Economia neoclássica I 0 60 hs pré-Requisitos: 202. 0317-9 e 304. 0836-9 ementa



Baixar 14.85 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho14.85 Kb.
202.0313-6 - ECONOMIA NEOCLÁSSICA I 4.0.0 - 60 HS

Pré-Requisitos: 202.0317-9 e 304.0836-9



EMENTA

Princípios básicos e precursores: os princípios básicos. Os precursores e a "Revolução Marginalista". A utilidade marginal e a demanda do consumidor: A teoria do valor-utilidade. A demanda do consumidor e os preços. A produtividade marginal e a oferta do produtor: Fatores de produção, produtividade marginal e leis de rendimentos. Custos de produção e preços de oferta. O equilíbrio estático dos mercados em concorrência: o equilíbrio parcial.

I - OBJETIVO
Esta disciplina pretende expor os principais conceitos com que opera a teoria econômica neoclássica, com ênfase nos aspectos que configuram o paradigma desta linha de pensamento econômico. Iniciando por seus princípios teóricos básicos e precursores históricos, passa a apresentar o conceito de valor-utilidade marginal e suas implicações para a construção da curva de demanda; o conceito de produtividade marginal e suas implicações para a construção da curva de oferta: uma análise simples do equilíbrio parcial em concorrência pura; e uma análise simples do equilíbrio geral.

II - PROGRAMA

1. - PRINCÍPIOS BÁSICOS E PRECURSORES
1.1 - Princípios Básicos.


  • Shumpeter (1954), cap. 06, seções 1 e 2; Jevons (1871), cap. 1; Walras (1874), Seção I, Lições III e IV; Marshall(1890), livro II; Napoleoni (1967) cap. I.

1.2 - Os precursores e a "Revolução Marginalista".





  • Schumpeter (1954), cap. 06, seções 3 a 5 e cap.7 seção I; Dobb (1973), caps. 1 e 7, Jevons (1871)*, caps 3 e 4; Walras* (1874), seção 2 lições V a VII; Meek* (1956). Pg.(31 a 61)

2. - A UTILIDADE MARGINAL E A DEMANDA DO CONSUMIDOR
2.1 - A teoria do valor-utilidade


  • Schumpeter (1954), cap 7, apêndice; Hicks (1939), cap. I; Teixeira (1981); Walras (1874)*, seção II, lição VIII; Marshall* (1980), livro III, caps. III e IV.

2.2 - A demanda do consumidor e os preços




  • Hicks (1939), caps. II e III; Ferguson (1972), cap. 4, Walras* (1874) Seção II, lições IX e X Marshall* (1890), livro III, cap. VI: Green & Nore (1977) , cap. 4.

3. - A PRODUTIVIDADE MARGINAL E A OFERTA DO PRODUTOR


3.1 - Fatores de produção, produtividade marginal e leis de rendimentos.


  • Marshall (1890); livro IV, caps. I a III e XIII; Hicks(1939), caps VI e VII; Ferguson (1972), cap 06, Shumpeter* (1954), cap. 07, seção 08; Walras* (1874); seção IV, lições XV e XVI.

3.2 - Custos de produção e preços de oferta.





  • Marshall (1890), Livro V, caps. V, VIII e XII; Ferguson*(1972) cap.6 caps.07 (1874), seção IV , lição XVIII.

4. - O EQUILÍBRIO ESTÁTICO DOS MERCADOS EM CONCORRÊNCIA


4.1 - O equilíbrio parcial


  • Marshall* (1890) livro V, caps. I a III e VI; Ferguson* 1972 cap. 15; Walras* (1874), seção III, lições XI a XIII; Hahn* (1981).

B I B L I O G R A F I A

SCHUMPETER, J.- 1954, História da análise econômica. Trad. port. Rio de Janeiro, fundo de cultura, 03 volumes, 1964, parte IV.


JEVONS, W.- (1871). A teoria da economia política. Trad. port. São Paulo, Abril Cultural, col. "Os Economistas."
WALRAS, L.- (1874). Compendio dos elementos de economia política pura. Trad. port. São Paulo, Abril Cultural, Col. "Os economistas". 1983.
MARSHALL, A.- (1890) Princípios de economia. Trad. port. São Paulo, Abril cultural, col. "Os Economistas". 2 volumes, 1982.
DOBB, M.- (1973). Teoria do valor e da distribuição. Trad. port. Lisboa, Presença. 1973.
NAPOLEONI, C.- (1967). A teoria econômica no século XX. Trad. port. Lisboa, Presença, 1973.
MEEK, R.- (1956). The marginal revolution and its aftermath, in Meek, R. Studies in the labour theory of value. Londres, Lawrence & Wishart.
HICKS, J.R.-(1939). Valor e capital. trad. port. São Paulo, Abril Cultural, col. "Os Economistas". 1984.
TEIXEIRA, A.-(1981). Subversão e restauração no pensamento neoclássico uma discussão sobre a teoria subjetiva do valor. Rio de Janeiro, forense universitária, 1974.
HAHN, F.- (1981). General Equilibrium theory. In: Bell, D, & Kristol, I. (eds.) The crisis in economic theory. N. York, Basic Books, 1981.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal