Domingokid s



Baixar 24.29 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho24.29 Kb.
Rede de Crianças e Juvenis Videira 2009 – O Ano da Virada Kids

Lição 26 O FILHO PRÓDIGO 19/jul

D O M I N G O K I D S

TEMA: O FILHO PRÓDIGO

PRINCIPIO DA LIÇÃO: Deus me ama e me perdoa sempre que me arrependo dos pecados.

BASE BÍBLICA: Lucas 15:11-32

TEXTO CHAVE: “Assim também o Pai de vocês, que está no céu, não quer que nenhum destes pequeninos se perca. ” Mateus 18:14

OBJETIVOS EDUCATIVOS: Ao final da lição as crianças poderão: (Ore por esses objetivos durante a semana)

Sentir-se compreendidos e amados por Deus

Saber que o amor de Deus nunca acaba.

Entender o que significa arrependimento.

Aprender que nunca deve ter medo de pedir perdão.

Saber que Deus nos perdoa sem importar o que tenhamos feito.



PARTE 1 – CULTO (3 a 5 anos e 6 a 9 anos)

RECEPÇÃO E BOAS VINDAS: Quem falar o versículo da semana passada de cor, ganha um bombom.

AVISOS: Todas as crianças vão fazer uma apresentação de uma música na Festa Cowntry, no dia 15 de agosto. Ninguém pode faltar!

CÂNTICO: 1.”Davi dança diante da Arca” (Radicais Kids II); 2. “Ester-Deus tem um Pano pra Você” (Radicais Kids II); “Que Amor é Esse” (Radicais kids I)

>>>>> ATENÇÃO >>>>> Faça a oferta na 2ª vez que cantar o 1º louvor.

OFERTA: Leia o texto de Mt. 6:21 para eles e explique a importância de ofertar na casa do Senhor para ter o coração também no Senhor.

ORAÇÃO: Ore com as crianças, agradecendo a oferta e também para que Deus traga revelação da Palavra e a consciência do amor de Deus por elas.

COMENTÁRIO DO TEXTO (HISTÓRIA COM FIGURAS)

Material: Monte um pequeno palco para apoiar a história (pode ser na altura de uma mesa ou de engradados forrados, de forma que a cena aconteça na altura dos olhos das crianças) Uma Figura do pai; três figuras do filho (uma vestido normalmente, outra mal vestido, sujo, outra muito bem vestido); duas casas feitas de papelão; pequeno cenário de uma cidade. Figura de um chiqueiro. As figuras tem que estar coladas a um suporte(rolo de papel, cx de suco, lata de refrigerante...) para sustentar o personagem em pé na hora de contar a história.

1º) Revisão: Quem lembra da história da ovelha perdida? Deixe uma criança contar rapidamente.

2º) História: Conte a história e vá mostrando as figuras . “Era uma vez um homem (mostre o pai) que tinha terras (mostre as casas), muitos bens, era muito rico (mostre o Pai ao lado da casa) e trabalhava no campo. Ele tinha dois filhos e certo dia um dos filhos (mostre o filho) cansado de tanto trabalho, disse ao pai : “Pai, quero que o senhor me dê agora a minha parte da herança. Quero o meu dinheiro”.

E o pai muito triste foi lá dentro da casa (leve o pai atrás da casa e volte com ele com o saco de dinheiro) trouxe o saco de dinheiro e entregou ao filho.

(prenda o saco de dinheiro na mão do filho pródigo). Poucos dias depois, ele se despediu e foi embora para um país que ficava muito longe, ele queria se divertir, queria ser alguém importante e reconhecido. Queria viver sua vida sozinho, sem o pai (retire a casa e o pai e coloque a figura da cidade de fundo). Ali viveu uma vida cheia de pecado e desperdiçou tudo o que tinha com pessoas más, que só estavam com ele porque ele tinha dinheiro. Mas só que ele foi gastando o dinheiro com coisas erradas, com pecados e sabe o que aconteceu? O dinheiro acabou! E ele foi ficando com a roupa suja e rasgada, foi ficando com fome e muito triste (mostre a outra figura do filho sujo). Ué, mas cadê os amigos dele? Ah... foram todos embora pois não eram amigos de verdade, só estavam com ele porque ele tinha dinheiro, mas como o dinheiro acabou, ele não tinha mais amigos. Ficou só, triste e com fome.

Aí ele procurou ajuda, mas ninguém queria ajudá-lo. Então procurou um moço que tinha porcos e pediu emprego. Então o moço deu o emprego. Sabe qual era o emprego? Sabe o que ele tinha que fazer? Dar comida para os porcos (colocar o chiqueiro).

Mas ele estava com tanta fome, mas tanta fome que ele tinha vontade de comer o que os porcos comiam. Hurg! Ele sentiu nojo, mas não tinha outra coisa para comer. Então... (pausa) de repente... (pausa) ele começou a pensar: “Quantos trabalhadores de meu pai têm muita comida boa, e eu estou aqui morrendo de fome! Ah... ele se ARREPENDEU e disse: Vou voltar para a casa de meu Pai e pedir perdão pelo meu erro. E quando eu chegar lá vou dizer para o meu pai:“ Pai, pequei contra Deus e contra o senhor e não mereço mais ser chamado de seu filho. Aceite-me como um de seus trabalhadores” .Assim decidido a pedir perdão, saiu dali e voltou para a casa do pai. (troque o cenário tire a cidade e coloque a casa novamente)

Quando o rapaz ainda estava longe de casa, o pai o avistou. E, com muito amor pelo filho, o pai correu, e o abraçou e o beijou. (Coloque a figura do filho pródigo pertinho da figura do pai) E o filho muito arrependido disse: “Pai, pequei contra Deus e contra o senhor e não mereço mais ser chamado de seu filho” Mas o pai disse: Não meu filho, você não é meu empregado, você não vai trabalhar para mim. Eu te amo! Você ainda é o meu filho! Eu não quero que nenhum dos meus filhos se percam. E ele disse: “Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. (troca a figura do filho mal vestido pela 3ª figura do filho) Também vamos fazer um grande churrasco. Vamos comemorar porque este meu filho estava longe no pecado mas ele voltou para a casa do pai”. “Eu amo todos os meus filhos e não quero que nenhum deles se perca!”

Tire todo o cenário para fazer a aplicação.

3º) Leitura do princípio bíblico e do texto chave: Muito bem, hoje nós conhecemos a história do filho pródigo. Então vamos ler o texto da bíblia que nos ensina algo muito especial: “Assim também o Pai de vocês, que está no céu, não quer que nenhum destes pequeninos se perca. ” Mateus 18:14. Vamos repetir! (leia 3 vezes com eles). E agora vamos ver o que aprendemos hoje com essa história: Aprendemos que Deus me ama e me perdoa sempre que me arrependo dos pecados!
APLICAÇÃO NA VIDA DA CRIANÇA (faça a aplicação com o pai e o filho na mão)

# Agora, vamos ver o que essa história tem a ver com a sua vida?

# Qual a história que nós conhecemos hoje? Muito bem! A história do filho pródigo! O filho que errou, que pecou, mas que se arrependeu, voltou e pediu perdão ao pai. E o pai que o amava muito o recebeu de volta.

# Assim também é Deus. Como um verdadeiro e amoroso Pai. Sempre está de braços abertos, prontos para te perdoar quando você peca e te receber de volta. Não importa quanto tempo você fique longe, o amor do Pai nunca muda. Esse é o amor de Deus por nós, eterno.

# Você sabe o que é arrependimento? (Deixe as crianças responder) O arrependimento é mudança na mente, na maneira de pensar que faz com que a pessoa mude a maneira de agir, tomando decisões que agradam a Deus e se afastando do pecado. É como se uma pessoa fosse por um caminho e logo percebe o seu erro e muda completamente voltando pela direção contraria. (líder caminhe falando e vire 90° voltando) Foi o caso do filho pródigo, depois do seu erro ele pensou e percebeu o seu pecado, então, arrependido decidiu voltar para o seu pai e pedir perdão.

# É muito importante se arrepender logo, sempre que você erra, isso é necessário para que você tenha o perdão.

Tem muitas crianças que fazem muita arte, desobedecem aos seus pais, xingam, maltratam aos seus colegas, não tem um bom comportamento na escola e nunca se arrependem! Às vezes até são repreendidas pelos seus pais, líderes ou professores mas não confessam o seu pecado, mentem, disfarçam e finalmente não assumem ou culpam outras crianças pelos seus erros. O Filho pródigo tinha errado muito com o seu pai, mas ele se arrependeu, e por isso foi abençoado.



# Sempre que percebemos o erro ou o pecado, sempre que o Espírito Santo fica triste dentro do nosso coração devemos nos arrepender e pedir perdão.

Hoje a gente escuta muito a palavra “desculpa aí, foi mal”, mas essa não é a maneira correta de pedir perdão segundo a bíblia. Devemos dizer: “ Você me perdoa pelo que fiz? Estou arrependido! Não voltarei a fazer isso de novo”



# Nesta história também aprendemos que não importa a gravidade dos nossos pecados ou erros. Sempre que nos arrependemos Deus nos perdoa e restaura. Ele é aquele pai compassivo e amoroso que nos recebe de volta, e ainda faz uma grande festa em comemoração!

(Líder, estude bastante a aplicação. Você não pode ler todas as frases olhando para o papel. Se você estudar bastante, Deus vai te abençoar e você conseguirá ministrar livre de papel)


MINISTRAÇÃO : (usar novamente o louvor , “ Que Amor é Esse?” durante a ministração)

Líder guie às crianças em uma oração pedindo a Deus um coração quebrantado disposto ao arrependimento pelos pecados.

Após o momento de ministração, cantar para finalizar: Ester-Deus tem um plano pra você (Radicais kids II)


PARTE 2 – NA SALA

ATIVIDADE


Para os maiores: Folha com exercício

Para os menores: Folha com exercício


LANCHE
LEMBRANCINHA DOMINGO KIDS – quadrado tipo janela com coração móvel dentro.
Modelo: retângulo de cartolina dupla-face vermelha ( 20cm larg. x 9cm alt.)

Fazer duas dobras para frente (10cm no meio - 5cm na pontas)

Coração de A4 rosa (7cm larg. x 6cm alt.)

Tirinha de A4 rosa (9cm larg. x 2cm alt.) dobrar em sanfona e colar no coração e no centro do retângulo para dar idéia de movimento.

Frase na frente da janela fechada: “Quando eu peco e me arrependo...”

Atrás do Retângulo: “R” dos Radicais Kids

Frase no coração: “ ... Deus sempre me perdoa!”

“Assim também o Pai de vocês, que está no céu, não quer que nenhum destes pequeninos se perca. ” Mateus 18:14












OBS: para trabalhar com cartolina, ela deve estar totalmente plana (se estiver enrolada, o trabalho não fica da forma certa)


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal