Dch – Departamento de Ciências Humanas



Baixar 45.15 Kb.
Encontro03.08.2016
Tamanho45.15 Kb.


Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Centro de Ciências Humanas e da Educação – FAED


DCH – Departamento de Ciências Humanas




PLANO DE ENSINO



DEPARTAMENTO:


CIÊNCIAS HUMANAS

ANO/SEMESTRE:

2009-2

CURSO:


HISTÓRIA

FASE:



DISCIPLINA:

Psicologia da Educação

TURNO:

noturno

CARGA HORÁRIA:

60 horas.aula

CRÉDITOS:

04

PROFESSOR:

TITO SENA email: f2ts@udesc.br

site: http://titosena.fortunecity.com


1 EMENTA

Dinâmica de classes e relacionamento professor-aluno. As bases do comportamento humano. Aprendizagem: conceito, formas e avaliação.

Estudo especial da infância e adolescência. Implicações pedagógicas.




2 HORÁRIO DAS AULAS

DIA DA SEMANA

HORÁRIO

CRÉDITOS

Quinta

20:50 às 22:30

02

Sexta

20:50 às 22:30

02



3 OBJETIVOS



3.1 OBJETIVO GERAL

Apresentar a(o)s acadêmico(a)s do curso de História, as principais contribuições da Psicologia para o campo da Educação, procurando estabelecer um processo de reflexão e de discussão sobre os temas psico-educacionais.






3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  1. Proporcionar aos alunos do curso de História, conhecimentos dos fundamentos da Psicologia da Educação: conceitos, objeto de estudo, constituição como ciência, multiplicidade teórica e campo de aplicação.

  2. Promover uma conexão interdisciplinar da Psicologia, com outras áreas do conhecimento como Sociologia, Filosofia, História, Antropologia, Biologia, etc.

  3. Estabelecer uma análise crítica das correntes de ensino-aprendizagem em relação às concepções de indivíduo, sociedade, cultura e suas implicações pedagógicas;

  4. Apresentar as teorias de desenvolvimento e aprendizagem e suas interações com os processos de educação e escolarização;





4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO



Unidade I: A Psicologia como ciência

  • Conceito teórico e senso comum, objeto de estudo

  • Amplitude e campos de aplicação

  • Breve história da psicologia

  • Escolas psicológicas: Behaviorismo, Gestalt, Psicanálise e Humanismo


Unidade II: Psicologia da Educação

  • Constituição do sujeito: aspectos biológicos, cognitivos, afetivos e sociais

  • Concepções de desenvolvimento, aprendizagem e educação;

  • Processos de ensino/aprendizagem

  • Tendências e contribuições da Psicologia da Educação


Unidade III: Teorias de desenvolvimento e de aprendizagem

  • Inatismo, ambientalismo e interacionismo

  • Etapas do desenvolvimento: infância, adolescência, vida adultal

  • Teorias de desenvolvimento cognitivo: Piaget, Vygotsky, Wallon

  • Teorias de Aprendizagem: aplicações educacionais e escolares


Unidade IV: Relacionamento educador - educando

  • Interações sociais no contexto educacional

  • Problematização da infância

  • Problematização da adolescência

  • Problematização da noção de “fracasso” escolar





5 METODOLOGIA

- Aulas com recursos audiovisuais, exibição de filmes e documentários;

- Aulas conjuntas com convidados especiais e/ou professores de disciplinas afins;

- Oficinas, debates interativos, etc.





6 CALENDÁRIO DAS AULAS

MÊS

DIAS

Julho/agosto

30 – 31 – 06 – 07 – 13 – 14 – 20 – 21 – 27 – 28 ..... = 20 aulas

Setembro

03 – 04 – 10 – 11 – 17– 18 – 24 – 25 ........................= 16 aulas

Outubro

01 – 02 – 08 – 09 – 15 – 16 – 22 – 23 – 29 – 30 ...... = 20 aulas

Novembro

05 – 06 .......................................................................= 04 aulas

Total ...........= 60 aulas




7 AVALIAÇÃO

A avaliação na disciplina será dividida em um conjunto de itens:



  1. Verificação do aproveitamento do conteúdo da disciplina através das seguintes atividades:

1 – Atividade Reflexiva Individual sem consulta bilbiográfica

2 – Atividade Reflexiva em duplas com consulta bibliográfica

3 – Trabalho em grupo, escrito e com apresentação

  1. Freqüência e participação ativa nas atividades (leitura de textos) individuais e coletivas (reflexões conjuntas);

  2. Contribuições temáticas através de pesquisa pessoal (revistas, jornais, sites, etc.);




8 BIBLIOGRAFIA





  1. BÁSICA

ARIÈS, Philippe. História Social da Criança e da Família. Rio de Janeiro: LTC, 1981.


BOCK, Ana Mercês; FURTADO, Odair: TEIXEIRA, Maria de Loudes. Psicologias: uma

introdução ao estudo de psicologia. São Paulo: Saraiva, 1999.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. Petrópolis, RJ: Vozes, 1987.
GADOTTI, Moacir. História das Idéias Pedagógicas. São Paulo: Ática, 2001.
LEI n° 8069 de 13/07/1990 – Estatuto da criança e do Adolescente. São Paulo: Atlas, 2000.
MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo:

EPU, 1986


MOREIRA, Marco Antonio. Teorias de Aprendizagem. São Paulo: EPU, 1999
PALANGANA, Isilda Campaner. Desenvolvimento e aprendizagem em Piaget e Vygotsky. São Paulo: Summus, 2001.
PIAGET, Jean. Epistemologia Genética. São Paulo: Martins Fontes, 2002
SHAFFER, David. Psicologia do desenvolvimento: infância e adolescência.São Paulo: Pioneira Thomson, 2005.
SCHULTZ, Duane & SCHULTZ, Sydney. História da Psicologia Moderna. São Paulo: Cultrix,

1999.
SEBARROJA, Jaume Carbonell (org.). Pedagogias do século XX. Porto Alegre: Artes Médicas,

2003.
TAILLE, Yves de; OLIVEIRA, Maria Kohl; DANTAS, Heloisa. Piaget, Vygotsky, Wallon:

Teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.
VYGOTSKY, Lev Semenovich. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1996.
WALLON, Henri. A evolução psicológica da criança. Lisboa, Portugal: Edições 70, 1998.
2. Complementar

Livro


DANIELS, Harry. (org.) Vygotsky em foco: pressupostos e desdobramentos. Campinas,

SP: Papirus, 1994.


DANTAS, Heloysa. A infância da razão: uma introdução à psicologia da inteligência de

Henry Wallon. São Paulo: Manole Dois, 1990.
FIGUEIREDO, Luís Cláudio. Matrizes do Pensamento Psicológico. Petrópolis, RJ: Vozes, 1991.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São

Paulo: Paz e Terra, 1996.


FREITAS, Maria Teresa de Assunção. Vygotsky & Bakthin. Psicologia e Educação: um intertexto. São Paulo, Ática, 1996.
GADOTTI, Moacir. Comunicação Docente. São Paulo: Loyola, 1981.
GALVÃO, Izabel. Henry Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil.

Petrólpolis, RJ: Vozes, 2000


GÓES, Maria Cecília & SMOLKA, Ana Luiza (orgs). A significação nos espaços

educacionais: interação social e subjetivação. Campinas, SP: Papirus, 1997.
OLIVEIRA, Ivone Martins. Preconceito e Autoconceito: identidade e interação em sala de aula.

Campinas, SP: Papirus, 1994.


OLIVEIRA, Marta Kohl de. Vygotsty: aprendizado e desenvolvimento, um processo sócio-histórico. São Paulo: Scipione, 1995.
PIAGET, Jean. Seis estudos em psicologia. Rio de Janeiro: Forense, 1973
PIAGET, Jean. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003
ROSA, Jorge La.(org.) Psicologia e Educação: O Significado do Aprender. Porto Alegre:

EDIPUCRS, 2001.


REGO, Teresa Cristina. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação.

Petrópolis, RJ, Vozes, 1998.


SALVADOR, Cesar Coll (org.).Psicologia da Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.
VYGOTSKY, Lev Semenovich. Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

Periódicos Científicos, Revistas e Jornais



2. ENDEREÇOS ELETRÔNICOS


www.scielo.br www.anped.org.br

www.portal.mec.gov.br www.educacaoonline.pro.br

www.inep.gov.br www.educacao.pro.br

www.observatoriodaimprensa.com.br www.bussolaescolar.com.br



©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal