Estrutura curricular (novo projeto pedagógico) licenciatura núcleo Específico de Geografia (20)



Baixar 2.45 Mb.
Página10/22
Encontro29.07.2016
Tamanho2.45 Mb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   22



BIBLIOGRAFIA

ALBUQUERQUE, Marli B. M. de; LIMA E SILVA, Francelina Helena Alvarenga; CARDOSO, Telma Abdalla de Oliveira. Doenças tropicais: da ciência dos valores à valorização da ciência na determinação climática de patologias. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 4,  n. 2,  1999.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

ALMEIDA, Célia Maria de. Reforma do Estado e reforma de sistemas de saúde: experiências internacionais e tendências de mudança. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 4,  n. 2, 1999.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

ANNES-DIAS, Heitor. Climatologia médica: lições de clínica médica. Rio de Janeiro: Nova Série, 1946.

BARATA, Rita Barradas. Cem anos de endemias e epidemias. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 5,  n. 2, 2000.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

BARCELLOS, Christovam; BASTOS, Francisco Inácio. Geoprocessamento, ambiente e saúde: uma união possível?. Cadernos de Saúde Pública,  Rio de Janeiro,  v. 12,  n. 3, 1996.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

CÂMARA, Gilberto et al. Mapping social exclusion/inclusion in developing countries: social dynamics of São Paulo in the 1990s. Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

CASTRO, Josué de. Geografia da fome. 8. ed. Rio de Janeiro: Casa do estudante do Brasil, 1963. 2v

COSTA, Giseli Fernandes da. Geoprocessamento: uso e aplicação na Saúde Pública e na Saúde Ambiental. Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

COSTA, Maria da Conceição Nascimento; TEIXEIRA, Maria da Glória Lima Cruz. A concepção de "espaço" na investigação epidemiológica. Cadernos de Saúde Pública,  Rio de Janeiro,  v. 15,  n. 2, 1999.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

EDLER, Flavio C.. De olho no Brasil: a geografia médica e a viagem de Alphonse Rendu. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro2007.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

FERREIRA, Marcelo Urbano. Epidemiologia e geografia: o complexo patogênico de Max. Sorre. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 7,  n. 3, 1991.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago.  2007.

FONSECA SOBRINHO, Délcio. Estado e população: uma história do planejamento familiar no Brasil. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos/FNUAP, 1993.

FORATTINI, Owaldo Paulo. Ecologia, epidemiologia e sociedade. São Paulo: EDUSP, Artes Médicas, 1992.

GESLER, W. The uses of spatial analysis in medical geography: a review. Social Science and Medicine. [London], v. 23, n. 10, p. 963-73, 1986.

HARTZ, Zulmira Maria de Araújo. Avaliação dos programas de saúde: perspectivas teórico metodológicas e políticas institucionais. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 4,  n. 2, 1999.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

JORGE, Maria Helena P. de Mello; JORGE, Sabina Léa Davidson Gotlieb MELLO (Orgs.). As condições de saúde no Brasil. Rio de Janeiro: Fiocruz, Ministério da Saúde, OPAS, OMS, 2000.

LACAZ, Carlos da Silva. Introdução à Geografia Médica do Brasil. São Paulo: Edgard Blucher, 1972.

LEMOS, Jureth Couto; LIMA, Samuel do Carmo. A Geografia Médica e as doenças infecto-parasitárias. Caminhos de Geografia. Uberlândia, v. 3, n. 6, jun., 2002. Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

MEDRONHO R. A. (Org.). Epidemiologia. Rio de Janeiro: Atheneu, 2002.

MEDRONHO, R. A. Geoprocessamento e saúde: uma nova abordagem do espaço no processo saúde-doença. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, 1995.

NARVAI, Paulo Capel. Cárie dentária e flúor: uma relação do século XX. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 5,  n. 2, 2000.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

NUNES, Everardo Duarte. Sobre a história da saúde pública: idéias e autores. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 5,  n. 2, 2000.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

RIBEIRO, H. Olhares Geográficos: meio ambiente e saúde. São Paulo: SENAC, 2005.

ROJAS, Luisa Basilia Iñiguez; TOLEDO, Luciano Medeiros de (Orgs.). Espaço e doença: um olhar sobre o Amazonas. Rio de Janeiro: Fiocruz, 1998.

ROZEMBERG, Brani. Saneamento rural em áreas endêmicas de esquistossomose: experiência e aprendizagem. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 3,  n. 2, 1998 .  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

SABROZA, Paulo Chagastelles; TOLEDO, L.; OSANAI, C. H. . ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO E OS PROCESSOS ENDÊMICO- EPIDÊMICOS. In: LEAL, Maria do CARMO et al. (Orgs.). SAÚDE, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO. 1. ed. Rio de Janeiro: ABRASCO, HUCITEC, 1992. v. 2, p. 56-77.

SCHRAIBER, Lilia Blima et al . Planejamento, gestão e avaliação em saúde: identificando problemas. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 4,  n. 2, 1999.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

SERAPIONI, Mauro. Métodos qualitativos e quantitativos na pesquisa social em saúde: algumas estratégias para a integração. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 5,  n. 1, 2000.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

SOUZA, Celia Ferraz de; PESAVENTO, Sandra Jutahy. Imagens urbanas: os diversos olhares na formação do imaginário urbano. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 1997.

TEIXEIRA, Carmem Fontes. Epidemiologia e planejamento de saúde. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 4,  n. 2, 1999 .  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.

TRAVASSOS, Cláudia et al. Desigualdades geográficas e sociais na utilização de serviços de saúde no Brasil. Ciência & saúde coletiva,  Rio de Janeiro,  v. 5,  n. 1, 2000.  Disponível em: . Acesso em: 03  Ago  2007.













Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Recursos Naturais e Meio Ambiente



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E







68

-

-

68




30

-

-




do 7º em diante



EMENTA

Conceito de recurso natural e meio ambiente. A questão dos “usos” e os diferentes graus de comprometimento dos recursos naturais. O meio ambiente e as mudanças globais. A questão da preservação e da conservação dos recursos naturais.



OBJETIVOS

- Discutir a conceituação de recursos naturais e sua importância numa perspectiva geossistêmica.

- Discutir os paradigmas fundamentais aplicados à questão ambiental.

- Desenvolver habilidades relacionadas à análise integrada do espaço geográfico e a atuação do profissional em geografia, do ponto de vista pedagógico e técnico.




METODOLOGIA

O conteúdo será desenvolvido mediante aulas expositiva, expositivas/participativas (induzidas pela discussão de textos variados), vídeo/aulas e trabalhos práticos e trabalho de campo.

Obs.: o trabalho de campo é único e representará uma nota, não haverá a aplicação de nenhuma avaliação equivalente.

O processo de avaliação de aproveitamento compreenderá das seguintes formas de avaliação: Relatório de campo seminário e avaliação escrita.





CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1- O significado e a natureza dos recursos naturais

- conceituação, classificação e distribuição geográfica dos recursos naturais.


2- A natureza dos recursos naturais.
- Formação da terra, origem dos recursos e o mar com fonte de recursos naturais.
3- O homem e os recursos naturais.
- Etapas do desenvolvimento socioeconômico e a utilização dos recursos naturais.
- Proporção de pessoas e recursos.
- Valorização e avaliação dos recursos.

4- Exploração e conservação dos recursos naturais.

- Conceitos de conservação
- Recursos naturais e planejamento
- Exploração dos recursos naturais: no Brasil.
- Proteção dos recursos naturais: legislação.
5- Recursos hídricos

- Tipos e distribuição geográfica


- Política, exploração e conservação
- Recursos hídricos no Brasil
6- Recursos minerais

- Tipos e distribuição geográfica


- Exploração e conservação
- Política de recursos minerais
- Recursos minerais no Brasil
7- Outros recursos naturais

- Recursos vegetais


- Formas silvestre
- Recursos paisagísticos
8- Análise Integrado do Meio Ambiente aplicados ao Zoneamento Ecológico Econômico.

- Bases para o zoneamento ecológico econômico.








BIBLIOGRAFIA

- Andrade, M. C., Et Alli S. P. Meio-Ambiente Desenvolvimento e Subdesenvolvimento l- Ed. Hucitec 1975

- Andrade, M. C., De S. P. Geografia Econômica, Ed. Atlas, 1974

- Guerra, J. J. R. J. Recursos Naturais do Brasil, Ed. IBGE, 1980

- Supren. R. J. Recursos Naturais Meio Ambiente e Poluição, Ed. IBGE, 1977

- AB’SABER, A. N. - A problemática da desertificação e savanização no Brasil intertropical - São Paulo, Geomorfologia. IGEO/USP. 19p. 1977a.

- AB’SABER, A. N. - A Organização natural das paisagens inter e subtropicais brasileiras -in SIMPÓSIO SOBRE O CERRADO,3, Anais... São Paulo, 1971.

- AB’SABER, A. N. - Potencialidades Paisagísticas Brasileiras - Geomorfologia, São Paulo n. 55. IGEO/USP. 1977b.

- AGB (Associação dos Geógrafos Brasileiros) - Geografia e Questão Ambiental - Rev. Terra Livre, São Paulo, 1988.

- ALMEIDA, N. O. Metodologias em Geomorfologia ambiental. GEOSUL, Florianópolis, I(1):59-68, 1986.

- ASMAR, WILLIAM. Por que o Homem Destrói o Meio Ambiente. Rio de Janeiro, Ed. Imago, 1991.

- BERTRAND, G. Paisagem e Geografia Física Global: Esboço Metodológico. Rev. de Geografia da USP, 1972.

- BERTRAND, G. Paisagem e Geografia física global: esboço metodológico. Cadernos de Ciências da Terra, São Paulo, Ed. USP (13): 1-27, 1972.

- BOFF, LEONARDO. Desafios Ecológicos do Fim do Milênio. Folha de São Paulo, 12/05/96

- BRASIL. Ministério das Minas e Energia. Secretária Geral. Projeto RADAMBRASIL. Folha SD 23 e 24. Brasília: geologia, geomorfologia, pedologia, vegetação, uso potencial da terra. Rio de Janeiro, 1982. 660 p. (Levantamento de Recursos Naturais, 29).

- CENTRO DE PLANEJAMENTO E ESTUDOS - CPE (Bahia). A compatibilização dos usos do solo e a qualidade ambiental na Região Central da Bahia. Salvador. 1986. 87p.il

- COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO- CNMAD. Nosso futuro comum. Rio de Janeiro, Ed. Fund. Getúlio Vargas, 1992. 430p.

- GONSALVES, C. V. P. Paixão da Terra - Rio de Janeiro, Ed. Rocco/Socci, 1984.

- GRAZIERA, M. L. M. Direito de Águas e Meio Ambiente. São Paulo, Ed. Ícone, 1993.

- IBGE. - GEOGRAFIA & QUESTÃO AMBIENTAL - Rio de Janeiro, 1993.

- IBGE. - RECURSOS NATURAIS E MEIO AMBIENTE - Rio de Janeiro, 1993.

- ORELLANA, M. M. P. - Metodologia integrada no estudo do meio ambiente. Geografia, São Paulo, 10(20):125-148, out. 1985.

- SÁNCHES, R. O. Bases para o ordenamento ecológico-paisagístico do meio rural e florestal : zoneamento agroecológico. Cuiabá : Fundação de Pesquisas Cândido Rondom, 1991. 142p.

- SOTCHAVA, V. B. - O estudo do Geossistema - in Métodos em Questão, São Paulo, IGEO/USP. no 16, (trad. de C.A.F. MONTEIRO) 1977.

- TAUK, S. M, (org.). Análise ambiental: uma visão multidisciplinar. São Paulo, Ed.UNESP, 167p. 1991














Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____











UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 037




Geografia da Cidade do Salvador




CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E




68

-

-

68




30

-

-









EMENTA

Estudo geoambiental do sítio urbano da cidade: as singularidades geográficas da cidade, características e problemas ambientais. As características da ocupação humana na cidade e expansão urbana atual: fragmentação espacial, significação e segregação. Os aspectos socioeconômicos da cidade e a sua função de metrópole regional. As características da região metropolitana da cidade e sua organização espacial.



OBJETIVOS

Compreender o processo de expansão física da cidade do Salvador.

Entender a inter-relação entre agentes sociais do desenvolvimento urbano e os elementos da dinâmica socioespacial e a respectiva estrutura interna da cidade em dados períodos históricos: o período colonial; do período pós-colonial até 1960; fase metropolitana contemporânea.

Compreender o papel da cidade do Salvador em sua região de influência.




METODOLOGIA

Aulas expositivas; discussão e produção de textos, mostra e discussão de vídeos; apresentação de seminários pelos alunos.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

O sítio e a situação urbana da cidade do Salvador;

O desenvolvimento da cidade do Salvador nos períodos: colonial; pós-colonial até 1960 e a fase metropolitana contemporânea;

Os principais agentes sociais da formação e organização do espaço urbano soteropolitano: o Governo (municipal, estadual, federal), a Igreja, os proprietários fundiários, as organizações econômicas e a população;

A estrutura interna atual da cidade: a funcionalidade dos centros e sub-centros; as áreas residenciais, a infra-estrutura e os equipamentos urbanos;

O papel da cidade em sua área de influência urbana imediata.




BIBLIOGRAFIA

ALVARENGA, Andréa de Fátima Botelho. Estudo comparativo do potencial erosivo no embasamento cristalino e nos sedimentos Barreiras: os escorregamentos - Salvador-BA. Salvador, 1992, 176f. Dissertação (Mestrado em Geociências) – Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1992.

AZEVEDO, Thales de. Povoamento da cidade do Salvador. 2. ed. São Paulo: Nacional, 1955.

BAHIA. Companhia de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Salvador. Plano Metropolitano de Desenvolvimento: cenário atual. Salvador: Conder, 1977.

BAHIA. Companhia de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Salvador. Diretrizes e políticas da região metropolitana de Salvador. Salvador: Conder, 1975.

BAHIA. Centro de Planejamento Econômico. Uma política de habitação para Salvador. Boletim CPE. Salvador, v. 5, n. 5, p. 5-25, 1960.

BRAGA, Rosalina Batista. Conhecendo a cidade pelo avesso: o caso de Salvador. Belo Horizonte: Del Rey, 1994.

BRANDÃO, Maria de Azevedo. O último dia da criação: mercado, propriedade e uso do solo em Salvador. In: VALADARES, Licia do Prado. Habitação em questão. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1981. p. 120-142 (Biblioteca de Ciências Sociais. Sociologia)

BRANDÃO, Maria de Azevedo. Origens da expansão periférica de Salvador. Planejamento. Salvador, v. 2, n. 6, p. 155-172, abr./jun., 1978.

BRITO, Cristóvão. A estruturação do mercado de terra urbana e habitação em Salvador-Ba a partir de 1970. Geotextos. Salvador, v. 1, n. 1, p. 51-80, dez. 2005.

CARNEIRO, Edison. A cidade do Salvador (1549): uma reconstituição histórica. Rio de Janeiro: Organização Simões, 1954.

CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de; PEREIRA, Gilberto Corso. Como anda Salvador e sua região metropolitana. Salvador: EDUFBA, 2006.

GONÇALVES, Neyde Maria Santos. Impactos pluviais e desorganização do espaço urbano em Salvador–BA. São Paulo, 1992, 282f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Geografia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992.

MAGALHÃES, Maria Ângela Cabral. Movimentos de massa e ocupação do solo no bairro do Engenho Velho da Federação, Salvador-BA. Salvador, 1993, 143f. Dissertação (Mestrado em Geociências) – Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1993.

MENDONÇA, Frederico A. R. A estratégia de localização dos conjuntos habitacionais da URBIS em Salvador, entre 1964 e 1984. Revista de Arquitetura e Urbanismo. Salvador, v. 2, n. 2, p. 61-83, jul., 1989.

NASCIMENTO, ANNA AMELIA VIEIRA. Dez freguesias da cidade do Salvador: aspectos sociais e urbanos do século XIX. Salvador: Fundação Cultural do Estado da Bahia, 1986.

PEIXOTO, Célia Simões. Os fatores físicos condicionantes dos problemas da cidade do Salvador. Salvador, 1968. 165 f. Tese (Livre docência) - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 1968.

PINHEIRO, Délio José Ferraz; SILVA, Maria Auxiliadora da. Visões imaginárias da cidade da Bahia: diálogos entre a geografia e a literatura. Salvador: EDUFBA, 2004.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR. Encostas. Salvador: Oceplan, 1981.

RIBEIRO, Elizabete Maise Andrade; DEBEFFE, Charles. Poder público municipal e propriedade fundiária urbana. In: BAHIA. Seplantec/CPE. Habitação e urbanismo em Salvador. Salvador: 1979. p. 81-220

ROCHA, Francisco Ulisses Santos. A mobilidade a pé em Salvador. Salvador, 2003. 234 f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2003.

RODRIGUES, Adilma de Jesus. Formas modernas de comércio varejista em áreas populares na cidade de Salvador-BA: o caso do Shopping Center Ponto Alto, no bairro de Pau da Lima. Salvador, 2001. 150 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2001.

SAMPAIO, Consuelo Novais. 50 anos de urbanização: Salvador da Bahia no Século XIX. Rio de Janeiro: [sn], 2005.

SAMPAIO, Theodoro. Historia da fundação da cidade do Salvador. Salvador: Tipografia Beneditina, 1949.

SAMPAIO, Antônio Heliodório Lima. Formas urbanas: cidade-real & cidade-ideal. Salvador: Quarteto, 1999.

SANTOS, Milton. O centro da cidade do Salvador. Salvador: Progresso, 1959.

SERPA, Ângelo. Fala, periferia!: uma reflexão sobre a produção do espaço periférico metropolitano. Salvador: EDUFBA, 2001.

SILVA, Barbara-Christine Nentwig; Silva, Sylvio C. Bandeira de Mello e. Cidade e região no estado da Bahia. Salvador: Centro Editorial Didatico da UFBA, 1991.

SILVA, Sylvio C. Bandeira de Mello e; LEAO, Sonia de Oliveira; SILVA, Barbara-Christine Nentwig. Urbanização e metropolização no estado da Bahia: evolução e dinâmica. Salvador: Centro Editorial e Didatico da UFBA, 1989.

SOUZA, Guaraci Adeodato Alves de. Bahia de todos os pobres. Petrópolis: Vozes; Cebrap, 1980.

SOUZA, Ângela Maria Gordilho. Invasões e intervenções públicas: uma política de atribuição espacial em Salvador (1946-1989). Rio de Janeiro, 1990. 315 f. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) – IPPUR, UFRJ, Rio de Janeiro, 2001.

VASCONCELOS, Pedro de Almeida. Salvador: transformações e permanências (1549-1999). Ilhéus: Editus, 2002.

VASCONCELOS, Pedro de Almeida; SILVA, Sylvio C. Bandeira de Mello e. Novos estudos de geografia urbana brasileira. Salvador: EDUFBA, 1999.















Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 037




Geografia Cultural




CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E







-

-

68




30

-

-









EMENTA

A dimensão cultural do espaço. Paisagem e cultura. Os modos de vida e suas características. A cultura popular em suas múltiplas manifestações e sua variação espacial. As diversas expressões religiosas em sua dimensão espacial: os espaços sagrados e o profano. Os contatos e conflitos culturais resultantes do processo migratório inter-regional.



OBJETIVOS

Subsidiar a formação do estudante com um enfoque geográfico cultural, explicitando o estado da arte nesta sub-área do conhecimento e apontando para os limites e as possibilidades de uma abordagem cultural dos problemas geográficos no mundo contemporâneo.

Compreender as razões dos conflitos étnicos entre diferentes culturas





METODOLOGIA

Aulas expositivas, atividades dirigidas de discussão de textos e seminários.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

A Geografia Cultural: O Estado da Arte

A Morfologia da Paisagem de Carl Sauer

A Geografia Fenomenológica de Eric Dardel

O Papel da Nova Geografia Cultural na Compreensão da Ação Humana

Paisagem-Marca, Paisagem-Matriz: Elementos da Problemática para uma Geografia Cultural

Cultura e Simbolismo nas Paisagens Humanas

As Relações entre Cultura e Poder

O Conceito de Hegemonia Cultural de Antônio Gramsci

O Conceito de Topofilia

O Sagrado e o Urbano

O Sagrado como Elemento de Coesão Rural

O Espaço Sagrado: Comparação entre as Hierópolis da América Latina e Europa

Cultura Popular e Cultura de Massa

As Manifestações da Cultura Popular no Espaço Geográfico

Abordagem Cultural do Fenômeno das Migrações na Contemporaneidade: Os Contatos e os Conflitos

Em Direção a uma Geografia Cultural Radical: Problemas de Teoria





BIBLIOGRAFIA

ALMEIDA, M. G. de; RATTS, A. (orgs.). Geografia – Leituras Culturais. Goiânia: Editora Alternativa, 2003.

BACHELARD, G. A Poética do Espaço. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1998.

BENJAMIN, W. Obras Escolhidas, Volume I: Magia e Técnica, Arte e Política. 7a Edição. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1994.

BOURDIEU, P. O Poder Simbólico. 3a Edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

BURKE, P. História e Teoria Social. São Paulo: Editora UNESP, 2002.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs.). Paisagem, Tempo e Cultura. Rio de Janeiro: Eduerj, 1998.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Manifestações da Cultura no Espaço. Rio de Janeiro: Eduerj, 1999.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Matrizes da Geografia Cultural. Rio de Janeiro: Eduerj, 1999.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Geografia Cultural: Um século (2). Rio de Janeiro: Eduerj, 2000.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Paisagem, imaginário e espaço. Rio de Janeiro: Eduerj, 2001.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Religião, identidade e território. Rio de Janeiro: Eduerj, 2001.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Geografia Cultural: Um século (3). Rio de Janeiro: Eduerj, 2002.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Introdução à Geografia Cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Paisagens, Textos e Identidade. Rio de Janeiro: Eduerj, 2004

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Geografia: Temas sobre cultura e espaço. Rio de Janeiro: Eduerj, 2005.

CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (orgs). Cultura, espaço e o urbano. Rio de Janeiro: Eduerj, 2006.

DARDEL, E. L’Homme et la Terre – Nature de la Réalité Géographique. Paris: Ed. CTHS, 1990.

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

HARVEY, D. A produção capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005.

RELPH, E. As bases fenomenológicas da geografia. In: Geografia, Vol. 4, N. 7, p. 1-25. Rio Claro: UNESP, abril de 1979.

ROSENDAHL, Z. Espaço e Religião: Uma abordagem geográfica. Rio de Janeiro: Eduerj, 1996.

ROSENDAHL, Z. Hierópolis: O Sagrado e o Urbano. Rio de Janeiro: Eduerj, 1999.

ROSENDHAL, Z. Percepção, vivência e simbolismo no espaço: Peregrinos e turistas religiosos. In: Lima, L. C. Da cidade ao campo: A diversidade do saber-fazer turístico. Fortaleza: Editora FUNECE/Univ. Est. do Ceará, 1999.

SERPA, A. Percepção e Fenomenologia: Em Busca de um Método Humanístico para Estudos e Intervenções do/no Lugar. Olam - Ciência e Tecnologia, Rio Claro - SP, v. 1, n. 2, p. 29-61, 2001.

SERPA, A. Experiência e Vivência, Percepção e Cultura: Uma Abordagem Dialética das Manifestações Culturais em Bairros Populares de Salvador. Ra´e Ga – O Espaço Geográfico em Análise, Curitiba-PR, v. 8, n. 8, p. 19-32, 2004. 

SERPA, A. Por uma Geografia das Representações Sociais. OLAM – Ciência e Tecnologia, Rio Claro-SP, v. 5, n. 1, p. 220-232, 2005a.

SERPA, A. Mergulhando num mar de relações: redes sociais como agentes de transformação em bairros populares. Geografia, Rio Claro-SP, v. 30, n. 2, p. 211-222, 2005b.

TUAN, Y. F. Topofilia. Um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo/Rio de Janeiro: Difusão Editorial S/A, 1980.

TUAN, Y.F. Espaço e Lugar. São Paulo: DIFEL, 1983.













Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Geografia do Turismo



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E










-

85




30

15

-









EMENTA

Aportes teóricos e metodológicos da Geografia do Turismo. O espaço geográfico como produto de consumo do turismo. O turismo e a produção do espaço. A vocação turística dos territórios sob a perspectiva geográfica. O ecoturismo, paisagem e geografia. Os atrativos geoturísticos e suas características espaciais. A atividade turística no Brasil e na Bahia.



OBJETIVOS

Discutir, a partir de uma leitura geográfica, a organização e produção espacial do lazer e do turismo;

Avaliar as políticas públicas e as práticas sociais relacionadas ao lazer e ao turismo;

Analisar as características geográficas do lazer e turismo no Mundo, no Brasil e na Bahia.




METODOLOGIA

Aulas Expositivas

Leitura e Discussão de Textos

Realização de Trabalhos Aplicados




CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1) Turismo e Geografia: conceitos, teorias e aproximações;

2) O sistema turístico contemporâneo: recursos, formação e imaginário;

3) Espaço, Planejamento e Turismo

4) O turismo no Mundo, no Brasil e na Bahia





BIBLIOGRAFIA

BARRETO, Margarita. Planejamento e Organização em Turismo. Campinas: Papirus, 2000.

BAUDRILLARD, Jean. Os Sistemas dos Objetos. 3. ed., São Paulo: Perspectiva, 1997.

CLAVAL, Paul. A Geografia Cultural. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1999.

CRUZ, Rita. de C. A. da. Política de Turismo e Território. São Paulo: Contexto, 2000.

CRUZ, Rita. de C. A. da. Introdução à Geografia do Turismo. São Paulo: Roca, 2001.

FEATHERSTONE, Mike. Cultura de Consumo e Pós-Modernismo. São Paulo: Studio Nobel, 1995.

IGNARA, Luiz Renato. Fundamentos do Turismo. Pioneira, 2000.

LAGE, Beatriz Helena Gilas. Economia do Turismo. São Paulo: Atlas, 2001.

MORAES, Antonio C. R. de & COSTA, Wanderley Messias da. A Valorização do Espaço. São Paulo: Hucitec, 1984.

OLIVEIRA, Antônio Pereira. Turismo e desenvolvimento: planejamento e organização. São Paulo: Atlas, 2000.

PEARCE, Douglas G. Geografia do Turismo: fluxos e regiões no mercado de viagens. São Paulo: Aleph, 2003.

PIRES, Paulo. Turismo e paisagem. In: Turismo e impactos sócioambientais. São Paulo: Hucitec, 1996.

RODRIGUES, Adyr Balastreri (Org.). Turismo e Ambiente: reflexões e propostas. São Paulo: Hucitec, 1997.

YÁZIGi, Eduardo. A alma do Lugar: turismo, planejamento e cotidiano. São Paulo: Contexto, 2001.















Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

FCH 124




Antropologia I




CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













68



















Catálogo: twiki -> pub
pub -> Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Goiânia 15ª Promotoria de Justiça
pub -> Ministério público do estado de goiá
pub -> Ormísio Maia de Assis
pub -> Exmo. Sr. Dr. Juiz de direito da vara cível da comarca de itajaí sc sos fundação Mata Virgem
pub -> Docente: Dr. José Manuel E. Valença a informática na saúde
pub -> Neros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital
pub -> A consciência como fator preponderante na construção das grandes teorias para a humanidade
pub -> Trabalho De Informática Jurídica «A criptografia» Universidade do Minho. Maio de 20005
pub -> Universidade do Minho Licenciatura em Direito Informática Jurídica Técnicas Criptográficas—Cifras Docente
pub -> Realizado por: Henrique Fernandes da Cunha Nº. 34531 Cristina Laura Silva Ferreira Nº. 31625 Mafalda Joana Saraiva Magalhães N


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   22


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal