Dança no Grande Auditório, dia 26 de Outubro Companhia Nacional de Bailado apresenta coreografias de Anne Teresa De Keersmaeker



Baixar 12.62 Kb.
Encontro22.07.2016
Tamanho12.62 Kb.

Nota à Imprensa | Sexta-feira, 18 de Outubro de 2013


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Dança no Grande Auditório, dia 26 de Outubro

Companhia Nacional de Bailado apresenta coreografias de Anne Teresa De Keersmaeker

O Teatro Municipal da Guarda apresenta no próximo dia 26 de Outubro, sábado, a Companhia Nacional de Bailado que repõe três peças da incontornável bailarina e coreógrafa belga Anne Teresa De Kersmaeker no Grande Auditório pelas 21h30.


Este programa de Anne Teresa De Keersmaeker é composto por três obras fundamentais do seu repertório: “L’après-midi d’un Faune” de Debussy, “Grosse Fuge” de Beethoven e “Noite Transfigurada” de Schoenberg. A relação da coreógrafa com a música, que lhe valeu o título de “chorégraphe musicienne”, está bem patente nesta selecção inédita de peças que a Companhia Nacional de Bailado vai interpretar.
Anne Teresa De Keersmaeker é uma proeminente coreógrafa belga, actualmente considerada por muitos a maior figura da coreografia a nível mundial. Realizou os estudos de dança na escola MUDRA, fundada em Bruxelas, por Maurice Bejart, e na Tisch School of the Arts, em Nova Iorque. Possui o doutoramento honoris causa atribuído pela Universidade Flamenga de Bruxelas. Autora de mais de quatro dezenas de obras coreográficas, em 1983 fundou a companhia Rosas que nove anos mais tarde se torna Companhia residente da Ópera Nacional La Monnaie, em Bruxelas. Tem sido frequentemente convidada a apresentar criações em parceria com prestigiadas programações como a dos festivais de Avignon, Holland Dance, ou de salas como a Brooklyn Academy of Music.
Anne Teresa coreografou, ainda, especificamente para filmes de Peter Greenaway e Thierry De Mey. Dirigiu óperas de Bartok, Verdi e Hosokawa. Foi distinguida, quer pelos filmes, quer pelas coreografias, com prémios internacionais no Japão, Reino Unido, Bósnia-Herzegovina, Itália, França, Grécia e Bélgica. O Governo Francês atribuiu-lhe os graus de Oficial e de Comendadora, ambos da Ordem das Artes e das Letras. Em 1998, cria para a Companhia Nacional de Bailado, The Lisbon Piece, a única obra que até à data coreografou para uma companhia que não dirige. Anne Teresa de Keersmaeker foi a Artista na Cidade Lisboa 2012, bienal que a homenageou com uma programação que envolveu o alkantara festival, o Centro Cultural de Belém, a Companhia Nacional de Bailado, a Culturgest, a EGEAC, o Festival Temps d’Images, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Teatro Maria Matos e o Teatro São Luiz.
Cinema no Pequeno Auditório, dia 29 de Outubro

À procura de Sugar Man”, de Malik Bendjelloul


Na terça, dia 29 de Outubro o TMG apresenta “À procura de Sugar Man” de Malik Bendjelloul. O filme, para maiores de 12 anos, é apresentado no Pequeno Auditório, às 21h30.

“À procura de Sugar Man” é um documentário sobre o músico folk nascido em Detroit (EUA) Sixto Rodriguez aclamado pela crítica mas desconhecido do grande público. Rodriguez é o maior ícone de rock dos anos 70 que nunca o chegou a ser. Momentaneamente aclamado como o melhor cantor e compositor da sua geração, Rodriguez caiu no esquecimento – renascendo das cinzas num contexto completamente diferente, a um continente de distância. O músico viria a vingar na África do Sul onde se tornou o ídolo de uma geração. Um filme sobre a esperança, a inspiração e o poder de repercussão da música.

O filme ganhou o Óscar de melhor documentário e também um BAFTA na mesma categoria.
Na Galeria de Arte até 27 de Outubro

Últimos dias para ver exposição “Meu Corpo Vegetal”, de Alberto Carneiro

Está patente na Galeria de Arte do TMG até 27 de Outubro a exposição “Meu corpo vegetal” do “escultor da natureza” Alberto Carneiro.


Alberto Carneiro nasceu em 1937. Entre os 10 e os 21 anos, aprendeu o ofício de santeiro nas oficinas de arte sacra da sua terra natal. Diplomado pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto e Pós-Graduado pela Saint Martin’s School of Art de Londres. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian: Porto e Londres e Professor Associado, Agregado pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto.

Leccionou no Curso de Escultura da ESBAP, no Curso de Arquitectura da FAUP e foi responsável pela orientação pedagógica e artística do Círculo de Artes Plásticas, Organismo Autónomo da Universidade de Coimbra. Dedicou-se ao estudo do Zen, do Tao, do Tantra e da Psicologia Profunda.Viajou pelo Oriente e pelo Ocidente para viver e interiorizar outras culturas. Expõe desde 1963. É um dos mais importantes escultores portugueses da actualidade.

Sobre esta exposição, o artista escreveu: «Estas esculturas são vivências vegetais do corpo como natureza, na busca da sua realização poética. O meu corpo vegetal revela quarenta e nove mementos estéticos sobre a terra e figura a Mandala do seu ser. Vinte e uma esculturas de uma única árvore, um castanheiro secular, para a unidade da exposição. E ainda o meu corpo floresta, árvore, flor e fruto: casa do corpo e da floresta».
A exposição poderá ser visitada de terça à sexta das 16h às 19h e das 21h00 às 23h, aos sábados das 15h às 19h e das 21h00 às 23h e aos domingos das 15h às 19h. É apresentada no TMG numa parceria com os Artistas Unidos. A entrada é livre.
Para mais informações, contactar:

Gabinete de Comunicação e Imagem

Culturguarda E.M. / Teatro Municipal da Guarda

Rua Batalha Reis, 12, 6300-668, GUARDA, PORTUGAL



Tel. 00351 271 205 240 • Fax. 00351 271 205 248

gci@tmg.com.pt

www.tmg.com.pt
Catálogo: Images -> file
file -> Estado de mato grosso
file -> Teatro no Grande Auditório, dia 1 de Junho Companhia João Garcia Miguel traz “Romeu e Julieta” ao tmg
file -> No Pequeno Auditório, dia 15 de Julho Música electrónica e vídeo com Phill Niblock e Katherine Liberovskaya
file -> Música no Grande Auditório, dia 23 Março
file -> Espectáculo que comemora os 812 anos da Guarda, dias 26 e 27 de Novembro no tmg a guarda e o seu universo poético revisitados por guardenses em dia de aniversário!
file -> Música no Pequeno Auditório, dia 27 de Setembro Ensemble Vortex abre o ciclo Síntese no tmg
file -> Teatro de sombras na Sala de Ensaios, dia 26 de Maio Catabrisa no último dia do ovni
file -> Musical em Patins, dia 14, no Grande Auditório “Cinderela” no Famílias ao Teatro
file -> Teatro no Pequeno Auditório, dia 27 “Não se brinca com o amor” pelos Artistas Unidos
file -> No Pequeno Auditório, dia 13 de Julho


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal