Curso: Letras



Baixar 36.32 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho36.32 Kb.


Campus: Engenheiro Coelho

Curso: Letras



PLANO DE ENSINO


DISCIPLINA

CÓD. DISCIPLINA

PROFESSOR

Literatura Brasileira I

G0948

Davi da Silva Oliveira




ANO/SEMESTRE

TURMA/ETAPA

CRÉDITOS

CARGA HORÁRIA PRESENCIAL (H)

CARGA HORÁRIA EM ESPAÇOS DIVERSIFICADOS (H)

CARGA HORÁRIA A DISTÂNCIA (H)

CARGA HORÁRIA TOTAL (H)

2010/ 1

2º Ano

03

45

09

-

54




EMENTA

Esta disciplina explora as condições de produção, circulação e recepção dos estilos literários da Literatura de Informação, Barroco e Arcadismo brasileiros. Tais condições de produção são estudadas em consonância com as obras relevantes de cada período. O curso provê uma visão diacrônica da literatura brasileira, priorizando o enfoque da literatura enquanto linguagem estética, por meio de cortes sincrônicos significativos do estilo de época em estudo.




OBJETIVOS

1. Conceituais:

Refletir sobre textos da Literatura Brasileira;

Levar o aluno a distinguir as características da Literatura de Informação, Barroco e Arcadismo, bem como, conhecer seus principais autores com as respectivas obras;

Desenvolver a capacidade de análise de textos teóricos e literários das escolas literárias que marcaram a história do Brasil colonial;

Acentuar no aluno o desejo de apreender o tema das obras, a partir da articulação de teorias da literatura com a produção ficcional brasileira;

Aguçar o questionamento e o espírito crítico diante de obras literárias, provendo um excedente de visão sobre as questões fundamentais que orientaram a Literatura Brasileira.



2. Atitudinais:

Promover a participação dos alunos nos conceitos emitidos em sala de aula provenientes dos textos previamente lidos;

Incentivar a leitura e a análise de obras que tratem dos temas abordados em sala de aula.

3. Procedimentais:

Analisar as características das escolas literárias;

À luz das características das escolas literárias, observar o projeto estético das obras e dos excertos selecionados para a leitura em classe;

Assistir aos DVDs A missão e Gregório de Mattos;

Ler algumas cartas do período da Literatura de Informação;

Ler poesias dos autores do Barroco e do Arcadismo;

Ler a obra O Uraguai.





COMPETÊNCIAS/HABILIDADES DO PERFIL DO EGRESSO CONTEMPLADAS

1. Domínio das características das escolas literárias;

2. Capacidade de analisar um texto literário correspondente às escolas analisadas;

3. Competência para entender o enredo das obras lidas;

4. Reflexão sobre o momento histórico e as escolas literárias.




ORGANIZAÇÃO DIDÁTICO-METODOLÓGICA
(PRESENCIAL OU A DISTÂNCIA*)

CONTEÚDO

METODOLOGIAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM PREVISTAS

CARGA HORÁRIA
PREVISTA

PRESENCIAL(P)/A DISTÂNCIA(D)

I PARTE – Literatura de Informação

1.1 Conceitos

1.2 Cartas: Pero Vaz e Pe. Anchieta;

1.3 Texto: Discursos do descobrimento;

1.4 Texto: O discurso dos missionários jesuítas.




Aulas expositivas e dialogadas com auxílio de Power Point;

Leitura e análise dos textos;

Exercício;

Exame.


15



P

II PARTE – Barroco


2.1 Conceitos

2.2 Vídeo Gregório de Mattos;

2.3 Poesias de Gregório de Mattos Guerra;

2.4 Sermão de Vieira Sermão do Bom ladrão ou da Audácia;

2.5 Texto: Vieira e as mulheres.


Aulas expositivas e dialogadas com auxílio de Power Point;

Discussão dos textos em aula;

Exercício;

Exame.


15

P

III PARTE – Arcadismo


3.1 Conceitos

3.2 Texto O Uraguai

3.3 Vídeo A missão



Aulas expositivas e dialogadas com auxílio de Power Point;

Discussão do texto em aula;

Exercício;

Exame.



15


P


TOTAL




45h




*Aulas a distância têm duração de uma hora.


ATIVIDADES EM ESPAÇOS DIVERSIFICADOS

ATIVIDADE

CARGA HORÁRIA

1. Resposta aos questionários apresentados logo após o final da exposição e discussão da escola literária;

03


2. Exame correspondendo à escola literária;

03

3. Leitura do livro O Uraguai, Sermão e cartas.

03

TOTAL

9h




AVALIAÇÃO - INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS

1. Entrega de exercícios (cartas e sermões) - 30%

2. Exames - 40%

3. Leitura do livro O Uraguai 30%




DISCIPLINAS COM AS QUAIS ESSA DISCIPLINA SE RELACIONA OU SE INTEGRA

As situações-problema são criadas favorecendo à pré-aquisição de informações ministradas em outras disciplinas do curso, bem como os diversos saberes experienciais e as habilidades adquiridas pelo aluno e pelo grupo. Desta forma, a interdisciplinaridade é realizada de forma contínua e consciente. O discurso literário inter-relaciona com a análise do discurso no campo lingüístico e cultural.




FORMA DE INTEGRAÇÃO COM A FILOSOFIA INSTITUCIONAL

A literatura ocidental sempre está sob a influência do texto bíblico, quer na intertextualidade temática, estilística e explícita, quer implícita. Neste curso, procuraremos destacar, nos textos literários, onde se faz presente o texto bíblico. Além do mais, levantaremos os textos de Ellen G. White que discorrem sobre a leitura de romances.




BIBLIOGRAFIA

Básica:

COUTINHO, Afrânio. Introdução à Literatura Brasileira. 16 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.

GONÇALVES, Magaly Trindade; et al (orgs.). Antologia Comentada de Literatura Brasileira – poesia e prosa. Petrópolis: Vozes, 2006.

HUE, Sheila Moura. Trad. Sheila Moura Hue. Primeiras cartas do Brasil – 1551 -1555. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.


Complementar:

CAMINHA, Pero Vaz. A carta. Disponível em: http://www.cce.ufsc.br/~nupill/literatura/carta.html. Acesso em: 27 jan. 2010.

GAMA, Basílio da. O Uraguai. Rio de Janeiro: Record, 2007.

PRIORE. Mary Del. História do amor no Brasil. 2 ed. São Paulo: Contexto, 2006.



DVDs

Gregório de Mattos. Dir. Ana Carolina. Vídeo Filmes. Rio de Janeiro, 2002.

A missão. Dir. Roland Joffé. Editora NBO. São Paulo, 1986.

Observação:

Para oferecer mais fontes de pesquisa, outras obras e sites serão apresentados aos alunos no decorrer do curso.





Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal