base aliada tem custado caro ao Palácio do Planalto. Em fevereiro, a insatisfação uniu deputados governistas e de oposição para derrotar o candidato do governo à presidência da Câmara, impondo a maior derrota do governo Lula no Congresso, com a vitória de Severino Cavalcanti (PP-PE).

Em março, o governo foi obrigado a revogar todos os artigos da MP 232 que garantiam aumento de arrecadação. Esse aumento compensaria as perdas com a correção em 10% da tabela do Imposto de Renda. E, nessa última semana, o Planalto sofreu a derrota do candidato que apoiava para a presidência do Conselho Nacional de Justiça, responsável pelo controle externo do Judiciário. Ganhou o nome da oposição. Novamente, com os votos de deputados governistas.


Revista Veja


08/05/2005

XColuna

Radar

Lauro Jardim (e-mail: ljardim@abril.com.br)



Ida e volta


O Brasil pode voltar a ter esperança de, em breve, ver a cor dos 40 milhões de dólares desviados pela turma do Silveirinha, aquele fiscal do ICMS do Rio de Janeiro que comandava um caudaloso esquema de transposição de dinheiro do contribuinte para contas secretas na Suíça. O corregedor da Receita Federal, Moacir Leão, viajou na semana passada para Genebra com a intenção de dar um empurrão no processo de repatriação do dinheiro.

Revista Veja


08/05/2005

Coluna

Diogo Mainardi




Bananão, não, Dendezão


"Lula quer ser recordado pelo biodiesel. Na verdade, ele custa mais caro do que o diesel importado. Para se tornar viável, deverá ser subsidiado. Quem pagará será o consumidor, sempre que encher o tanque. É mais um exemplo da pródiga contabilidade petista: o governo só pensa no dinheiro que arrecada, e não no que gasta"

Lula quer ser recordado pelo Programa Nacional de Biodiesel. Duda Mendonça já decidiu usá-lo como o principal ponto da campanha eleitoral do ano que vem. Toda vez que Lula vai inaugurar alguma usina de mamona ou de dendê, no interior do país, o publicitário e sua equipe se agregam alegremente à comitiva, a fim de colher imagens para a propaganda do governo.

A última inauguração ocorreu na usina da Agropalma, em Moju, Pará. Além de Lula e Duda Mendonça, compareceram ao evento outros quatro ministros. Na ocasião, Lula declarou que o biodiesel é a melhor "resposta ao esgotamento das reservas mundiais de petróleo". Declarou também que a mamona e o dendê serão a "redenção de nosso país", produzindo 250.000 empregos e "muita inclusão social, sobretudo para a parte mais pobre da população". A declaração do presidente pode parecer redundante, considerando que, em teoria, somente os mais pobres precisariam de inclusão social. Não é o que pensa Lula. De fato, o dono da Agropalma é Aloysio Faria, o segundo homem mais rico do país. Não é só porque ele tem 3 bilhões de dólares guardados no banco que, segundo Lula, deve ser automaticamente excluído da sociedade.

Outro banqueiro que apostou no biodiesel foi Daniel Birmann. Virou o rei da mamona. Ergueu uma usina no Piauí, em parceria com o governador do Estado, o petista Wellington Dias. Ao mesmo tempo em que apóia os petistas na campanha do biodiesel, Birmann se opõe a eles na campanha do desarmamento, já que é proprietário da CBC, a maior fábrica de munições do país. Birmann sempre soube aproveitar as oportunidades. No apagão de Fernando Henrique, lucrou com as termelétricas. Na era Lula, mudou de ramo e passou a lucrar com o óleo de mamona. Em março, Birmann recebeu uma multa recorde da CVM, por ter praticado irregularidades societárias. Apesar disso, poderá contar com todas as regalias oferecidas pelo governo federal aos produtores de biodiesel, como o financiamento especial do BNDES e a isenção dos impostos PIS e Cofins.

Na inauguração da Agropalma, Lula apresentou alguns números. Segundo ele, "com a mistura obrigatória de 2% de biodiesel ao combustível, vamos economizar 160 milhões de dólares ao ano". O cálculo lulista é pura engabelação. Ele simplesmente ignorou todos os gastos do governo, como o financiamento dos bancos estatais, a renúncia fiscal, os 550 milhões de reais para aumentar a produção, os 100 milhões de reais distribuídos à agricultura familiar, os 8 milhões investidos em pesquisa, os 10 milhões do DNOCS. Pior: ele ignorou também o valor que será pago aos produtores de biodiesel para comprar o combustível. Pela conta lulista, Aloysio Faria e Daniel Birmann forneceriam o biodiesel de graça. Só que não é bem assim. O biodiesel, na verdade, custa mais caro do que o diesel importado. Para se tornar viável, deverá ser subsidiado. Quem pagará por ele será o consumidor, sempre que encher o tanque. É mais um exemplo da pródiga contabilidade petista: o governo só pensa no dinheiro que arrecada, e não no que gasta.

O Brasil, com Lula, já não é mais o Bananão. Agora é o Mamonão. É o Dendezão.



Clipping Regional - 08/05/2005

Clique 2 vezes no número da página para visualizar a matéria




Correio Braziliense 3

Economia 3

A guerra do vinho 3



Correio Braziliense 4

Brasil 4

Um político marcado para morrer 4

Os maiores traficantes 5

Correio Braziliense 7

Cartas 7

Sr. Redator 7



No mundo da lua 7

Correio Braziliense 7

Caderno C 7

As próximas estréias 7

Rumo ao interior 9

O Globo 10

XColuna 10

Ancelmo Gois 10



Pirueta chinesa 10

O Globo 11

XColuna 11

Panorama Político 11



Agir ou empurrar 11

O Globo 12

O País 12

Presos ricos constróem casa em presídio 12

Casas de presos com parabólica 13

O Globo 13

O País 13

Uma queda-de-braço que paralisa a Câmara 13

Uma gestão que coleciona polêmicas 15

O Globo 15

O País 15

Tirando a prova dos três erros do governo Lula 15



O Globo 17

O País 17

Lula acelera a agenda pela reeleição com o lançamento de obras pelo país 17



O Globo 19

Editorial 19

Ameaça nacional 19



O Globo 19

Economia 19

Ministério da Saúde: mercado de remédios é dominado por oligopólio 19

Abrindo uma associação 20

Laboratórios pedem políticas públicas 21

Genérico mais caro que remédio de marca? 21

Jornal do Brasil 22

XCapa/Brasil 22

Governo Lula adia prioridades 22

A agenda emperrada de Lula 22

Jornal do Brasil 23

Rio 23

Operações começam em uma semana 23



Jornal do Brasil 24

XColuna 24

Informe Econômico 24



"Déficit nominal precisa cair a zero" 24

Jornal do Brasil 25

Coluna 25

Márcia Peltier 25



Troféu abacaxi 25

Jornal do Brasil 25

Editorial 25

Mérito da responsabilidade 25



O Estado de S.Paulo 27

Economia 27

Brasil não tem política exportadora 27



O Estado de S.Paulo 28

Economia 28

Um confisco a ser combatido 28



O Estado de S.Paulo 29

Economia 29

UE faz bem à Europa Oriental 29



O Estado de S.Paulo 31

Caderno 2 31

Opinião severina 31



O Estado de S.Paulo 33

Caderno 2 33

Cinema marca vida do autor cearense 33



O Estado de S.Paulo 35

Vida& 35

Código fiscal incentiva doações nos EUA 35



O Estado de S.Paulo 36

Vida& 36

Universidades já contam com doações 36



O Estado de S.Paulo 38

Editorial 38

A polêmica do Fundeb 38



O Estado de S.Paulo 39

Opinião 39

NOTAS & INFORMAÇÕES 39



Folha de S.Paulo 40

Opinião 40

FRASES 40



Folha de S.Paulo 41

Opinião 41

ERRAMOS 41



Folha de S.Paulo 41

Brasil/ MAQUIAGEM FISCAL 41

Estados driblam repasse da saúde e dívida com a União 41

Ministro do Planejamento criou programas em MS 43

Folha de S.Paulo 43

Ciência/ AMBIENTE 44

Áreas de conservação ganham seu 1º atlas 44



Folha de S.Paulo 45

Dinheiro/ OPINIÃO ECONÔMICA 45

A política monetária precisa de ajustes 45



Folha de S.Paulo 46

Dinheiro/ EXCLUSIVO 46

Telemar passa clientes novos por "filtros" 46



Folha de S.Paulo 48

Dinheiro/ CONTAS VIGIADAS 48

Edemar declarou ao BC ter bens que valem só R$ 3,2 mi 48



Jornal de Brasília 49

Política 49

Bancada do PT alerta para desarticulação 49



Revista Veja 50

XColuna 50

Radar 50


Ida e volta 50

Revista Veja 50

Coluna 50

Diogo Mainardi 50



Bananão, não, Dendezão 50

Jornal do Commercio (RJ) 54



Mercados 54

Passos para escolher um fundo de previdência 54



O Dia (RJ) 56

Economia 56

Um índio do cacique 56

O Globo 57

Pirataria de óculos quase dobra 57



A Notícia (SC) 57

Coluna 57

Raul Sartori 57



Dinheiro 58

O Popular (GO) 58

Coluna 58

Direito & Justiça 58



Jorge Campos/ACS/STJ 58

Diário de Cuiabá (MT) 59

Brasil 59

Época denuncia esquema entre Fisco e empresas 59



Folha de Boa Vista (RR) 59

Política 59

Brasil e Venezuela voltarão a discutir integração ampla 59

Diário do Nordeste (CE) 60

Artigo 60

Algumas incoerências 60








Compartilhe com seus amigos:
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   21


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal