Estados Unidos e Japão são superpotências b Sempre haverá novas oportunidades



Baixar 70.91 Kb.
Encontro03.08.2016
Tamanho70.91 Kb.
ANÁLISE SINTÁTICA, TERMOS DA ORAÇÃO
01. O sujeito não está corretamente destacado em:

a) Estados Unidos e Japão são superpotências.

b) Sempre haverá novas oportunidades.

c) Sempre existirão novas oportunidades.

d) Estavam quietos todos os alunos.

e) Chegaram cartas e telegramas.


02. A palavra em destaque não é sujeito na alternativa:

a) A bela menina deixou-se estar à janela.

b) Devagar se conquistam muitas coisas.

c) Nós o vimos chegar à janela do clube.

d) Mandei-o entrar imediatamente.

e) A mãe o fez estudar as lições escolares.


03. É teoricamente errado:

a) No predicado nominal, o verbo é de ligação.

b) Em um predicado verbal, pode haver predicativo.

c) Só no predicado verbo-nominal há predicativo do objeto.

d) No predicado verbal, o verbo pode ser intransitivo.

e) Na voz passiva, o predicado nunca é nominal.


04. Aponte a análise incorreta:

a) "Apressa-te devagar." (período simples; sujeito simples elíptico: tu)

b) "A arte é longa, a vida é breve." (período composto; o predicado das duas orações é nominal)

c) "Semeia benefícios e terás colheita de bênçãos." (período composto; o predicado das duas orações é verbo-nominal)

d) "A crítica é fácil e a arte é difícil." (período composto; os dois sujeitos são simples e os predicados são nominais)

e) "Deus quer, o homem sonha, a obra nasce." (período composto; os sujeitos são simples e os predicados são verbais)

05. Nas orações:

1ª) "E, no céu plúmbeo, há uma lua baça."

2ª) "Chão, gente, lua, estrelas, tudo está enxuto."

3ª) "Disseram muitas coisas lindas."

4ª) "Fala-se em liberdade e em sinceridade."

a) todas têm sujeito indeterminado

b) só a 1ª tem sujeito indeterminado

c) nenhuma delas tem sujeito indeterminado

d) só a 3ª e a 4ª têm sujeito indeterminado.

e) todas têm sujeito simples.


06. Em qual das orações não há sujeito?

a) Tristonha, escondia o rosto com as mãos.

b) Durante todo o dia, caminhamos sob um sol ardente.

c) Precisa-se de operários nesta obra.

d) Contaram-se coisas muito estranhas.

e) Nesta terra, faz muito frio.


07. Em qual alternativa há sujeito composto?

a) Deus, Deus, que farei?

b) Os livros, contemplei os quadros e as outras obras.

c) Nós, os homens do futuro, venceremos.

d) Foram João e Maria.

e) Ontem foi João e José, hoje.


08. Em "Reprovaram alguns autores esta história", qual é o núcleo do sujeito?

a) história; d) autores;

b) alguns autores; e) alguns.

c) reprovaram;

09. "O idealismo supõe a imaginação entusiasta que se adianta à realidade no encalço da perfeição."

O sujeito núcleo da primeira oração é:

a) entusiasta; d) entusiasta;

b) o idealismo; e) que.

c) imaginação;
10. "Quando me procurar o desencanto, ou a morte, eu direi, sereno e confiante, que minha vida não foi de todo inútil." O sujeito de procurar é:

a) indeterminado; d) me;

b) eu (oculto); e) elíptico.

c) o desencanto;


11. Os verbos destacados em: "E, então, escreveria meu nome em um papel e faria contas com um lápis na mão" são respectivamente:

a) transitivo direto e indireto, ligação;

b) transitivo direto, transitivo direto;

c) intransitivo, transitivo direto;

d) transitivo direto e indireto, transitivo direto;

e) transitivo indireto, transitivo direto.


12. Na frase: "O senhor não gosta do retrato aqui neste canto?", o verbo da frase é:

a) transitivo direto;

b) transitivo indireto;

c) transitivo direto e indireto;

d) intransitivo;

e) de ligação.


13. Há verbo intransitivo em:

a) Derrubaram a casa contra minha vontade.

b) Chegaram agora de Marília todos os poetas.

c) Não concordo mesmo com isso.

d) Ouvi o trovão e vi a chuva copiosa.

e) Jamais acreditarei em fantasmas.


14. "O conferencista falou de política à platéia". O verbo falar, nesta oração, é:

a) intransitivo;

b) transitivo direto;

c) transitivo indireto;

d) transitivo direto e indireto;

e) verbo auxiliar.


15. O verbo é transitivo direto em:

a) Comprei um terreno e construí a casa.

b) Os operários dormem tranqüilos agora.

c) Consta que passaram no concurso.

d) O artista apareceu sorridente no palco.

e) Convém que estejam bem preparados.


16. Em "E quando a menina lhe telefonou, dias depois, comunicando que estudava o modernismo, e dentro do modernismo sua obra, para o que o professor lhe sugerira contato pessoal com o autor, ficou assanhadíssimo e paternal a um tempo", os verbos assinalados são, respectivamente:

a) transitivo direto, transitivo indireto, de ligação, transitivo direto e indireto;

b) transitivo direto e indireto, transitivo direto, transitivo indireto, de ligação;

c) transitivo indireto, transitivo direto e indireto, transitivo direto, de ligação;

d) transitivo indireto, transitivo direto, transitivo direto e indireto, de ligação;

e) transitivo indireto, transitivo direto e indireto, de ligação, transitivo direto.-


17. Qual a alternativa correta para completar?

"Não___ ajudou, nem ___ pediu nada, não ­­­­___ julgou e nem ___ condenou por isso."

a) o, lhe, o, o; d) o, lhe, lhe, o;

b) o, lhe, o, lhe; e) o, lhe, lhe, lhe.

c) lhe, lhe, o, o;
18. Assinale a opção em que houve erro, ao se substituir a expressão destacada pelo pronome oblíquo:

a) “Antecederam a Segunda Guerra Mundial." / antecederam-lhe.

b) "Iniciando a série de science fiction." / iniciando-a.

c) "Procuraram descrever a sociedade do futuro." / procuraram descrevê-la.

d) "Presenciava todos os atos " / presenciava-os.

e) "Caracterizam as modificações." / caracterizam-nas.


19. Em qual alternativa o se é pronome apassivador:

a) Se não chego a tempo...

b) Afastou-se o diretor, pisando forte.

c) Apagaram-se as luzes.

d) Precisa-se de responsabilidade.

e) Deu-se pressa em sair.


20. "O professor atravessou o pátio apressado."

a) Nesse período há um predicado verbo-nominal com predicativo do objeto;

b) "Atravessou o pátio apressado" = predicado verbal;

c) o pátio = núcleo do predicado;

d) apressado = predicativo do sujeito;

e) todas estão corretas.


21. Assinale a alternativa com predicado é verbal:

a) A morte do homem causou todo o rebuliço.

b) A mulata cantava e sambava alegre.

c) Um belo dia ensolarado parece bom para o passeio.

d) João, depois da bebedeira, saiu alegre da festa.

e) Os políticos, nas eleições, tornam-se patriotas.


22. É incorreta a análise do pronome oblíquo na opção:

a) Isso não me convém. (objeto indireto);

b) Convidaram-te para a festa? (objeto direto);

c) Telefonei-lhe no sábado. (objeto indireto);

d) Saudaram-te pela vitória. (objeto indireto);

e) A verdade os constrangeu. (objeto direto).


23. O termo em destaque não é adjunto adnominal:

a) Infinitos são os poderes de Deus.

b) O amor a Deus nos torna mais caridosos.

c) A inocente menina tem uma beleza de anjo.

d) Funcionários sem responsabilidade serão demitidos.

e) Pessoas sem escrúpulo não merecem consideração.


24. Assinale a análise incorreta:

a) Mozart nasceu compositor. (predicativo do sujeito);

b) Não duvides das verdades divinas. (objeto indireto);

c) Foi difícil o desembaraço da bagagem no aeroporto. (complemento nominal);

d) Vives cercado por perigos. (agente da passiva);

e) Caíram bombas sobre a cidade. (sujeito).

25. No período "Falsos conceitos, meia ciência por parte de professores, complicação e pedantismo de nomenclatura vazia, tudo isso produziu e produz nos alunos uma sadia aversão pela análise sintática.”, a expressão pela análise sintática é:

a) adjunto adnominal;

b) agente da passiva;

c) complemento nominal;

d) objeto indireto;

e) aposto especificativo.


26. Qual a função sintática do termo destacado em "Parece enfermo o seu irmão.":

a) sujeito;

b) objeto direto;

c) predicativo do sujeito;

d) predicativo do objeto;

e) objeto indireto.

27. Observar as duas frases a seguir:

I. No ano passado havia passas no meu pudim.

II. No ano passado existiam passas no meu pudim.

Em I o verbo está no singular e em II está no plural porque, quando é sinônimo de existir, o verbo haver:

a) tem sujeito e é transitivo direto;

b) tem sujeito e é intransitivo;

c) não tem sujeito e é transitivo direto;

d) não tem sujeito e é intransitivo;

e) tem sujeito mas não tem objeto.
28. Nas orações a seguir:

I. As chuvas abundantes, pródigas, violentas, fortes, anunciaram o verão.

II. Eu e você vamos juntos.

III. Vendeu-se a pá.

O sujeito é respectivamente:

a) composto, simples, indeterminado;

b) composto, composto, indeterminado;

c) simples, simples, oculto;

d) simples, composto, a pá;

e) composto, simples, a pá.


29. O sujeito se classifica do mesmo modo que o da frase: "Faz muito calor no Rio o ano inteiro".

a) Devia haver mais interesse pela boa formação profissional.

b) Falaram muito mal dos estimuladores de conflitos.

c) Vive-se bem no clima de montanha.

d) Almejamos dias melhores.

e) Haviam chegado cedo os candidatos.


30. O se é índice de indeterminação do sujeito em:

a) E não se ouvia o som plangente do sino.

b) Assiste-se, na rua, a espetáculos degradantes.

c) Alguém se arrogava o direito de protestar.

d) Não mais se falsificará a tua assinatura.

e) Adquiriu-se muita experiência nesse trabalho.


31. "Não engoliu coisa nenhuma.” e “O senhor pode ir descansado." Os predicados dos dois períodos são, respectivamente:

a) verbal e verbal;

b) verbal e nominal;

c) verbal e verbo-nominal;

d) nominal e verbo-nominal;

e) verbo-nominal e verbo-nominal.


32. Falhou a análise sintática em:

a) A construção de novas estradas requer vultosos recursos. (complemento nominal)

b) A bela construção do engenheiro mereceu muitos elogios. (adjunto adnominal)

c) O combate às doenças devia ser prioridade de todos os governos. (complemento nominal)

d) Inúmeras são as riquezas do Brasil. (adjunto adnominal)

e) A disputa pela presidência da Republica está mobilizando o Brasil.(adjunto adverbial)

33. Qual a alternativa que não tem adjunto adnominal?

a) "No enterro do carcereiro, os detentos choravam."

b) "Os covardes duram mais, mas vivem menos."

c) "Os vícios de outrora são os costumes de hoje."

d) "Correr não adianta, é preciso partir na hora."

e) "Pelos modos do criado, pode-se julgar o amo."


34. I. A cidade do Rio de Janeiro atrai muitos turistas.

II. As belezas do Rio de Janeiro atraem muitos turistas.

Os termos em destaque são, respectivamente:

a) sujeito e adjunto adnominal;

b) sujeito e aposto;

c) adjunto adnominal e aposto;

d) aposto e adjunto adnominal;

e) aposto e adjunto adverbial.


35. Falhou a análise sintática do pronome relativo em:

a) O homem que luta merece vencer. (sujeito)

b) A cidade que visitei é uma metrópole. (objeto direto)

c) O colégio em que estudei era dirigido por padres. (agente da passiva )

d) O autor a que fizeste referência está consagrado pelos críticos. (complemento nominal)

e) As leis a que obedecemos nem sempre são justas. (objeto indireto)



GABARITO COMENTADO


1. b

Sempre haverá novas oportunidades. (haver = existir: or. sem sujeito).

2. a

A bela (adj. adn.) menina (sujeito) deixou-se estar à janela. Obs.: d) “mandar”: verbo causativo; “o” suj. de “entrar”

3. b

... pode não pode haver predicativo.

4. c

Semeia benefícios // e terás colheita de bênçãos.: período composto; Semeia (v.t.d.) benefícios(o.d.): v.t.d. sem predic.: pred. verbal // e terás(v.t.d.) colheita(o.d.) de bênçãos(compl. nom.): v.t.d. sem predic.: pred. verbal.

5. d

I - E, no céu plúmbeo, há (haver = exisitir: or. sem sujeito) uma lua baça. II - Chão, gente, lua, estrelas, (suj. composto) tudo (aposto resum.) está enxuto. III - Disseram (v. na 3ª p. pl.: suj. indeterminado) muitas coisas lindas. IV - Fala-se (i.i.s.: suj. indeterminado) em liberdade e em sinceridade.

6. e

e) Nesta terra faz (fazer indic. tempo: or. sem sujeito) muito frio.

7. d

Foram João e Maria. (Suj. composto). a) Deus, Deus, que farei (suj. elíptico “eu”)? Obs.: b) Os livros (anacoluto), contemplei (suj. elíptico “eu”) os quadros e as outras obras. c) Nós (suj. simples), os homens do futuro, venceremos. e) Ontem foi João (suj. simples) e José, (foi) hoje (suj. simples).

8. d

Alguns(adj. adn.) autores (núcl. do suj. simples) reprovaram (v.t.d.: núcl. pred. verbal) esta (adj. adn.) história (o.d.).

9. b

O idealismo (suj.) supõe a imaginação (o.d.) entusiasta (adj. adn.) que (suj. de “se adianta”) se adianta à realidade no encalço da perfeição.

10. c

Quando me procurar o desencanto (suj. simples), ou a morte, eu direi, sereno e confiante, que minha vida não foi de todo inútil.

11. b

“...escreveria (verbo trans. direto) meu nome (o.d.) em um papel (adj. adv.) e faria (verbo trans. direto) contas (o.d.) com um lápis na mão (adj. adv.)

12. b

O senhor não gosta (verbo trans. indireto) do retrato (obj. indireto) aqui (adj. adv.) neste canto (adj. adv.)?

13. b

Francisco chegou (verbo intrans.) agora (adj. adv.) de Marília (adj. adv.). Obs.: a) v.t.d. c) v.t.i. d) v.t.d. e) v.t.i.

14. d

Ainda não lhe (o.i.) dei (verbo trans. direto e indireto) o prêmio (o.d.), José.

15. a

a) Comprei (v.t.d.) um terreno (o.d.)e construí (v.t.d.) a casa (o.d.). Obs.: b) v.i. c) v.i. d) v. lig. e) v.i.

16. d

E quando a menina lhe (o.i.) telefonou (verbo trans. indireto), dias depois, comunicando que estudava (verbo trans. direto) o modernismo (o.d.), e dentro do modernismo sua obra, para o que o professor lhe (o.i.) sugerira (verbo trans. direto e indireto) contato pessoal (o.i.) com o autor, ficou (verbo de ligação) assanhadís­­simo e paternal a um tempo.

17. a

Não o ajudou (v.t.d.), nem lhe pediu nada (v.t.d.i.), não o julgou (v.t.d.) e nem o condenou (v.t.d.) por isso.

18. a

a) “...antecederam a Segunda Guerra Mundial (o.d.)” / antecederam-lhe -na.

19. c

c) Apagaram (v.t.d.)-se (part. apassiv.) as luzes. Obs.: a) conj. condic. b) parte integr. do verbo d) índice indet. do suj. e) pron. pes. reflex.

20. d

O professor (suj.) atravessou (v.t.d.) o pátio (o.d.) apressado (predic. do suj.). Obs.: a) ...predicado verbo-nominal com predicativo do objeto do sujeito. b) predicado verbal. verbo-nominal. c) O pátio = núcleo do predicado obj. direto.

21. a

a) João morreu. (v.i. s/predic.: pred. verbal). Obs.: b) A mulata sambava alegre. (v.i. + predic.: pred. verbo-nominal); c) O dia parece bom para o passeio. (v. lig.: pred. nominal); d) João saiu alegre da festa.(v.i. + predic.: pred. verbo-nominal); e) O deputado tornou-se patriota. (v. lig.: pred. nominal).

22. d

Saudaram-te pela vitória. (v.t.d.: objeto indireto direto).

23. b

O amor a Deus (subst. abstr. + termo prep.: compl. nom.); a) ... poderes de Deus (subst. abstr. + termo prep. agente c/prep. de: adj. adn.); c) ... beleza de anjo (idem ao anterior); d) Funcionários sem responsabilidade (subst. concreto + termo prepos.: adj. adn.); e) Pessoas sem escrúpulo (idem ao anterior).

24. d

Vives cercado por perigos. (adjetivo + termo prepos.: agente da passiva compl. nominal).

25. c

... e produz nos alunos uma sadia aversão pela análise sintática (subst. abstr. + termo prepos.: compl. nominal).

26. c

Parece (v. lig.) enfermo (predic. do suj.) seu irmão (suj.).

27. c

I - No ano passado havia (= existir: sem suj. / v.t.d.) passas no meu pudim.

28. d

I - As chuvas (suj. simples) abundantes, pródigas, violentas, fortes, anunciaram o verão. II - Eu e você (suj. composto) vamos juntos. III - Vendeu-se (part. apassiv.) a (suj. simples).

29. a

Faz (indic. tempo: v. impes. – or. sem sujeito) muito calor no Rio o ano inteiro. = a) Devia haver (haver = existir: v. impes. – or. sem sujeito) mais interesse pela boa formação profissional. Obs.: b) v. 3ª p. pl.: suj. indet. c) se (i.i.s): suj. indet. d) suj. elíptico (nós) e) suj. simples (candidatos).

30. b

b) Assiste-se (v.t.i.: se – índice indet. suj.); Obs.: a) E não se ouvia o som (v.t.d.: se – part. apassiv.); c) Alguém se arrogava (se = a si mesmo: pron. reflex.); d) ... se falsificará a tua assinatura (v.t.d.: se – part. apassiv.); e) Adquiriu-se muita experiência (v.t.d.: se – part. apassiv.).

31. c

Não engoliu coisa nenhuma.(v.t.d. s/predic: pred. verbal). O senhor pode ir descansado. (v.i. + predic.: pred. verbo-nominal).

32. e

e) A disputa pela presidência da Republica está mobilizando o Brasil. (subst. abstr. + termo prepos.: adjunto adverbial compl. nominal).

33. c

Os vícios de outrora (loc. adj.: adj. adn.) são os costumes de hoje (loc. adj.: adj. adn.).

34. d

I - A cidade do Rio de Janeiro atrai muitos turistas (nome da cidade: aposto especificativo). II - As belezas do Rio de Janeiro atraem muitos turistas (não é nome de “As belezas”: adj. adnominal).

35. c

c) O colégio em que estudei era dirigido por padres. (estudei no colégio: agente da passiva adj. adv. lugar). Obs.: a) que luta = o homem luta: sujeito; b) que visitei = visitei a cidade: obj. direto; d) a que fizeste referência = fizeste referência à cidade: compl. nom. e) a que obedecemos = obedecemos à lei: obj. inditreto.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal