Dossier de Imprensa programaçÃo maio'12



Baixar 38.7 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho38.7 Kb.








Dossier de Imprensa







PROGRAMAÇÃO MAIO'12





Assessoria Comunicação Social

Marta Santos

tel: 234.400.920

e-mail: msantos@teatroaveirense.pt
TEATRO AVEIRENSE

ROUXINOL FADUNCHO – O FORMIDÁVEL BIGODE

Com Marco Horácio



Terça-feira, 1 Maio | 21h30 | Sala Principal

Preços: 1ª Plateia €15; 2ª Plateia €12; Balcão: €10.
Rouxinol Faduncho é um personagem criado e interpretado por Marco Horácio, inspirado nos fadistas típicos dos bairros Lisboetas. Rouxinol Faduncho é também o único intérprete que resta, daqueles que noutros tempos cantaram o Fado Humorístico.

Criado e protagonizado pelo actor e humorista Marco Horácio, Rouxinol Faduncho é um personagem com vida própria inspirado no típico fadista dos bairros lisboetas. Com mais de 250 espectáculos por todo o país, este Rouxinol anda na estrada desde 2006 sempre com plateias esgotadas. Mais de meio milhão de espectadores já assistiram ao vivo a este antídoto para a tristeza, definido pelo próprio Rouxinol como "um genérico de paracetamol para a crise."

Em 2012, Rouxinol Faduncho regressa com novo disco  “O FORMIDAVEL BIGODE” e apresenta o neste espectáculo. Descubra-o no Teatro Aveirense dia 1 de Maio de 2012

Para 2012 ROUXINOL FADUNCHO vai “DAR UM BIGODE A CRISE”!



II ENCONTRO LOPES GRAÇA

Organização de ASSOCIAÇÃO LOPES-GRAÇA. Com participação de CORAL VERA CRUZ, CORO DE SANTA JOANA e CORAL POLIFÓNICO DE AVEIRO.



Domingo, 6 Maio | 16h00 | Sala Principal

Entrada Gratuita.
A Associação Lopes-Graça foi fundada em Maio de 1995 por vontade testamentária de Fernando Lopes-Graça, está particularmente vocacionada a divulgar a música coral daquele Compositor, embora embora sem esquecer nunca o importante acervo musical que o tornou uma figura internacionalmente destacada na música erudita.

Lopes-Graça foi um dos mais importantes compositores portugueses do Século passado.

Esta Associação, desde a sua fundação tem vindo a promover concertos de música Coral, muitas vezes abrangendo a música instrumental, e esta versão do Encontros Corais Lopes-Graça é a continuação da que em Novembro de 2010 realizou, nas cidades de Lisboa, Almada, Cascais e Tomar, com a participação de 16 Grupos Corais.

Desta vez os Concertos serão realizados em Évora, S. João da Madeira, Figueira da Foz, Coimbra, Torres Vedras, Alhandra, Aveiro e Leiria, durante os meses de Fevereiro a Maio do corrente ano, com a participação de 25 Coros e cerca de 800 Coralistas.

Com a participação das seguintes entidades:

Coral Vera Cruz

Coro de Santa Joana

Coral Polifónico de Aveiro

* Canções Regionais Portuguesas - Harmonizações de Fernando Lopes-Graça

*Canções Heróicas com música de Fernando Lopes-Graça



GALA CÂMARA MUNICIPAL AVEIRO

Organização Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Aveiro



Sexta-feira, 11 Maio | 21h00 | Sala Principal

Entrada por convite.

CONCERTO TERESA SALGUEIRO

Tour “Mistério”



Sábado, 12 Maio | 21h30 | Sala Principal

Preços: 1ª Plateia €12; 2ª Plateia e Balcão: €10.

Teresa Salgueiro apresenta o seu mais recente álbum, O Mistério. O seu percurso de 25 anos de dedicação ininterrupta à Música culmina agora na criação de uma oficina de composição, cujas peças nascem do encontro da Teresa com os músicos que escolheu. E, pela primeira vez, dedica-se à à composição das músicas e escrita das letras de todos os temas, que tratam de uma reflexão sobre a dimensão humana perante o mistério da vida.

Esta Música foi pensada especificamente para ser reproduzida ao vivo. Em palco é recriado o leque das diversas emoções presentes nos diferentes temas, partilhando com o público a alegria da construção da música e da energia geradas em cada concerto.

Ficha Artística:

Teresa Salgueiro. Carisa Marcelino | Acordeão. André Santos | Guitarra Clássica. Óscar Santos | Contrabaixo. Rui Lobato | Bateria e Percussão.



MADE IN DeCA

Organização do DeCA – Departamento Comunicação e Arte da Universidade Aveiro



Quarta, 16 Maio | 21h30 | Sala Principal

Entrada Gratuita.

MAIOR

Criação de Clara Andermatt. Co-produção com o CCB. Produção executiva Companhia Maior.



Sábado, 19 Maio | 21h30 | Sala Principal

Preços: Plateia €10; Balcão: €8; Preço Jovem: €5; Grupos 10 Pax: €3; Menores 12: €3

Candidatura QREN – Imaginar os Centros
Neste espectáculo, Clara Andermatt irá experimentar uma abordagem distinta daquela que tem vindo a explorar em trabalhos como Natural ou Durações de um Minuto nos quais a faixa etária dos intérpretes e a sua experiência de vida eram por si só pretexto e mote para o desenvolvimento da peça.

Desta vez, pretende-se retirar a tónica da idade dos intérpretes, afastando-se da evidência sem, no entanto, desperdiçar as características que são indissociáveis das biografias destes indivíduos: a experiência, a sabedoria, a vulnerabilidade, o respeito, a realidade de quem nasceu na primeira metade do século XX.

Andermatt irá explorar a noção do belo, a relação dos corpos com os objectos e os sons. Terá como suporte dramatúrgico textos dos próprios intérpretes ; A criação da banda sonora assumirá um papel fundamental: a música das palavras, a música dos objectos, o ritmo do pensamento, o ritmo dos corpos.

Num espaço sem referências, branco, a cor que reflete todas as cores. O vazio e a luz, clareza máxima. Espaço despido, onde tudo o que o habita toma uma dimensão recortada, pormenorizada, ampliada, tal como estes intérpretes o merecem, tal como a coreógrafa os pretende mostrar.

O trabalho de Andermatt assenta numa base de improvisação num processo que consegue extrair de cada um o material coreográfico e dramatúrgico que virá depois a constituir o conteúdo da peça. De alguma forma podemos dizer que Clara Andermatt personifica os intérpretes ou, aos olhos do espectador, humaniza as personagens.

Ficha Artística:

Artistas da Companhia Maior: Ana Diaz, Carlos Nery, Cristina Gonçalves, Diana Coelho, Elisa Worm, Helena Marchand, Isabel Millet, Isabel Simões, Iva Delgado, Jorge Falé, Júlia Guerra, Kimberley Ribeiro, Manuela de Sousa Rama, Michel, Paula Bárcia, Vítor Lopes. Participação especial Luna Andermatt. Direcção e Coreografia: Clara Andermatt. Sonoplastia: Vítor Rua. Texto: Iva Delgado. Assistência à coreografa: Cláudia Gaiolas. Co-produção Centro Cultural de Belém / Companhia Maior. Produção executiva Companhia Maior. Apoio à produção executiva Companhia Clara Andermatt.



LAURIE ANDERSON CONCERTO

Tour Dirtday - A new solo work 2011-12



Quinta, 24 Maio | 21h30 | Sala Principal

Preços: 1ª Plateia €15; 2ª Plateia €12; Balcão: €10; Preço Jovem: €5; Grupos 10 Pax: €5.

Candidatura QREN – ReCENTRAR
Na continuação do seu trabalho de pesquisa essencial com filtros de voz, narrativas e música, Another Day in America trará as histórias de Laurie Anderson sobre a vida na América contemporânea. Política, desejo, retratos das cidades e pessoas, combinadas com o uso alucinatório que Anderson faz da linguagem, resultam numa descrição épica da paisagem americana atual.

Os políticos são essencialmente contadores de histórias. Eles descrevem o mundo tal como é e também como julgam que deveria ser. Enquanto grande contador de histórias esta é uma boa ocasião para refletir acerca do modo como as palavras podem literalmente criar o mundo.

Ilusão, memória e as marcas culturais dos Estados americanos têm constituído os assuntos de Anderson desde o final dos anos 70. Another Day in America abordará a volatilidade do presente. O concerto reunirá violino elétrico, teclas e eletrónica. Peças de violino a solo tais como o Grammy designado Flow from Homeland serão misturados com sonoridades eletrónicas de forma a introduzir uma visão íntima no estilo da escrita de canções que fez de Anderson uma das mais originais escritoras americanas de canções.

Laurie Anderson é uma das mais conhecidas artistas americanas e uma pioneira da atitude iconoclasta. Ela é especialmente reconhecida pelas suas produções multimedia e pelo uso inovador da tecnologia. Enquanto escritora, realizadora, artista visual e vocalista criou um vasto e único corpo de trabalho que tem contaminado os domínios do teatro, da arte e da música experimental.

A sua carreira discográfica, iniciada com O Superman em 1981, inclui a música do filme Home of the Brave, Life on A String e muitos outros. Os seus espetáculos ao vivo vão das simples performances faladas a criações multimédia tais como Songs and Stories for Moby Dick. Anderson publicou sete livros e o seu trabalho visual está representado em importantes museus por todo o mundo.

Em 2002 Anderson foi selecionada como a primeira artista em residência da NASA, que culminou durante a tournée de 2004 na performance a solo The End of the Moon. Os projetos recentes incluem uma série de instalações áudio-visuais e o filme em alta definição Hidden Inside Mountains, criado para a World Expo 2005 em Aichi Japan. Em 2007 recebeu o prestigiante prémio Dorthy and Lillian Gish Prize pela sua contribuição para as artes. Em 2008 completou uma tournée de dois anos com um grupo de músicos interpretando o aclamado Homeland, que seria divulgado pela Nonesuch records em 2010. A sua mais recente performance multimédia Delusion foi estreada em Vancouver, nos jogos Olímpicos no princípio de 2010 e teve circulação internacional. Neste momento, o trabalho de Anderson inclui um jardim sonoro em Basel, na Suíça, e uma retrospetiva do seu trabalho visual, recentemente apresentada no Rio de Janeiro e em São Paulo. O seu mais recente projeto Forty Nine Days in the Bardo foi apresentado em Philadelphia no Outono de 2011.



GOTA A GOTA

Criação/Direcção/Espaço Cénico > Rui Sena, Sílvia Ferreira. Interpretação > Cristina Silva, Sílvia Ferreira. Produção > Quarta Parede.



Quinta, 31 Maio, Sexta, 1 Junho | 10h30 + 14h30 | Sala Principal

Preço único: 3 Euros

Comemoração Dia Mundial da Criança

Candidatura QREN – Imaginar os Centros
A Água em toda a dimensão, mesmo nos seus mais imperceptíveis movimentos – líquido, sólido, gasoso – é o grande leitmotiv de “Gota a gota”, espectáculo dirigido ao público em geral que usa a linguagem do teatro visual, do cinema de animação e da sonoplastia.

O ciclo da água é íntimo da vida, estabelece uma harmonia entre a natureza e o ser humano, harmonia esta que foi deturpada pela sua progressiva mecanização. “Gota a gota” parte da Água no seu sentido mais lato – somos água rodeados de água – pretendendo chegar ao que representa a Água actualmente – energia, exploração, escassez, secas, inundações, contaminação, desperdício.

Gota a gota se vive, gota a gota se transforma, gota a gota se contamina.

Ficha Artística:

Criação/Direcção/Espaço Cénico > Rui Sena, Sílvia Ferreira. Interpretação > Interpretação: Maria Belo Costa, Sílvia Ferreira. Espaço Sonoro e Operação de Som > Defski. Operação Técnica de Luz e Vídeo > Pedro Fonseca. Vídeo > Rodolfo Pimenta, Joana Torgal. Adereços e Cartaz > Joana Marques, Octávio Mourão. Tradução de textos > Cristina Ribeiro. Produção executiva > Celina Gonçalves.



POEMAX – A POESIA FAZ BEM À SAÚDE

Oficina de Expressão Poética dinamizada por Alberto Serra

Datas: Sextas, de 4 Maio a 6 Julho + Horários: 18h00 às 21h00

Sala Estúdio Teatro Aveirense

Preço: 65 Euros (Número máximo participantes: 25)
A poesia faz bem à saúde. Dá prazer. Cria pontes. Estende-se para além da sua dimensão literária, afirmando-se como a mais alta expressão da nossa cultura.

Nesta Oficina, dar-se-à voz às palavras que, no dizer de Eugénio de Andrade, por ela aguardam para tomarem forma e figura. Aprofundar-se-à o prazer da leitura em voz alta, explorando o seu efeito catártico e desinibidor. Ocupar-se-à o espaço público, observando, desafiando quem o habita. Improvisar-se-à a partir de poemas, objectos, imagens e sons…

…porque é urgente ‘desengravatar’ a poesia, retirá-la dos grandes salões e aproximá-la o mais possível da vida das pessoas através de um processo criativo que se quer tangível, pessoal, inseparável da vida quotidiana. Um 'laboratório' onde todos são bem vindos.

"A arte acontece sempre

que lemos um poema "

Jorge Luís Borges

Alberto Serra, jornalista, autor de diversos documentários exibidos na RTP2 sobre escritores, poetas e artistas plásticos portugueses. Actor e Animador Cultural,formador de animadores e agentes de desenvolvimento local. Dizedor organiza regularmente recitais de poesia a solo ou acompanhado por música.



www.noites-de-lua-branca.blogspot.com

++ DESTAQUES JUNHO
ONE (HER)MAN SHOW

Com Herman José



Sábado, 2 Junho | 21h30 | Sala Principal
ROQUE BEAT

Paus - You Can´t Win Charlie Brown



Sexta, 22 Junho Maio | 21h30 | Sala Principal

Candidatura QREN – ReCENTRAR

Programação Cineclube de Aveiro 2012

Sessões Regulares às segundas | 22H00 | Sala Principal

Preço: Normal: 5€ Estudante/+65/-25: 4€ Sócios: 2,5€

+ INFO: http://www.cineclubedeaveiro.com
FIM


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal