Djalma motta argollo



Baixar 388.18 Kb.
Página1/7
Encontro21.07.2016
Tamanho388.18 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7
O SERMÃO DO MONTE

DJALMA MOTTA ARGOLLO

O Sermão do Monte, o maior e mais completo código de ética existenteno mundo, considerado por muitos como a essência do Evangelho de Jesus, nunca esteve tão necessário ao homem, como nos dias atuais. Gandhy, o grande líder indiano, teria afirmado que, se extinguissem do planeta todos os livros sagrados e ficasse apenas o Sermão da Montanha, a humanidade nada perderia. Traduzido diretamente do grego, o autor Djalma Argollo presta valiosa contribuição à sociedade, trazendo a lume esta maravilhosa obra. Vale a pena ser lido, "estudado, discutido, explicado, difundido, comentado e dissecado" como sugere Richard Símonetti. OUTROS LIVROS DA EDITORA MNÊMIO TULIO

Djalma Motta Argollo

Encontro com Jesus

O Sermão do Monte O Novo Testamento

Possibilidades Evolutivas

Espiritismo e Transcomunicação

Quando o Amor Veio à Terra Ademar Faria Jr.

Mecanismo dos Sonhos Bete Freitas

Voltei para Te Amar Celso Martins

Antes que Me Esqueça Carlos Bernardo Loureiro

O Túnel e a Luz

Fenômenos Espíritas no Mundo Animal

A Mediunidade Segundo o Espiritismo

A Obsessão e Seus Mistdrios Lúcia Loureiro

Colônias Espirituais Carlos de Brito Iinbassahy

As Aparições e os Fantasmas

Cão de Favela Nazareno Tourinho

Críticas e Reflexões em Tomo da Moral Espírita Luiz Rarreto Vieira Planejamento Familiar
PRÓXIMOS LANÇAMENTOS
Nazareno Tourinho/ Carlos Imbassahy O Poder F4antástico da Mente

Carlos de Brito Jmbassahy E Deus, Existe? Ary Quadros Teixeira Sim!

(Romance) Izilda Carvalho de Pina EstAgio em 4’ Dimensão (Romance) Bete

Freitas Caminho Para Uma Nova Vida (Romance).



O SERMÃO DO MONTE


DJALMA MOiTA ARGOLLO
Traduzido do grego e comentado versículo a versículo

EDITORA MNÉMIO JÚLIO Rua Dr. Carneiro Maia, 100 Água Funda 04155-050

São Paulo - SP Fone: (011) 577-7638 Dados Internacionais de

Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

O Sermão do Monte tradução e comentários

1 Djalma Motta Argollo. Ilhéus, BA: Livraria Editora “Mnêmio

Túlio”, 1993.
Bibliografia.

1. Bíblia e espiritismo 2. Espiritismo Filosofia 1. Argollo, Djalma

Motta.

1 -4


93-3276 CDD-133.91

Índices para catálogo sistemático:

1. Sermão do Monte : Ponto de vista espírita 133.91

1

DEDICATÓRIA



A Ãnísio de Brito Neves Incansável divulgador da mensagem espírita,

que pôs a Bahia no calendário nacional de eventos doutrinários, toda

minha gratidão e amizade. 1 1 1

Muitos pontos do Evangelho, da Bíblia e dos autores sacros em geral,

não são inteligíveis, muitos mesmo parecem irracionais por falta da

chave para compreensão do verdadeiro sentido. Esta chave está toda

inteira no Espiritismo, como já se convenceram a melhor ainda, mais

tarde. (L’ Évangile selon le Spiritisme - Introdução -, 1958, 2~ edição

da L’ U.S.K.B. - Bélgica - tradução nossa) 1 1 1

ÍNDICE

Abreviaturas 11

OBSERVAÇÕES

Critérios de Transliteração do Grego 13

Apresentação do Texto 14

Referências Bíblicas 14

Legenda 15

Antelóquio 17

Prefacio 21

INTRODUÇÃO

Os Espíritos e os Ensinos de Jesus 27

O Sermão do Monte: síntese dos ensinos de Jesus 29

O Sermão do Monte e a Crítica Neo-testanzentária 30

O Sermão do Monte: texto básico da vida cristã 39

O Grande Paradoxo 41

Conclusão 45

O SERMAO DO MONTE

CONSEQOÉNCIAS DA ADESÃO AO EVANGELHO 49

O SIGNIFICADo DE SER DISCÍPULO DE Jasus 56

NECESSIDADE DA PRÁ11G4 EVANGÉLICA 58

AMPLIAÇÃO DOS MANDAMENIDS MoIsMcos 60

VIOLÉNCIA E RECONCILIAÇÃO 60

ADULTÉRIO E DIVÓRCIO 63

REUDÃQ NO FALAR 66

NÃO VIOLÉNCIA 67

CARIDADE E DESPRENDIMENTO 68

AMOR E 0Db 69 CONDUTA CRISTA

AÇÕES NOBRES E CARIDADE

ORAÇÃO

JEJUM


O PROBLEMA DA POSSE

DEFINIÇÃO ENTRE O BEM E O MAL

JULGAMENTOS

PORQUE NÃO SE DEVE JULGAR

NÃO PERDER TEMPO COM PESSOAS REFRATÁRIAS

RESPOSTA À ORAÇÃO

EQÜIDADE NO AGIR

ADVERTÊNCIAS

SENDEIRO DA ESPIRITUALIZAÇÃO

Os FALSOS PROFETAS E CoMo RECONHECÊ-LOS

CONHECIMENTO E PRÁ’nCA DOS ENSINOS DE JESUS

CONCLUSÃO

ANEXO 1— EVANGELHO SEGUNDO LUCAS

O SERMÃO DA PLANÍCIE 73

74 80 81 83

87 88 88 89 89 89 90 93 93

95

Posfiicio 105 4



Bibliografia 109 1 1 1
Abreviaturas

AAção e Reação - Xavier, Francisco Cândido (médium) BEC — A Bíblia

Estava Certa Schonfield, Hugh J. BG Bagavad Gita Lorenz, Francisco

Valdomiro (trad.) C O Consolador - Xavier, Francisco Cândido (médium)

CI O Céu e o Inferno - Kardec, Allan CW Caminho Verdade e Vida -

Xavier, Francisco Cândido (médium) DI Devassando o Invisível -

Pereira, Yvonne (médium) ESE O Evangelho segundo o Espiritismo -

Kardec, Allan ESM Estudos no Sermão do Monte - Lloyd-Jones, Martyn ETC

Entre a Terra e o Céu - Xavier, Francisco Cândido (médium) FV — Fonte

Viva - Xavier, Francisco Cândido (médium) G A Gênese - Kardec, Allan

GS A Grande Síntese - Ubaldi, Pietro HI O Homem Integral - Franco,

Divaldo Pereira (médium) LE O Livro dos Espíritos - Kardec, Allan LM

O Livro dos Médiuns - Kardec, Allan

12 DIALMA MOTA ARGOLLO

M Os Mensageiros - Xavier, Francisco Cândido

(médium)


MM Mecanismos da Mediunidade - Xavier, Francisco

Cândido (médium)

NBO Nos Bastidores da Obsessão - Franco, Divaldo

Pereira (médium) NDM Nos Domínios da Mediunidade -

Xavier, Francisco

Cândido (médium)

NFL Nas Fronteiras da Loucura, Divaldo Pereira

(médium)


OP Obras Póstumas - Kardec, Allan

1

OVE Obreiros da Vida Eterna - Xavier, Francisco



Cândido (médium)

1 PDE Palavras de Vida Eterna - Xavier, Francisco Cândido (médium)

PN Pão Nosso - Xavier, Francisco Cândido (médium) QE O que é o

Espiritismo - Kardec, Allan

1 SE Sabedoria do Evangelho - Pastorino, Carlos Torres Vida de

Cristo - Ricciotti, Giuseppe VL Vinha de Luz - Xavier, Francisco

Cândido

(médium)


1

OBSERVAÇÕES

Critérios de Transliteração do Grego

Na transliteração do grego koiné usamos o seguinte critério: - O

“espírito rude” (aspa para a direita sobre a letra), que é um sinal que

torna áspera a vogal sobre a qual é colocado, como h aspirado, o qual

deve ser lido como no inglês house. - A letra ômega, como a letra ô (a

vogal “o” com acento circunflexo).

- A letra eta (H), como a vogal “e”, o mesmo acontecendo com a letra

épsilon. - A letra zeta, como o encontro consonantal dz. - A letra

uépsilon, como y. - Os ditongos com iota subscrito, que é mudo, como a

vogal “i”, final. - A letra gama, pela consoante g. Optamos, nos casos

que julgamos necessário, por incluir a vogal u após o g, para manter a

pronúncia dura da letra grega, evitando o som de jota, que a nossa

consoante adquire em certos vocábulos. Nos encontros consonantais:

gama-gama, gama-kapa, gama-qui ou gama-quisi, transformamos gama em n,

de acordo com a pronúncia grega. - As letras qui e kapa,

indiferentemente, pela consoante k.

14 DJALMA MOTFA ARGOLLO

- A letra quisi, como z no início de uma palavra, ou ks nas demais

posições.

Apresentação do Texto

Os versículos são seguidos, quando julgamos necessário, das palavras

em grego que traduzimos de forma diferente da tradicional, seguidas dos

significados apresentados por vários léxicos e estudiosos do assunto

que reconhecemos como os mais lúcidos. Segue-se uma interpretação onde

procuramos fazer uma 1 exegese de acordo com os princípios doutrinários

do

Espiritismo.



1 Finalmente apresentamos sugestões de leituras que sirvam para

ampliar a compreensão do assunto em foco.

Referências Bíblicas

1 As Citações da Bíblia são feitas da seguinte forma: Abreviaturas do

livro, n2 do capftulo, vfrgula, flQ do(s) versículo(s) (separados por

vírgulas ou hffen para indicar “de”/”até”) Ex: Me 10, 21 (Marcos,

capítulo dez, versículo vinte e um). Jo 15, 1, 3, 8; 17, 1-20 (João

capítulo quinze, versículos um, três, oito e capítulo 17, versículos de

um a vinte). No caso de citações de livros diferentes e/ou capítulos de

um mesmo livro, apenas a abreviatura do livro e os números dos

capítulos, separados por ponto e vírgula ou hífen para abranger

capítulos contíguos. Quando o início da citação seja a partir de um

versículo de determinado capítulo, indo até capítulo(s) subseqüente(s),

indicamos o intervalo com um ponto seguido de hífen.

t*1

O SERMÃO DO MONTE 15



Ex: Mt 7; Jo 20 (Mateus capftulo sete e João capítulo vinte Mc 8, 1-2;

At 10, 16-20 (Marcos capítulo oito, versículos 1 a 2 e Atos capítulo

dez, versículos dezesseis a vinte. Lc 12; 16 (Lucas capítulos doze e

dezesseis). Mt 1-15 (Mateus capítulos 1 a 15). Mc 3, 6.-6, 2 (Marcos

capítulo três versículo seis ao capftulo seis versículo 2.

Legenda:


As notas de comentário ao texto são colocadas sob o(s) versículo(s).

** aponta sugestão de leitura sobre o assunto. 1 1 1

1

  1   2   3   4   5   6   7


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal