Diretoria da Fundação Fé e Alegria se reúne na Unicap



Baixar 23.22 Kb.
Encontro22.07.2016
Tamanho23.22 Kb.
Recife, 26 de junho de 2006 – ano 5


Diretoria da Fundação Fé e Alegria se reúne na Unicap


Por Christiano Vasconcellos
O primeiro dia do encontro da Diretoria Executiva Nacional e Regional Nordeste da Fundação Fé e Alegria aconteceu quinta-feira (22), na Sala dos Conselhos, na Reitoria da UNICAP. Estiveram presentes o Reitor da Universidade, Padre Pedro Rubens, o diretor presidente da instituição, Padre Carlos Fritzen, a secretária executiva da Regional Brasil Nordeste, Raimunda Cadó, além de representantes das unidades de outras regiões.
De acordo com o Padre Carlos Fritzen, o encontro, que foi realizado até sábado (24), teve como objetivo “tratar do planejamento estratégico da Fé e Alegria, discutir os programas comuns nas regionais do Brasil e analisar as recomendações da Federação Internacional”. Além disso, foram discutidas as dificuldades e desafios de cada regional. Ainda segundo o jesuíta, a finalidade da Fundação é promover a educação popular, fortalecer a identidade da instituição no país e se consolidar como um incentivador de ação pública.
A secretária executiva, Raimunda Cadó, explicou que dentro de um plano de ação nacional, a Regional Nordeste pretende “consolidar e expandir” as ações do Fé e Alegria. Atualmente, a Fundação atua nos Estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia e Espírito Santo (considerado entre os jesuítas como sendo um Estado do Nordeste). A expansão a que se refere a secretária deve começar por Pernambuco, através da UNICAP.
O Padre Pedro Rubens, que é diretor da Fé e Alegria na Regional Nordeste, espera que a parceria existente entre a UNICAP (por intermédio do Liceu de Artes e Ofícios) com o Governo do Estado ajude a consolidar a representação da Fundação no Recife. “A idéia da Fé e Alegria é que seja uma parceria entre a sociedade, os jesuítas e as instâncias governamentais”, explica o Reitor.


Alunos da Unicap participam da Missão Asa Branca


Por Eduardo Travassos
Vazantes, vila pertencente ao município de Araçoiaba, no Sertão cearense, é o destino da Missão Asa Branca. Com o intuito de dar continuidade ao trabalho cultural que já vem sendo realizado na comunidade, a equipe da missão, composta pelo funcionário do 1º Ciclo Renato Conserva, pelos professores Artur Pelegrino (Teologia) e Francisco Nilton (Terapia Ocupacional) e os jesuítas Francys Silvestrine e Cícero José Henrique, além de mais seis alunos das Universidade, passará aproximadamente dez dias no Ceará. Eles viajam na próxima sexta-feira (30) e o retorno está previsto para o dia 9 de julho. Na bagagem, o grupo está levando a experiência de cursos para educadores, adolescentes, pessoas da 3ª idade, além de teatro e dança.
O trabalho, que é voluntário, visa aprofundar ainda mais as ações do Projeto Fé e Alegria, que já promove diversas oficinas em Vazantes. “Vamos levar grupos diferentes, como o de frevo”, explicou Renato, um dos coordenadores da missão, que está indo à vila pela terceira vez. Segundo ele, o trabalho tanto da Missão Asa Branca quanto do Projeto Fé e Alegria é de “animação e incentivo cultural a regiões mais carentes”, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da localidade. A UNICAP foi convidada a participar das ações por seu Reitor, Pe. Pedro Rubens, que nasceu na comunidade e atua por seu desenvolvimento.

Inscrições para vestibular começam no dia 3 de julho


Por Eduardo Travassos
Os candidatos ao vestibular do meio do ano da UNICAP têm que ficar atentos a pequenos detalhes no momento da inscrição, que acontecerá, exclusivamente on-line, entre os dias 3 e 16 de julho. Um dos erros mais freqüentes é a abreviação do nome do vestibulando na hora de preencher este campo. “Quando isto acontece, nós temos que corrigir, pois no cartão de inscrição os dados têm que estar completos”, afirmou o chefe do Núcleo de Informática e Computação (NIC) da Universidade, Alexandre Peretti. Se necessárias, as correções serão feitas no momento da entrega do cartão. A inscrição para o vestibular, a ser realizada no site www.unicap.br, só será confirmada após o pagamento da taxa de R$65,00, via boleto bancário gerado após o preenchimento de todos os dados.
No vestibular do meio do ano serão oferecidas 300 vagas para sete cursos: Administração de Empresas, Direito, Arquitetura e Urbanismo, Pedagogia, Ciências Biológicas, Licenciatura em História e Licenciatura em Português. A novidade é que a partir deste exame os primeiros colocados de cada curso receberão uma bolsa prêmio. Na primeira parcela da semestralidade, os primeiros colocados de cada curso receberão abono de 100%, os segundos colocados de 75% e os terceiros colocados de 50%. A partir da segunda parcela todos passarão a ter um benefício de 25% de desconto em suas mensalidades até o final do curso. “Decidimos premiar o aluno por seu mérito, independentemente de sua condição financeira”, explicou o Reitor da Universidade, Pe. Pedro Rubens.

Cursos de Jornalismo e Relações Públicas apresentaram 36 projetos experimentais

Por Manuela Ferreira
Terminaram quarta-feira (21) as apresentações dos projetos experimentais que marcam o encerramento do curso para os alunos formandos no semestre 2006.1 de Relações Públicas e Jornalismo da UNICAP. Foram apresentados 36 trabalhos, divididos em seis categorias. As defesas mediram o desempenho dos estudantes no trabalho de conclusão do curso.
No dia 12, aconteceram apresentações de dois trabalhos de Relações Públicas: Lojão do Shopping - Cosméticos, sob a orientação da professora Ana Paula; e Recomunicação – REC. Produtores Associados, orientado pelo professor Jorge Azevedo. Também apresentaram projetos no mesmo dia os alunos de Jornalismo orientados pelo professor Ricardo Mello, na categoria monografia. Comunicação Política – Os Formatos Televisivos nos Guias Eleitorais e Bizz, Música e Informação – As Mudanças na Abordagem e a Crise no Jornalismo Musical Brasileiro.
No dia 19, três trabalhos da categoria impresso orientados pelo professor Álvaro Filho foram apresentados: Por Que A Gente Ri, O Abismo do Tamanho de Uma Existência e o Outro Lado do MST. No mesmo dia os alunos orientados pelo professor Marcelo Abreu também tiveram seus projetos na categoria impresso avaliados. Asilos: Como Estamos Cuidando dos Nossos Idosos?, O Fracasso da Segurança Pública em Pernambuco e O Humor Escrachado do Teatro Pernambucano foram os títulos dos projetos.
No mesmo dia, na categoria televisão, foram apresentados os temas Ibura : Vivendo com Arte, Pescando Histórias e Ruas em Versos, orientados pela professora Aline Grego. Na categoria rádio, foram analisados os projetos Cartão Vermelho Para o Preconceito – Atuação Feminina na Reportagem Esportiva – Futebol e O Rádio Ontem Hoje e Sempre, orientados pelo professor Carlos Benevides.
Ainda no dia 19, aconteceram as apresentações das monografias A Imprensa Sindical e O Programa Sopa Diário: Um Espaço de Resistência da Cultura Pernambucana, orientados pelo professor Heitor Rocha. Na categoria ensaio fotográfico quatro trabalhos foram expostos neste dia: Comunidade Nova Cruz e Festivais Psy-Trance, em cores, e Samba do Preto Velho e Skatistas, em preto-e-branco. Os quatro projetos foram orientados pela professora Renata Victor.
No dia 20, mais três trabalhos da categoria impresso orientados por Álvaro Filho foram apresentados: Índios Urbanos – Das Pequenas Aldeias Para a Cidade Grande, Estranhos Prazeres e Pequenos Com Grandes Problemas. Orientados por Marcelo Abreu, os projetos Retratos da Homofobia em Pernambuco e Movimento Estudantil em Crise também foram avaliados no mesmo dia. Também foram avaliadas as monografias O JC On Line e Saúde Pública e Comunicação: A Importância dos Agentes Comunitários de Saúde, orientados por Heitor Rocha.
Também no dia 20 foi apresentado o último trabalho de rádio: Ontem Gringos, Hoje Brasileiros, orientado pelo professor Carlos Benevides. Em televisão, também os três últimos projetos: O Caso Narcisinho, Loucos Por Família e Eu Sou de Todo Mundo e Todo Mundo É Meu Também, orientados pelo professor Alexandre Figueirôa.
Encerrando as apresentações, no dia 21, foram avaliados os três últimos trabalhos orientados por Álvaro Filho, da categoria impresso: Como Eram Lindos os Nomes das Ruas na Minha Infância e Suape: Pontos e Contra-Pontos. Também aconteceram as últimas apresentações de monografias orientadas por Heitor Rocha: Folha do Povo: Uma Contribuição para a Diversidade de Informação na Esfera Pública e O Caderno de Cultura do Jornal do Commercio.

Alunos da Unicap participam de Congresso Mundial de Relações Públicas

Por Manuela Ferreira
Os alunos do 5º período do curso de Relações Públicas da UNICAP Taciana Medeiros, Fabiana Moura, José Valdere e Tatiana Telles participam, de hoje até o dia 28 de junho, do III Congresso Mundial de Relações Publicas. O evento acontece em Brasília, no centro de convenções Ulysses Guimarães, e é promovido pela Global Alliance e Conselho Federal dos Profissionais de Relações Públicas (Conferp).
O encontro tem como objetivo a troca de experiências, através de painéis, lounges e debates, por exemplo, acerca do panorama mundial do curso e do mercado de trabalho para os profissionais de relações públicas. Além dos estudantes da UNICAP e de outros participantes brasileiros, estarão presentes no Congresso representantes de empresas e universidades situadas nos Estados Unidos, França, África do Sul e Canadá. Estão sendo aguardados mais de mil inscritos, dos cinco continentes.

Universidade de Gênova oferece bolsas de pós-graduação para alunos da América Latina

Por Sophia Marvão com informações do Portal Universia

A Universidade de Gênova, na Itália, está com duas vagas disponíveis para bolsas de Pós-Graduação. As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de junho. Na área de Economia, o programa se refere à moeda e à política monetária. Já na Jurídica, é destinado às técnicas legislativas e aos aspectos comparativos da circulação de modelos jurídicos e desenvolvimento da cooperação internacional.


Poderão participar do programa, pessoas com menos de 30 anos e que tenham diploma de licenciatura, há no mínimo cinco anos, nas áreas de Direito, Relações Internacionais, Economia e Gestão ou Engenharia. A bolsa tem duração de um ano e o candidato permanecerá na Itália, para aperfeiçoar os conhecimentos necessários às suas relações culturais, científicas e econômicas.
O valor de cada bolsa é de 18.000 euros. O primeiro pagamento (2.500 euros) será feito 15 após a chegada do candidato à Itália. A segunda parcela, que será debitada dentro dos 30 dias após o início da atividade, é de 4.000 euros. O restante será dividido em quatro pagamentos posteriores, pagos no final de cada trimestre.
Os documentos para a inscrição deverão ter tradução em língua italiana. São eles:


  • Certificado de licenciatura acompanhado de declaração de autenticidade;

  • Certificado, onde estejam indicados os exames universitários suportados com as respectivas notas, os dois certificados com a certificação passada pela representação diplomática ou consular italiana competente para o território; 

  • Curriculum Vitae; 

  • Programa de investigação que o candidato pretende desenvolver na área escolhida, também relativamente aos estudos já efetuados e à posterior atividade profissional; 

  • Certificado de residência; 

  • Certificado (Certidão Negativa) da inexistência de condenações e/ou de processos penais em curso; 

  • Declaração de compromisso de não beneficiar de outras bolsas de estudo durante o período do programa.

Além da documentação obrigatória, os candidatos poderão colocar documentos e publicações, títulos profissionais e culturais, diplomas acadêmicos, assim como qualquer outro certificado relacionado a atividades científicas, didáticas e de investigação relacionados com as matérias referidas.



 

Não serão admitidos candidatos que enviarem as inscrições depois da data indicada ou não pelas declarações, ou pela documentação obrigatória. A inscrição pode ser enviada através do fax: 39 010 209 9288, com a cópia da documentação solicitada para o seguinte endereço: Università degli Studi di Genova, Ufficio dirigenziale per la ricerca e le relazioni internazionali, Via Balbi, 5 – 16126, GENOVA – Itália. Mais informações sobre o programa podem ser obtidas no site www.unige.it.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal