Estado de alagoas



Baixar 45.35 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho45.35 Kb.

ESTADO DE ALAGOAS

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE



ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO



MANCHETES / JORNAIS LOCAIS
30/09/2011 Sexta-Feira


Clipping de Notícias Impresso 30/09

Resumo





Educação realiza simulado do Enem para alunos com necessidades especiais

Agência Alagoas

Profissionais participam de capacitação da Escola de Supervisores Clínico-Institucionais

Agência Alagoas

Secretaria de Educação realiza capacitação para testar sistema de avaliação

Educação SEE

Professor da rede pública lança obra em Bienal do Livro de Pernambuco

Educação SEE





















Titulo Veículo


Educação SEE




DATA: 30/09/2011

PÁGINA:

Educação realiza simulado do Enem para alunos com necessidades especiais

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio serão aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro

29/09/2011 17:26
por Ricardo Moresi

Fotos: Valdir Rocha

SEE realiza simulado do Enem com portadores de necessidades especiais

Um grupo de alunos com necessidades especiais participou, nesta quinta-feira (29), do primeiro simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) voltado para este público. A atividade, promovida pelo Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP), constou da aplicação de uma prova com 90 questões nos moldes do exame que, a partir deste ano, será a única forma de acesso à Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Os alunos realizaram o exame com o apoio dos professores que liam as provas para os participantes. De acordo com Márcia Vilas Boas, professora de Português, Literatura e Redação do CAP, é importante que as pessoas com necessidades educacionais especiais sejam colocadas no mesmo patamar dos demais candidatos que irão participar do Enem. “Esta oportunidade faz com que eles se sintam participantes do processo de educação inclusiva”, destacou.

 

Jackson Custódio, professor de Química da Cyro Accioly, informou que a prova do simulado possui o mesmo nível daquela aplicada durante o Enem. “Os estudantes tiveram o tempo de 4h para concluí-la. Aqui, como no Enem, estes alunos terão o auxílio do ledor, ou seja, pessoa que fará a leitura da prova para aqueles que têm necessidades especiais”. O educador relatou ainda que eles (os estudantes) preferem provas convencionais em função do tempo que têm para concluí-las.



 

Para o professor de Física da Escola Cyro Accioly, Neilson Campos, o Exame Nacional do Ensino Médio é um desafio importante para os estudantes. “Quando trabalhamos gráficos e imagens, por exemplo, utilizamos materiais adaptados e com relevos. Para nossos estudantes é um grande desafio enfrentar o Enem”, explicou.

 

Sílvio Martins, aluno com necessidade especial visual, adiantou que vai prestar o Enem para História e sempre que se aproxima o período de provas sente um frio na barriga. “Este ano a prova vai ser bem concorrida. Espero chegar a esta avaliação bem preparado. Só assim poderei fazê-la de forma sossegada”, evidenciou.



 

Enem


As provas do exame serão aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro deste ano em todas as unidades da Federação. O início está previsto para as 13h, horário oficial de Brasília (DF), mas o candidato deve chegar ao local de aplicação da prova 1h antes do início (os portões estarão abertos às 12h). É obrigatória a apresentação de documento original com foto para a realização das provas.

 

O exame será constituído de quatro provas objetivas contendo, cada uma, 45 questões de múltipla escolha e uma redação. No primeiro dia de provas serão realizados os testes de Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia) e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Química, Física e Biologia), com duração de 4h30, contados a partir da autorização do aplicador.



 

No segundo dia serão realizadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira – Inglês ou Espanhol, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação), Matemática e suas Tecnologias (Matemática), com duração de 5h30 contados a partir da autorização do aplicador das provas.

 

O conteúdo do Enem passa a ser tratado como um objeto a ser aprendido, a ser apropriado pelo estudante como um conhecimento que se presta a uma finalidade, que prevê um uso social, contextualizado no quadro de uma situação/problema.



 

Além disso, as matrizes do Enem implicam em uma avaliação que não prioriza a mera identificação, decodificação, classificação e nomeação dos fenômenos e objetos estudados; privilegia o raciocínio, a análise, a interpretação, as inferências, em que o estudante deve ter a informação e saber como operá-la conforme a situação em que ela se inscreve.




Educação SEE




DATA: 30/09/2011

PÁGINA:

Profissionais participam de capacitação da Escola de Supervisores Clínico-Institucionais

Capacitação prosegue até sexta-feira (30), no hotel Ritz Plaza Mar

29/09/2011 16:37
por Paula Newton

Fotos: Olival Santos

Capacitação para profissionais de saúde do projeto projeto da Escola de Supervisores Clínico-Institucionais

Com o objetivo de aprimorar os serviços nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs), foi iniciada, nesta quinta-feira (29), uma capacitação para os profissionais de saúde. A iniciativa faz parte do projeto da Escola de Supervisores Clínico-Institucionais, que foi elaborado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em parceria com a Universidade Estadual de Ciências da Saúde (Uncisal) e a Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A capacitação prossegue até sexta-feira (30), no hotel Ritz Plaza Mar, na Ponta Verde.

O projeto tem como objetivo a qualificação das ações de supervisão nos CAPs, fornecendo subsídios teóricos e práticos para os profissionais por meio de seminários, cursos, oficinas, entre outros. Favorecendo, assim, a formação de profissionais aptos a atuarem na supervisão clínico-institucional na rede de atenção à saúde mental.

“A Escola busca enriquecer os serviços em saúde mental e com isso poderemos desenvolver mecanismo de monitoramento das atividades de supervisão, realizando a articulação entre a rede de serviços do SUS”, disse o gerente do Núcleo de Saúde Mental da Sesau, Berto Gonçalo.

De acordo com a professora universitária de São Paulo e consultora do Ministério da Saúde (MS), Ana Pitta, a formação desses profissionais irá contribuir na oferta de um serviço mais qualificado para os usuários do SUS que necessitam da rede comunitária em cuidado em saúde mental, álcool e outras drogas. “Essa escola é um marco na formação continuada desses profissionais, onde eles serão sujeitos produtores de conhecimento”, afirmou Ana Pitta.



Ações do

Educação SEE




DATA: 30/09/2011

PÁGINA:

Secretaria de Educação realiza capacitação para testar sistema de avaliação


Formação será para oferecer informações acerca da legislação e de questões que norteiam o processo de avaliação

Chefe da Unade afirma que capacitação é importante para avaliar sistema



Pollyanne Costa

Foto: Valdir Rocha

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE), por meio de sua Unidade de Avaliação para o Desempenho (Unade), realiza a partir do dia 4 de outubro, 8h30 às 16h Centro de Formação Professor Ib Gatto Falcão, localizado no Centro Educacional de Pesquisas Aplicadas (Cepa a Capacitação da Testagem do Sistema de Avaliação para o Desempenho. A capacitação abordará a socialização da sistemática para a validação do sistema, pois é necessário que pelo menos 10% dos servidores realizem a testagem para que sistema seja validado, homologado e depois encaminhado para implementação.  

O objetivo dessa capacitação é que os servidores recebam informações acerca da legislação que norteia o sistema e também analisem a ferramenta, emitindo opiniões acerca da proposta de avaliação e sugerir mudanças. 

A chefe da Unade, Luzenil Bittencourt Wanderley ressalta a importância da avaliação. “Este processo é importante para a carreira de cada servidor, de forma que ele autoavalie e avalie o trabalho do outro. Por isso, é necessário que todos participem e o sistema seja homologado”, afirma Luzenil. 

Pollyanna Karine da Silva Freire, chefe do Núcleo de Desenvolvimento Profissional, afirma que a formação faz parte do processo de avaliação do próprio sistema. “A testagem faz parte de uma das etapas do processo de elaboração do sistema de avaliação e as turmas da formação serão compostas por 140 servidores da administração central da SEE, do setor do gabinete, da Unade e de uma superintendência da secretaria, que fazem parte das três camadas da estrutura organizacional da secretaria”, disse.  



Calendário - O curso foi dividido em duas turmas. A primeira participa da capacitação nos dias 4 e 5 de outubro e a segunda nos dias 6 e 7 de outubro, ambas no horário  das 8h30 às 16 horas. 

No primeiro dia da capacitação e no segundo dia pela manhã, será ministrado conteúdo sobre legislação, que compreende o regime jurídico, a lei da avaliação e desempenho e os Planos e Cargos e Carreira (PCCs). Além disso, será repassada aos servidores a forma como o sistema foi desenvolvido e construído; a base da sistemática;a descrição dos cargos das pessoas avaliadas, que serão objetos de referência para a composição do instrumento de avaliação. Já no segundo dia, os servidores terão contato direto com o sistema e visualizarão a simulação da ferramenta, quando poderão analisar os detalhes de funcionamento e acesso do mesmo. 



Educação SEE




DATA: 30/09/2011

PÁGINA:

Professor da rede pública lança obra em Bienal do Livro de Pernambuco


Fagulhas e Desejos já foi lançado este mês na Festa Literária de Marechal Deodoro (Flimar) e em Palmeira dos Índios, cidade natal do educador

Edson Marques lança livro em Pernambuco



Pollyanne Costa

Foto: Valdir Rocha

O professor da rede pública estadual Edson Marques Brandão lança nesta sexta-feira (30), às 19h, o livro “Fagulhas e Desejos” na Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, que ocorre no Pavilhão de Exposições do Centro de Convenções de Olinda. No mesmo dia, o educador, que atua como professor no Centro de Educação de Jovens e Adultos Remy Maia, em Palmeira dos Índios, participa do debate “Literatura e Empreendorismo”, com Izabelle Valladares, no Café Cultural. 

A obra “Fagulhas e Desejos” é o resultado de experiências vividas pelo autor em sala de aula como estudante de escola pública e, posteriormente, como professor da mesma rede que transformou sua história. No livro, composto de crônicas e sonetos, reunidos em 84 páginas, o professor encontra nas palavras a possibilidade de revelar em linhas poéticas o olhar, o sentimento e o seu cotidiano no Agreste. 



“Esse livro é a realização de um sonho, é como um filho que alimentei e hoje o vejo formado para apresentá-lo ao mundo, mundo da literatura e da educação, que fazem parte da minha vida e que não consigo separar.”, frisa Brandão. E continua: “Os contos e os sonetos são meu escape, meu conforto. É por meio deles que me expresso, emito minha opinião, é quando deixo os números um pouco de lado e me dedico ao mundo das letras, abraço as palavras, a nossa língua, crio os versos. É neles que extravaso de verdade.”, completa.

Lançamento – A obra foi lançada no dia 20 de agosto, no Teatro Municipal de Cabo Frio, Rio de Janeiro, local onde o professor foi convidado para compor o grupo de acadêmicos correspondentes da Academia de Artes de Cabo Frio (Artpop). O livro também já foi divulgado em terras alagoanas: no último dia 10, houve lançamento na Festa Literária de Marechal Deodoro (Flimar) e dia 23 em de Palmeira dos Índios. 

A próxima etapa será expor a obra na V Bienal Internacional do Livro de Alagoas, promovida pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no dia 27 de outubro.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal