Emílio Rui Vilar



Baixar 4.12 Kb.
Encontro21.07.2016
Tamanho4.12 Kb.

Político e jurista português, Emílio Rui Vilar foi administrador da Fundação Calouste Gulbenkian entre 1996 - 2002, e presidente entre 2002 e Maio de 2012.



Nasceu em 1939, no Porto. Terminou a sua licenciatura em Direito pela Universidade de Coimbra em 1961. Ocupou diversos cargos governativos, como o de secretário de Estado do Comércio Externo e Turismo do I Governo Provisório e o de ministro da Economia dos II e III Governos Provisórios e o de ministro dos Transportes e Comunicações do I Governo Constitucional (1976-1978). Em 1976 foi eleito deputado à Assembleia da República.
Do seu vasto currículo merece ainda destaque o exercício de outros cargos. Rui Vilar foi Vice-governador do Banco de Portugal, presidente do Conselho de Gestão do Banco Espírito Santo e Comercial de Lisboa, diretor geral da Comissão das Comunidades Europeias (1986-1989), presidente do Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos (1989-1995), comissário-geral para a Europália 91, fundador e primeiro presidente do Conselho Coordenador da SEDES - Associação para o Desenvolvimento Económico e Social, fundador do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento, presidente da Câmara de Comércio Luso-Britânica (1984-1986), vice presidente da Fundação de Serralves (1989-1990) e presidente da Assembleia Geral do Centro de Informação Jacques Delors. Emílio Rui Vilar foi distinguido, entre outras condecorações, com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo e com a Grã-Cruz da Ordem do Infante.

Actualmente é advogado e administrador não executivo da Fundação Calouste Gulbenkian e da REN.


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal