Curso de Verão



Baixar 25.44 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho25.44 Kb.



Curso de Verão


(Julho e Setembro de 2008)
«FALAR DA VIDA»

(AUTO)BIOGRAFIAS, HISTÓRIAS DE VIDA E VIDAS DE ARTISTAS

Idalina Conde 1

Este curso, sobre a abordagem biográfica, apresenta uma perspectiva multifacetada que abrange tanto as histórias de vida e o método biográfico nas ciências sociais como outras tradições. Nomeadamente, a diarística e literária, interessante do ponto de vista documental e para uma análise de narrativas sobre o sujeito e a vida, modos da sua construção. Esse encontro pouco habitual de diferentes tradições, desenvolvido no curso com as necessárias referências reflexivas e metodológicas, inclui também a ilustração da singularidade, recorrente na dimensão biográfica, com retratos de artistas e readings de (auto) biografias. Algumas são referenciais para a história da arte e outras de grande impacto público, embora raramente consideradas pelas ciências sociais. Os exemplos, vários, vão das Vite de Giorgio Vasari no século XVI aos Diários de Andy Warhol e a testemunhos de escritores contemporâneos.

OBJECTIVOS


  • Enquadrar a abordagem biográfica em diferentes tradições;

  • Compreender o biográfico na história e na contemporaneidade;

  • Fornecer uma metodologia para abordagens biográficas;

  • Reestabelecer uma relação produtiva para investigação e o conhecimento das ciência sociais com testemunhos de outras origens;

  • Habilitar para a leitura e análise de narrativas (auto) biográficas;

  • Ilustrar a singularidade biográfica com a condição artística;

DESTINATÁRIOS


A proposta bastante diversificada do curso pode interessar vários públicos: professores, investigadores e estudantes na área das ciências sociais e literárias; profissionais de instituições e projectos associados a domínios da história oral, histórias de vida, arquivos e documentos pessoais; biógrafos, escritores, jornalistas, editores; artistas, historiadores de arte, críticos e ensaístas interessados pela vertente biográfica; público em geral com o mesmo interesse.
FUNCIONAMENTO
O curso está organizado em dois módulos autónomos e complementares, podendo ser de escolha alternativa para os interessados apenas num módulo e tem um custo de 150 euros por cada módulo ou de 270 euros para a inscrição em ambos.
O período para pré-inscrições está aberto até 15 de Maio e é feito mediante o envio da Ficha de Inscrição por e-mail para gcp.cies@iscte.pt ou por correio para:
CIES-ISCTE | Edifício ISCTE, Av. das Forças Armadas | 1649-026 Lisboa
Os candidatos seleccionados para a frequência do curso serão informados até ao dia 30 de Maio, devendo fazer o pagamento do curso até 15 de Junho.
O curso abrange 24 horas de formação, 12 horas para cada módulo distribuídas por 4 sessões (das 18:00h às 21:00h) a decorrer nas instalações do ISCTE nos seguintes períodos: Módulo I de 1 a 4 de Julho; Módulo II de 2 a 5 de Setembro.

PROGRAMA


(versão sumária para divulgação)

MÓDULO I (1 - 4 de Julho, 12 horas)


1. A biografia entre conhecimento e construção: a amplitude da problemática biográfica
2. Planos do biográfico e deslinearizações da biografia contemporânea
3. Diferentes tradições: dos diários e da biografia literária às histórias de vida e método biográfico nas ciências sociais

4. Modos de fazer: perspectivas, biografia única ou rede de biografias, e proposta de um modelo



MÓDULO II (2 – 5 de Setembro, 12 horas)


1. O biográfico na história e na sociologia da arte
2. Abordagens: vidas de artistas, retratos sociológicos e metodologia para a análise de percursos
3. Narrativas: testemunhos do/sobre o sujeito, a vida como discurso e o discurso sobre a vida.

Referência a diversas (auto)biografias, incluindo readings de narrativas fundadoras no século XVI (as Vite de Giorgio Vasari, a Vida de Michelangelo Buonarroti de Ascanio Condivi, a autobiografia de Benvenuto Cellini), variantes confessionais e diarísticas nos séculos XIX e XX (De Profundis de Oscar Wilde, Le Journal de Eugène Delacroix, os Diários de Andy Warhol) e testemunhos recentes como os de Gabriel Garcia Márquez (2002) e Günter Grass (2006). Apoiando a análise de narrativas, estes exemplos também aparecem convocados por outras dimensões em vários pontos do programa.

4. Biografia, história e imaginário

Exemplos em narrativas de historiadores e na (re)criação cinematográfica



Curso de Verão 2008




FALAR DA VIDA

(AUTO)BIOGRAFIAS, HISTÓRIAS DE VIDA E VIDAS DE ARTISTAS




Ficha de Inscrição


Data: ....../......../.......

Nome: ..........................................................................................................................................
Grau académico: ..........................................................................................................................
Profissão: ....................................................................................................................................
Instituição: ...................................................................................................................................
Morada: .......................................................................................................................................
Telemóvel: ............................................................ Telefone: ........................................................
E-mail: …………………………………………………………………...........................................................

Inscrição:


Modulo I (1 a 4 de Julho; 150€)




Modulo II (2 a 5 de Setembro; 150€)




Modulo I + Modulo II (270€)



Enviar ficha por e-mail para gcp.cies@iscte.pt ou por correio para:


Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-ISCTE)

Curso de Verão – Falar da Vida

Edifício ISCTE, Av. das Forças Armadas

1649-026 Lisboa



1 Docente no Departamento de Sociologia do ISCTE e investigadora do CIES-ISCTE. Tem um longo currículo nas áreas da sociologia da arte e da cultura, com diversas publicações sobre a abordagem biográfica e biografias de artistas. Foi fundadora, na sociologia portuguesa, da sociologia biográfica aplicada a percursos profissionais e singularidades da condição artística.



Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal