Departamento de engenharia rural



Baixar 31.78 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho31.78 Kb.



UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA RURAL

Rodovia Admar Gonzaga, 1346 – Itacorubi – Florianópolis – SC

Caixa Postal 476 – CEP 88.040-900 Site: http://www.ufsc.br/erural/

Tel. (0xx48) 37215426 Fax: 3721-5427 E-mail: enr@cca.ufsc.br








I. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA:

CÓDIGO

NOME DA DISCIPLINA

NO DE HORAS-AULA SEMESTRAIS

Teóricas

Práticas

Total

ENR5007

AVALIAÇÃO DA FERTILIDADE DO SOLO, ADUBOS E ADUBAÇÕES


27

27

54 h

I.1. HORÁRIO

Turma 407303


II. PROFESSOR MINISTRANTE

Darci Odílio Paul Trebien


II. PRÉ-REQUISITO (S)

CÓDIGO

NOME DA DISCIPLINA

ENR5614

BIOLOGIA E FERTILIDADE DO SOLO

IV CURSO PARA O QUAL A DISCIPLINA É OFERECIDA


AGRONOMIA


V. EMENTA

Diagnóstico da fertilidade de um solo. Amostragem de terras e fertilizantes. Interpretação de resultados de análises físico-químicas em amostras de terra. Compreensão e elaboração de um Programa de Recomendação de Adubação, o caso RS-SC. Tecnologias de obtenção e características de corretivos da acidez do solo, de fertilizantes minerais e orgânicos e, do gesso agrícola. Formulação comercial de adubos. Recomendação de nutrientes para as principais culturas cultivadas. Recomendação de adubação: compatibilizar quantidade de nutrientes recomendada e quantidade de adubo necessária. Manejo da aplicação de adubos.

VI. OBJETIVOS

Oportunizar o aprimoramento profissional, e capacitar o aluno para:

- elaborar um diagnóstico da fertilidade de terras a partir de análises físico-químicas em amostras de solo;

- compreender um Programa de Recomendação de Adubações;

- emitir recomendações de adubação para as principais culturas cultivadas e indicar procedimentos de manejo dos nutrientes.

- construir formulações comerciais de adubos; e:

- fornecer ao aluno subsídios em tecnologias para obtenção e utilização de corretivos da acidez do solo, do gesso agrícola e de fertilizantes minerais e orgânicos;

- apresentar técnicas de manejo de fertilizantes em sistema de cultivo convencional, plantio direto, adubação foliar e fertirrigação


VII. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TEÓRICO

- Fatores da Produtividade Agrícola; Conceitos de Adubo e de Adubação; Relações com outras disciplinas. Importância do Brasil na produção de Alimentos.

- Princípios de nutrição mineral de plantas: mecanismos de absorção e de suprimento de nutrientes.

- Princípios e bases de um Programa de Recomendação de Adubações. O caso ROLAS.

- Recomendação de correção da acidez do solo e adubação para as principais culturas agrícolas cultivadas em Santa Catarina.

- Fertilizantes e corretivos: Conceitos básicos; Classificação dos fertilizantes; Legislação vigente para fertilizantes e corretivos; - Produção e consumo de fertilizantes e corretivos no Brasil.

- Fertilizantes inorgânicos: obtenção, características físicas e químicas, ação fertilizante e/ou corretiva de corretivos e fertilizantes nitrogenados, fosfatados, potássicos, sulfurados e com micronutrientes.

- Fertilizantes foliares: princípios, fatores que influem na absorção e redistribuição dos nutrientes.

- Fertilizantes orgânicos: fontes, caracterização, propriedades físico-químicas, ação fertilizante e utilização.

- Adubos verdes: princípios, características; classificação; utilização e manejo.

- Caracterização de resíduos agrícolas e agroindustriais. Tratamento de resíduos agrícolas.

PRÁTICO


- Amostragem de terras para fins de avaliação da fertilidade do solo.

- Amostragem de fertilizantes e corretivos para fins de caracterização visual e análises de garantias.

- Noções básicas da determinação analítica e interpretação de resultados em fertilizantes, com ênfase as formas de N (nítrica, amonical e amídica); solubilidade de P2O5 (total, água, citrato mais água e ácido cítrico) e de K2O.

- Determinação do valor de neutralização, da reatividade, do PRNT e classificação de calcários.

- Noções básicas de determinações analíticas em amostras de terra realizadas em Laboratórios de Rotina.

- Construção do diagnóstico da fertilidade do solo a partir de análises físico-químicas em amostras de terras.

- Construção de formulações comerciais de adubos com e sem carga.

- Recomendações de calagem, gessagem, fosfatagem, adubação verde e adubação orgânica.

- Recomendações de adubação para culturas anuais e culturas perenes.

- Fertirrigação: Fontes de fertilizantes e sistemas de aplicação em culturas anuais.

- Técnicas de correção e adubação para implantação de culturas anuais e perenes.

- Técnicas de aplicação de corretivos e fertilizantes em sistemas de plantio convencional e plantio direto.

- Técnicas de utilização de resíduos agrícolas e agroindustriais


VIII. METODOLOGIA DE ENSINO / DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA

- Aulas teóricas expositivas, aulas práticas, aulas com solução de exercícios e visita técnica.


IX. METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO

Os alunos serão avaliados através de duas provas escritas e dois trabalhos práticas realizados em equipe.

Critérios: Provas escritas peso 5,0 e Trabalhos práticos peso 5,0.

Sobre a realização das provas:


  1. O tempo para a realização das provas escritas é limitado a 3 (três) horas aula.

  2. Em caso de pedido de revisão de prova, por parte do aluno (a), este deverá ser feito no prazo legal, diretamente na Secretaria do Departamento de Engenharia Rural – ENR, por meio de requerimento. A prova será revisada na íntegra. Provas feitas a lápis não serão passíveis de revisão.




X. NOVA AVALIAÇÃO

1 Prova Final escrita.



XI. BIBLIOGRAFIA

Básica

- BISSANI, C. A.; GIANELLO, G.;TEDESCO, M. J.; CAMARGO, F. A. O. Fertilidade dos solos e manejo da adubação de culturas. Porto Alegre: Genesis, 2004. 322p.



WIETHÖLTER, Sírio. SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIENCIA DO SOLO. Manual de adubação e de calagem para os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Porto Alegre (RS): SBCS-NRS, 2004. 394p. ISBN 8587455591 Número de Chamada: 631.8 M294

RAIJ, Bernardo Van. Fertilidade do solo e manejo de nutrientes. Piracicaba, SP: International Plant Nutrition Institute, 2011. 420 p. ISBN 9788598519074 Número de Chamada: 631.452 R149f


Complementar

INSTITUTO DA POTASSA & FOSFATO. Manual internacional de fertilidade do solo. 2. ed. rev., ampl. Piracicaba: POTAFOS, 1998. 177p. Número de Chamada: 631.452 M294

GOMES, Frederico Pimentel. Curso de estatistica experimental. 13. ed. São Paulo: Nobel, 1990. 468p. Número de Chamada: 519.2 G633c

MALAVOLTA, Euripedes; ROMERO, J. Peres. ASSOCIAÇÃO NACIONAL PARA DIFUSÃO DE ADUBOS. Manual de adubação. 2. ed São Paulo: ANDA, 1975. 346p. Número de Chamada: 631.8 M294

MALAVOLTA, E. Manual de quimica agricola : adubos e adubacão.. 3. ed São Paulo: Agronomica Ceres, 1981. 596 p. Número de Chamada: 631.8 M197m

MEURER, Egon Jose. Fundamentos de química do solo. 2. ed. Porto Alegre: Genesis, 2004. 290 p. ISBN 8587578049 Número de Chamada: 631.41 F981

LUCHESE, Eduardo Bernardi; FAVERO, Luzia Otília Bortotti; LENZI, Ervim. Fundamentos da química do solo: teoria e prática. 2. ed. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 2002. 159 p. ISBN 8535301968

Número de Chamada: 631.41 L941f

MONEGAT, Claudino. Plantas de cobertura do solo: caracteristicas e manejo em pequenas propriedades. Chapeco, SC: C. Monegat, 1991. 336 p. Número de Chamada: 631.874 M742p









©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal