Disciplina: tecnologia e controle de materiais de acondicionamento e embalagem (pcf 00066) N de créditos: 3



Baixar 16.72 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho16.72 Kb.

DISCIPLINA: TECNOLOGIA E CONTROLE DE MATERIAIS DE ACONDICIONAMENTO E EMBALAGEM (PCF 00066)

N de créditos: 3

Carga Horária: 45




Distribuição Didática: Teórica: 25 Prática: 20 Outras atividades:

RESPONSÁVEL: Marlus Chorilli

Hérida Regina Nunes Salgado



Conteúdo programático
Teórico:

  • Famílias das embalagens e suas funções: vidros, plásticos, elastômeros, borrachas, papel e metálicos;

  • Plano de amostragem e sua aplicação;

  • Tipos de testes e suas aplicações;

  • Definição, tipos e classificação dos defeitos;

  • N.Q.A. (nível de qualidade aceitável);

  • A especificação e o desenho técnico de embalagens;

  • Equipamentos básicos aplicados ao desenvolvimento de embalagens;

  • Controle de qualidade de materiais de acondicionamento e embalagens (MAE).


Prático:

  • Controle de qualidade – vidro;

  • Controle de qualidade – plástico;

  • Controle de qualidade – borracha;

  • Análise de embalagens: análise visual (dizeres), determinação de umidade em cartuchos, determinação de gramatura e da direção da fibra em cartuchos e teste de resistência ao atrito.



Ementa:

A presente disciplina contextualiza os diversos tipos de MAEs, enfocando os processos tecnológicos de obtenção e os principais testes de controle de qualidade aplicados aos MAEs.



Objetivos:

- Fornecer informações sobre os diversos tipos de MAEs;

- Iniciar a inspeção nos lotes recebidos aplicando o plano de amostragem aprendido e definindo a aprovação ou reprovação do lote;

- Verificar os principais testes de controle de qualidade aplicados aos MAES.


Critérios de Avaliação do Aprendizado:

Freqüência mínima de 75%; participação ativa nas aulas, atividades e seminários. A avaliação do aprendizado discente será por conceitos, expressos pelas letras A, B, C, D e E. Para ser aprovado o aluno deverá ter conceito A, B ou C. Alunos com conceito D ou E serão reprovados, devendo cursar novamente a disciplina.




Bibliografia:

  1. THE UNITED STATES PHARMACOPOEIA. 34th.ed. Rockville: United States
    Pharmacopeial Convention, 2011. Containers - Performance testing. Part 671.

  2. THE UNITED STATES PHARMACOPOEIA. 34th.ed. Rockville: United States Pharmacopeial Convention, 2011. Containers - Performance testing. Part 671.

  3. BAUER, E.J. Pharmaceutical Packaging Handbook. London: Informa Healthcare, 2009. 585 páginas.

  4. THE UNITED STATES PHARMACOPOEIA. 31th.ed. Rockville: United States Pharmacopeial Convention, 2008. Containers - Performance testing. Part 671, 10 p.

  5. LUSINA, M.; CONDRIC, T.; JADRANKA, T.; MARIJANA, P.; POZAIC, L.; MUSULIN, N. Stability study of losartan/hydrochlorothiazide tablets. International Journal of Pharmaceutics, v.291, p.127-137, 2005.

  6. ALLINSON, J.G.; DANSEREAU, R.J.; SAKR, A. The effects of packaging on the stability of a moisture sensitive compound. International Journal of. Pharmaceutics, v.221, p.49-56, 2001.

  7. FORCÍNIO, H. O Futuro da Embalagem Farmacêutica. Pharmaceutical Technology, v.5, n.3, p.8-10, 2001 (Edição Brasileira).

  8. LACHMAN, L.; LIEBERMAN, H.A.; KANIG, J.L. Teoria e prática na indústria farmacêutica. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001. v.2

  9. FORCÍNIO, H. Criando Alternativas de Embalagem. Pharmaceutical Technology, v.4, n.5, p.28-44, 2000 (Edição Brasileira).

  10. PILCHIK, R. Pharmaceutical blister packaging, Part I: rationale and materials. Pharmaceutical Technology, v.24, n.11, p.68-77, 2000.

  11. TABORSKY, C.J.; FOSTER, M.G.; LOCKHART, H.; POLGAR, B. Permeabilidade dos blisters de dose unitária sob condições USP e ICH. Pharmaceutical Technology, v.4, n.5, p.34-44, out. 2000.

  12. FORCÍNIO, H. Materiais de embalagem: a qualidade do fechamento afeta a vida útil do produto. Pharmaceutical Technology, v.3, n.1, p.20-24, 1999 (Edição Brasileira).

  13. HOLLANDER, R. Substituição dos filmes de PVC e Laminados de Alumínio. Pharmaceutical Technology, v.2, n.1, p.22-31, 1998 (Edição Brasileira).

  14. MORETTO, L. Embalagens de medicamentos: evolução e tendências. Pharmaceutical Technology, v.2, n.4, p.47-48, 1998 (Edição Brasileira).

  15. LOCKHART, H.; PAINE, F.A. Packaging of pharmaceuticals and healthcare products. London: Blackie Academic & Professional; 1996. 211p.

  16. LOCKHART, H.; PAINE, F.A. Packaging of pharmaceuticals and healthcare products. London: Blackie Academic & Professional; 1996. 211p.

  17. OTSUKA, M.; MATSUDA, Y. Effects of environmental temperature and compression energy on polimorphic transformation during tabletting. Drug Development and Industrial Pharmacy, v.19, p.2241-2269, 1993.

  18. NUDELMAN, N.E.S. Estabilid de medicamentos. Buenos Aires: [s.n], 1975.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal