Escolas presentes



Baixar 16.13 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho16.13 Kb.

FEDERAÇÃO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL DE HISTÓRIA

CONSELHO NACIONAL DAS ENTIDADES DE HISTÓRIA

Conselho Nacional realizado no dia 24 de julho de 2009, durante o Encontro Nacional dos (as) Estudantes de História, realizado entre os dias 19 a 25 de julho na UFPA, em Belém-Pará.



Escolas presentes: UFES, UFAL, UFPB, UFPR, UFPA, UFRPE, UFPE, UFF, UFRN, USP e UNEB.

Pontos de Pauta:

Informes.

Avaliação da última gestão da FEMEH.

Boletim para o próximo semestre.

Calendário de lutas da FEMEH.

Discussão sobre a próxima coordenação geral e candidatos à escola-sede do próximo ENEH.



Informes:

Não houve Conselho Regional das Entidades de História (COREHI) da regional sul durante o ENEH por falta de quorum. Portanto, não foi tirada a nova coordenação da regional sul. Há indicativo, que a nova coordenação regional sul seja tirada no próximo COREHI-Sul , a ser realizado no mês de agosto.

Não houve também o COREHI-Sudeste por falta de quorum e não há indicativo de próximo COREHI-Sudeste.

No COREHI-Norte e Nordeste, seguindo a orientação do último EREH, dividiu-se em Norte e Nordeste. Desta forma, o COREHI Nordeste ocorreu e ficou deliberado de que haverá um COREHI-Nordeste nos dias 4 e 5 de setembro de 2009, na Universidade Federal de Alagoas.



Avaliação da última gestão:

Foi discutido a necessidade das escolas que assumirem as próximas coordenações da FEMEH de se comprometerem à construir a entidade, de forma a evitar o abandono de gestão, prejudicando, assim, a construção e o fortalecimento da FEMEH. Além disto, foi citado a falta de articulação política entre as escolas responsáveis pelas coordenações regionais, o que dificultou demasiadamente o trabalho da última coordenação geral.

Ainda, foi discutido a necessidade de se construir um movimento estudantil de história a partir da base para que possamos construir uma entidade mais orgânica. Também foi citado a necessidade de organizar espaços de formação política dentro da FEMEH e a importância de se pensar quanto a nossa forma de organização. Junto a tudo citado ainda foi ressaltado a urgência de uma política de financiamento da entidade e da criação de um espaço virtual para a FEMEH.

Com base nisto, foi deliberado por unanimidade:

-Que os CONEHIs realizados durante os ENEHs sejam realizados nos primeiros dias do encontro.

-Que se realize mais reuniões virtuais e que se use mais a lista de emails da FEMEH enquanto um espaço de articulação do Movimento Estudantil de História.

-Política de Finanças:

- Pensar em artes a serem usadas nacionalmente (camisas, adesivos, canecas e etc) a fim de arrecadar dinheiro para a federação. Responsáveis: UFPR e UFRPE. Prazo: Final de Agosto.

- Contribuição voluntária de CA’s e DA’s. Responsáveis: Todos e todas!

-Criação de Site. Responsáveis: UFPR e UFPB. Prazo: O mais rápido possível!!

-Formação política para a FEMEH:

- Seminário de formação política em conjunto com o CONEHI.

- Reativação dos Grupos de trabalhos (GT’s) que serão responsáveis em acumular sobre determinados eixos temáticos em suas escolas e ficarão responsáveis por enviar textos (para as listas de email da FEMEH, para o site, jornais), escrever cartilhas e etc.

GT sobre questão ambiental: UFPA.

GT sobre opressões: UECE.

GT sobre políticas educacionais: UNEB.

GT sobre estrutura de Estatuto: UFS

GT sobre Ensino de História: UFRPE

Os GT’s sobre Abertura dos Arquivos, Regulamentação da Profissão e Currículo são de responsabilidade da coordenação geral.

Boletim:

Foi deliberado que o boletim da FEMEH terá os seguintes temas:

Histórico da FEMEH. Responsável: Cleidinho-UFS

Relato sobre currículo. Responsável: CAHIS, UFPR.

Texto sobre opressões. Responsável: Digal-UCSal.

Texto sobre pagas. Responsável: Larissa-UCSal.

Texto sobre o ENADE. Responsável: CALHIS, UFES.

Foi deliberado que no dia 16 de agosto, ás 14h, haverá uma reunião online para que se tire o eixo que o texto sobre avaliação do ENEH terá no boletim.



Calendário de Lutas da FEMEH

Foi discutido neste ponto a importância de ter um calendário de lutas da FEMEH afim de promover uma maior organicidade da FEMEH nos CA’s e DA’s dos cursos de História. Então, este calendário tem como objetivo principal nortear as escolas para que haja uma discussão mais aprofundada das pautas da nossa federação. Desta maneira, este calendário deve ser entendido como uma orientação política e não como uma imposição. Entendendo a realidade de cada região, foi proposto que o calendário tivesse datas “abertas”, ou seja, sugestões de eixos temáticos para cada período e algumas datas fechadas de forma a garantir uma maior participação das escolas na construção concreta das atividades propostas.

Desta forma, ficou deliberado que as datas fechadas serão:

10-14 de Agosto: Jornada de Luta Contra a Crise Econômica.

7 de Setembro: Grito dos Excluídos.

20 de novembro: Dia da consciência negra.

8 de março: Dia das mulheres.

1 de Abril: Golpe Militar de 1964.

1 de Maio: Dia do trabalhador.

Datas “abertas”:

Agosto e Setembro: Calourada e Regulamentação da Profissão do Historiador.

Outubro e Novembro: Consciência Negra.

Dezembro: CONEHI na Escola-Sede do próximo ENEH em conjunto com Seminário de Formação Política.

Janeiro: Estágios Interdisciplinares de Vivência (EIV’s).

Fevereiro, Março e Abril: Calourada e Abertura dos Arquivos da Ditadura.

Maio, Junho e Julho: Movimento Estudantil de História.



Discussão sobre a próxima coordenação geral e candidatos à escola-sede do próximo ENEH.

As escolas que se propuseram a se candidatar à próxima escola-sede do ENEH 2010 foram a Universidade Estadual do Ceará (UECE) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

As duas escolas apresentaram seus respectivos projetos e foi discutido a importância de politizar o debate referente à próxima escola-sede que seria escolhida na plenária final do ENEH 2009. Desta forma, foi discutido a proposta que apresentaríamos neste ponto de pauta durante a plenária final. Houve duas propostas:

Proposta 1:

5 minutos de defesa para cada escola.

4 inscrições de 2 minutos para o plenário apresentar possíveis questionamentos sobre os projetos apresentados.

5 minutos para as escolas responderem o plenário e concluírem sua defesa.

Total: 30 minutos.

Proposta 2:

5 minutos de defesa para cada escola.

4 inscrições de 2 minutos para o plenário apresentar possíveis questionamentos sobre os projetos apresentados.

3 minutos para as escolas responderem o plenário e concluírem sua defesa.

Total: 26 minutos.

A proposta número 1 ganhou com 8 votos a 2 e uma abstenção.

As escolas que se apresentaram para compor a coordenação geral foram a UFPR e a UFES. A terceira escola será decidida no próximo CONEHI.

Sendo fechado este ponto de pauta, encerrou-se o CONEHI.



Relatoria: Paula Coradi – CALHIS.UFES (coordenação geral da FEMEH gestão 2008-09).


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal