Digitalização: Sandra



Baixar 1.56 Mb.
Página14/33
Encontro29.07.2016
Tamanho1.56 Mb.
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   33

4) A Reprodução Dos Demônios


Segundo a Irmandade, os Demônios podem materializar-se durante um certo período de tempo. Isso foi exaustivamente comentado no livro "Filho do Fogo 3 ". Eles podem também interferir no Reino Material, e podem trazer mensagens, conversar abertamente com os filhos do Diabo.

Só que a Bíblia também relata o poder que os anjos celestiais têm de se materializar e de intervir no Mundo Físico, de trazer mensagens e conversar com o seres humanos - igualmente. A diferença é que o fazem mediante ordem de Deus, em obediência. Pelo que parece, então, esse poder foi mantido nos anjos caídos.


3. Isabela e Daniel Mastral - Filho do Fogo - Editora Naós


  • Gn 19.1-4

Veja só esse episódio, quando dois anjos vão até a casa de Ló, em Sodoma. Ló insiste para que eles pernoitem em sua casa, sem perceber que não eram seres humanos.

Depois de muita insistência, os dois aceitam o convite. Ló manda assar pães e apresenta-lhes um banquete... "e eles comeram". Depois disso, os dois anjos iam deitar-se, veja só!

Depois do episódio terrível em que os homens de Sodoma, jovens e velhos, pretendiam abusar sexualmente dos dois anjos ("confundidos" com homens), Ló é salvo da fúria da multidão porque os dois anjos, com suas próprias mãos, fizeram Ló entrar em casa, além de eles próprios fecharem a porta. Mais uma evidência da "materialização" física destes seres espirituais. Não era somente uma visão, uma aparição espiritual...não!

Todos na cidade os tinham visto entrar na casa de Ló. Os dois comeram, preparavam-se para deitar fisicamente em suas camas, puxaram Ló para dentro de casa (um gesto físico), e somente então revelaram parte do seu poder ao ferir com cegueira os homens que intentavam o mal contra eles todos.

Pelo que parece, Ló não percebeu essa manifestação de poder dos anjos, pois a porta já devia estar fechada. A partir daí, os dois anjos (que são chamados de "homens" neste texto, com exceção do v. 15 - mas creio que aí é porque o evento da destruição da cidade já está prestes a acontecer, por isso os "homens", de repente, nesse momento, eles são mencionados "anjos"; mas depois, ao lidarem com Ló e a família, novamente se diz "homens".

Parece que quando estão a relacionar-se com Ló e os outros, são denominados "homens" para salientar a visão que estes tinham deles; quando a tônica é o Juízo que já está às portas - ao amanhecer - sua verdadeira identidade é salientada).

Como Ló e a família demorassem, os dois homens os pegaram pela mão e os puseram fora da cidade. Tanto os anjos não tinham aparência alguma de anjo, que os familiares de Ló acharam que ele estava a fazer graça quando disse que o Senhor destruiria a cidade. Claro que eles os haviam visto... não diz o texto anterior que todos na cidade tinham visto a sua entrada na casa de Ló? Quer "materialização" mais materializada do que essa?




  • Gn. 18:1-22

Episódio semelhante tiveram pouco antes Abraão e Sara, como nos relata o texto.

Foi a intercessão feita por Abraão que salvou a vida de Ló.

A Palavra nos conta que Abraão foi visitado por três homens, nos Carvalhais de Manre, na hora mais quente do dia. Exercendo sua hospitalidade, uma das virtudes mais consideradas no mundo antigo, ele oferece água para lavarem os pés e, com Sara, prepararam rapidamente um banquete àqueles homens.

Então, Abraão "pôs tudo diante deles; e permaneceu de pé junto a eles debaixo da árvore; e eles comeram". Foi então que Sara foi chamada e novamente recebeu a promessa do nascimento de seu filho. Certamente estes homens pareciam bem comuns, bem humanos, bem "materializados", pois Sara ainda "riu-se em seu íntimo", não dando muito crédito à palavra deles, embora fosse a mesma que já tinham escutado antes. Então, o Senhor, dirigindo-se a Abraão, dá uma "sutil bronca" em Sara.

Mas o encontro não tinha como finalidade principal falar sobre o filho, mas certamente fazer Abraão interceder por Ló; o que nos remete ao texto anterior, em que Ló tem uma experiência semelhante com a materialização dos dois anjos.


  • Jz. 13: 3-23

Mais um episódio relativamente semelhante acontece quando um anjo vem avisar a mãe de Sansão, estéril, que ela terá um filho. Depois do encontro, a mulher avisa o marido dizendo que "um homem de Deus tinha vindo a ela, mas sua aparência era como a de um anjo de Deus".

A pedido do pai, Manoá, o anjo vem uma segunda vez, e aparece novamente à mulher no campo; como mais uma vez seu marido não estivesse presente, pede ao "homem" que aguarde enquanto ela tem tempo de ir chamá-lo. E volta, e vem ao campo com o marido. "(...) tendo (Manoá) chegado ao homem, lhe disse: És tu que falaste a essa mulher?".

Observe que não existe nenhuma surpresa ou reverência na conversa, o anjo é tido realmente por um homem comum. Então, mais adiante, esclarecidas as questões sobre seu futuro filho, Manoá oferece-lhe comida: "permita-nos deter-te e lhe prepararemos um cabrito". Embora o anjo não aceite comer o tal cabrito, diz que eles o podem oferecer como holocausto a Deus.

Observe novamente: o anjo não disse que não podia comer, apenas que não aceitava comer, o que é bem diferente. Depois de oferecido o cabrito e a oferta de manjares sobre uma rocha ao Senhor, somente neste momento o anjo mostra sua glória, e eles entendem que se tratava de um ser espiritual.

Talvez a visão tenha sido tão esplêndida que aquele que tomavam antes por ser humano, e a quem ofereceram alimento, agora já era nomeado como sendo o próprio Deus. "Disse Manoá à sua mulher: certamente morreremos porque vimos a Deus".

Só que a Bíblia relata que somente Moisés tinha visto o Senhor face a face. Portanto a glória angelical foi tão grande que os dois o tomaram pelo próprio Senhor.



Mas o fato é que o anjo estava ali mesmo, em forma de homem, esperou pelo marido da mulher, e foi tido como um ser humano e até convidado para comer. Não se tratava de uma visão, mas uma materialização corpórea, como no primeiro caso.

Acho que está bem clara a Materialização de anjos, não?!

Também a questão de trazer recados, conversar... vamos ver um pouco mais, só que agora salientando as influências no Mundo Físico.


  • Jz 6:11-24

Gideão experimentou uma intervenção angelical. Quando a carne de cabrito e os bolos asmos que tinha preparado como oferta ao Anjo do Senhor foram consumidos com o fogo que saiu da ponta do cajado do Anjo, isso foi sinal para ele de que venceria os Midianitas.

Isso após uma longa conversa, em que Gideão se queixa por causa dos Midianitas; somente depois de consumida sua oferta é que Gideão se dá conta de quem era o que estava em sua presença: "Ai de mim, Senhor Deus, porque vi o Anjo do Senhor face a face" (v.22).

Mesmo sendo grafada a palavra "Anjo" com letra maiúscula e o texto todo fala não em "homem", mas em "Senhor".

Não sabemos se se trata de uma Teofania - pois Gideão viu o Anjo face a face - ou se era um Anjo especial que veio da presença do Senhor. O fato de Gideão ter edificado um altar não é problema, pois foi ao Senhor que o edificou.

Creio que talvez tudo dependa da tradução; Gideão era homem simples, de família humilde. Não seria difícil tratar a qualquer um por "Senhor".

Os anjos caídos podem produzir fogo do nada, podem queimar a distância uma pilha de lenha ou um prato de manjares... inclusive dão tal Dom como dádiva a seus escolhidos, os Filhos do Fogo.


  • 1 Rs 19.5-7

Elias experimentou o toque físico de um anjo, que o despertou desta maneira. Lembra do célebre texto do Profeta na caverna? Elias, exausto e desejoso da morte, dormia quando foi despertado pelo anjo, que o tocou. Perto do Profeta havia pão cozido sobre pedras em brasa e uma botija de água. Quem trouxe aquela comida senão o anjo, uma vez que ninguém sabia onde Elias tinha se escondido???

Elias obedeceu à ordem do anjo, comeu e bebeu, mas voltou a dormir. Pelo que novamente veio o anjo a despertá-lo por meio de um toque, dizendo-lhe que comesse e bebesse, pois longo seria o caminho. Será que você crê ser possível sentir fisicamente o toque de um ser espiritual?

Crê que ele pode manipular o Mundo Físico, conforme os desígnios de Deus, a ponto de preparar uma refeição a um servo do Senhor?...

Os "anjos caídos" podem fazer tudo isso... e nós não cremos que os nossos anjos podem fazer muito mais por nós?! Inclusive interferir fisicamente nas nossas vidas?!




  • 2 Rs 19.35-36

Nosso já conhecido Rei da Assíria, Senaqueribe, embora nem em sonhos tenha podido imaginar o que aconteceu ao seu exército, a verdade é que numa só noite, segundo a Palavra do Senhor, 185.000 homens morreram, feridos pela mão do anjo do Senhor.

Ao amanhecer, quando se levantaram os que restaram, viram tão-somente os cadáveres! E isso foi feito pela mão de um único anjo. Não foi muito diferente do que aconteceu no Egito, com os primogênitos, quando o Destruidor a todos matou. Esse termo, "Destruidor" refere-se à "legião de anjos portadores de males" (veja o uso deste mesmo termo no Salmo 78:49).

Ou seja ....foram anjos, enviados por Deus, que causaram morte física. Todos nós sabemos que Demônios podem matar... mas parece quase impossível crer que os anjos tenham esse mesmo poder... e, aliás, diga-se de passagem... muito mais poder do que os Demônios, dependendo da sua Patente.


  • Dn 3.14-27

Sadraque, Mesaque e Abede-Nego foram salvos da fornalha de Nabucodonosor por um anjo. Alguns preferem crer que se tratava de um Teofania, mas nem tudo é Teofania; os anjos estão de fato aqui, a serviço dos homens, para protegê-los, curá-los, livrá-los do mal, trazer mensagens, trazer sinais, interferir na vida física se necessário.

O Próprio Nabucodonosor se espanta ao ver um quarto homem na fornalha, só que com o aspecto de um "como filho dos deuses". O Rei diz ter visto os quatro homens "passeando dentro do fogo", e deve ter visto mesmo, a julgar pelo que fez depois. Leia o capítulo todo.

Lembram-se das descrições do Sabbath, quando se diz que os filhos do Fogo dançam com Lucifér na fogueira, e o fogo não lhes causa nenhum dano?

Esse poder que os Demônios têm, de interferir a esse ponto no corpo humano e na matéria, e nas conseqüências da matéria sobre o corpo... é inacreditável, não?! Causa verdadeiro "furor" no meio Evangélico!

Mas por que não cremos que os anjos possam fazer o mesmo?! O grande problema dos Cristãos é que acreditamos muito mais no sobrenatural do Diabo do que no sobrenatural de Deus. Infelizmente. Se assim não fosse, nós o veríamos com mais freqüência.


  • Mt 4.11

Que dizer dos anjos que vieram e "serviram" Jesus depois dos 40 dias de jejum e do confronto com Satanás no deserto? Jesus estava com fome... e "servir", na Bíblia, tem um sentido bem mais amplo do que nós, Ocidentais, conseguimos entender.

Talvez estes anjos lhe tenham levado comida "física", como foi com Elias, além do próprio revigoramento físico, mental e espiritual. E quanto ao anjo que removeu a pedra pesadíssima do sepulcro de Jesus? Pode haver interferência mais física do que esta?

E o resultado foi tão estarrecedor que os Soldados Romanos perderam a compostura e a pose! Mt 28.2-4. Isso sem contar com o "grande terremoto" que sobreveio ali "porque o anjo desceu do Céu", nem na sua aparência, cujo "aspecto era como um relâmpago e as suas vestes alvas como a neve".

Bem... então não somente os Demônios têm poder de interferir na Natureza causando terremotos, vendavais, catástrofes "naturais".....! E não somente eles podem "refazer" as energias físicas dos seres humanos, através de uma descarga de sua própria energia.




  • Lc 22.43

Jesus, em sua agonia no Getsêmani, deixado pelos amigos, sozinho e em profundo desespero, foi "confortado por um anjo do Senhor, que apareceu do Céu".

Não podemos saber que espécie de conforto esse anjo trazia, mas talvez estivesse fazendo o papel que os discípulos não tinham conseguido fazer: estar perto, orar junto, enxugar-lhe o suor cheio de sangue, segurar-lhe a mão, oferecer o ombro, falar palavras de incentivo, chorar com ele... estar junto!



Fazer o papel do amigo! Talvez a presença do anjo fosse dispensável se os discípulos tivessem sido mais fortes naquele momento.

Se Demônios conseguem fazer o papel de "amigos"... e conseguiram convencer tantos filhos do Fogo de que o são de fato... por que um anjo não teria muito maior condição de desincumbir bem - perfeitamente bem! - esse papel, em momento oportuno e necessário?!




  • At 5.19 e At 12.1- 11

A passagem do anjo que abre as portas do cárcere de uma prisão pública onde estavam os Apóstolos é muito conhecida. Abrir portas fechadas a chaves ou cadeados é algo bastante material!

Porém, mais conhecida e ainda mais sobrenatural é a libertação de Pedro da prisão.

A perseguição tornava-se mais intensa, Tiago tinha sido morto recentemente e Pedro foi lançado no cárcere, "entregue a quatro escoltas de quatro soldados cada uma, para o guardarem (...). Mas havia incessante oração a Deus por parte da Igreja a favor dele. (...).

Pedro dormia entre dois soldados, acorrentado por duas cadeias, e sentinelas à porta guardavam o cárcere. Eis, porém, que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz iluminou a prisão; e, tocando ele o lado de Pedro, o despertou, dizendo: 'Levanta-te depressa!'.

Então, as cadeias caíram-lhe das mãos. Disse-lhe o anjo: cinge-te e calça as sandálias. E ele assim o fez. Disse-lhe mais: Põe a capa e segue-me. Então, saindo, o seguia, não sabendo que era real o que se fazia por meio do anjo; parecia-lhe, antes, uma visão.

Depois de terem passado a primeira e a segunda sentinela (será que dormiam... ou não??? Em se tratando de um prisão com guarda romana, muito provavelmente NÃO!), chegaram ao portão de ferro que dava para a cidade, o qual se lhes abriu automaticamente; e, saindo, enveredaram por uma rua, e logo adiante o anjo se apartou dele (certamente outros anjos, que a Pedro não foi permitido ver, os estavam esperando na porta da prisão para abrir passagem).

Então, Pedro, caindo em si, disse; Agora sei verdadeiramente, que o Senhor enviou o seu anjo e me livrou da mão de Herodes e de toda a expectativa do povo Judaico" .

Não podem fazer o mesmo os Demônios? Abrir e fechar portas, atravessar paredes e entrar onde não se espera que eles estejam? Mudar objetos de lugar, facilitar a entrada e saída dos filhos do Fogo, até mesmo ocultá-los dos olhos dos demais seres humanos? Especialmente em relação aos Cristãos, devido aos Encantamentos, os Demônios tornam esses adoradores de Satanás literalmente "invisíveis", no sentido de que não são denunciados em suas identidades?

Apesar de tudo que já dissemos, sabemos que o aspecto original dos anjos não é como o de simples homens; acostumados que estamos, com a nossa Tradição Católica arraigada no Inconsciente, talvez muitos de nós imaginemos a figura angelical como a de garotos rechonchudos, com os cabelos em caracóis e harpinhas na mão.

Quando pensamos no som das suas vozes... o máximo que chegamos a imaginar é... bem... a voz de um homem! Mas quando pensamos nos Demônios, nenhuma figura parece horripilante o bastante, não é assim? Os filmes de terror carregam no som tonitruante e grave das suas cordas vocais. Percebem que não estamos muito preparados sequer para crer que anjos possam apresentar-se assim:




  • Ap 10.1-3:

"Vi outro anjo forte descendo do Céu, envolto em nuvem, com o arco-íris por cima de sua cabeça; o rosto era como o sol, e as pernas, como colunas de fogo (...). Pôs o pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a terra, e bradou em grande voz, como ruge um leão, e, quando bradou, desferiram os sete trovões as suas próprias vozes".
Bem... você pode estar dizendo que esta descrição trata-se de uma visão do Apocalipse, do final dos tempos... não é real! Engana-se... há Demônios que foram libertos para o final dos tempos, com poderes e tamanhos indescritíveis.

Há anjos cujo poder é infinitamente mais indescritível... se assim não o fosse... como poderia o nosso querido Capitão dos Exércitos, Mikhael, o Arcanjo, pelejar contra a Serpente, o Dragão... e vencê-lo??

Certamente não com um Exército de menininhos flautistas! É engraçado como não vemos com freqüência, em nenhum lugar, a figura verdadeira de um anjo verdadeiro!

Nunca a imagem de um Poderoso Guerreiro, um Majestoso Querubim... mesmo que não seja em tamanho real! Já viram o tamanho das estátuas de Buda, por exemplo? As estátuas dos antigos Faraós?

Por que não há nenhuma estátua - nem mesmo em algum Museu de um anjo em tamanho real, poderoso, cheio de glória? Não estou aqui dizendo para cultuarmos estátuas... mas que impacto teria em nós se tivéssemos uma idéia verdadeira e profunda da figura e da pessoa de um anjo?!

Mesmo a Igreja católica, que gosta tanto de cultuar santos... já repararam nas pequenas imagens de "São Miguel Arcanjo"...? Ou "São Gabriel"? Até mesmo a postura que assumem seus corpos... cadê o poder destes Arcanjos? Tudo em miniatura, uma coisinha deplorável!!! E se, como o privilegiado profeta Daniel, víssemos e ouvíssemos algo assim:




  • Dn 10.5-10:

"(...) levantei os olhos e olhei, e eis um homem vestido de linho, cujos ombros estavam cingidos de ouro puro de Ufaz; o seu corpo era como o berilo, o seu rosto como um relâmpago, os seus olhos, como tochas de fogo, os seus braços e os seus pés brilhavam como bronze polido; e a voz das suas palavras era como o estrondo de muita gente. (...) Fiquei, pois, eu só e contemplei esta grande visão, e não restou força em mim; o meu rosto mudou de cor e se desfigurou, e não retive força alguma. Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo-a, caí sem sentidos, rosto em terra. Eis que certa mão me tocou, sacudiu-me e me pôs sobre os joelhos e as palmas das minhas mãos (...).Só eu, Daniel, tive essa visão; os homens que estavam comigo nada viram; não obstante caiu sobre eles grande temor, e fugiram e se esconderam"
Bem... dirão alguns outra vez: "Foi uma visão... não foi real...!". Mas alguma coisa aconteceu de fato, alguma coisa todos os homens puderam "pressentir no ar", o que os assustou. Sinal que alguma coisa real estava acontecendo.

Começou como uma visão, mas a presença daquele ser espiritual ali era fato, tanto é que quando Daniel desfaleceu, foi o próprio anjo que o tocou fisicamente e o ajudou a colocar-se de "gatinhas", antes de dar o seu recado. Se antes, naquele tempo, o Ministério Angelical já era presente desta forma - aliás, como sempre foi presente ao longo da História Humana - quanto mais agora, que o Conflito aproxima-se do seu ápice?

A verdade é que a maioria de nós não tem experiências com anjos porque nem sequer acredita muito neles, a não ser quando oramos pedindo que Deus os coloque a nosso redor. Mas, para alguns, o relacionamento com eles pode ir além. É provável que a maioria de nós nunca tenha prestado atenção em textos como estes, mas sem dúvida alguma soletram de cor que " o próprio Satanás se transforma em anjo de luz"! (2 Co 11.14).

Não é verdade? Isso todos nós sabemos... será que o Diabo se materializa? Sim, pode ser. Será que ele aparece em visão? Sim, também pode ser. Ninguém questiona, aqui no Brasil, que espíritos demoníacos falem e sejam vistos por pessoas, não é assim? No mais comum Centro Espírita ou Terreiro de Umbanda sabemos que os Demônios agem por meio de visões, através dos médiuns, pais e mães-de-santo. Isso porque nestes locais se manifesta a menor hierarquia demoníaca, entretanto nenhum de nós questiona a veracidade e o efeito.

Ninguém gosta de passar perto de macumba. Ou gosta? "Vai que pega"... no fundo, todo mundo sabe que aquelas coisas têm o seu efeito, que os Demônios podem influenciar em nosso Mundo. Os Principados e Potestades, aliançados com a Irmandade, Demônios de alta patente, fazem tudo isso e muito mais...

Como acabamos de ver em alguns textos da Palavra, os anjos de Deus têm muuuito mais poder para manifestar em nosso Mundo e a nosso favor.



Uma coisa, porém, os anjos não fazem: eles NÃO se reproduzem. Guarde isso!

Mas... então... como fica a história dos Gigantes? Os Demônios têm algum poder a mais, que lhes foi concedido depois da Queda, e que os anjos que permaneceram fiéis a Deus não têm? Bem, no mínimo, essa possibilidade é absurda! Deus não daria nada mais a eles, não lhes daria nenhum poder diferente... é ridículo, até, pensar que o amaldiçoado tenha algum privilégio que o fiel e obediente não tem!! De fato... os Demônios não têm poder de reprodução.

Bom... deu nó, né?

Vamos por partes... já aprendemos que os anjos e Demônios podem várias coisas. Dentre elas, materializar-se, e se apresentar de diversas maneiras. Demônios podem vir como anjos de luz... ou como monstros horríveis que são... podem se materializar... e influenciar o mundo material. Aí está o segredo!



Os Demônios podem - através da manipulação de energia (leia "Filho do Fogo") - apresentar-se na forma de Mulher, a qual é chamada de Súcubu; ou apresentar-se na forma de Homem, denominada Íncubu. A reprodução acontece da seguinte maneira: quando o Súcubu tem uma relação com um homem humano, recolhe o esperma deste. Em seguida, na forma de Íncubu, tem outra relação, desta vez com uma mulher humana. Assim, os Demônios, na verdade, "transportam" as células germinativas de um homem para uma mulher, não que eles próprios as têm em si mesmos.

Se fosse assim, teríamos de admitir que os Demônios são capazes de "criar" a vida, coisa que terminantemente é inaceitável. O que eles podem fazer — e o fazem com todo prazer - é profanar, distorcer e amaldiçoar a relação sexual, o ato mais íntimo com que Deus presenteou a sua Criação, uma alusão ao Amor do Cordeiro - o próprio Deus - com Sua Noiva, a Igreja. Nada é tão agradável a Satanás quanto perverter tudo o que Deus criou, e levar o ser humano à mais profunda decadência.

Então, você há de perguntar... por que nasciam Gigantes, se são apenas óvulos e espermatozóides humanos? E que na própria relação, e nesse "transporte", o sêmen sofre alterações. O Demônio é dotado de uma forte energia, especialmente Principados e Potestades. Durante as relações, as células germinativas são expostas a uma fonte energética muito diferente da humana.

Lembram-se da história das Bombas Atômicas? Aqueles que foram expostos à radiação nuclear sofreram mutações. Tiveram maior incidência de vários tipos de câncer, por exemplo. Mas seus filhos, a segunda geração, também tinham muito mais chance de nascerem com doenças congênitas, defeitos de formação e maior predisposição a diversas doenças. Isso quer dizer que não somente os que receberam diretamente a radiação nuclear tiveram alterações, mas também seus filhos sofreram mutações.

Isso aconteceu porque as células germinativas foram alteradas devido à exposição àquela fonte de energia poderosa que era a bomba atômica. Todos nós sabemos também que as células germinativas podem ser afetadas quando entram em contato com certas fontes de energia. Quem é da área de saúde sabe que os técnicos de Raios-X trabalham com proteção contra a radiação. Mulheres grávidas não podem fazer um simples Raios-X sem proteger a região abdominal com um avental de chumbo, para que a radiação não entre em contato com o feto em formação.

Esta é a razão pela qual os que nasceram das relações sexuais entre os filhos de Deus e as filhas dos homens eram tão grandes. Sofreram alterações genéticas. Naturalmente que Satanás detém um conhecimento que o ser humano não tem e, através deste, como que "induziu" as mutações que queria criar.

Não era nada conveniente produzir seres deformados, incapazes, ou que não pudessem continuar a proliferar-se. Claro que foi por tentativa e erro que ele chegou aos resultados que desejava. Conhecedor cada vez mais profundo da genética humana, ao longo da História da Humanidade aperfeiçoou suas "Técnicas para produzir Mutações" em parceria com o homem.

O que Satanás queria era a produção de "Gigantes", sim, mas não em estatura física. Chamam muito a atenção, despertam o interesse.

Os Gigantes da Irmandade têm mutações, já comentamos um pouco sobre isso, mas, em última instância, o objetivo final foi quase atingido: é a geração de seres humanos capazes de suportar a canalização demoníaca de Principados e Potestades de maneira completa, coisa que nenhum ser humano normal pode fazer, pois o nosso corpo não suporta. E morte certa. Mas se alguns puderem manifestar a plenitude dos Poderes de uma Entidade de Alta Hierarquia, essa pessoa seria - usando de uma analogia para facilitar -, como que "expressão do próprio Demônio".

O máximo da manifestação demoníaca em um ser humano vai acontecer com o anticristo, mas foi um longo percurso, uma longa "linhagem de "Gigantes" (exatamente como Deus escolheu o Messias como sendo da raiz de Davi, assim também o anticristo não poderia aparecer "do nada"... um homem qualquer, escolhido por acaso, ou fruto de uma única geração. Não! Com certeza ele também é fruto de uma longa linhagem de seres humanos geneticamente alterados).

Para que fique claro, embora isso já tenha sido bem explicado em "Filho do Fogo", existe outra maneira de gerar filhos geneticamente alterados. Uma é esta que descrevemos, através dos Súcubus e Incubus.

Outra é através da relação de um ser humano, homem, semicanalizado ou canalizado por completo (neste último caso, se ele for um "Gigante", capaz de suportar a energia da canalização na íntegra), com uma mulher humana. A energia do Demônio presente no ato da relação altera da mesma forma a genética do embrião que vai se formar. Isso geralmente acontece dentro do Contexto Ritualístico.

Existe ainda mais uma forma de gerar seres humanos com capacidades especiais para servir ao Diabo. São ainda mais específicas e mais difíceis de serem realizadas, mas o intuito é o mesmo: gerar seres humanos diferenciados para que possam servir ao intento do Maligno, especialmente nos tempos do Fim.

Você consegue perceber que estes são os "Semideuses da Antigüidade", os "Gigantes da Mitologia", os "Zoomórficos e Antropomórficos" do Egito...? Mas, muito ao contrário de pura fantasia, são totalmente reais. A Irmandade tem muitos "Híbridos". Mas nunca se esqueça: esse tipo de coisa somente acontece dentro do contexto da Irmandade, pois estes são os verdadeiros adoradores do Diabo, como você já aprendeu.

Comentaremos mais adiante sobre a outra maneira de gerar filhos para Satanás. Aguarde, pois é preciso introduzir um novo conceito antes.

Restam ainda dois pormenores:


1) Sobre a questão da forma masculina ou feminina assumida pelas Entidades, perceba que até para isso temos uma passagem Bíblica interessante para retratar, mais uma vez, que os anjos podem assumir diversas formas.

A maior parte das vezes assumem a forma masculina, sua forma original. Mas veja que interessante o texto em Zacarias 5.6-11, na seqüência de uma das visões de Zacarias. A mulher dentro do Efa (v. 6-8) é descrita como sendo a impiedade; o Efa é a iniqüidade em toda a Terra. Esse Efa é transportado por duas mulheres (v. 9): "Levantei os olhos e vi, e eis que saíram duas mulheres; havia vento em suas asas, que eram como de cegonha; e levantaram o Efa entre a terra e o céu" (v. 9). A tampa de chumbo talvez mostrasse a imensidão do pecado e a dificuldade terrível em contê-lo. O texto continua dizendo que as duas mulheres (que aparentemente tratam-se de seres angelicais) para a terra de Sinar, que também pode ser traduzida por "Babilônia". Ali será edificada uma casa para essa mulher, onde ela será posta assim que a casa estiver pronta. O texto dá a impressão de que o pecado será finalmente banido, com a Babilônia (v. 11).

A mulher dentro do Efa (cesto com capacidade para 22 litros) é somente uma figura simbólica que retrata o pecado de toda a Terra. Muitas vezes a figura feminina é usada para fazer menção ao Povo de Deus, especialmente no que se trata do relacionamento com Ele.

Portanto, não é de admirar que a iniqüidade seja comparada à forma feminina: tudo aquilo que existe na Criação de Deus e que fugiu para longe Dele... tudo que em Israel se contaminou e se prostituiu com deuses estranhos... tudo que ficou manchado, maculado na Noiva de Cristo, a Igreja. Representado por uma forma feminina, já que Cristo é o Senhor (O "HOMEM") neste relacionamento.

Mas não é isso que chama a atenção no texto, não é esse o ponto. E sim o fato dos anjos terem assumido a forma feminina! Ainda que a Bíblia não relate com mais clareza, sabemos que os anjos podem assumir a forma que quiserem: de idosos, (homens ou mulheres), de crianças... conforme a necessidade se faça presente, é claro que há um propósito bastante especial numa visitação angelical assim - quando é praticamente impossível saber que se trata de um anjo do Senhor!
2) Quem conhece melhor os processos envolvidos na fecundação do óvulo e geração do ovo (zigoto), que vai implantar-se no útero para dar origem ao embrião, que formará o feto, do qual finalmente virá uma criança, sabe que a concepção propriamente dita - o encontro do óvulo e do espermatozóide - não acontece imediatamente, mas pode levar até dois dias, às vezes um pouquinho mais.

Nesse caso, sobra mais uma pergunta... se a energia está presente no momento do ato sexual em si, perdura tempo suficiente para alterar geneticamente tanto o espermatozóide quanto o óvulo? E diferente do caso da energia da Bomba Atômica, pois a radiação ficou ali durante bastante tempo, e também o caso do técnico de Raios-X: não é uma única exposição ao Raios-X que vai ter resultado maléfico, mas a repetição contínua. A radiação nuclear levou tempo para se dissipar, além do que foi uma exposição maciça! Então, como explicar a alteração genética das células germinativas nas relações feitas com Demônios? Como se comporta esse tipo de energia?

É simples. Vamos usar um exemplo, que sempre facilita o entendimento.

O sol é uma fonte de energia. Sabemos que se esquentarmos nosso corpo, uma piscina, madeira, tecidos, ferro ou qualquer outro material, leva tempos diferentes para que o calor (energia térmica) se dissipe de cada um destes elementos. Nossa pele resfria quase que imediatamente, é só entrar num ambiente fresco e pronto, o mesmo acontece com os tecidos. Mas a água, ou a madeira, levam muito mais tempo para deixar dissipar a energia térmica acumulada. É isso.

A energia dos Demônios não se dissipa tão facilmente do corpo humano, tendo 'tempo de sobra" para fazer seu trabalho genético.

1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   33


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal