Deputado vitor penido



Baixar 10.82 Kb.
Encontro19.07.2016
Tamanho10.82 Kb.
DISCURSO PRONUNCIADO PELO DEPUTADO VITOR PENIDO (DEM/MG), SOBRE O ANIVERSÁRIO DE 108 ANOS DE NOVA LIMA – MG, NA SESSÃO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS DO DIA ____/____/DE 2009.

Senhor Presidente

Senhoras e senhores deputados
É com muita honra e emoção que registro nesta tribuna os 118 anos de emancipação de meu Município, Nova Lima. Sua história não se limita, no entanto, a estes 118 anos. No fim do século XVII o bandeirante paulista Domingos Rodrigues da Fonseca Leme chegou à região em busca de ouro, e com isso outros mineradores fixaram-se na região, até então inóspita e inabitada, e em 1720 já havia um povoado com considerável número de habitantes que trabalhavam em diversas minas como Bela Fama, Vieira, Urubu e Cachaça.
Campos de Congonhas foi a primeira denominação recebida. Com o crescimento das faisqueiras passou a ser conhecida como Congonhas das Minas de Ouro, e depois apenas como Congonhas, nome este que designa uma erva utilizada pelos índios para infusão, e que à época era encontrada com profusão em toda a região. Em 1748 o arraial foi elevado à condição de freguesia, e em 1836 é criado o distrito, pertencente ao Município de Sabará. Hoje Nova Lima faz parte da região metropolitana de Belo Horizonte, que com o seu crescimento acabou alcançando os limites de Nova Lima. Tanto que o maior shopping center do Estado está situado entre os dois municípios, como também dezenas de hospitais, indústrias, e uma profusão de estabelecimentos comerciais. Muitos belo-horizontinos preferem morar nos confortáveis e aprazíveis condomínios situados em Nova Lima.
Desenvolver ao redor de uma capela e sem qualquer planejamento era, Senhor Presidente, o destino de boa parte dos arraiais da região das minas. Com Nova Lima isso não foi diferente. Entre as Serras do Curral e da Moeda, o arraial foi se desenvolvendo ao redor da capela do Senhor do Bonfim, tomando depois a direção do norte, ao redor da capela de Nossa Senhora do Pilar. Em 8 de abril de 1836, foi criado, através da Lei Provincial nº 50, o distrito de Congonhas de Sabará. Em 5 de fevereiro de 1891, menos de 2 anos após a Proclamação da República, foi elevada à condição de cidade com o nome de Vila Nova de Lima, em homenagem ao governador Augusto de Lima Júnior. Passou a se chamar definitivamente Nova Lima a partir de 7 de setembro de 1923.
Nova Lima, senhoras e senhores deputados, é um município com muitos atrativos. Seu patrimônio histórico guarda exemplos fascinantes do período do ouro e do minério de ferro que marcaram o seu desenvolvimento econômico. São ainda preservadas todas as sua antigas manifestações culturais como a guarda dos Marujos e de Nossa Senhora do Rosário, a Corporação Musical Santa Efigênia, o Auto das Pastorinhas, União Operária, Cavalhadas de São Jorge e de São José Operário e a Corporação musical Sagrado Coração de Jesus. Os vários ateliês de arte e artesanato executam ótimos trabalhos em madeira, cerâmica, metal e bambu. As tradições convivem harmoniosamente com a modernidade. Nova Lima possui também excelentes opções de laser com sua natureza exuberante. O distrito de São Sebastião das Águas Claras, conhecido popularmente como Macacos, é uma das melhores opções de laser de toda a região, dezenas de bares e restaurante, trilhas para caminhadas, motocross e rallys de 4x4. Muitos jovens de Belo Horizonte e de outros municípios da região escolhem Nova Lima como laser nos finais de semana.
Não podemos omitir na história de Nova Lima a importância do Leão do Bonfim. O Vila Nova Atlético Clube é um grande orgulho para o nosso povo, pois sua trajetória de sucesso e de muitas vitórias já está indelevelmente marcada na história do futebol de Minas Gerais e, até mesmo, no futebol do País. Ressaltamos ainda a relevante contribuição britânica para nosso Município com a compra da Mina de Morro Velho pela Saint John del Rey Mining Company, em 1834. Lá também está sediada a Fiat do Brasil, holding das empresas do Grupo Fiat, além de outras empresas de grande porte.
Tenho o privilégio e a alegria, Senhor Presidente, de ser um dos protagonistas da história de Nova Lima. Fui, por dezoito anos, o seu Prefeito, e neste mister combati o bom combate, e sempre deixei latente o meu amor pelo Município. E é por esse amor irrestrito que, infelizmente, nesta hora de comemoração tenho que manifestar minha revolta e insatisfação pelos descaminhos da atual administração de Nova Lima, que se encontra um caos. Basta acessar o site do Ministério da Educação e verificar o que vem ocorrendo. Um Município rico em receitas, mas sem compromisso com o seu povo e com a Nação. Recentemente na propaganda do Governo Federal, em horário nobre de televisão, o Ministro da Educação mostrou a realidade do ensino brasileiro, sobretudo do ensino fundamental, com projeção para o Brasil alcance 0 ano de 2020 com média nacional de 6.0.
Na época em que fui Prefeito de meu Município, senhoras e senhores deputados, atingimos essa média de 6.0, em algumas escolas. É um fato que orgulha a todo o povo novavilense. Mas 4 anos após minha saída, nossas escolas despencaram no ranking nacional, perdendo até 2% da média. Tudo isso apesar de deter uma das maiores rendas per capita do País, tendo aumentado no período em mais de 150%.
Gostaria de externar aqui apenas as minhas congratulações a todos os amigos e habitantes de Nova Lima, mas lamentavelmente sou obrigado a registrar também o meu inconformismo com a atual situação em que o Município se encontra. Mas o tempo é senhor da razão, e Nova Lima não merece a continuidade de tantos desmandos.
Era o que tinha a dizer, Senhor Presidente.

Deputado VITOR PENIDO



DEM/MG


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal