Edital 001/2010 – rede piauiense de extensão tecnológica-repet/redes de estensão tecnológica/sibratec, de 24 DE JUNHO de 2010



Baixar 101.72 Kb.
Encontro24.07.2016
Tamanho101.72 Kb.
EDITAL 001/2010 – REDE PIAUIENSE DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA-REPET/REDES DE ESTENSÃO TECNOLÓGICA/SIBRATEC,

DE 24 DE JUNHO DE 2010

SELEÇÃO PÚBLICA PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE BOLSAS DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGICA – BTT, E APOIO TECNICO/ADMINISTRATIVO, PARA ATUAR NO NÚCLEO OPERACIONAL DO PROJETO REDE PIAUIENSE DE EXTENSÃO TECNOLÓGICA-REPET APRESENTADO PELA FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO-FUNDETEC/SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TECNOLÓGICO-SEDET/SUPERINTENDÊNCIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA-SECTEC.

O SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TECNOLÓGICO no uso de suas atribuições e tendo em vista a assinatura do convênio com a FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS-FINEP do Ministério da Ciência e Tecnologia, para implantação do Projeto Rede Piauiense de Extensão Tecnológica, torna pública a realização de seleção para provimento de 07 (sete) vagas de Bolsistas/Extensionista, assim distribuídas: 05 de Extensionistas para Transferência de Tecnologia e 02 (dois) para Técnicos/administrativos.

1.DA REPET

A Rede Piauiense de Extensão Tecnológica (REPET) é um projeto que visa gerar vínculos entre institutos de pesquisa e empresas estimulando a adoção de novas tecnologias e da inovação.

Seus principais objetivos são:

• Superar as suas deficiências nas áreas de gestão, produção e comercialização do produto;



  • Produzir com qualidade, produtividades e baixo custo operacional, para tornar seus produtos competitivos;

  • Disputar o mercado regional e nacional com empresas concorrentes;

  • Garantir sustentação produtiva e financeira da empresa;

  • Implantar a Tecnologia de Produção Mais Limpa adequando as empresas aos pré-requisitos necessários para esse fim.

2. DA BOLSA DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA – BTT

2.1. DA FUNÇÃO: EXTENSIONISTA NAS ÁREAS DE:

��Produção e Industrialização do Mel de Abelha �� Cerâmica Vermelha �� Confecção �� Cultura da Carnaubeira (Produção e Industrialização do pó e da cera); Tecnologia da ProduçãomaisLimpa

3. DA IMPLEMENTAÇÃO DA REPET:

3.1 Aplicações da metodologia de trabalho de extensão tecnológica nas empresas, constituída pelas seguintes fases:



  • Fase Inicial - Contato para agendamento da visita;

  • Primeira Visita- apresentação da REPET

  • Diagnóstico - levantamento de informações, apontamento de soluções para os problemas identificados, alimentação do banco de dados da REPET e relatório;

  • Implantação - apresentação do Plano de Atendimento de melhorias priorizadas; estabelecimento de um cronograma de implantação das melhorias priorizadas; capacitação dos responsáveis pela implantação;

  • Acompanhamento;

  • Avaliação dos Trabalhos;

  • Conclusão.

3.2 Do perfil do Extensionista:

O principal responsável pelo cumprimento das metas quantitativas e qualitativas da REPET é o Extensionista que deve possuir o seguinte perfil:



  • Extensionista: sem vínculo empregatício, nível superior, com experiência mínima de 01 ano, nas áreas de produção e industrialização: do mel de abelhas; da carnaúba (pó e cêra); da cerâmica vermelha; da confecção e gestão da produção e Tecnologia de ProduçãomaisLimpa (PmaisL), mediante as condições estabelecidas neste edital;

  • Apoio Técnico/Administrativo: segundo grau completo; conhecimento em informática (Windows, Word, Excel, Power Point e Internet).

3.2.1 - CONHECIMENTO na área requisitada (saber): Ser um profissional com conhecimento técnico e reconhecida capacidade de identificar problemas e oportunidades nas empresas (experiência em assessoria e/ou consultoria nas empresas regionais); Conhecimento em informática (Windows, Word, Excel, Power point e internet).

3.2.2 - HABILIDADE (saber fazer): Reunir conhecimentos acadêmicos e práticos, permitindo ações objetivas; ter capacidade de relacionamento com o ambiente externo, articulando redes e consórcios; Conhecer a oferta tecnológica disponível às empresas e transmitir aos empresários informações sobre as áreas de crédito, inovação tecnológica, capacitação empresarial, existentes nos órgãos públicos e privados. Ex.: Linhas de créditos do Banco do Brasil. CEF, BNDES e BNB, programas do governo (federal, municipal e estadual), programas e projetos de entidades conveniadas; programas/projetos das entidades parceiras;

3.2.3 - ATITUDE (saber ser): Comprometido; Ético; Pró-ativo; Criativo; Relacionamento interpessoal; Dinâmico.

4. DAS METAS A SEREM CUMPRIDAS NO PROJETO REPET:

O Projeto prevê como meta 100 atendimentos junto às empresas que trabalham com os arranjos produtivos da: PRODUÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO DO MEL DE ABELHA, CERÂMICA VERMELHA, CONFECÇÃO, CARNAÚBA (PRODUÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO DO PÓ E DA CERA), TECNOLOGIA DA PRODUÇÃOMAISLIMPA, no período de 24 meses, notadamente no que se refere às suas demandas, às consultorias,à adequação dos produtos,à gestão da produção,à capacitação das equipes, à divulgação da REPET e formação de banco de dados .



5. DO TEMPO DE DEDICAÇÃO, DA REMUNERAÇÃO E DA VIGÊNCIA DA BOLSA

5. 1. O tempo de dedicação do bolsista será integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais.

5. 2. A remuneração da bolsa BTT (Bolsa de Transferência de Tecnologia) será de acordo com a experiência e qualificação do candidato selecionado.

Quadro I.

Modalidade Nível


Requisitos

Valor – R$

Formação

Conhecimento

Graduado



Experiência em transferência tecnológica na área do projeto

2.320,00

Extensionista


Apoio Técnico/Administrativo

2° grau completo

Conhecimento em informática (Windows, Word, Excel, Power point e internet); serviços de escritório

1.045,89

• (a) A experiência em transferência tecnológica na área do projeto será avaliada considerando também a experiência do candidato em consultorias prestadas às empresas públicas e privadas na área do projeto.

• (b) Diploma, devidamente registrado, de conclusão de Graduação, Mestrado ou Doutorado ou certificado/declaração de conclusão de Especialização ou créditos concluídos do Mestrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, ou revalidado por instituição nacional credenciada para esse fim, obtido em curso de relevância acadêmica, segundo padrões estabelecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES;

• (c) Documentação devidamente comprovada de ter exercido atividades durante o período mínimo exigido.

• (d) tanto a formação, quanto o conhecimento exigidos devem estar em consonância com o item 5.2, para enquadramento do candidato à modalidade de bolsa especificada pela SEDET/SECTEC.

5.3. A bolsa terá o prazo de vigência de 24 (vinte e quatro) meses.

5.4. Em qualquer tempo, o bolsista poderá ser desligado, quando não responder às suas atribuições.

6. DA FUNÇÃO, DAS ÁREAS DE ATUAÇÃO E DAS VAGAS

6.1. A função, as áreas e as vagas de que trata este edital são apresentadas no Quadro II a seguir. Elas destinam-se ao exercício da função de Extensionista no Núcleo Operacional da REPET no SENAI, localizado em Teresina (Pi), para atuação junto às empresas sediadas em municípios do Estado do Piauí.



Quadro II:

Função

Área de Trabalho

Total de Vagas

Extensionista

Produção e Industrialização do Mel de Abelha

01

Extensionista

Cerâmica Vermelha ��

01

Extensionista

Confecção

01

Extensionista

Carnaúba (Produção e Industrialização do pó e da cera);

01

Extensionista

Tecnologia da PRODUÇÃOMAISLIMPA (PmaisL)

01

Apoio Técnico/Administrativo

Serviços de Escritório

02

7. DAS INSCRIÇÕES NA SELEÇÃO

7.1. As inscrições serão gratuitas e efetuadas pelo candidato, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, através da Superintendência de Ciência e Tecnologia, situada à Av. Pedro Freitas, S/N, Centro Administrativo, Bloco A, 2° Andar, Teresina-Pi; na oportunidade, será identificada a área que o candidato deseja concorrer; as inscrições serão do dia 29/06/2010 ao 05/07/2010, , no horário de 8:00h às 13:00h.

7.2. No ato da inscrição, o candidato deverá entregar o formulário de inscrição, que estará disponível no endereço eletrônico http:/www.pi.gov.br e www.fundetec.org e apresentar os seguintes documentos:

a) currículo lattes;

b) cópias autenticadas dos títulos e cópias dos trabalhos referidos no currículo lattes;

c) cópias autenticadas da cédula de identidade e do CPF;

d) declaração que pode cumprir as 40 (quarenta) semanais;,

7.3. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o Edital; uma vez efetivada a inscrição, não será permitida a sua alteração e, em nenhuma hipótese, serão aceitos pedidos de alteração.

7.4. O candidato poderá obter o Edital de Seleção no endereço eletrônico http:/www.pi.gov.br e www.fundetec.org

7.5. É vedada a inscrição condicional, a extemporânea, a via postal, a via fax ou a via correio eletrônico.

7.6. As informações prestadas na solicitação de inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a SEDET/SECTEC do direito de excluir da seleção pública aquele que não preencher o formulário de forma completa, correta e legível, bem como aquele que não apresentar todos os documentos indicados no subitem 7.2.

7.7. O comprovante de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato e apresentado no local de realização da entrevista.

7.8. Admitir-se-á, também, a inscrição mediante procuração específica para esse fim, por instrumento público ou particular, com firma reconhecida do outorgante, acompanhado de cópia autenticada das cédulas de identidade do candidato e de seu procurador, assumindo o candidato total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador e arcando com as conseqüências de eventuais erros de seu representante.

8. DAS ETAPAS DA SELEÇÃO PÚBLICA:

8.1. A seleção compreenderá as seguintes etapas:



Quadro III

Prova

Tipo

Pontuação Máxima

Caráter

P1

Avaliação de Títulos e Currículos

350

Eliminatório

P2

Entrevista

10

Eliminatório

8.2. DA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS, DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA E DE CONSULTORIA E EXTENSÃO (P1)

8.2.1. A avaliação de títulos, de produção científica e tecnológica e de consultoria e de extensão para a função de bolsista de Transferência de Tecnologia - BTT, de caráter eliminatório, valerá 350 (trezentos e cinqüenta) pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos e produção científica e tecnológica apresentados seja superior a esse valor.

8.2.2. A pontuação dos títulos e produção científica e tecnológica, consultoria e extensão referente a função de bolsista BTT de técnico em extensão é a soma dos pontos obtidos, conforme o quadro de pontuação abaixo relacionado: 350 = 100%

QUADRO DE ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA A AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

TÍTULO VALOR UNITÁRIO VALOR MÁXIMO
Quadro IV


Título

Valor Unitário

Valor Máximo

1.Conclusão de pós-graduação:

1.1Mestrado

1.2Doutorado

5 pontos


10 pontos

5 pontos


10 pontos

2. Conclusão de especialização

03 pontos

03 pontos

3. Curso em área relacionada a gerência:

-Até 80h


-De 81 a 200h

-Mais de 201h


01 ponto


02 pontos

03 pontos


15 pontos




4. Atividades docentes em instituições de ensino superior: cada 60 h

01 ponto

10 pontos

5. Cargo de direção superior ou gerência intermediária em Direção superior em instituições de PD&I públicas ou privadas:




Direção Superior:

-Nacional-2 pontos/semestre

-Internacional-2,5pontos/semestre

Gerência Intermediária:

-Nacional-1,5 ponto/semestre

-Internacioanl-2 pontos/semestre

20 pontos


6. Cargo de direção superior ou gerência intermediária em Direção superior em outras instituições públicas ou privadas



Direção Superior:

-Nacional-1,5 pontos/semestre

-Internacional-2 pontos/semestre

Gerência Intermediária:

-Nacional-1,0 ponto/semestre

-Internacioanl-1,5 ponto/semestre

20 pontos



7. Liderança, gerência, coordenação ou supervisão de áreas, ou setores, programas ou projetos de pesquisa e desenvolvimento

-Nacional-1,0 ponto/semestre

-Internacional-1,5 ponto/semestre

10 pontos



8. Liderança, gerência, coordenação ou supervisão de áreas, ou setores, programas ou projetos de extensão tecnológica

-Nacional- 1,0 ponto/semestre

-Internacional-1,5 ponto/semestre

30 pontos



9. Consultoria a empresas públicas e privadas

-Nacional- 1,0 ponto/semestre

-Internacional-1,5 ponto/semestre



30 pontos


10. Participação em comitês, comissões, bancas acadêmicas ou similares

-Coordenador:1ponto/evento

- Membro-0,5 ponto/evento



05 pontos

11. Orientações concluídas de dissertações de mestrado

01 ponto/ orientação concluída


05 pontos



12. Orientações concluídas de teses de doutorado

1,5 ponto/orientação concluída

10 pontos

13. Coordenação de cursos de pós-graduação Stricto Sensu

. 1 ponto por coordenação

03 pontos

14. Participação em Conselhos de Ensino em Instituições de Ensino Superior

1 ponto por participação

02 pontos

15. Participação em comitês em agências de fomento

. 1 ponto por participação

03 pontos

16. Anos de atuação em ensino de pós-graduação.

1 ponto (por ano completo)

10 pontos

17. Artigo técnico-científico publicado em periódicos nacionais e internacionais



Periódico Nacional:

-Como autor principal:4 p/artigo

-Como co-autor:2 pontos/artigo

Periódico internacional:

-Como autor principal: 3 p/artigo

-Como co-autor: 1,5 p/artigo


30 pontos



18. Autoria de livros técnico-científicos ou capítulos publicados



Autor livro nacional: 5 pontos

Por livro;

-Co-autor livro nacional:2,5p/livro

-Autor livro no exterior:6 p/livro

-Co-autor/co-editor livro exterior:3 pontos/livro;

-Autor capítulo livro nacional: 02 pontos/capítulo;

-Co-autor capítulo livro nacional:

1 ponto/capítulo;

-Autor capítulo livro exterior: 3 pontos/capítulo;

Co-autor capítulo livro exterior:1,5p/capítulo




20 pontos



19. Editoração/organização de livros e revistas

-Editor livro nacional:2 p/livro;

-Co-editor livro nacional:1p /livro

-Editor livro exterior:3 p/livro;

-Co-editor livro exterior:1,5p/livro;

-Editor revista no país ou exterior: 0,6 pontos/fascículo;

-Co-editor revista no país ou exterior:0,3 ponto/fascículo



15 pontos

20. Autoria de publicações seriadas (circulares, boletins, comunicados técnicos,documentos,sistemas de produção, recomendações técnicas, vídeos e softwares para empreendimentos)

-Autor: 1,5 ponto/publicação;

Co-autor:0,5 ponto/publicação



15 pontos

21. Publicação de trabalhos técnicos completos em anais de congressos, seminários e eventos similares

- Autor de artigo completo em anais de congresso Internacional:

2,0 pontos/artigo;

- Co-autor de artigo completo em anais de congresso Internacional:

1,0 ponto/artigo;-




10 pontos

22. Exercício de atividade profissional, empregos/cargos de nível superior em Instituição pública ou privada na

área relativa a seleção


-02 pontos por atividade

20 pontos

23. Condecorações e Prêmios concedidos por entidade nacional e/ou internacional.


-1 ponto por reconhecimento

03 pontos

24. Participação em corpo editorial de periódico nacional ou internacional indexado por periódico

-0,5 por periódico

03 pontos

25. Participação em Comitê internacional

0,5 ponto/evento

03 pontos

26. Participação no desenvolvimento de processo e/ou produto com patente e/ou produção tecnológica na área de conhecimento a que concorre, constante de depósitos de patentes e/ou patentes concedidas

-Autor principal: 04 pontos/tecnologia;

-Co-autor: 02 pontos/tecnologia



15 pontos

27. Domínio ou conhecimento de idiomas estrangeiros



-Domínio de inglês: 10 pontos;

-Conhecimento de inglês: 5 pontos;

-Domínio de outros idiomas: 5 pontos/idioma;

-Conhecimento de outros idiomas: 2 pontos/idioma.


15 pontos



8.2.3. Diploma ou certificado expedido por instituições estrangeiras será aceito desde que revalidado por instituição de ensino superior no Brasil.

8.2.4. Todo documento expedido em língua estrangeira somente será considerado se traduzido para a Língua Portuguesa por tradutor juramentado.

8.2.5. Cada título será considerado uma única vez.

8.2.6. Os títulos serão considerados, se devidamente comprovados.

8.2.7. Os pontos que excederem o valor máximo em cada alínea do Quadro de Atribuição de Pontos para a Avaliação de Títulos, bem como os que excederem o limite máximo de pontos estipulados serão desconsiderados.

8.3. As informações referentes á data, horário, tempo de duração e local de realização da entrevista, assim como seus respectivos resultados, por área de trabalho para qual concorre, estarão preferencialmente

disponíveis no endereço eletrônico http:/www.pi.gov.br e www.fundetec.org


8.4.Todas as etapas de seleção ocorrerão em Teresina, na sede do SENAI, 5° Andar, Av. Gil Martins.

9. DA COMISSÃO DE SELEÇÃO

9.1. A seleção dos candidatos será efetivada por uma Comissão, composta pelos membros do Comitê Gestor, nomeada oficialmente pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico e publicada no Diário Oficia do Estado.

9.2. A Comissão de Seleção será coordenada pelo coordenador Geral do Projeto, que será, também encarregado de zelar pelo bom andamento das atividades dos trabalhos da seleção.

10. DO RESULTADO DA SELEÇÃO

10.1. A Comissão de Seleção encaminhará ao Secretário da SEDET, através da SECTEC, os resultados da Seleção, através de uma ATA a qual deve conter:

a) A lista de candidatos aprovados e a lista de candidatos reprovados, ambas apresentadas em ordem alfabética;

b) Um quadro com as ordens de classificação dos candidatos aprovados, em cada área de conhecimento do concurso.

10.2. O Secretário da SEDET homologará o resultado da seleção, que será divulgado e disponibilizado na internet, no endereço eletrônico http:/ www.pi.gov.br; www.fundetec.org

11. DA NOTA FINAL DA SELEÇÃO

11.1. O candidato a bolsista BTT para a REPET terá a nota final na seleção a partir da soma das notas obtidas sobre os títulos apresentados (P1) e entrevista (P2).



12. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

12.1. Em caso de igualdade da nota final, para fins de classificação, terá preferência o candidato a bolsista BTT para a REPET que na seguinte ordem:

a) Tiver idade igual ou superior a sessenta anos, até o último dia de inscrição nesta seleção, conforme o artigo 27, parágrafo único, da Lei nº10. 741, de 1º de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso);

b) Obtiver a maior soma de pontos na avaliação de títulos e produção científica e tecnológica, consultoria e extensão;

c) Obtiver a maior nota na entrevista (P2);

12.2. Em caso de empate, cada examinador decidirá sobre as médias atribuídas por ele mesmo a dois ou mais candidatos.



13. DOS RECURSOS

13.1. Caberá recurso, no prazo de até 2 (dois) dias após a divulgação do resultado provisório, à Comissão de Seleção para bolsista BTT.

13.2. O candidato deverá ser claro, consistente e objetivo em seu pleito. Recurso inconsistente ou intempestivo será preliminarmente indeferido.

13.3. O candidato deverá identificar-se no ato da entrega do recurso, mediante a apresentação do documento de identidade original.

13.4. Na impossibilidade de comparecimento do candidato, serão aceitos recursos entregues por procurador, mediante procuração específica para esse fim, por instrumento público ou particular; este com firma reconhecida do outorgante, acompanhada de cópia autenticada das células de identidade do candidato e de seu procurador, assumindo o candidato total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador e arcando com as conseqüências de eventuais erros de seu representante.

13.5. Não será aceito recurso via postal, via fax, via correio eletrônico ou, ainda, fora do prazo.

13.6. Recursos cujo teor desrespeite a Comissão de Seleção serão preliminarmente indeferidos.

13.7. Todos os recursos serão analisados e as justificativas das alterações de nota serão divulgadas no endereço eletrônico http:/www.pi.gov.br; www.fundetec.org no prazo de até 03 (três) dias úteis, contados do seu recebimento.

13.8. Em nenhuma hipótese serão aceitos pedidos de revisão de recursos já analisados.

14. DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA A INVESTIDURA NA FUNÇÃO DE BOLSISTA

14.1. O candidato deverá atender, cumulativamente, no ato da assinatura do termo de aceitação da bolsa, aos seguintes requisitos:

a) Ter sido aprovado no processo de seleção;

b) Ter nacionalidade brasileira ou estrangeira, na forma da legislação em vigor;

b.1) se estrangeiro, ter visto de permanência em território nacional, que permita o exercício de atividade profissional no Brasil;

c) Estar em dia com as obrigações eleitorais, no caso de nacionalidade brasileira;

d) Estar em dia com as obrigações do serviço militar, no caso de candidatos de nacionalidade brasileira e do sexo masculino;

e) Apresentar documentação original que comprove os requisitos exigidos para o exercício da função, conforme item 7.2 deste edital;

f) Apresentar os documentos que se fizerem necessários por ocasião da implementação da bolsa;

g) Estar em pleno gozo de seus direitos políticos, no caso de nacionalidade brasileira; e

h) cumprir as determinações do edital da seleção pública.

15. DA HOMOLOGAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DA BOLSA

15.1. O resultado final da seleção, será homologado pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico e pelo Presidente da Fundação de Educação, Cultura e Desenvolvimento Tecnológico e divulgado nos endereços eletrônicos http:/www.pi.gov.br; www.fundetec.org

15.2. O candidato classificado para as vagas existentes de acordo com este Edital, obedecendo à estrita ordem de classificação, será convocado, com aviso de recebimento, correspondência direta, por meio de carta com aviso de recebimento ou telegrama, a ser enviado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, obrigando-se a declarar por escrito, se aceita ou não a bolsa para a qual está sendo convocado.

15.3. O não-pronunciamento do candidato, em um prazo de 03 (três) dias uteis, a partir da data de recebimento da correspondência, nos termos do subitem 15.2, permitirá À SEDET excluí-lo da seleção pública.

15.4. O candidato aprovado na seleção pública poderá desistir da mesma, mediante requerimento endereçado ao Secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico.

15.5. A concessão de bolsas aos candidatos selecionados não cria vinculo empregatício de qualquer natureza, nos termos do art.5º, §2º, do Decreto nº 5. 205/2004, publicado no Diário Oficial da União de 15/09/2004.

15.6. Os candidatos classificados em suas respectivas áreas, excedentes às vagas atualmente existentes nas mesmas, serão mantidos em cadastro de reserva durante o prazo de execução do Projeto REPET/PI e poderão ser convocados, para aproveitamento, a critério exclusivo da SEDET/SECTEC, em função da disponibilidade ou criação de vagas de bolsas futuras.

15.7. O candidato não terá bolsa implementada se:

a) Deixar de atender às exigências, os prazos e as datas estabelecidas neste edital;

b) Não apresentar os documentos comprobatórios dos requisitos estabelecidos para a investidura na função no item 7.2 deste EDITAL.



16. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

16.1 A inscrição do candidato implicará na aceitação das normas para a seleção pública de bolsistas BTT contidas nos comunicados, neste edital e em outros que vierem a ser publicados.

16.2. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos, editais e comunicados referentes a este processo de seleção publica, divulgados no endereço eletrônicos.

16.3. O candidato poderá obter informações referentes à seleção publica no endereço eletrônico http:/www.pi.gov.br e www.fundetec.org

16.4. O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da entrevista, com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o seu inicio, munido do comprovante de inscrição e do documento de identidade original.

16.5. Não haverá segunda chamada para realização da entrevista. O não comparecimento a esta, implicará na eliminação automática do candidato.

16.6 Será automaticamente eliminado da seleção pública, o candidato que, durante a sua realização:

a) Faltar com devido respeito para com qualquer membro da comissão de seleção, com as autoridades presentes ou com os demais candidatos;

b) Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido;

c) Utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos ou ilegais, para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer etapa da seleção publica;

16.7. O candidato deverá manter atualizado seu endereço perante à SEDET/SECTEC, enquanto estiver participando da seleção publica, por meio de requerimento a ser apresentado à comissão de seleção, se selecionado. São de exclusiva responsabilidade do candidato os prejuízos advindos da não atualização de seu endereço.

16.8. Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de classificação ou de notas, valendo para tal fim a homologação do resultado final da seleção, divulgado no endereço eletrônico http:// http:/www.pi.gov.br; www.fundetec.org

16.9. A SEDET/SECTEC não arcará com quaisquer despesas de deslocamento de candidatos, para realização da entrevista.

16.10. Quaisquer alterações nas regras fixadas neste Edital só poderão ser feitas, por meio de outro Edital.

16.11. Os casos omissos serão resolvidos pelo Secretário da SEDET, após manifestação da Comissão de Seleção.

Teresina (PI), 24 Junho de 2010.



Francisco Reinaldo Rebelo Sampaio

Secretário de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal