Ecologia vegetal



Baixar 12.87 Kb.
Encontro18.07.2016
Tamanho12.87 Kb.


BIE-312

ECOLOGIA VEGETAL

http://ecologia.ib.usp.br/ecovegetal

UNIDADE I - POPULAÇÕES E COMUNIDADES VEGETAIS



Professores:

Alexandre Adalardo Oliveira

Paulo Inácio Prado


Monitoras:

Juliana Lopes Vendrami

Thaís Almeida Valvassoura

Ana Luisa Mengardo



Estrutura da Vegetação II – Ilha do Cardoso

Fitossociologia

Uma forma de descrever uma comunidade vegetal é pelas relações de grandeza entres as espécies de uma mesma forma de vida ou de uma guilda. Podemos, por exemplo, ordenar as espécie de árvores em uma dada floresta em função de sua maior ou menor contribuição para a estruturação da comunidade. Para descrever essas características da comunidade vegetal é usual utilizar parâmetros fitossociológicos que, em última análise hierarquizam as espécies segundo sua importância na estruturação da comunidade. A lógica aqui é que diferentes comunidades terão contribuição diferente de distintas espécies, com relação ao número de indivíduos, sua biomassa ou sua distribuição. Ou seja, duas florestas podem ter a mesma densidade média, altura média, área basal, ou mesmo a mesma composição de espécies e mesmo assim apresentar hierarquia de espécies completamente distinta, representando portanto comunidades distintas. Seguem descritos alguns parâmetros mais utilizados para a caracterização fitossociológica de vegetação. Utilize-os para descrever os tipos florestais amostrados na Ilha do Cardoso e responda:


  1. Quais as diferenças entre a restingas e florestas de encosta? Como explicar essas diferenças?

  2. Compare os resultados da restingas Alta e Baixa com as diferenças descritas em Sugiyama (1998). Os padrões encontrados são iguais?

Densidade (De)

Relaciona o número de indivíduos (n) por unidade de área ou pelo total de indivíduos da amostra.

1. Densidade Absoluta (DeAb): a relação do número total de indivíduos de um táxon por área, obtida pela divisão do número total de indivíduos do táxon (ni) encontrados na área amostral (A), por unidade de área (1 ha).

DeAbi = ni x 1ha/A

2. Densidade Relativa (DeRel): representa a porcentagem com que um táxon i aparece na amostragem em relação ao total de indivíduos do componente amostrado (N). A razão ni/N representa a probabilidade de, amostrado um indivíduo aleatoriamente, ele pertença ao táxon em questão.

DeReli = (ni/N) x 100



Freqüência (Fr)

Indica a ocorrência do táxon nas unidades amostrais

1. Freqüência Absoluta (FrAb): a porcentagem de amostras em que foi registrado um dado táxon i, ou a probabilidade de uma parcela aleatoriamente sorteada conter o táxon i. Expressa pela porcentagem do número de unidades amostrais em que i ocorre (Oci) dividido pelo número total de unidades amostrais:

FrAb = (Oci/UA) x 100

2. Freqüência Relativa (FrRel): relação em porcentagem da ocorrência do táxon i pela somatória de ocorrências para todos os táxons do componente analisado.

FrRel = (Oci/∑ Oc) x 100



Dominância (Do)

Expressa a influência ou contribuição de táxon na comunidade, calculada geralmente em valores indiretos da biomassa. No presente estudo, foi utilizado o valor da área da secção do tronco a 1,3 m de altura (AB) como indicativo para a dominância, obtido a partir da fórmula:

AB = DAP2 x ¶/4 ou

AB= PAP2/4¶

Onde: DAP =diâmetro à altura do peito

PAP= perímetro à altura do peito

1. Dominância Absoluta (Doab): é a área basal total em m2 que o táxon i ocupa na amostra, por unidade de área (1 ha), calculada pela somatória da área de todos os indivíduos de i.

DoAbi = ABi /ha

2. Dominância Relativa (DoRel): a área total da secção do caule que todos os indivíduos de um táxon ocupam, dividido pelo total de todos os indivíduos amostrados e expressa em porcentagem. Representa a contribuição da biomassa do táxon em relação ao total da biomassa do componente analisado.

DoReli = (ABi /∑AB) x 100



Valor de Importância das Espécies (VIE)

A importância de uma espécie dentro da comunidade pode ser expressa pelo VIE, descritor composto pelos parâmetros relativos de densidade, freqüência e dominância. Este parâmetro permite a ordenação das espécies hierarquicamente segundo sua importância na comunidade.

VIEi = DeReli + FrReli + DoReli

Valor de Importância das Famílias (VIF)

Descritor composto que indica a importância da família dentro da comunidade, levando em conta os parâmetros relativos de densidade, dominância e diversidade (Div), sendo este último expresso pelo número de espécies para a família f sobre o tolal das espécies da amostra.



VIFf = DeRelf + DoRelf + Divf

DURIGAN, G. 2003. Métodos em análise de vegetação arbórea. In: Cullen, L. Rudran, R. Valladares-Paudua, C. (orgs.). Métodos de Estudo em Biologia da Conservação e Manejo da Vida Silvestre. IPÊ/ Fundação Boticário/UFPR. Curitiba.

SUGIYAMA, M. 1998. Estudos da Restinga da Ilha do Cardoso. Boletim do Instituto de Botânica 11: 119-159


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal