Curriculum vitae carlos José Rodarte de Almeida Veloso dados pessoais



Baixar 219.2 Kb.
Página1/2
Encontro27.07.2016
Tamanho219.2 Kb.
  1   2



Curriculum vitae
de
Carlos José Rodarte de Almeida Veloso

CURRICULUM VITAE
Carlos José Rodarte de Almeida Veloso
DADOS PESSOAIS


  • Nascido em Torres Vedras, a 3 de Maio de 1947.

  • Casado.

  • Residente em Tomar

  • Telefone 249 315 963.


HABILITAÇÕES ACADÉMICAS


  • Licenciado em História (Modalidade D) pela Universidade de Coimbra, em 20 de Julho de 1979, com a classificação final de Bom, com 15 valores.

  • Mestre em História Moderna pela Universidade de Coimbra, em 11 de Fevereiro de 1988, com a classificação de Muito Bom.

  • Prepara dissertação de Doutoramento pela Universidade de Coimbra.


OUTROS CURSOS


  • Curso de Formação de Formadores no Domínio do Património Cultural, do Gabinete Português de Estudos Humanísticos do Instituto Português de Estudos Superiores, que decorreu em Tomar, de 22 de Outubro a 4 de Dezembro de 1993.


INTEGRAÇÃO EM ORGANISMOS DE PESQUISA


  • Membro da Associação Portuguesa de Historiadores de Arte.

  • Membro do Centro de Estudos de Turismo e Cultura (CETC) Instituto Politécnico de Tomar.

  • Membro da Culturzêzere.

  • Colaborador do Museu Agrícola de Riachos.

  • Membro dos Corpos Sociais do GACC – Grupo de Amigos do Convento de Cristo

  • Director do GEDIP (Gabinete de Estudos e Divulgação do Património) da Área de História do Departamento de Gestão Turística e Cultural do Instituto Politécnico de Tomar.


COLOCAÇÕES NO ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO
1979/80 e 1980/81

  • 1º Grupo do Ensino Preparatório, na Escola Preparatória de Santa Clara, em Évora.

  • Delegado de Disciplina de História.


1981/82 a 1985/86

  • 10º Grupo A do Ensino Secundário (Unificado) na Escola Preparatória da Pedrulha, em Coimbra.

  • Secretário do Conselho Directivo da mesma Escola nos últimos 4 anos lectivos.


1986/87 (até 30NOV86)

  • 10º Grupo A do Ensino Secundário na Escola C+S do Tramagal.


COLOCAÇÕES NO ENSINO SUPERIOR POLITÉCNICO
De 01DEZ86 a 17JAN89

  • Assistente do 1º Triénio, da área de História e Arte, da Escola Superior de Tecnologia de Tomar, sendo docente da Cadeira Expressão Artística e sua Evolução I do Curso de Estudos Superiores Especializados em Arte, Arqueologia e Restauro - Opção Arte (CESE Arte).


Desde 18JAN89 a 28FEV98

  • Professor Adjunto da mesma Escola, sendo de Nomeação Definitiva a partir de 18JUN92.

  • Coordenador do Curso de Estudos Superiores Especializados em Arte, Arqueologia e Restauro - Opção Arte (CESE Arte) de 1989-90 a 1997-98, sendo regente das cadeiras de Expressão Artística e sua Evolução, Arte e seu Enquadramento II, A Arte em Portugal, Consequências Artísticas da Expansão, Estudos de Iconologia , Artes Decorativas em Portugal. e História da Talha em Portugal, do CESE Arte.

  • Regente das cadeiras de Cultura Material e o seu Enquadramento IV, Arte e História II e III e Arte e História Portuguesas do Barroco à Actualidade do Curso Superior de Tecnologia em Conservação e Restauro (TCR).

  • Orientador de Estágios na Área de História e Arte do CESE Arte, desde o ano lectivo de 1989-90.

  • Co-orientador de Estágios nas Áreas de Conservação e Restauro de Talha e Azulejaria, desde o ano lectivo de 1994-95.

  • Colaborador nas cadeiras de Análise, Identificação e Classificação de Obras de Arte e Documentos, Cultura Material e o seu Enquadramento e Urbanismo e Romanização da Hispânia., do CESE Arte.

  • Docente da componente teórica de Conservação e Restauro III e Conservação e Restauro IV do Curso de TCR.

  • Organizador dos Estágios de 1990-91 do 1º e 2º anos de TCR.

  • Coordenador dos Estágios do CESE Arte de 1990-91 a 1997-98.

  • Colaborador no Seminário do 2º ano do CESE Arte, Museografia - Projecto para o Museu Lapidar, dirigido por Salete da Ponte, em 1991-92.

  • Leccionou uma das Opções das Cadeiras de Metodologia e do Seminário As Artes do Espaço do CESE Arte.


Desde 01MAR98

  • Coordenador da Área de História Artística e Cultural do Departamento de Gestão Turística e Cultural da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Tomar onde lecciona a cadeira de História Universal I. Manteve a coordenação do CESE Arte e as cadeiras de Arte e História II e III, Arte e História Portuguesas do Barroco à Actualidade e a parte teórica de Conservação e Restauro III de TCR da Escola Superior de Tecnologia.


Desde Outubro de 1998

  • Coordenador da Área de História Artística e Cultural do Departamento de Gestão Turística e Cultural da Escola Superior de Gestão do I.P.T. onde lecciona as cadeiras de História Universal I e II, História da Arte I e II e Projecto (3º ano).


Desde 25 de Fevereiro de 2000

  • Professor Coordenador da Área de História Artística e Cultural do Departamento de Gestão Turística e Cultural da Escola Superior de Gestão do I.P.T., através de provas públicas.


Desde 1 de Outubro de 2000

  • Na sua área de coordenação, rege as cadeiras de História Universal II, História da Arte I, História da Arte II, Projecto I (4º ano), História da Arte Portuguesa e Turismo Cultural Português no Mundo I, do Departamento de Gestão Turística e Cultural da Escola Superior de Gestão, e a cadeira de História Universal do Curso de Comunicação Social da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, ambas pertencentes ao I.P.T.

  • Co-orientador do Estágio das Professoras da Área de Turismo Cultural da Universidade Federal de Pelotas - Rio Grande do Sul, Jane Dias da Costa Cunha, Dalila Rosa Hallal, e Noémia Fonseca Victória, que decorreu no I.P.T. de 8 a 31 de Janeiro de 2001.


Desde 19 de Março de 2002

  • Nomeado coadjutor do Director do Departamento de Gestão Turística e Cultural, para a área administrativa, nos termos do ponto 2 do art.º 107º do Despacho nº 1048/2002, publicado no D.R. de 15 de Janeiro (2ª série), até 19 de Dezembro de 2002.

  • Na sua área de coordenação, rege as cadeiras de História Universal I e II, Projecto II (5º ano), e Turismo Cultural Português no Mundo I e II.

  • Colaborou no I Curso de Pós-Graduação e de Especialização em Gestão Autárquica de Recursos Turístico-Culturais, coordenado pelo Doutor Luís Mota Figueira, leccionando o módulo “História Artística e Cultural”, cujas aulas decorreram no Instituto Politécnico de Tomar entre 5 de Abril a 14 de Junho de 2002.


De 1 de Outubro de 2003 a 26 de Fevereiro de 2004

  • Na sua área de coordenação, rege as cadeiras de História Universal I e II, Multiculturalismo, Lusofonia e Turismo, Turismo Cultural Português no Mundo II e componente teórica de História da Arte e Artes Decorativas em Portugal.

  • Colaborou na disciplina de Língua e Literatura de Expressão Portuguesa, no ano lectivo de 2003-2004, tendo sido responsável pelo Tema A do respectivo seminário, Literatura Fantástica de Expressão Portuguesa.

  • Eleito Presidente do Conselho Pedagógico da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Tomar em 26 de Fevereiro de 2004, exercendo o cargo até 20 de Setembro de 2007.


Desde Fevereiro de 2004

  • Na sua área de coordenação, rege as cadeiras de História Universal I e II, História de Portugal e Multiculturalismo, Lusofonia e Turismo


Desde Setembro de 2007

  • Na sua área de coordenação, rege as cadeiras de História I e II, e Multiculturalismo, Lusofonia e Turismo, e lecciona, em colaboração, as disciplinas de Projecto Integrado (3º Ano) e Projecto (4º Ano).


ACTIVIDADE COMO FORMADOR


  • Co-organização do Curso de Formação em Conservação e Restauro, leccionado na Escola Superior de Tecnologia de Tomar, no âmbito do PRODEP (FORTECA), em que leccionou a Disciplina de Artes Decorativas em Portugal: os casos da Talha e do Azulejo (1992-1993).

  • Disciplina de História da Talha do Curso de Conservação e Restauro da Talha, no Centro de Conservação e Restauro de Tibães (IPPAR) em 1994-95.

  • Disciplina de Arte da Talha Portuguesa do Curso de Conservação e Restauro de Madeiras -Arte Sacra e da Disciplina de História do Mobiliário do Curso de Restauro de Mobiliário, ambos do CEARTE (Centro de Formação Profissional do Artesanato) - Pólo de Formação de Semide, em 1996-97.

  • Acção de Formação A Arte da Época dos Descobrimentos, destinada a professores do Ensino Básico e Secundário, organizada pelo Centro de Formação da Associação de Escolas de Torres Novas e Golegã, em 27 de Fevereiro de 1997, na Escola Secundária Maria Lamas de Torres Novas.

  • Acção de Formação Igreja Matriz da Golegã: uma abordagem didáctica e pedagógica, em colaboração com o Dr. Luís Mota Figueira e Manuela Alves, destinada a professores do Ensino Básico e Secundário, organizada pelo Centro de Formação da Associação de Escolas de Torres Novas e Golegã, em 13 de Fevereiro de 1998, na Escola EB 2,3 da Golegã.

  • Módulo História da Azulejaria em Portugal do Curso Livre de Azulejaria, que decorreu na Escola Superior de Tecnologia de Tomar de 25 de Fevereiro a 6 de Março de 1998.

  • Acção de Formação Cultura e Património - Algumas abordagens, do Curso Livre de Estudos de Cultura Portuguesa, organizado Círculo de Estudos do Museu Agrícola de Riachos, 10 de Abril de 1999.

  • Disciplina de História da Arte do Curso de Restauro de Arte Sacra do CEARTE (Centro de Formação Profissional do Artesanato) - Pólo de Formação de Semide, entre 27 de Outubro de 2006 e 2 de Fevereiro de 2007, prestação interrompida por motivo de doença.


PROGRAMAS DESTINADOS AO ENSINO SECUNDÁRIO


  • Programa de História das Artes, destinado ao 11º ano dos Cursos Tecnológicos de Design do Equipamento e de Multimédia do Ensino Secundário. Co-autoria com Luís Mota Figueira, Célia Barroca, Jorge Gabriel e Nicolau Borges. Homologado em 31 de Agosto de 2005.


PARTICIPAÇÃO EM SEMINÁRIOS OU CURSOS DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA


  • Encontro de Delegados de Disciplina de História, em Évora, em Novembro de 1979.

  • Seminário de Formação de Professores em Instituições Dependentes da Direcção-Geral dos Serviços Tutelares de Menores, sob a Direcção do Prof. Tomkiewicz, do Centre Familial de Jeunes de Vitry-sur-Seine, em Lisboa, de 17 a 21 de Novembro de 1980.

  • Encontro de “Cursos Supletivos Intensivos de Um Ano”, em Beja, 19 a 20 de Março de 1981.


PUBLICAÇÕES


  • “A determinação da hora na Antiguidade”, História, Nº 17, Março de 1980, pp. 76-82 e Nº 18, Abril de 1980, pp. 70-82.

  • “Colóquio em Coimbra: A Mulher na Sociedade Portuguesa”, Vértice, Vol. XLV, Nº 464/465, Coimbra, Janeiro/Abril de 1985, pp. 146-147.

  • “A Mulher no Brasil Colonial”, História, Nº 83, Setembro de 1985, pp. 25-39 e Nº 84, Outubro de 1985, pp. 56-79.

  • “Imagem e condição da Mulher na obra de autores portugueses da 1ª metade do século XVII”, Actas do Colóquio “A Mulher na Sociedade Portuguesa”, Coimbra, 1986, Tomo II, pp. 251-270.

  • Iconografia do Espírito Santo no Concelho de Tomar, coordenação e redacção, sendo a pesquisa e organização em colaboração com Filipa Castro Freire e Maria Cunha Ferreira Lebre, Centro de Estudos de Arte e Arqueologia, Tomar, 1987.

  • A alimentação em Portugal no século XVIII nos relatos de viajantes estrangeiros, dissertação de Mestrado, dactilografada, Universidade de Coimbra, 1987.

  • Tomar setecentista na obra de viajantes estrangeiros: História, Arte, Indústria, Centro de Estudos de Arte e Arqueologia, Tomar, 1988.

- “Um príncipe florentino em Tomar, no rescaldo da Guerra da Restauração”, Boletim Cultural e Informativo da Câmara Municipal de Tomar, Nº 13, 20 de Outubro de 1989, pp. 47-55.

  • Imagens de Tomar. Roteiro Histórico, coordenação com Salete da Ponte, colaboração na pesquisa e redacção, Secretariado do VIII Encontro de Professores de História da Zona Centro, Tomar, Maio de 1990 (1ª edição); Câmara Municipal de Tomar, Novembro de 1992 (2ª edição revista).

  • "O Culto do Espírito Santo em Portugal e a Festa dos Tabuleiros de Tomar", in Estórias e História de Tomar, Secretariado do VIII Encontro de Professores de História da Zona Centro, Tomar, Maio de 1990, pp. 7-12. — Republicado in Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, nº 22, Abril de 2003, pp. 127-131.

  • “Investigação e Património: coordenadas para a defesa da nossa identidade cultural”, em colaboração com Luiz Oosterbeek, Temas de História do Distrito de Santarém. Comunicações apresentadas ao I Colóquio sobre História Local e Regional do distrito de Santarém, 1987, Escola Superior de Educação de Santarém, 1991, pp. 273-283.

  • “Azulejos de Tomar e Arredores do Séc. XVI ao XVIII”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 14, Março de 1991, pp. 203-225.

  • “Garcês Teixeira, o Historiador”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 16, Março de 1992, pp. 153-161.

  • “A Irmandade de S. Lucas no contexto artístico nacional”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Março de 1992, pp. 163-168.

  • A alimentação em Portugal no século XVIII nos relatos de viajantes estrangeiros, Livraria Minerva, Colecção Minerva-História, Nº 9, Coimbra, 1992.

  • “O Rio na História e na Cultura”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 17, Outubro de 1992, pp. 55-64.

  • “O Boletim Cultural da Câmara de Tomar em retrospectiva”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 17, Outubro de 1992, pp. 197-213.

  • “Duas estátuas de Tomar? - Problemas iconográficos em torno da estátua mutilada do Claustro da Lavagem do Convento de Cristo”, Actas do Seminário O Espaço Rural na Lusitânia - Tomar e o seu Território, realizado de 17 a 19 de Março de 1989, Centro de Estudos de Arte e Arqueologia de Tomar, 1992, pp. 63-69. Existe Separata.

  • “Visões da Arte da época dos Descobrimentos: da Historiografia aos manuais escolares”, Actas do VIII Encontro dos Professores de História da Zona Centro. Tomar - Maio 1990, realizado de 2 a 4 de Maio de 1990, Tomar, 1993, pp.33-47.

  • As capelas de ossos em Portugal, “speculum mortis” no espectáculo barroco, Livraria Minerva, Coimbra, 1993.

  • “A Escola Superior de Tecnologia e a Cidade de Tomar”, Guia do Aluno. Escola Superior de Tecnologia de Tomar, 1993-94, Tomar, Setembro de 1993.

  • “Cidade Romana e Urbanismo no Mundo Antigo”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 19, Outubro, 1993, pp. 133-153.

  • “O desaparecido Colégio Universitário conimbricense da Ordem de Cristo”, Actas do Colóquio “A Universidade e a Arte — 1290-1990”, Instituto de História da Arte, Universidade de Coimbra, 1993 (existe Separata).

  • “As Capelas de Ossos em Portugal como Parte da Cenografia Barroca - Breve Apontamento”, Revista do IAC, Instituto de Artes e Cultura da Universidade Federal de Ouro Preto, Nº.1, Dezembro, 1994, pp.20-23.

  • “Imagem do Judeu português na cultura seiscentista: Breve apontamento”, Os Judeus e os Descobrimentos, Actas do Simpósio Internacional - Tomar, 92, Tomar, 1995, pp. 81-94.

  • “Papéis femininos na construção do Brasil da Descoberta à Independência”, Revista do IFAC, Instituto de Filosofia, Artes e Cultura da Universidade Federal de Ouro Preto, Nº.2, Dezembro, 1995, pp.16-30.

  • “Mitolurgias - Escultura de José Coelho”, Mitolurgias, Catálogo de Exposição, Museu Agrícola de Riachos, Torres Novas, Junho, 1996.

  • Tomar - Guia Turístico (consultor da parte histórica e artística), Edição trilingue - Português, Francês e Inglês, Edição Razão de Ser, Tomar, Maio de 1996.

  • “A Cidade” in Politécnico 97 (folheto), Instituto Politécnico de Tomar, 1996.

  • Santa Iria na Arte e no Mito, Empresa Editora Cidade de Tomar, Tomar, 20 de Outubro de 1996.

  • A Mulher na Construção do Brasil, Livraria Minerva, Coimbra, 1996.

  • Os Lusíadas, Camões e a Arte do seu Tempo (c.1524-1580)”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 20, Março, 1997, pp. 33-37.

  • “Mesa e Literatura em Portugal na Época da Expansão”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 20, Março, 1997, pp. 51-67.

  • “A Arte do Século XVI nas Aulas e nos Manuais Escolares”, O Ensino da História. Boletim da A.P.H. - Associação de Professores de História, (III Série) Nºs. 8/9, Lisboa, Jun/Out. 1997, pp. 47-52.

  • “Festa Barroca e Arquitectura Efémera em Portugal”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 21, Outubro, 1997, pp. 41-70.

  • “Origens Cantábricas do Arquitecto João de Castilho”, Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, Nº 21, Outubro, 1997, pp. 129-137.

  • “Turismo e Património Histórico-Artístico”, Ciclo de Conferências de Gestão Turística e Cultural, 1º Caderno do Centro de Estudos de Turismo e Cultura, Tomar, Junho de 1998, pp. 35-44.

  • “Breve Apontamento sobre a História de Tomar”, Impacto, Revista da Associação de Estudantes do Instituto Politécnico de Tomar, Novembro, 1998, pp. 5-7.

  • Urbanismo e arquitectura civil de Tomar na época da Expansão numa perspectiva turístico-cultural, dissertação apresentada ao concurso público para Professor Coordenador da Área de História Artística e Cultural do Instituto Politécnico de Tomar, texto fotocopiado, Tomar, Dezembro de 1998.

  • O urbanismo, das origens à cidade romana, lição apresentada ao concurso público para Professor Coordenador da Área de História Artística e Cultural do Instituto Politécnico de Tomar, texto fotocopiado, Tomar, Dezembro de 1998.

  • “Preconceito anti-judaico na cultura portuguesa do século XVII”, Turres Veteras II - Actas de História Moderna , edição do Sector de Cultura da Câmara Municipal de Torres Vedras e do Instituto de Estudos Regionais e Municipalismo “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 2000, pp. 127-146.

  • “A arquitectura efémera e o espírito barroco em Portugal”, V Anuario de Cultura Viva de Cantabria, Santander, 2000, pp. 20-27.

  • Igreja de S. João Baptista, Edição Razão de Ser, Tomar, 2000.

  • “Papéis femininos na formação do Brasil”, Faces de Eva - Estudos sobre a Mulher, Edições Colibri, Nº 3, ano de 2000, pp. 11-33.

  • “Prefácio” da Colectânea fotográfica de Ferreira do Zêzere, 1875-1925 “Os primeiros fotógrafos”, da autoria de Paulo Alcobia Neves, Ferreira do Zêzere, 10 de Novembro de 2000, p. 9.

  • “Ensino Superior, Ciências Humanas e Turismo”, X Encontro da Associação de Universidades de Língua Portuguesa, Ponta Delgada, 2000, pp. 221-224.

  • Fragmentos e tempos de um percurso, texto de apresentação do catálogo da exposição homónima de pintura e desenho de Luís Mota, Galeria das Artes do Museu Agrícola de Riachos, 29 de Junho de 2002.

  • "A Casa dos Ossos (de Igreja de S. Francisco de Évora)", Monumentos, Revista Semestral de Edifícios e Monumentos, Direcção-Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais, N º 17, Lisboa, Setembro de 2002, pp. 36-41.

  • "Manuelino e Neomanuelino", Castelo Velho, Revista Cultural do Museu Agrícola de Riachos, Nº 1, Março de 2003, pp. 8-10.

  • Igreja de Stª. Maria do Olival, Edição Razão de Ser, Tomar, 2003.

  • “Imagem do marinheiro português, da época dos Descobrimentos ao fim do Antigo Regime”, Entre Letras. Livros e escritores, Razão de Ser, Tomar, Nº 7, Primavera-Verão de 2004, pp. 19-22.

  • “Turismo Cultural: uma definição”, GesTurCult, Vol. 0, Edição I, Tomar, Fevereiro de 2005, pp. 8-9.

  • “Causas de naufrágio nas rotas portuguesas do Antigo Regime”, História, Nº 80 (III Série), Lisboa, Outubro de 2005, pp. 38-43.

  • “Causes de naufrage dans les routes maritimes portugaises de l’Ancien Régime: de l’erreur humaine à la violence organisée», Proceedings of the 4th International Congress of Maritime History, Corfu, Greece, 23-27 June 2004, International Maritime Economic History Association [Actas em formato electrónico], Corfu, Outubro de 2005.

  • “Festas em terra e no mar em honra do Divino Espírito Santo em Portugal”, Turres Veteras VIII - Actas do Encontro de História das Festas , Edições Colibri, organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras e o Instituto de Estudos Regionais e Municipalismo “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 2006, pp. 187-193 [Foi publicada Separata].

  • “Com ventos e marés. Acção humana e desastre marítimo no Portugal do Antigo Regime”, Superavit – Revista de Gestão & Ideias, Nº 1, Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Tomar, Tomar, 2007, pp. 103-109.

  • “Os sabores da Expansão: continuidade e ruptura nos hábitos alimentares portugueses”, Turres Veteres IX – Actas do Encontro História da Alimentação, Edições Colibri, organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras e o Instituto de Estudos Regionais e Municipalismo “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 2007, pp. 115-134 [Foi publicada Separata].

  • “O Mar e Religiosidade Popular: religiosidade e ex-votos marítimos”, Turres Veteres X – Actas do Encontro História do Sagrado e do Profano, Edições Colibri, organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras e o Instituto de Estudos Regionais e Municipalismo “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 2008, pp. 57-66 [Foi publicada Separata].


COLABORAÇÃO NA IMPRENSA


  • Cartas publicadas na imprensa escrita e electrónica:

  • “Ai estes turistas modernos”, Despertar do Zêzere (Tomar), 2ª Quinzena de Novembro, 1988.

  • “As cargas policiais que não houve”, Expresso, 12 de Janeiro de 1996.

  • "Prisioneiros", Visão, 27 de Março de 2003.

  • "Salteadores dos Tesouros do Iraque", Público, 19 de Abril de 2003.

  • "Lince ibérico", National Geographic - Portugal, Maio, 2003.

  • “Um voo homérico”, A Volta ao Mundo, Nº 144, Lisboa, Outubro de 2006.

  • “O Português que nos Pariu, Visão, 20 de Setembro de 2007.

  • “Finisterra”, A Volta ao Mundo, Nº 159, Lisboa, Janeiro de 2008.

  • "Vozes de Abril", Visão Online, 26 de Abril de 2008.

  • "Cegos a Conduzir Outros Cegos", Visão Online, 2 de Outubro de 2008.

  • "Brasil" [a cidade de Pelotas], A Volta ao Mundo, Nº 168, Lisboa, Outubro de 2008.

  • "O 'sucesso' de não dizer asneiras", PUBLICO.PT, 7 de Outubro de 2008.




  • Badaladas (Torres Vedras):

  • “A Torre-Mirante de Santa Cruz, um ar da Toscana na Região Oeste”, 7 de Dezembro, 2007.




  • Cidade de Tomar (Tomar):

  • “Quanto Vale a Cultura?”, 13 de Novembro, 1987.

  • “Televisão e Cultura”, 20 de Novembro, 1987.

  • “Cultura e Linguagem”, 31 de Dezembro, 1987.

  • “A Utilidade da História”, 26 de Fevereiro, 1988.

  • “História de Portugal e Falsificação da História”, 4 de Março 1988.

  • “Tomar, o Património Cultural e a História Local”, 13 de Maio, 1988.

  • “Tomar e os Estrangeiros”, 9 de Julho e 24 de Julho, 1988.

  • “Visitantes de Tomar no Século XVIII”, 16 de Setembro, 23 de Setembro e 30 de Setembro, 1988.

  • “O Dia de Colombo e Portugal: A Propósito de uma Efeméride”, 21 de 1988.

  • “Tomar, um Município Nascido há 19 Séculos”, 23 de Março, 1989.

  • “Atitudes Perante a Morte é Nome de Encontro”, 21 de Abril, 1989.

  • “Uma Ceia Histórica no Convento de Cristo: Conta Firme!”, 23 de Junho, 1989.

  • “Encontros Internacionais de Tomar: 5ª Edição”, 28 de Julho, 1989.

  • “Conhecer para Preservar”, 9 de Fevereiro, 1990.

  • “Visões da Arte da Época dos Descobrimentos: da Historiografia aos Manuais Escolares”, 11 de Maio, 1990.

  • “As Cegonhas da Flor da Rosa”, 10 de Julho, 1992.

  • “Património, Língua Portuguesa, Metecos e mais não sei o quê…”, 7 de Agosto, 1992.

  • “Património, Tradição e Progresso”, 16 de Outubro, 1992.

  • “O Turismo e o Património”, 13 de Novembro, 1992.

  • “Os Livros”, 5 de Fevereiro, 1993.

  • “Comemorações, Política e Património”, 19 de Fevereiro, 1993.

  • “História e Património: o Peso da Ideologia, 19 de Março, 1993.

  • “Tomar e o seu Património: em Busca de um Tempo Perdido”, 2 de Abril, 1993.

  • “O Movimento 'O Partido da Terra' e o Património Político de Tomar”, 26 de Novembro, 1993.

  • “As Salas de Cinema e a Qualidade de Vida ou a Importância das Pequenas Coisas”, 3 de Dezembro, 1993.

  • “Carta”, 31 de Dezembro, 1993.

  • “O Herói”, 22 de Abril, 1994.

  • “Abaixo a Primavera!”, 3 de Junho, 1994.

  • “Leonardo prá Prateleira ou a Cultura do Hipermercado”, 21 de Outubro, 1994.

  • “Doutores e Engenheiros”, 11 de Novembro, 1994.

  • “Os Buracos e o Património ou os Buracos do Património”, 25 de Novembro, 1994.

  • “Nadar é Preciso!”, 17 de Março, 1995.

  • “Museus Etnográficos: o Espírito do Lugar”, 17 de Março, 1995.

  • “O Racismo não Existe!”, 23 de Junho, 1995.

  • “Há Três Mil Anos, Ainda Ontem”, 14 de Julho, 1995.

  • “Os Arrependidos, os Envergonhados e os Desavergonhados”, 5 de Janeiro, 1996.

  • “Força de Bloqueio Precisa-se Urgentemente”, 12 de Janeiro, 1996.

  • “Descoberta de Pintura Mural na Igreja de Santa Iria”, 23, Fevereiro, 1996.

  • “Santa Iria de Portugal”, 1 de Novembro, 1996.

  • “A Mulher na Construção de um Grande País”, 20 de Dezembro, 1996.

  • “A Mulher na Arte em Portugal”, 23 de Maio, 1997.

  • “Memória de João de Castilho em Terras da Cantábria”, 12 de Setembro, 1997.

  • “Santa Iria, a Feira e a Cidade”, 24 de Outubro, 1997.

  • “S. Bartolomeu de Vierna (Cantábria), um caso de degradação do Património: lá como cá…” em colaboração com Luís Mota, 31 de Outubro, 1997.

  • “Trancas à porta…”, 14 de Novembro, 1997.

  • “Por linhas tortas…”, 21 de Novembro, 1997.

  • “As árvores morrem de pé”, 27 de Novembro, 1997.

  • “Santos de casa…”, 27 de Novembro, 1997.

  • “O melhor do mundo”, 5 de Dezembro, 1997.

  • “Milénio”, 12 de Dezembro, 1997.

  • “O melhor amigo”, 19 de Dezembro, 1997.

  • “O fim da inocência”, 26 de Dezembro, 1997.

  • “Democracia”, 2 de Janeiro, 1998.

  • “Todos iguais?”, 9 de Janeiro, 1998.

  • “A Grande Ilusão”, 16 de Janeiro, 1998.

  • “Chatear o Camões…”, 16 de Janeiro, 1998.

  • “Comida de plástico”, 23 de Janeiro, 1998.

  • “A mão esquerda de Deus”, 30 de Janeiro, 1998.

  • “Necrofilia”, 30 de Janeiro, 1998.

  • “Assinar o nome”, 6 de Fevereiro, 1998.

  • “A mulher é o futuro do homem”, entrevista por Isabel Miliciano, 6 de Fevereiro, 1998.

  • “Delenda Carthago”, 13 de Fevereiro, 1998.

  • “Requiem por Karla Tucker”, 20 de Fevereiro, 1998.

  • “Tomar: o Espaço e o Tempo”, 27de Fevereiro, 1998.

  • “Ser Professor”, 27 de Fevereiro, 1998.

  • “Carnaval”, 6 de Março, 1998.

  • “Origens do Turismo”, 20 de Março, 1998.

  • “Tomar, a Imprensa e a História”, Suplemento, 20 de Março, 1998.

  • “A ‘Escola de Sagres’ ”, 27 de Março, 1998.

  • “Guerras de Alecrim e Mangerona”, 3 de Abril, 1998.

  • “Amistad”, 10 de Abril, 1998.

  • “Coimbra, 17 de Abril de 1969”, 17 de Abril, 1998.

  • “A culpa é do 25 de Abril…”, 24 de Abril, 1998.

  • “Brandos costumes…”, 1 de Maio, 1998.

  • “Criar uma, muitas SIC…”, 8 de Maio, 1998.

  • “Expo”, 15 de Maio, 1998.

  • “A Língua Portuguesa”, 22 de Maio, 1998.

  • “Do cinema e da dignidade humana”, 29 de Maio, 1998.

  • “Turismo Cultural”, 5 de Junho, 1998.

  • “‘Artes Menores’…”, 12 de Junho, 1998.

  • “Cultura Turística ou Turismo Cultural?”, 19 de Junho, 1998.

  • “Crescei multiplicai-vos !…”, 26 de Junho, 1998.

  • “As Palavras”, 3 de Julho, 1998.

  • “Referendo”, 10 de Julho, 1998.

  • “Domingo”, 17 de Julho, 1998.

  • “God Save the People…”, 24 de Julho, 1998.

  • “Regionalização”, 31 de Julho, 1998.

  • “Timeo Danaos…”, 7 de Agosto, 1998.

  • “Bíblia”, 14 de Agosto, 1998.

  • “Cousteau e a Doce França”, 4 de Setembro, 1998.

  • “Tradição e Progresso, touros de morte e demagogia…”, 11 de Setembro, 1998.

  • “Sexo e Bombas”, 18 de Setembro, 1998.

  • “Quanto em dólares?”, 25 de Setembro, 1998.

  • “O Mundo na palma da mão”, 2 de Outubro, 1998.

  • “Traje e Sociedade”, 9 de Outubro, 1998.

  • “Nobel para Portugal”, 16 de Outubro, 1998.

  • “A dividir por Oito…”, 23 de Outubro, 1998.

  • “Regiões e Unidade Nacional”, 30 de Outubro, 1998.

  • “O Grande Circo”, 6 de Novembro, 1998.

  • “‘Venerandos’ criminosos”, 13 de Novembro, 1998.

  • “Orgulho Branco?!”, 20 de Novembro, 1998.

  • “Extensões, nada mais do que extensões…”, 27 de Novembro, 1998.

  • “Truman”, 4 de Dezembro, 1998.

  • “Tias”, 11 de Dezembro, 1998.

  • “Os IP’s do nosso descontentamento”, 18 de Dezembro, 1998.

  • “A ‘guerra limpa’ do presidente Clinton”, 25 de Dezembro, 1998.

  • “Fronteiras do Tempo”, 1 de Janeiro, 1999.

  • “Tomar, Capital da Cultura?”, 8 de Janeiro, 1999.

  • “Ensino e Cidadania”, 15 de Janeiro, 1999.

  • “Cimentérios…”, 22 de Janeiro, 1999.

  • “O regresso dos malditos”, 29 de Janeiro, 1999.

  • “Os intelectuais”, 5 de Fevereiro, 1999.

  • “A Esquerda”, 12 de Fevereiro, 1999.

  • “O nosso homem para Estrasburgo”, 19 de Fevereiro, 1999.

  • “A paisagem crucificada”, 26 de Fevereiro, 1999.

  • “Onde mora o Mal”, 5 de Março, 1999.

  • “A propósito de Abril”, 12 de Março, 1999.

  • “Salazar e o fascismo”, 19 de Março, 1999.

  • “O jornalismo no limiar do III milénio”, Suplemento, 19 de Março, 1999.

  • “Os Bichos”, 26 de Março, 1999.

  • “Descida aos infernos”, 2 de Abril, 1999.

  • “A Solução Final do Sr. Milosevic”, 9 de Abril, 1999.

  • “E Timor?”, 16 de Abril, 1999.

  • “Abril em Portugal”, 23 de Abril, 1999.

  • “Professores de História contra a exclusão e a discriminação”, 30 de Abril, 1999.

  • “A Rainha Virgem”, 7 de Maio, 1999.

  • “A Praxe”, 14 de Maio, 1999.

  • “Os bons e os outros”, 21 de Maio, 1999.

  • “Peixeirada no paraíso do Jardim”, 28 de Maio, 1999.

  • “Horizontes”, 4 de Junho, 1999.

  • “Criatividade, dispensa-se”, 11 de Junho, 1999.

  • “Toledo e as religiões do Livro”, 18 de Junho, 1999.

  • “O efeito Manel”, 25 de Junho, 1999.

  • “Escreviver”, 2 de Julho, 1999.

  • “O Culto do Espírito Santo e a Festa dos Tabuleiros de Tomar”, 9 de Julho, 1999.

  • “O silêncio”, 16 de Julho, 1999.

  • “E não poderiam exterminá-lo?”, 23 de Julho, 1999.

  • “O inferno somos nós”, 3 de Setembro, 1999.

  • “O idiota inútil”, 17 de Setembro, 1999.

  • “Laranjas azedas”, 1 de Outubro, 1999.

  • “O adeus de Kubrick”, 8 de Outubro, 1999.

  • “Uma questão de princípios”, 22 de Outubro, 1999.

  • “Uma data de asneiras”, 5 de Novembro, 1999.

  • “Lugares-muito-comuns”, 19 de Novembro, 1999.

  • “E lá voltamos nós ao milénio!”, 3 de Dezembro de 1999.

  • “Arroubos pouco infantis”, 17 de Dezembro de 1999.

  • “O valor da vida”, 31 de Dezembro de 1999.

  • “Um quarto com vista sobre a cidade”, 14 de Janeiro de 2000.

  • “O Manuelino, último capítulo do Gótico português”, 28 de Janeiro de 2000.

  • “Österreich über alles!”, 11 de Fevereiro de 2000.

  • “Os fantasmas da opereta”, 3 de Março de 2000.

  • “Um fantasma com muita cabeça”, 17 de Março de 2000.

  • “A beleza apesar-de-tudo”, 31 de Março de 2000.

  • “Estado de sítio”, 21 de Abril de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 1. Vigo e as Rias Baixas”, 5 de Maio de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 2. Finisterra”, 19 de Maio de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 3. Corunha, a Cidade de Hércules”, 2 de Junho de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 4. Santiago de Campus Stellae”, 16 de Junho de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 5. Covadonga”, 7 de Julho de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 6. Santander e a Costa Cantábrica”, 21 de Julho de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 7. Comillas romântica”, 4 de Agosto de 2000.

  • “Mistérios de Santa Iria”, 11 de Agosto de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 8. Santillana del Mar, vila-museu”, 18 de Agosto de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 9. Por terras de Trasmiera”, 1 de Setembro de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 10. Castro Urdiales”, 15 de Setembro de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 11. O vale do Ebro e as suas igrejas rupestres”, 6 de Outubro de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 12. Guernica”, 20 de Outubro de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 13. Salamanca”, 3 de Novembro de 2000.

  • “Caminhos do Próximo Ocidente - 14. Tordesilhas, a Vila do Tratado”, 17 de Novembro de 2000.

  • “Fim de Século”, 29 de Dezembro de 2000.

  • “Benfeitores da humanidade”, 12 de Janeiro de 2001.

  • “Sob os Céus do Cruzeiro do Sul - 1. A Viagem”, 26 de Janeiro de 2001.

  • “Sob os Céus do Cruzeiro do Sul - 2. Rio Grande”, 9 de Fevereiro de 2001.

  • “O Rio na História e na Cultura” (excerto de artigo do Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar”, 16 de Fevereiro de 2001.

  • “Sob os Céus do Cruzeiro do Sul - 3. Cassino”, 23 de Fevereiro de 2001.

  • “Sob os Céus do Cruzeiro do Sul - 4. Pelotas, cidade portuguesa”, 9 de Março de 2001.

  • “Sob os Céus do Cruzeiro do Sul - 5. Pelotas no Calçadão”, 23 de Março de 2001.

  • “Sob os Céus do Cruzeiro do Sul - 6. Pelotas eclética”, 6 de Abril de 2001.

  • “Sob os Céus do Cruzeiro do Sul - 7. Pelotas e a cultura popular brasileira”, 20 de Abril de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 1. Sob o manto diáfano da fantasia…”, 22 de Junho de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 2. Coincidências…”, 29 de Junho de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 3. Vias públicas e o xilofone”, 6 de Julho de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 4. O triunfo dos porcos”, 13 de Julho de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 5. O cerco da Cerca”, 20 de Julho de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 6. Sinais exteriores de cultura”, 27 de Julho de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 7. A fonte dos oito bicos”, 3 de Agosto de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 8. Quarto Poder para que te quero?”, 10 de Agosto de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 9. Varrer para debaixo do tapete”, 30 de Novembro de 2001.

  • “O Rei Vai Nu - 10. O mamarracho ou o precedente sem perdão”, 14 de Dezembro de 2001.

  • "Bush, o 11 de Setembro e o eixo do mal ", 13 de Setembro de 2002.

  • "Um cow-boy no centro do mundo", 11 de Outubro de 2002.

  • "O regresso dos acácios", 8 de Novembro de 2002.

  • "Alexandria e Bagdad, ou a importância da memória", 7 de Fevereiro de 2003.

  • "Humilhações: as deles e as nossas", 28 de Março de 2003.

  • "O Pianista", 11 de Abril de 2003.

  • "Memória da humanidade a saque", 18 de Abril de 2003.

  • “John Q. ou o futuro do Serviço Nacional de Saúde”, 6 de Fevereiro de 2004.

  • “Os Judeus em Tomar”, 6 de Fevereiro de 2004.

  • “Mexer um dedo”, 13 de Fevereiro de 2004.

  • “Arte e Iconografia da Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres de Guararapes”, 27 de Fevereiro de 2004.

  • “Emanuel Félix, o náufrago tranquilo”, 2 de Março de 2004.

  • “Espanha, depois de Março”, 19 de Março de 2004.

  • “Tirem aquilo dali!”, 1 de Outubro de 2004.

  • “Memória da Holocausto”, 4 de Fevereiro de 2005.

  • “Uma missa santânica e outros prodígios”, 11 de Fevereiro de 2005.

  • “O Corta-Fitas”, 18 de Fevereiro de 2005.13 de Junho de 2008.

  • “Sebastianismos em fim de ciclo”, 4 de Março de 2005.

  • “Uma aldeia do tamanho do medo”, 18 de Março de 2005.

  • “Mozart em Paris num banquete de há 242 anos”, 6 de Janeiro de 2006.

  • “E, se?”, 20 de Janeiro de 2006.

  • "Para que serve a História", 4, 11 e18 de Abril de 2008.

  • "João de Castilho, um homem para construir o mundo", 13 de Junho de 2008.

  • "Afinal, quem são os cegos?", 10 de Outubro de 2008.

  • "As Noites de Cristal", 14 de Novembro de 2008.

  • "Um Natal no século XXI", 12 de Dezembro de 2008.

  • "O preço da Cultura", 16 de Janeiro de 2009.

  • "Darwin, cento e cinquenta anos de Evolução", 27 de Fevereiro de 2009.




  • O Almonda (Torres Novas):

  • “O Museu e a Comunidade”, 8 de Dezembro, 1995.




  • Boletim do Rotary Club - Tomar

  • “A Igreja de São João Baptista”, Nº 65, Tomar, Maio de 2004, pp. 28-31 (transcrição do texto e imagens da obra homónima da editora Razão de Ser).




  • Musicarte (Canto Firme de Tomar - Associação de Cultura):

  • “O índio brasileiro na arte portuguesa”, Nº 5, Junho de 2000, pp. 15-22.

  • “Literatura e arte na obra e no tempo de Camões”, Nº 9, Dezembro de 2001, pp. 9-10.




  • O Templário (Tomar):

  • “VIII Encontro de Professores de História - Esclarecimento”, 25 de Maio, 1990.

  • “Um ‘Bárbaro’ responde a um ‘Templário’”, 29 de Abril, 1991.

  • “O direito ao bom nome e reputação”, 29 de Outubro, 1993.

  • “Gato escondido…”, 12 de Novembro, 1993.

  • “Esclarecimento”, 17 de Dezembro, 1993.

  • “Convento, vende-se”, 11 de Agosto de 2000.

  • “A mulher índia no Brasil”, 20 de Abril de 2001.

  • “O índio brasileiro na arte portuguesa”, 27 de Abril de 2001.

  • "Juan de Castillo – João de Castilho. Da Cantábria a Tomar", 1ª Parte, 13 de Março de 2008; 2ª parte, 20 de Março de 2008.




  • Tomar à Letra, Agenda Cultural (Tomar):

  • “Velhas Pedras de Tomar - 1”, Nº 3, 30 de Setembro - Outono de 1995.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 2”, Nº 4, 16 de Dezembro - Inverno de 1995.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 3”, Nº 5, 30 de Março - Primavera de 1996.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 4”, Nº 6, 30 de Junho - Verão de 1996.

  • “Imagem de Stª. Iria, Padroeira de Tomar”, Nº 7, 30 de Setembro - Outono de 1996.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 5”, Nº 7, 30 de Setembro - Outono de 1996.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 6”, Nº 8, 30 de Dezembro - Inverno de 1996.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 7”, Nº 9, 22 de Março - Primavera de 1997.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 8”, Nº 10, 30 de Junho - Verão de 1997.

  • “Velhas Pedras de Tomar - 9”, Nº 11, Outubro - Outono de 1997.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. I - Eva Prima Pandora de Jean Cousin”, Nº13, Abril - Primavera de 1998.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. II - Transverberação de Santa Teresa de Ávila de Bernini”, Nº14, Julho - Verão de 1998.

  • “Estatuária da Charola do Convento de Cristo”, Nº 14, Julho - Verão de 1998.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. III - Judite II de Klimt”, Nº 15, Outubro - Outono de 1998.

  • “Pintura Quinhentista da Igreja de S. João Baptista”, Nº 15, Outubro - Outono de 1998.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. IV - Salomé apresentando a cabeça de S. João Baptista de Gregório Lopes ”, Nº 16, Dezembro - Inverno de 1998.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. V - O nascimento de Vénus de Sandro Botticelli”, Nºs. 17/18, Junho - Primavera/Verão de 1999.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. VI - A Dança de Paula Rego”, Nº. 19, Outono de 1999.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. VII - Pigmalião e Galateia de Jean-Léon Gérome”, Nº. 21, Primavera de 2000.

  • “A Mulher na Arte: Apontamentos iconográficos. VIII - Ofélia Morta de John Everett Millais”, Nº 22, Verão de 2000.

  • “Dentro de Portas. 1. Santa Maria de Cárquere e Afonso Henriques menino”, Nº 23, Outono de 2000.

  • “Dentro de Portas. 2. São Miguel, a Ilha Verde”, nº 24, Inverno de 2000.

  • “Dentro de Portas. 3. Alma até Almeida”, nº 25, Primavera de 2001.

  • “Dentro de Portas. 4. Dornes, santuário no Zêzere”, nº 26, Verão de 2001.

  • “Dentro de Portas. 5. Os Paços do Infante do Convento de Cristo de Tomar”, nº 27, Outono de 2001.

  • “Dentro de Portas. 6. A Penitenciária de Coimbra e a Ordem de Cristo”, nº 28, Inverno de 2002.

  • “Dentro de Portas. 7. Mértola, entre o Islão e o Ocidente”, nº 29, Primavera de 2002.

  • "Dentro de Portas. 8. Um passeio macabro: capelas de ossos do Alentejo", nº 32, Primavera de 2003.

  • “Caminhos da Expansão Portuguesa. 1. A Expansão Marítima e o Culto do Espírito Santo”, nº 34, Outono de 2003.

  • “Caminhos da Expansão Portuguesa. 2. Imagem do marinheiro português, da época dos Descobrimentos ao fim do Antigo Regime ”, nº 35, Primavera de 2004.

  • “Caminhos da Expansão Portuguesa. 3. Causas de naufrágio nas rotas portuguesas da Expansão ”, nº 36, Inverno de 2004.


FICÇÃO PUBLICADA


  • “A Cigarra e a Formiga” (fábula), Cidade de Tomar, 25 de Setembro de 1998.

  • “A Rã e Boi” (fábula), Cidade de Tomar, 9 de Outubro de 1998.

  • “A Carochinha” (fábula), Cidade de Tomar, 30 de Outubro de 1998.

  • “O Lobo e os Sete Cabritinhos” (fábula), Cidade de Tomar, 20 de Novembro de 1998.

  • “O Corvo e a Raposa” (fábula), Cidade de Tomar, 4 de Dezembro de 1998.

  • “As Rãs que queriam um Rei” (fábula), Cidade de Tomar, 25 de Dezembro de 1998.

  • “O Lobo e o Cordeiro” (fábula), Cidade de Tomar, 22 de Janeiro, 1999.

  • “O Rato da Cidade e o Rato do Campo” (fábula), Cidade de Tomar, 19 de Fevereiro, 1999.

  • “O Leão e os quatro Touros” (fábula), Cidade de Tomar, 5 de Março, 1999.

  • “A Linha Vermelha” (conto), Cidade de Tomar, 23 de Abril, 1999.

  • “Os Óculos” (conto), Entre Letras. Livros e escritores, Edição Razão de Ser, Tomar, Nº 1, Maio de 2001, pp. 17.

  • “A Vítima” (conto), Entre Letras. Livros e escritores, Edição Razão de Ser, Tomar, Nº 5, Maio de 2003, pp. 20.

  • “Zéquinha” (conto), Entre Letras. Livros e escritores, Edição Razão de Ser, Tomar, Nº 5, Maio de 2003, pp. 20.

  • ”O ditador debaixo do braço”, Entre Letras. Livros e escritores, Edição Razão de Ser, Tomar, Nº 6, Dezembro de 2003, pp. 21-22.

  • O ditador debaixo do braço (contos), Razão de Ser, Tomar, 2004.


POESIA PUBLICADA


  • “O Sonho da Razão”, O Templário (doze poemas com desenhos de Luís Mota), 12, 19 e 26 de Agosto, 2, 16 e 30 de Setembro, 7, 21 e 28 de Outubro, 4, 18 e 25 de Novembro, de 2004.


COLABORAÇÃO RADIOFÓNICA


  • Rádio Cidade de Tomar, “Tomar Antiga, do Século I ao XIX”, Programa Re-Tomar, de 1 de Março de 1992.

  • Rádio Cidade de Tomar, “Crónicas do Património”, Programa Janela do Capítulo, de 8 de Junho a 27 de Julho de 1992.

  • Rádio Cidade de Tomar, “Crónicas”, colaboração semanal no Noticiário, às terças-feiras, desde 4 Novembro de 1997 a 28 de Abril de 1998.

  • Antena 2, entrevista telefónica sobre “Mozart no banquete de Ano Novo de 1764 em Versailles”, na estreia do Programa Amanhecer, 2 de Janeiro de 2006.


COLABORAÇÃO EM PROGRAMAS TELEVISIVOS, VÍDEOS, DVDS, ETC.


  • “O Judaísmo em Tomar”, in “Comunidade Israelita”, programa Caminhos, transmitido em 8 de Fevereiro de 2004 na RTP 2.

  • “Convento de Cristo de Tomar”, No Coração de Portugal, Património Mundial classificado pela UNESCO, realização de Jean-Philippe Perrot, patrocínio da Comissão Portuguesa da UNESCO, produção Circeto Films, Voyage e RTP 2, 2004, transmitido em 13 de Março de 2005 na RTP 2.

  • "João de Castilho, o Construtor do Mundo", DVD de Alberto Luna Samperio, editado pela Etnocantabria e lançado no Mosteiro dos Jerónimos em 18 de Abril de 2008.


COMUNICAÇÕES, CONFERÊNCIAS E OUTRA INTERVENÇÃO EM CONGRESSOS, SEMINÁRIOS, ETC.


  • “Imagem e condição da Mulher na obra de autores portugueses da 1ª metade do século XVII”, comunicação ao colóquio A Mulher na Sociedade Portuguesa, Instituto de História Económica e Social, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, de 20 a 22 de Março de 1985 (publicado em Actas).

  • “Investigação e Património: coordenadas para a defesa da nossa identidade cultural”, em colaboração com Luiz Oosterbeek, Colóquio sobre História Regional e Local, Escola Superior de Educação de Santarém, de 11 a 14 de Novembro de 1987 (publicado em Actas).

  • “Cristóvão Colombo e Portugal”, alocução proferida na sessão comemorativa da Descoberta da América, Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, Tomar, 10 de Outubro de 1988.

  • “Visões da Arte da época dos Descobrimentos: da Historiografia aos manuais escolares”, VIII Encontro dos Professores de História da Zona Centro, Tomar, de 2 a 4 de Maio de 1990 (publicado em Actas).

  • “O desaparecido colégio conimbricense da Ordem de Cristo”, Colóquio A Universidade e a Arte, no âmbito do VII Centenário da Universidade de Coimbra, Instituto de História da Arte da Universidade de Coimbra, 9 a 11 de Novembro de 1990 (publicado em Actas e em Separata).

  • “Azulejaria de Tomar: do Renascimento ao Barroco”, Colóquio Sobre Azulejaria, Instituto de História da Arte da Universidade de Coimbra, 7 a 9 de Dezembro de 1990.

  • “O Investigador em História”, acção formativa no âmbito da Semana da Interdisciplinaridade, Escola Secundária de Santa Maria do Olival, Tomar, 17 de Abril de 1991.

  • “As capelas de ossos em Portugal, 'Speculum mortis’ no espectáculo barroco”, conferência integrada no III Curso de Verão de História da Arte, A Expansão Portuguesa e as Artes Decorativas, Instituto de História da Arte da Universidade de Coimbra, 3 a 13 de Setembro de 1991 (publicado).

  • “A Pedra — Iconografia e Simbologia dos séculos XIV a XVIII”, mesa-redonda integrada no Seminário do Curso de Estudos Superiores Especializados em Arte, Arqueologia e Restauro, coordenada pela Drª. Salete da Ponte, Museografia — Projecto para um Museu Lapidar, Escola Superior de Tecnologia de Tomar, 19 de Maio de 1992.

  • “Palácios do Renascimento em Tomar: vestígios de um património perdido”, conferência integrada no IV Curso de Verão de História da Arte, O Palácio. História, Símbolo, Forma, Vivência, Instituto de História da Arte da Universidade de Coimbra, 7 a 13 de Setembro de 1992.

  • “Imagem do Judeu português na cultura seiscentista. Breve apontamento”, Simpósio Internacional Os Judeus e os Descobrimentos, Tomar, 28 de Novembro a 1 de Dezembro de 1992 (publicado em Actas).

  • “Mesa e Literatura de Viagens no Portugal Setecentista”, II Jornadas de Gastronomia Bem Dizer e Bem Comer: A Literatura e a Comida, Câmara Municipal de Coimbra, Edifício Chiado, 12 a 14 de Fevereiro de 1993.

  • “Os sabores da Expansão: continuidades e rupturas nos hábitos alimentares portugueses dos primórdios da Expansão a finais do século XVIII”, Conferências do Convento - Seminário João De Barros, Estudos Gerais da Arrábida, 20 de Agosto de 1993.

  • “A Mulher invisível: papéis femininos na cenografia alimentar portuguesa”, Conferências do Convento - Seminário João De Barros, Estudos Gerais da Arrábida, 21 de Agosto de 1993.

  • “A Escola Superior de Tecnologia de Tomar e a Defesa do Património Artístico Nacional”, Jornadas “Património e Desenvolvimento Regional”, Biblioteca Municipal de Abrantes, 20 a 22 de Maio de 1994.

  • “Museus Etnográficos: o Espírito do Lugar”, abertura da Exposição de Pintura de Tomaz Graça, Corpo e Alma, organizada pelo Museu Rural e Etnográfico de Alviobeira, Convento de Cristo, Tomar, 11 de Março de 1995 (publicada com alterações no jornal Cidade de Tomar).

  • “A Arte Quinhentista e o seu Ensino”, VI Encontro de Professores de História do Concelho de Abrantes, Escola Secundária Dr. Solano de Abreu, Abrantes, 26 e 27 de Outubro de 1995.

  • “O Museu e a Comunidade”, Comemorações do 7º Aniversário do Museu Agrícola de Riachos, Museu Agrícola de Riachos, Torres Novas, 2 de Dezembro de 1995 (Publicado no jornal Almonda de 8 de Dezembro de 1995).

  • “O Canto Segundo d'Os Lusíadas, o seu Autor e a Arte do seu Tempo”, Exposição de Escultura de José Coelho no Museu Agrícola de Riachos, Museu Agrícola de Riachos, Torres Novas, 15 de Junho de 1996.

  • “A Mulher na Arte em Portugal”, Comemorações Do IX Aniversário do Rancho Folclórico e Etnográfico de Alviobeira, Museu Rural e Etnográfico de Alviobeira, 25 de Abril de 1997.

  • “Arte y Urbanismo de Tomar”, conferência em colaboração com o Dr. Luís Mota Figueira, VI Seminário de Arquitectura y Urbanismo, dirigido pela Doutora María Ealo de Sá, com a colaboração do Ayuntamiento de Noja, Cantábria, 18 de Julho de 1997.

  • “Juan de Castilho y Tomar”, conferência em colaboração com Luís Mota Figueira, na homenagem a João de Castilho na sua terra natal, organizada pela Asociación Cultural Torre de Venero, Castillo Siete Villas, Cantábria, 20 de Julho de 1997.

  • “Azulejos - Arte, Técnica e Intervenção”, em colaboração com Luís Mota e João Coroado, Apresentação de Equipamento para Conservação e Restauro, organizada por Bleu Line, Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa, 13 de Novembro de 1997.

  • “Turismo e Património Histórico-Artístico”, integrada no Ciclo de Conferências organizadas do Departamento de Gestão Turística e Cultural da Escola Superior de Gestão, Instituto Politécnico de Tomar, 28 de Janeiro de 1998.

  • “Azulejaria Antiga de Abrantes na Óptica do Turismo Cultural”, 1º Colóquio de Gestão Turística e Cultural, organizado pelo Centro de Estudos de Turismo e Cultura do Instituto Politécnico de Tomar, Abrantes, 20 de Junho de 1998.

  • “Urbanismo e arquitectura civil de Tomar na Época dos Descobrimentos”, conferência aoVII Curso de Verano de Arquitectura y Urbanismo, organizado por Cultura Viva de Cantábria, Ayuntamiento de Noja, Escola Técnica Superior de Arquitectura de Coruña e Faculdade de Arquitectura do Porto, Noja, Cantábria, 23 de Julho de 1998.

  • “Arquitectura civil de Tomar nos séculos XV e XVI”, conferência integrada em Ciclo de Conferências na Inauguração da Aula “Pedro de Maeda” a cargo do Ayuntamiento de Meruelo, Cantábria, e a colaboração de “Cultura Viva de Cantábria”, Meruelo, 22 de Julho de 1998.

  • “Traje e Sociedade”, conferência no 10º Aniversário do Museu Agrícola de Riachos, Riachos, 5 de Outubro de 1998.

  • “Papéis femininos na formação do Brasil”, XVII Encontro dos Professores de História da Zona Centro, Tomar, 28 de Abril de 1999 (a publicar em Actas).

  • “Turismo Cultural e Gestão do Património Histórico”, Seminário “Cidade, Turismo e Arqueologia. Condeixa e Conímbriga - Um Processo de Desenvolvimento Urbano, Museu Monográfica de Conímbriga, 14 de Maio de 1999 (a publicar em Actas).

  • “Preconceito antijudaico na cultura portuguesa do século XVII”, Turres Veteres - Encontro de História Moderna, organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras e pelo Instituto “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 28 e 29 de Maio de 1999 (a publicar em Actas).

  • “La arquitectura de lo efímero y el espíritu barroco en Portugal”, conferência ao VIII Curso de Verano de Arte, Arquitectura y Patrimonio, organizado por Cultura Viva de Cantábria, Ayuntamiento de Noja e Escola de Arquitetura de Belo Horizonte da Universidade Federal de Minas Gerais, realizado em Noja, Cantábria, 21 de Julho de 1999.

  • “Imagem e imagens da mulher na arte”, conferência integrada no 1º Ciclo de Conferências de Conservação e Restauro, organizada pelo Núcleo de Conservação e Restauro da Associação de Estudantes do Instituto Politécnico de Tomar, aqui realizado em 18 de Abril de 2000.

  • “Ensino Superior, Ciências Humanas e Turismo”, comunicação ao X Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa, realizado na Universidade dos Açores, Ponta Delgada, 27 de Abril de 2000 (a publicar em Actas).

  • “Formação em Turismo Cultural”, II Congresso de Turismo Cultural, Lusofonia e Desenvolvimento, Universidade Federal de Pelotas (Rio Grande do Sul, Brasil), 8 de Dezembro de 2000.

  • “Apresentação sobre o Convento de Cristo (Património Mundial) Tomar - Portugal”, II Congresso de Turismo Cultural, Lusofonia e Desenvolvimento, Universidade Federal de Pelotas (Rio Grande do Sul, Brasil), 8 de Dezembro de 2000.

  • “O Índio na arte portuguesa do século XVI”, III Encontro Heranças Portuguesas na Amazónia, Tomar, Biblioteca Municipal, 21 de Abril de 2001.

  • Moderador do Colóquio Património, Arqueologia e Museologia Industrial, organizado pela Associação “Casa Memorial Humberto Delgado”, em Torres Novas, em 26 de Maio de 2001.

  • "Manuelino e Neomanuelino", conferência na abertura da exposição O Manuelino. Amostra de uma Colecção, de José Vaz Teixeira, no Museu Agrícola de Riachos, em 16 de Novembro de 2002.

  • “Causes de naufrage dans les routes maritimes portugaises de l’Ancien Régime. De l’erreur humaine à la violence organisée”, 4th International Congress of Maritime History, organizado pela Universidade Jónica de Corfu (Grécia), em 23 de Junho de 2004.

  • “História e Património Locais numa Perspectiva de Desenvolvimento Autárquico”, Jornadas Turismo, Património e Cultura no Norte Alentejano, organizadas por alunos do Instituto Politécnico de Tomar e o apoio do mesmo Instituto, da Câmara Municipal de Alter do Chão, da Região de Turismo de S. Mamede, da Coudelaria de Alter do Chão e da Sociedade Agrícola da Herdade de Vale Barqueiros, no Cine-Teatro de Alter do Chão, em 28 e 29 de Abril de 2005.

  • “Festa em terra e no mar em honra do Divino Espírito Santo”, Turres Veteres - Encontro de História das Festas, organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras e pelo Instituto “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 20 e 21 de Maio de 2005.

  • “O mar e a gente do mar do lado amargo das Descobertas”, 3º Ciclo de Conferências do Convento de Cristo, organizado pelo Convento de Cristo e o Instituto Politécnico de Tomar, no Convento de Cristo em Tomar, 25 de Outubro de 2005.

  • “Sabores da Expansão: continuidade e ruptura nos hábitos alimentares portugueses”, Turres Veteras IX – Encontro de História da Alimentação, organizado pelo Sector de Cultura da Câmara Municipal de Torres Vedras e pelo Instituto de Estudos Regionais e Municipalismo “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 26 e 27 de Maio de 2006.

  • “O Colégio de Coimbra da Ordem de Cristo: aspectos artísticos”, Colóquio – Do Colégio da Ordem de Cristo à Penitenciária, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra e com o apoio do Instituto Politécnico de Tomar, Casa Municipal da Cultura, Coimbra, 10 de Outubro de 2006.

  • “”O Mar e a religiosidade popular: religiosidade ex-votos marítimos na época da Expansão, Turres Veteres X – Actas do Encontro História do Sagrado e do Profano, organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras e o Instituto de Estudos Regionais e Municipalismo “Alexandre Herculano” da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Torres Vedras, 18 e 19 de Maio de 2007.

  • "Juan de Castillo – João de Castilho. Da Cantábria a Tomar", comunicação na pré-apresentação do documentário comemorativo do 5º centenário do início da obra de João de Castilho em Portugal, organizado pelo GEDIP (Gabinete de Estudos e Divulgação do Património) do Departamento de Gestão Turística e Cultural da Escola Superior de Gestão de Tomar, Instituto Politécnico de Tomar, 25 de Fevereiro de 2008.

  • "Para que serve a História", II Jornadas Turismo, Património e Cultura do Norte Alentejano organizadas por alunos do Instituto Politécnico de Tomar e o apoio do mesmo Instituto e da Câmara Municipal de Avis, Avis, 5 de Março de 2008.

  • "João de Castilho, Arquitecto do Manuelino e do Renascimento", I Jornadas do Património Cultural de Tomar, organizadas pelo Centro de Estudos de Arte e Arqueologia (CEAA/IPT), a Academia Nacional de Belas-Artes e o Grupo de Amigos do Convento de Cristo, Convento de Cristo, Tomar, 19 de Abril de 2008.

  • Um País à Aventura – Quadros da navegação portuguesa, Ciclo de Conferências organizado pelo GEDIP (Gabinete de Estudos e Divulgação do Património), no Instituto Politécnico de Tomar, nos dias 5, 12, 19 e 26 de Maio de 2008.

  • Co-coordenador do Ciclo de Cinema, Viagens pela 7ª Arte, Ciclo de Cinema organizado pelo GEDIP (Gabinete de Estudos e Divulgação do Património) e o CERI (Centro de Estudos e Relações Interculturais), de 2 a 16 de Junho de 2008, no Instituto Politécnico de Tomar, nos dias 2, 9 e 16 de Junho de 2008.


RELATÓRIOS E PARECERES


  • Sobre o interesse histórico e o estado de conservação do Convento de Nossa Senhora da Esperança (Serra da Esperança, Belmonte), em colaboração com os Técnicos António Ventura, Pedro Santa-Bárbara e Helena Félix Lopes, com vista à sua qualificação como património classificado, a pedido do proprietário, o Engº. António José Pizarro Rebelo de Andrade, em 29 de Abril de 1989.

  • Sobre o interesse histórico e estado de conservação da Igreja Matriz de Vilar dos Prazeres (Ourém), em colaboração com o Dr. Luís Mota Figueira e o Técnico de Restauro Luís Ferreira, a pedido da respectiva Fábrica, a 3 de Novembro de 1994. Este relatório destinou-se a conseguir que as obras de ampliação da mesma igreja respeitassem o mais possível os elementos originais.

  • Sobre o interesse histórico e estado de conservação da Igreja de San Bartolomé de Vierna (Cantábria), em colaboração com o Dr. Luís Mota Figueira, a pedido do Alcaide de Maruelo, D.Evaristo Dominguez Dosal e da Associação “Cultura Viva de Cantábria”, em 19 de Julho de 1997. Este relatório foi incluído no processo enviado pela mesma Associação à entidade competente do Governo Autónomo de Cantábria, o qual obteve deferimento para as respectivas obras de conservação e restauro.

  • Sobre a qualidade científica e pedagógica da cassete vídeo L’Art Barroque Portugais - Architecture et Décor, da autoria de Marie-Claude Chevrel, Robert Guille, Jean-Michel Lamagnère e Claude Latreille, em colaboração com o Dr. Luís Mota Figueira, a pedido do Chefe do Gabinete de Sua Excelência o Ministro da Educação, através do respectivo Departamento do Ensino Secundário, em 9 de Fevereiro de 1998.

  • Sobre as possibilidades de aproveitamento interdisciplinar para Tomar, no âmbito da Gestão Turística e Cultural, do modelo do Museu industrial Müllerama, instalado na Moagem Tiefenbrunnen de Zurique, visitado em 4 de Abril de 1998, pelo Presidente do Instituto Politécnico de Tomar e uma equipa de docentes do Departamento de Gestão Turística e Cultural do mesmo Instituto.


JÚRIS DE PROVAS PARA PROFESSOR ADJUNTO QUE INTEGROU


  • Para Professor Adjunto da Área de História e Arte do Departamento de Arte, Arqueologia e Restauro da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Tomar, integrando o júri constituído pelos Professores Doutores José Bayolo Pacheco de Amorim e Pedro Dias, da Universidade de Coimbra, em 19 de Março de 1997.

  • Para Professor Adjunto da Área de Museografia e Conservação do Património Cultural, do Curso de Gestão Turística e Cultural da Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Tomar, integrando o júri constituído pelo Professor Doutor Celso de Sousa Figueiredo Gomes, da Universidade de Aveiro e o Professor Adjunto Luís Manuel Mota dos Santos Figueira, do Instituto Politécnico de Tomar, em 20 de Novembro de 1998.


JÚRIS DE PROVAS PARA ASSISTENTE QUE INTEGROU


  • Para Assistente do 1º Triénio para a Área Interdepartamental de Novas Tecnologias da Informação e Comunicação para a Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Tomar, integrando o júri constituído pelos Professores Coordenadores José Ribeiro Mendes e Maria do Rosário Mendes Godinho Passos Baeta Neves, do Instituto Politécnico de Tomar, em 15 de Dezembro de 1999.


INTEGRAÇÃO DE ÓRGÃOS DE COORDENAÇÃO DE EXPOSIÇÕES, CONFERÊNCIAS, SIMPÓSIOS, PUBLICAÇÕES, ETC.


  • Membro da Comissão Organizadora da Exposição Iconografia do Espírito Santo no Concelho de Tomar, Centro de Estudos de Arte e Arqueologia/Escola Superior de Tecnologia de Tomar, 1 a 9 de Julho de 1987.

  • Coordenador da Mostra Documental Tomar Setecentista na Obra de Viajantes Estrangeiros: História, Arte, Indústria, Centro de Estudos de Arte e Arqueologia/Escola Superior de Tecnologia de Tomar e Biblioteca Municipal de T­omar, 19 a 26 de Outubro e 27 de Outubro a 17 de Novembro de 1988.

  • Membro da Comissão Organizadora do Seminário O Espaço Rural na Lusitânia. Tomar e o seu Território, coordenado pela Dr.ª Salete da Ponte, Centro de Estudos de Arte e Arqueologia/Escola Superior de Tecnologia de Tomar, 17 a 19 Março de 1989.

  • Membro da Comissão Organizadora da Exposição Escola 89, Escola Superior de Tecnologia de Tomar, 20 a 27 de Março e 20 a 22 de Julho de 1989.

  • Membro do Secretariado do VIII Encontro de Professores de História da Zona Centro, Tomar, 2 a 4 de Maio de 1990.

  • Coordenador, com Salete da Ponte, de Imagens de Tomar. Roteiro Histórico, publicação do Secretariado do VIII Encontro de Professores de História da Zona Centro, Tomar, Maio de 1990.

  • Membro do Conselho de Redacção do Boletim Cultural da Câmara Municipal de Tomar, de Novembro de 1990 a Outubro de 1997.

  • Membro do Secretariado do Simpósio Internacional Os Judeus e os Descobrimentos, Tomar, 21 de Novembro a 1 de Dezembro de 1992.

  • Coordenador das Actas do Ciclo de Conferências de Gestão Turística e Cultural, o 1º Caderno do Centro de Estudos de Turismo e Cultura do Instituto Politécnico de Tomar, Junho de 1998

  • Membro da Comissão Organizadora do 1º Colóquio de Gestão Turística e Cultural, organizado pelo Centro de Estudos de Turismo e Cultura do Instituto Politécnico de Tomar, Tomar, Torres Novas, Abrantes, 19 e 20 de Junho de 1998.

  • Coordenador do 1º Caderno do Centro de Estudos de Turismo e Cultura, Tomar, Junho de 1998 .

  • Membro do Secretariado do XVII Encontro de Professores de História da Zona Centro, Tomar, 28 a 30 de Abril de 1999.

  • Director do GEDIP (Gabinete de Estudos e Divulgação do Património) do Instituto Politécnico de Tomar, desde 15 de Fevereiro de 2006.

  • Coordenador do Conselho Editorial da Revista Superavit, Revista de Gestão & Ideias, da Escola Superior de Gestão de Tomar, cujo primeiro número foi editado em Janeiro de 2007.

  • Coordenador da sessão de Pré-apresentação do documentário sobre o 5º Centenário da obra de João de Castilho em Portugal, organização do GEDIP (Gabinete de Estudos e Divulgação do Património), Instituto Politécnico de Tomar, 25 de Fevereiro de 2008.

  • Coordenador do Ciclo de Conferências Um País à Aventura – Quadros da navegação portuguesa, organizado pelo GEDIP (Gabinete de Estudos e Divulgação do Património), no Instituto Politécnico de Tomar, nos dias 5, 12, 19 e 26 de Maio de 2008.


ORIENTAÇÃO DE VISITAS DE ESTUDO FORA DO ÂMBITO DO I.P.T.


  • Visita de Estudo a Monumentos de Tomar e Atalaia, integrada no 2º Curso de Verão de História da Arte, organizado pelo Instituto de História da Arte da Universidade de Coimbra, de 4 a 14 de Setembro de 1990.

  • Circuito Histórico-Artístico Tomar: As Pedras e a Rua (Um Itinerário), com António Carlos Godinho, no âmbito do Dia da Cidade, em colaboração com a Câmara Municipal de Tomar, em 2 de Março de 1991.

  • Tomar - Um Circuito no Centro Histórico, com António Carlos Godinho, no âmbito da animação cultural das XII Jornadas Nacionais de Pediatria, em colaboração com a Câmara Municipal de Tomar, em 19 de Abril de 1991.

  • Tomar - Circuito no Centro Histórico, com Salete da Ponte, Manuel Guimarães e João Pedro Bernardes, no âmbito do II Encontro Nacional de Municípios com Centro Histórico, em colaboração com a Câmara Municipal de Tomar, em 2 de Novembro de 1991.

  • Visita Guiada ao Centro Histórico de Tomar, com Salete da Ponte e Manuel Guimarães, no âmbito do I Encontro Ibérico de Municípios com Centro Histórico, em colaboração com a Câmara Municipal de Tomar, em 7 de Novembro de 1992.

  • A Obra de João de Castilho no Convento de Cristo, no âmbito do Mês de Tomar, em colaboração com o Convento de Cristo e o Centro de Estudos e Protecção do Património da Região de Tomar (CEPPRT), em 8 de Março de 1998.

  • Tomar e o Judaísmo, no âmbito de Passeios com História, organizados pela Câmara Municipal de Tomar, em 25 de Abril de 2004.

  • Apresentação da Arte e História do Convento de Cristo de Tomar, visita guiada, organizada pelo Movimento Escola Moderna, Convento de Cristo, 23 de Julho de 2008.





Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal