Esperamos que tudo bem com todas e todos



Baixar 44.34 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho44.34 Kb.
Esperamos que tudo bem com todas e todos.

Estaremos em São Paulo entre os meses de agosto/setembro para participar de uma mesa ("Lutas Indígenas e Terrorismo de Estado") durante o Seminário "Direitos Humanos, Terrorismo de Estado e Movimentos Sociais" na Faculdade de Educação da USP de 03/09. Nesta estadia ofereceremos em conjunto com representantes do Povo Tupinambá de Olivença (Ilhéus/Bahia) o CURSO DE EXTENSÃO “HISTÓRIAS, CULTURAS INDÍGENAS E A CIDADE DE SÃO PAULO - SABERES, ABORDAGENS, PESQUISAS E POSSIBILIDADES DE ENSINO (LEI 11.645/2008)”.

Nossos objetivos:

- potencializarmos as reflexões acadêmicas, socioculturais, jurídicas e políticas sobre a temática indígena e a cidade de São Paulo (conforme segue abaixo sobre o curso);

- divulgarmos a luta do Povo Tupinambá de Olivença (Ilhéus-Bahia) onde moarmos e lutamos;

- financiarmos nossa viagem e estadia em São Paulo no sentido da nossa militância.

- divulgarmos o V Seminário Índio Caboclo Marcelino e Caminhada Tupinambá que realizamos em setembro aqui em Olivença.

Seguem Datas, Locais e Programação do Curso



~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

CURSO DE EXTENSÃO: “HISTÓRIAS, CULTURAS INDÍGENAS E A CIDADE DE SÃO PAULO - SABERES, ABORDAGENS, PESQUISAS E POSSIBILIDADES DE ENSINO (LEI 11.645/2008)”

Organização/Docência:

- Prof. Dr. Carlos José F. Santos - Casé Angatu

Indígena e Morador no Território Indígena Tupinambá em Olivença (Ilhéus/Bahia); Doutor pela FAU/USP; Mestre pela PUC/SP; Autor dos Livros: “Nem Tudo Era Italiano – São Paulo e Pobreza na Virada do Século XIX-XX” e “Identidades Urbanas e Globalização: constituição dos territórios em Guarulhos/SP”, entre outros; Professor da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC (Ilhéus/Bahia); Ex-Coordenador do PIBID/História/CAPES-UESC, junto à Escola Estadual Indígena Tupinambá de Olivença.

- Representantes do Povo Tupinambá de Olivença

Nesta edição a ideia é que o Curso terá a participação do Povo Tupinambá de Olivença (Ilhéus/Bahia) que luta pela Demarcação de seu Território Tradicional, através da presença de alguns de seus representantes. O Reconhecimento Étnico do Povo Tupinambá foi publicado em 2002 e o Relatório Demarcatório Publicado em 2009. Porém, até agora o governo federal não “autorizou” a demarcação. Uma situação que tem gerado um quadro de conflitos e luta.



OBJETIVO GERAL: Estudar, conhecer e refletir acerca de dimensões das Histórias, Saberes e Culturas Indígenas brasileiras, tendo como recorte territorial mais específico a Cidade de São Paulo. A ideia é incentivar estudos e pesquisas sobre os povos originários, constituindo relações com o ensino através dos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCNs e com a aplicação da Lei 11.645/2008 - que “estabeleceu as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

- possibilitar uma compreensão inicial acerca de formas de abordagens e conceitos relativos às Histórias, Culturas e Saberes Indígenas;

- potencializar a aplicação da Lei 11.645/2008;

- discutir aspectos conceituais dos PCNs; refletir acerca das semelhanças e diferenças entre Educação Indígena, Educação Escolar Indígena e Ensino das Histórias, Culturas e Saberes Indígenas;

- incentivar a pesquisa e o estudo da temática indígena na área de história, ensino, memória, identidade, oralidade, territorialidade, religião/religiosidade e cultura.

METODOLOGIA: É um curso de natureza histórico sociocultural relacionando aos saberes tradicionais, pesquisa, ensino da história e cultura dos povos indígenas brasileiros, destacando sua diversidade étnica e possibilidades de abordagens e tendo como base a Cidade de São Paulo. As aulas serão conceituais, expositivas e dialogadas, contando e com a participação dos presentes e utilização de material audiovisual no sentido da percepção de diferentes fontes para o estudo dos povos indígenas, tais como: textos, dados estatísticos, fotografias, plantas, gravuras, vídeos, pinturas, depoimentos, músicas/cantos, linguagens, danças, rituais, vestimentas, comidas, bebidas, artefatos, formas de relação com a natureza e outras culturas.

PARTICIPANTES: O curso é aberto às pessoas interessadas em discutir, estudar, pesquisar e lecionar história e cultura indígena, não existindo exigências quanto ao grau de graduação. Os únicos requisitos são: interesse na temática em estudo e na troca de saberes.

DATA/HORÁRIO/LOCAL: O curso será realizado em dois dias.

- PRIMEIRO DIA será com aula teórica e conceitual - VOCÊ ESCOLHE UM DOS DOIS SÁBADOS ABAIXO para realizá-la e depois coloque na Ficha de Inscrição no espaço apropriado.

- 30/08 (sábado) das 9h até 16h. Local: Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos – CIEJA/Campo Limpo (Prefeitura Municipal de São Paulo) - Rua Cabo Estácio da Conceição, 176 - Parque Maria Helena (Fone: 11.5816-3701)

- 06/09 (sábado) das 9h até 16h. Local: Outras Palavras – Comunicação Compartilhada e Pós-Capitalismo - Rua Conselheiro Ramalho, 945 – Bela Vista – São Paulo/SP.

- SEGUNDO DIA será realizado com aula de campo no dia 07/09 (domingo) das 14h às 16h, partindo do “Páteo do Colégio”, localizado na área central de São Paulo, acompanhando vestígios da presença indígena na cidade e região. Nesta aula será realizado um Roda de Conversa com os Tupinambá.

VALOR DO CURSO: 150,00 reais público no geral e 100,00 reais para sindicalizados, professores, estudantes, militantes, indígenas e movimentos sociais.

OBS: No valor do curso, além do certificado, estão inclusos CD com textos, fontes, bibliografia, fotos, mapas, música e vídeos sobre as temáticas tratadas.

PAGAMENTO: o pagamento é feito no primeiro dia do curso. Pode ser: à vista; pré-datado para 08/08/2014; parcelado em duas vezes.

INSCRIÇÕES/INFORMAÇÕES: solicitar Ficha de Inscrição por e-mail carlos.josee@uol.com.br e/ou obter a mesma através do seguinte endereço:

https://www.facebook.com/events/1501630193383069/

OBS: aguarde mensagem confirmando a inscrição



CERTIFICADOS: os que realizarem o Curso receberam Certificados assinados pelo Professor Organizador do Curso

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

SOBRE O MINICURSO E O DISCENTE:

OBJETIVOS POLÍTICOS, PEDAGÓGICOS E CONCEITUAIS

A presente proposta resulta da nossa experiência acadêmica e sociocultural (Prof. Dr. Carlos José F. Santos - nome indígena: Casé Angatu) como historiador e professor universitário, atualmente lecionando na Universidade Estadual de Santa Cruz UESC/Ilhéus/BA e anteriormente tendo lecionando nas seguintes instituições: UNESP-Marília, UEL, UNIFMU, FIG, FAM, UNIABC, Unicastelo e Rede Pública Estadual de Ensino de São Paulo. Esta trajetória conduziu nossos caminhos na direção de, cada vez mais, lecionarmos, orientarmos e pesquisarmos conteúdos vinculados, direta e/ou indiretamente, às histórias, culturas e saberes indígenas na área de ensino e pesquisa, algo também presente em nossas publicações (veja tópico na sequência “Sobre o Organizador/Professor do Minicurso”).

Este percurso resultou também da nossa atuação como: Coordenador do Projeto de História intitulado Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID-CAPES-UESC), junto à Escola Estadual Indígena Tupinambá de Olivença-EEITO (com 15 bolsistas estudantes de história e dois professores da EEITO); organização do Seminário Internacional de História Indígena – Índio Caboclo Marcelino: História, Cultura e Luta dos Povos Indígenas no Brasil e América Latina, realizado junto a UESC e comunidade Tupinambá/Olivença/BA.

Entretanto, o curso, acima de tudo, procede da nossa: ancestralidade indígena (Xukuru e Guarany); participação nos movimentos socioculturais; da luta por moradia/terra; luta por reconhecimento cultural, indentitário; como morador de Olivença/Ilhéu/BA - onde vivemos a luta junto com o povo Tupinambá pela demarcação de suas terras ancestrais.

OBS: poderá ocorrer a participação de outros Professores/Professoras durante o curso

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

PROGRAMA E MÓDULOS DO MINICURSO:

HISTÓRIAS E CULTURAS INDÍGENAS E A CIDADE DE SÃO PAULO: SABERES, ABORDAGENS, PESQUISAS E POSSIBILIDADES DE ENSINO (LEI 11.645)

APRESENTAÇÃO

- A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO SOBRE AS HISTÓRIAS, CULTURAS E SABERES INDÍGENAS



MÓDULO I

CONCEITOS INICIAIS E A PALAVRA ÍNDIO / E COM A PALAVRA O ÍNDIO

- HISTÓRIA COMO UM CONHECIMENTO CONSTRUÍDO

- CULTURA E SUAS VARIAÇÕES

- ESPAÇO, TERRITÓRIO E LUGAR

- ETNIA, RELIGIÃO/RELIGIOSIDADE, RITUAIS

- HISTÓRIA, MEMÓRIA E ORALIDADE

MÓDULO II

DE TERRA DE ÍNDIOS À “INVENÇÃO” DO BRASIL: O CASO DE SÃO PAULO

- PRESENÇA INDENITÁRIA INDÍGENA

- O “ACHAMENTO DO BRASIL”: “PARAÍSO” E/OU “INFERNO”

- ALDEIAS E ALDEAMENTOS: IMPOSIÇÕES, RESISTÊNCIAS E/OU REELABORAÇÕES

– “DEMÔNIOS E QUERUBINS”

- ÍNDIOS E AS TEORIAS RACIAIS

MÓDULO III

OS POVOS INDÍGENAS, SUAS LUTAS E RELAÇÕES COM ESTADO BRASILEIRO

- COLÔNIA, IMPÉRIO E REPÚBLICA: ENTRE O EXTERMÍNIO, AFASTAMENTO E TUTELA SOBRE OS ÍNDIOS

- DIFERENTES FORMAS DE REELABORAR AS EXISTÊNCIAS INDÍGENAS

- OS “RESSURGIMENTOS” E RESISTÊNCIAS INDÍGENAS

MÓDULO IV

ENCONTROS, DESENCONTROS E ESTRANHAMENTO: QUEM É ÍNDIO?

- O QUE SIGNIFICA SER ÍNDIO NO BRASIL?

- ÍNDIO OU POVOS INDÍGENAS?

- EDUCAÇÃO ESCOLA INDÍGENA E ENSINO DAS HISTÓRIAS/CULTURAS INDÍGENAS

- LEI 11.645/2008: A “LEI TARDA MAIS NÃO”?



AULA DE CAMPO:

- NO CENTRO DA CIDADE DE SÃO PAULO, PARTINDO DO PÁTEO DO COLÉGIO E CAMINHANDO POR TERRITÓRIOS QUE SÃO VESTÍGIOS DA PRESENÇA INDÍGENA EM SÃO PAULO



~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

FORMAÇÃO DO ORGANIZADOR/PROFESSOR DO MINICURSO:

Prof. Dr. Carlos José F. Santos – Casé Angatu

- Formação Acadêmica:

. Graduação em História pela UNESP;

. Mestre em História pela PUC/SP;

. Doutor pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP - FAU/USP

- Autor dos Livros:

. SANTOS, Carlos José F. Nossa Vida, Nossa Luta: Sindicato dos Condutores de São Paulo - 1989/1991(Sindicato dos Condutores/M.G.C, 1991);

. ______________. Nem Tudo Era Italiano - São Paulo e pobreza (1890-1915)(Annablume/FAPESP, 2006 – em 3a. Edição);

. ______________. Identidade Urbana e Globalização - A formação dos múltiplos territórios em Guarulhos/SP (Annablume/SINPRO, 2006);

- Co-autor, Capítulos dos Livros e Revistas:

. SANTOS, Carlos José F. dos. e TUPINAMBÁ, Katu. “Marcelino Vive em Nós”. In: Coletivo Indígena (Kariri-Xocó, Karapotó, Xokó, Ptxó, Pankararu, Pataxó Hãhãhãe, Tupinambá). Índios na visão dos índios: Memória.Olivença/Ilhéus: Thydêwá, 2012, p. 06 - 09.

. ______________. Da soCIeDADE moderna à pós-moderna no Brasil: permanências e mudanças urbanas, séculos XX e XXI(Annablume/FAPESP, 2011);

. ______________. Recado aos Nossos Ancestrais – Memórias das Relações entre a Comunidade e o Patrimônio – Igreja/Lago do Rosário dos Homens Pretos na Penha/SP(MCP/Governo do Estado de São Paulo, 2011);

. ______________. Revista Memória Energia - n.28.(Fundação Patrimônio Histórico da Energia de São Paulo, 2001)

- Organização de Livro:

. ______________. Recado aos Nossos Ancestrais – Memórias das Relações entre a Comunidade e o Patrimônio – Igreja/Lago do Rosário dos Homens Pretos na Penha/SP(MCP/Governo do Estado de São Paulo, 2011);

- Apresentação de Livro:

. SANTOS, Carlos José F. dos. “Apresentação”. In: CORDEIRO, Simone Lucena. Cidade Tiradentes e Cohab: moradia popular na periferia de São Paulo – projetos e trajetórias (1960-1970). São Paulo: Alameda/FAPESP, 2013 – a ser lançado.

- Artigos Internet:

. SANTOS, Carlos José F. “Índios são perseguidos no aeroporto de Ilhéus/BA”. In: Índios no Nordeste. Disponível Online: http://indiosnonordeste.com.br/2012/08/22/indios-sao-perseguidos-no-aeroporto-de-ilheusba/, 22/08/2012.

. ______________. “A Luta do Povo Pataxó Hã Hã Hãe (Sul da Bahia): Breve Crônica de uma Situação de Injustiça". In: Cxhab Wala Kiwe – Territorio del Gran Pueblo – Associación de Cabildos Indígenas del Norte de Cauca – ACIN. Disponível Online: http://rede.outraspalavras.net/pontodecultura/2012/04/26/pataxo-ha-ha-hae-breve-cronica-de-uma-injustica/#more-3097, 26/04/2012.

. ______________. “A Luta do Povo Pataxó Hã Hã Hãe (Sul da Bahia): Breve Crônica de uma Situação de Injustiça". In: Conselho Indigenista Missionário - CIMI. Disponível Online: http://www.cimi.org.br/site/pt-br/?system=news&conteudo_id=6228&action=read, 27/04/2012.

. ______________. “A Luta do Povo Pataxó Hã Hã Hãe (Sul da Bahia): Breve Crônica de uma Situação de Injustiça". In: Blog Coletivo Outras Palavras – Comunicação compartilhada e Pós-Capitalismo – Em Mudanças.Disponível Online: http://rede.outraspalavras.net/pontodecultura/2012/04/26/pataxo-ha-ha-hae-breve-cronica-de-uma-injustica/#more-3097, 26/04/2012.

. ______________. “A vitória dos pataxós e a História de todas as cores". In: Outras Palavras – Comunicação compartilhada e Pós-Capitalismo – Em Mudanças.Disponível Online: http://www.outraspalavras.net/2012/05/15/a-vitoria-dos-pataxos-e-a-historia-de-todas-as-cores/, 15/05/2012.

. ______________. “Vitória Guarani Kaiowá! – ‘Estou Feliz, Mas Feliz Pela Metade’”. In: Índios Online.Disponível Online: http://www.indiosonline.net/codigo-florestal-e-os-12-vetos-de-dilma-vitoria-ou-e-preciso-continuar-lutando/, 01/11/2012.

. ______________. “CÓDIGO FLORESTAL E OS 12 VETOS DE DILMA: vitória ou é preciso continuar lutando?". In: Índios Online.Disponível Online: http://www.indiosonline.net/codigo-florestal-e-os-12-vetos-de-dilma-vitoria-ou-e-preciso-continuar-lutando/, 29/05/2012.

. ______________. “Rio+20: Cúpula, Ilusões E Indagações – Décadas De Destruição E Necessidade De Outra Sociedade". In: Índios Online.Disponível Online: http://www.indiosonline.net/rio20-cupula-ilusoes-e-indagacoes-decadas-de-destruicao-e-necessidade-de-outra-sociedade/, 14/06/2012.

- Coordenação:

. Organizador/Coordenador do Núcleo do Patrimônio Cultural, Arquivo Histórico e do Conselho do Patrimônio Histórico e Cultural da Prefeitura Municipal de Guarulhos (2002-2006); Organizador do Museu Amélia Amado em Itabuna (2010-2011)

. Coordenador do Subprojeto de História PIBID-CAPES-UESC (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência CAPES-UESC) junto à Escola Estadual Indígena Tupinambá de Olivença-EEITO;

- Organização de Eventos:

. Organizador do Seminário Internacional de História Indígena – Índio Caboclo Marcelino:História, Cultura e Luta dos Povos Indígenas no Brasil e América Latina(UESC e Comunidade Tupinambá de Olivença) – em 2013 irá ocorrer a V Edição;

- Assessoria e Consultoria:

. Assessor/Consultor Acadêmico e Científico junto à Universidade Presbiteriana Mackenzie;

. Conselho do Patrimônio Cultural e Histórico do Estado de Pernambuco;

. Consultorad hoc da Câmara de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC.

- Parecerista:

. Revista História & Perspectivas, do Curso de História e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Uberlândia - UFU;

. Revista Cordis: Revista Eletrônica de História Social da Cidade do Programa de Pós-Graduação em História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP;

. Revista do Sindicato dos Professores de Guarulhos – SINPRO/Guarulhos;

. Universidade Presbiteriana Mackenzie;

. Conselho do Patrimônio Cultural e Histórico do Estado de Pernambuco;

. Consultorad hoc da Câmara de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC.

- Corpo Editorial:

. Revista do Sindicato dos Professores de Guarulhos – SINPRO/Guarulhos.

- Atuação Profissional como Professor Universitário (desde 1989):

. Professor da Universidade Estadual de Santa Cruz/Ilhéus/BA;

. Professor Visitante da Universidade Estadual de Santa Cruz/Ilhéus/BA (2009 até junho/2011);

. Professor Substituto/Adjunto da Universidade Estadual Paulista-UNESP-Marília;

. Professor Substituto/Adjunto da Universidade Estadual de Londrina-UEL;

. Professor do UNIFMU, Faculdades de Guarulhos-FIG, Faculdade das Américas-FAM, UNIABC e Unicastelo

Atenciosamente,

Prof. Dr. Carlos José F. Santos

(Casé Angatu)

Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC - ILHÉUS/BA

Matrícula: 73.529.850-4



carlos.josee@uol.com.br
Catálogo: sites -> lemad.fflch.usp.br -> files
files -> Esclarecimentos sobre a Licenciatura em História
files -> O censo realizado no início do ano 2000
files -> Anexo 1 – texto-base para a discussão sobre a história da relação do historiador com o documento histórico
files -> Nazismo e preconceito
files -> Docente: Antonia Terra
files -> Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de História Ensino de História-Teoria e Prática Professora Antônia Terra de Calazans Fernandes William Gama dos Santos, período noturno n°Usp
files -> Sequência Didática Tema
files -> Sequência Didática Título: Simón Bolívar e a figura do herói. Tema
files -> Como podemos trabalhar com a nossa história de vida numa sala de aula? Algumas considerações sobre história oral, local, e fontes visuais Giovanna Pezzuol Mazza
files -> Aluno: Graduando: Bruno Fernandes Mamede Número Usp: 6838238


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal