Curso: Historia Judaica Clase 1 Cronologia Judaica



Baixar 20.48 Kb.
Encontro27.07.2016
Tamanho20.48 Kb.

Centro Virtual de Estudios Judaicos – Historia Judaica




Curso: Historia Judaica

Clase 1
Cronologia Judaica

Na História Judaica

  • Avraham e Sarah – 1671 AEC

  • Começa a escravidão no Egito – 1428 AEC

  • Êxodo e a Torá no Monte Sinai – 1312 AEC

  • O povo judeu entra em Israel – 1272 AEC

  • É construído o Primeiro Templo – 825 AEC

  • Destruição do Primeiro Templo – 422 AEC

  • Início do Exílio na Babilônia – 422 AEC

  • Eventos de Purim – 355 AEC

  • Construção do Segundo Templo – 352 AEC

  • Milagre de Chanucá – 165 AEC

  • Destruição do Segundo Templo – 70 EC

  • Começa o exílio romano – 70 EC

  • Compilado o Talmud Babilônico – 500 EC

  • Primeira Cruzada – 1096 EC

  • Expulsão dos Judeus da Espanha – 1492

  • Surge o Chassidismo – 1772

  • Primeiro Congresso Sionista – 1897

  • Holocausto – 1939

  • Renascimento de Israel – 1948

  • Reunificação de Jerusalém – 1967

No Período de Chanucá

  • Atenas derrota a Pérsia em Maratona – 490 AEC

  • Platão – Filosofia Grega – 400 AEC

  • Esparta derrota Atenas – 352 AEC

  • Filipe da Macedônia governa a Grécia – 338 AEC

  • Alexandre o Grande governa a Grécia – 336 AEC

  • Morre Alexandre;

  • Ptolomeu controla o Egito e Israel – 323 AEC

  • Sírios Selúcidos/Gregos conquistam Israel – 199 AEC

  • Decretos gregos contra o Judaísmo;

  • Profanação do templo – 168 AEC

  • Matitiyahu começa a revolta em Modi'in – 167 AEC

  • Matitiyahu morre: Judah Macabeu lidera a guerra

  • contra os Gregos – 166 AEC

  • O Templo é retomado;

  • Ocorre o milagre do azeite – 165 AEC

  • Guerra dos judeus contra os gregos continua – 165–140 AEC

  • Dinastia Hasmoneana – 140–36 AEC

  • Roma conquista Jerusalém – 63 AEC



As origens históricas do antigo povo de Israel

As tentativas de sistematização de uma história judaica tem trazido diversos problemas aos estudiosos : pois há inúmeros problemas à serem resolvidos ao tratar-se deste assunto.Temos entre estes problemas a questão de determinar-se precisamente quando se inicia uma história do povo judeu : se como grupo étnico ,religioso ou cultural ,e as fontes que servem como base de estudo para esta história.Geralmente os documentos extra-bíblicos relacionados ao período mais antigo da história judaica são escassos e sujeitos à debates , o que levou à uas ramificações de estudo : a postura maximalista ,que diz que tudo que não pode ser comprovado como falso deve ser aceito como verdadeiro , e a postura minimalista que diz que os eventos que não são corroborados por eventos contemporâneos devem ser descartados.

O problema de um estudo crítico sobre a história judaica à partir da Bíblia surge do fato do que conhecemos como as Escrituras Hebraicas terem sido compiladas muito mais tarde do que os períodos que pretendem narrar.

Versão bíblica

A versão bíblica da história judaica considera que os judeus são uma nação escolhida por Deus como um povo separado e santo , fiel guardião das leis (Torá) outorgadas por este D-us.Assim a história bíblica de Israel é uma história onde D-us intervem no mundo em cada situação de acordo com a relação de Israel para com D-us.

Os patriarcas e o êxodo

De acordo cm a tradição judaico-cristã , a história judaica começa com o chamado de D-us ao hebreu Abraão .Abraão teria sido um fiel seguidor do monoteísmo em uma época de idolatria , o que fez com que D-us fizesse um pacto de dar uma descendência à Abraão e fazer desta descendência o povo eleito deste D-us.Esta promessa se cumpriria com o nascimento de Isaque,que daria origem à Jacó e este seria pai de doze filhos , que serão os pais das doze tribos de Israel.Após a imigração para o Egito devido à uma grande fome , a família de Jacó cresce em número e influência , o que leva à sua escravização por parte dos egípcios ,e o surgimento de um libertador , Moisés,que sob a mão de Deus tira o povo do Egito ,entrega-lhes às leis divinas e dá aos filhos de Jacó um sentido de "nação".Após uma peregrinação de quarenta anos no deserto , este povo teria ,sob o comando de Josué conquistado a terra de Canaã.

A narrativa do Êxodo no entanto não tem encontrado respaldo fora dos escritos bíblicos. Mesmo os documentos egípcios da época (conforme calculado pelo Tanakh) encontrados até agora não tem fornecido informações a respeito do êxodo israelita. No entanto, alguns estudiosos tendo encontrado menções aos hapiru, têm crido que este termo se refira aos hebreus.



Os juízes e a monarquia unida

Os israelitas conquistaram algumas regiões de Canaã, mas ainda assim não mantiveram uma unidade nacional. Cada tribo mantinha suas leis e costumes, e uniam-se ou combatiam entre si de acordo com as suas conveniências. Geralmente cada tribo era governada e julgada por juízes, pessoas que seriam determinadas por D-us para tal cargo.

Posteriormente, os israelitas querendo imitar outras nações, pedem um rei, e Saul, escolhido por D-us torna-se rei de Israel. Mas sua rebeldia ao seguir os mandamentos da Torá faz com que perca o reinado, e após alguns contra-tempos, Davi, um pastor-guerreiro de Judá é escolhido rei. Aqui apresentam-se a primeira vez a unificação das tribos em uma única nação, e inicia-se o período áureo da história judaica, que será consolidado com o reinado de Salomão, filho de Davi.

A divisão dos reinos

Com o descontentamento constante das tribos sob o domínio de Salomão,o reino se divide em duas partes sob o governo o filho de Salomão Roboão e Jeroboão : o reino de Judá ao sul e o reino de Israel ao norte .Diversas crises políticas e religiosas acabam levando à decadência dos dois reinos : o reino de israel é destruído pelos assírios ,enquanto o reino de Judá é destruído pelos babilônios .No exílio , o povo israelita começa à tomar consciência do seu papel no "Plano de D-us" ,e após alguns anos ,retornam para sua terra e reconstroem o Templo e organizam suas Escrituras .Com estes fatos encerra-se a história do período das Escrituras Hebraicas

A era talmúdica

Com o retorno de algumas comunidades judaicas para a Judéia , uma renovação religiosa levou à diversos eventos que seriam fundamentais para o surgimento do Judaísmo como uma religião mundial . Entre estes eventos podemos mencionar a unificação das doutrinas mosaicas , o estabelecimento de um cânon , a reconstrução do Templo de Jerusalém e a adoção da noção do "povo judeu" como povo escolhido e através do qual seria redimida toda a humanidade.

A comunidade judaica da Judéia cresceu com relativa autonomia sob o domínio persa, mas a história judaica tomará importância com a conquista da Palestina por Alexandre Magno em 332 a.e.c. .Com a morte de Alexandre , o seu império foi dividido entre seus generais ,e a Judéia foi dominada pelos Ptolomeus e depois pelos Selêucidas ,contra os quais os judeus moveram revoltas que culminaram em sua independência ( ver Macabeus ).

Com a independência e o domínio dos Macabeus como reis e sacerdotes , surgem as diversas ramificações do judaísmo da época do Segundo Templo : os fariseus ,os saduceus e os essênios.As diversas intrigas entre as diversas divisões do judaísmo levou à conquista da Judéia pelo Império romano.



www.cejlookstein.org.il


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal