Diagramação Eletrônica e Capa: Rev. Dallmer p r de Assis Foto da Capa



Baixar 280.76 Kb.
Página1/4
Encontro20.07.2016
Tamanho280.76 Kb.
  1   2   3   4


Série: Integração de Novos Membros


Vida Comprometida

Diagramação Eletrônica e Capa:

Rev. Dallmer P R de Assis


Foto da Capa:

Fachada atual do templo da 1ª Igreja Presbiteriana Independente

São José do Rio Preto
Tiragem:

500 exemplares


Organizador:

Rev. Valdir Brisola de Almeida


Revisão:

Coordenadoria de Educação Cristã


Impressão:

Édem Gráfica



Direitos autorais:

É proibida a divulgação ou multiplicação desse material

sem a autorização do Conselho da 1ª IPI de São José do Rio Preto


CONTEÚDO

Apresentação


Introdução
1. Fundamentos da Igreja

2. O Presbiterianismo

3. O Sistema de Governo

4. Doutrinas Básicas da Reforma

5. O Culto Cristão Reformado

6. O Batismo Cristão

7. O Batismo Infantil

8. A Santa Ceia

9. Mordomia Cristã

10. Valores e Estrutura Ministerial

11. Disciplina Bíblica na Igreja Local

12. Como Fazer Parte da Igreja



APRESENTAÇÃO

A equipe de pastores da 1ª IPI de Rio Preto apresenta uma nova proposta para aqueles que desejam se tornar membros da igreja local, chamada Série: Integração de novos membros. Uma proposta de estudo do passado e do presente da Igreja Cristã, de estudo da Bíblia e dos documentos oficiais da IPIB. Além de contar com o presente caderno 3 - Vida Comprometida, ainda conta com o caderno 1 - Primeiros Passos da Vida Cristã e caderno 2 - Vida Vitoriosa.


Entretanto, essa edição se apresenta de forma ainda mais especial pois ganha nova roupagem. Seu conteúdo foi mais uma vez revisado, mas é na aplicação e na capa que ele ganha notório destaque.
Essa nova edição apresenta uma capa que ilustra o momento atual das três etapas apresentadas nos módulos anteriores. Este caderno é ilustrado com uma foto do templo atual. A cor azul, cor do presbiterianismo, nos chama à preservação da fé por meio da afirmação e do conhecimento de nossa identidade cristã.
Assim, apresentamos à 1ª Igreja Presbiteriana Independente de São José do Rio Preto o último módulo da Série: Integração de Novos Membros - VIDA COMPROMETIDA.
Para a elaboração deste módulo contamos com a colaboração do Presbítero Onésimo Mendonça de Anunciação (Membro da 1ª IPI de Curitiba; exercendo magistratura desde 1967, atualmente exerce função de Desembargador no Tribunal de Justiça do Paraná), Rev. Mário Sérgio de Góis (Pastor auxiliar da 1ª IPI de Rio Preto) e Rev. Evandro Luis Moreira (Pastor auxiliar na 1ª IPI de Rio Preto e responsável pelo ministério com a juventude).
É com entusiasmo que a Coordenadoria de Educação Cristã da 1ª IPI de Rio Preto traz à igreja essa nova proposta de ensino e estudo da palavra de Deus.
Pela Coroa Real do Salvador!

Rev. Dallmer P R de Assis

Pastor responsável pela educação cristã da 1ª IPI de Rio Preto


INTRODUÇÃO

Você tomou uma das decisões mais importantes de sua vida. Conhecer a Palavra de Deus e sua vontade é demonstração de sabedoria.


O Curso Vida Comprometida da Série Integração de Novos Membros, foi preparado para aqueles que, como você, desejam se tornar membros de nossa igreja. Isto, para nós, é motivo de muita alegria!
Você já deve ter completado o Curso Primeiros Passos para a Vida Cristã”, bem como deve ter participado do “Encontro de Celebração da Nova Vida” e, do Curso “Vida Vitoriosa”. Portanto, agora, é fundamental que você conheça a igreja da qual fará parte, a fim de que se comprometa com a mesma.
Este curso lhe ajudará a conhecer um pouco da história e das doutrinas e sistema de governo da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil e a nossa Primeira IPI de São José do Rio Preto.
Nosso grande desejo é que você se sinta muito bem em nosso meio e descubra que, embora esta não seja uma igreja perfeita, é sem dúvida, uma igreja que tem buscado honrar a Bíblia Sagrada como Palavra de Deus e pregar a Jesus Cristo de Nazaré, ressurreto e vivo, como Salvador e Senhor.
Que o Espírito Santo de Deus lhe ajude a “crescer no conhecimento e na graça de Cristo” (II Pedro 3:18), descobrindo e ocupando o seu lugar no Corpo de Cristo, a Igreja, para desempenhar a sua missão no mundo.
Em Cristo, para servir-lhe, até ver Cristo formado em você! Gálatas 4:19.
Rev. Valdir Brisola de Almeida

Equipe Pastoral da 1ª IPI de Rio Preto


1. FUNDAMENTOS DA IGREJA


1. A IGREJA DE CRISTO
Sempre que estudamos algum assunto, importante se faz responder a algumas perguntas: o que vamos estudar? Por que é tão importante estudar este assunto? Como interagir de modo significativo para nossas vidas? Estas e outras perguntas precisarão ser respondidas ao longo do nosso curso.

A Igreja de Cristo, como instituição divina, é universal, ou seja, é formada por todas as pessoas que reconheceram a Jesus como Salvador de suas vidas e, pelo batismo, se submeteram ao seu senhorio ingressando numa igreja local.



Igreja Local é o nome dado às comunidades como organização humana, a qual é estabelecida juridicamente e tem seu endereço em determinada cidade ou bairro. A igreja local é identificada pelos seus diferentes nomes denominacionais.

O nome da nossa denominação é IGREJA PRESBITERIANA INDEPENDENTE DO BRASIL. Como igreja local, somos a Primeira I.P.I.B. em São José do Rio Preto.



2. A IGREJA É INSTITUÍDA POR DEUS
Em Mateus 16:18, Jesus disse: “Também eu te digo... edificarei a minha igreja”.

O apóstolo Paulo em Efésios 2:20 diz que, como igreja. “somos edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular”.

E, quando se dirige a I Timóteo 3:15, Paulo lhe diz para ficar “ciente de como se deve proceder na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade”.

Por se tratar de uma instituição divina ela não pode ser governada ou pastoreada por mera capacidade humana. Por isso, Jesus nos diz, conforme Atos 1:8: “Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”.

A igreja é, portanto, edificada por Deus através de Jesus e do Espírito Santo. Cristo é o fundador da igreja, em virtude de sua morte e ressurreição. A igreja, humanamente falando, foi estabelecida pelos apóstolos e profetas cristãos, no poder do Espírito Santo. É Ele quem vivifica e dinamiza a igreja desde o dia de Pentecostes.

A igreja é o instrumento de Deus para concretizar seu plano de resgatar os pecadores que se convertem a Jesus Cristo.

Cristo ama a sua igreja. (João 15:9-15) Por mais que alguém tenha grande zelo pela comunidade e diga que, ama muito a igreja, Jesus afirma o seguinte: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos”.

Diante disso nenhuma pessoa, por mais amor e zelo que tenha pela igreja, poderá se colocar em posição de “dono” pretendendo demonstrar que a ama mais que o próprio Jesus.

Segundo o apóstolo Paulo, em Efésios 1:22-23, foi Deus mesmo quem “pôs todas as coisas debaixo dos pés de Jesus e, para ser o cabeça sobre todas as coisas o deu à igreja, a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que tudo enche em todos”.

3. FIGURAS DA IGREJA
O CORPO DE CRISTO

Veja a que interessante figura o apóstolo Paulo compara a igreja - O CORPO DE CRISTO. Ele diz: “Ora, vós sois o corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo”, (I Coríntios 12:27).

Portanto, “assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros”. (Romanos 12:5).

A igreja é chamada de Corpo de Cristo, do qual Jesus é o cabeça. Uma vez fazendo parte desse corpo, somos membros. Como membros, temos o nosso lugar próprio e devemos exercer nossos dons, cumprindo nossa função e assim, cooperando com as demais partes para que o corpo se desenvolva e cresça de forma ajustada, coordenada e em plena saúde. (Efésios 4:1-16).


Outros exemplos: EDIFÍCIO; CASA; LAVOURA; NOIVA DE CRISTO.

4. A TAREFA SUPREMA DA IGREJA - MISSÃO INTEGRAL
Realizar a missão integral implica proclamar o Evangelho todo a todo o homem para transformar o homem todo.

Fazer missões é a tarefa suprema da igreja de Cristo. Como havemos de cumprir plenamente a missão fundamental da igreja? Jesus mesmo responde esta pergunta dizendo: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações” (Mateus 28:19). Para isto “recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”, (Atos 1:8).

A obra do discipulado é uma tarefa inacabada. A missão da igreja é completar esta grande comissão. O próprio Jesus, fundador e sustentador da igreja disse que: “é necessário que primeiro este Evangelho seja pregado a todas as nações (Marcos 13:10). E reafirma que “este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então virá o fim” (Mateus 24:14).

Espiritualizar o Reino de Deus, desconectando-o da nossa realidade humana, enquanto estamos habitando este corpo físico aqui na terra, tem sido um grave erro da igreja ao longo de sua história.

Somos um ser integral. Embora com aspectos distintos como corpo, alma e espírito. (I Tessalonicenses 5:23). Valorizar apenas um destes aspectos significa fragmentar o a integralidade humana. Jesus Cristo veio para que tenhamos vida abundante, isto é: vida completa, (João 10:10).

Missão integral deve levar em conta a “salvação das almas” sem se esquecer que o corpo precisa de alimento, higiene e saúde, além dos cuidados emocionais. O exercício da misericórdia é uma manifestação da graça de Deus revelada ao ser humano em Cristo Jesus.

O MD - Ministério de Diaconia tem a responsabilidade de, juntamente com os pastores, motivar e mobilizar a igreja a cuidar do destino espiritual e também do corpo dos pecadores. Enquanto estivermos nesta terra precisamos manifestar a justiça e o amor como sinais do Reino de Deus.

O propósito último da igreja é glorificar a Deus e torná-Lo conhecido, a fim de que um dia, todos os salvos desfrutem da vida eterna com Deus no céu. Mas enquanto estamos neste mundo terreno, a igreja precisa lutar para que haja justiça e paz (Romanos 14:17)

Em todo o livro de Atos dos Apóstolos (ou, Atos do Espírito Santo), vemos a igreja crescendo constantemente como fruto do compromisso dos primeiros cristãos ao assumirem suas funções como membros do Corpo de Cristo, levando a sério a ordem do Mestre para fazerem discípulos. Isto implica que, enquanto exercemos o ministério de ação social, devemos fazer discípulos de Cristo.

Quando olhamos para o livro de Atos, vemos uma igreja modelo. (Atos 2:41; 2:47; 5:14; 5:42; 6:7; 9:31; 11:21). Estes textos revelam que, na igreja Primitiva o povo louvava a Deus e proclamava as Boas Novas de salvação enquanto exercia obras de misericórdia. O resultado era uma igreja que tinha a simpatia da sociedade e, portanto, multiplicava-se o número de discípulos a cada dia. ...e a igreja tinha paz. (Atos 9:31).




  1   2   3   4


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal