Estrutura curricular (novo projeto pedagógico) licenciatura núcleo Específico de Geografia (20)



Baixar 2.45 Mb.
Página14/22
Encontro29.07.2016
Tamanho2.45 Mb.
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   22

FALTA PROGRAMA DA DISCIPLINA

FUNDAMENTOS NATURAIS DA GEOGRAFIA







UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME







Sociedade e Educação




CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













68






















EMENTA

NÃO TEM O PROGRAMA




OBJETIVOS







METODOLOGIA





CONTEÚDO PROGRAMÁTICO







BIBLIOGRAFIA















Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES




COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Metodologia do Trabalho Científico



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E




68

-

-

68




30

-

-









EMENTA

A natureza e os diferentes níveis do conhecimento científico. Os processos do método científico: a observação, a hipótese, experimentação, indução, dedução, análise e síntese. A estrutura do trabalho científico. As características da linguagem científica: a clareza e o vocabulário técnico. A coleta de dados. O conceito e os tipos de pesquisas: os levantamentos bibliográficos e cartográficos e o fichamento. A elaboração das referências bibliográficas.



OBJETIVOS

Compreender a natureza do conhecimento científico: os paradigmas, os métodos de análise, os procedimentos e as técnicas de pesquisa.

Conhecer e utilizar a linguagem científica e as formas mais apropriadas de apresentação de relatórios técnicos e trabalhos científicos: artigos, monografias, dissertações e teses, com a normalização dos elementos constituintes.

Distinguir resumo de fichamento e de resenha.




METODOLOGIA

Aulas expositivas; discussão e produção de textos, mostra e discussão de vídeos; apresentação de seminários pelos alunos.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

A natureza da ciência: os paradigmas, os métodos científicos, os procedimentos e as técnicas de pesquisa.

A linguagem científica e a formalização apropriada de apresentação de relatórios técnicos e trabalhos científicos: artigos, monografias, dissertações e teses, com a normalização dos elementos constituintes.

Elementos para a produção de texto científico.

Resumo, fichamento e resenha.





BIBLIOGRAFIA

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 6023; NBR 10520. Elaboração. Ago, 2002.

BAUER, Martin W; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

BEAUD, Michel. Arte da tese. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

CARDOSO, Ruth. Aventuras de antropólogos em campo ... In: CARDOSO, Ruth (Org.). A aventura antropológica: teoria e pesquisa. 3 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997. p. 95-105

CHALMERS, Alan F. O que é ciência afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993.

DESCARTES, René. Discurso sobre o método. São Paulo: Hemus, 1978.

ECO, Humberto. Como se faz uma tese. 15. ed. São Paulo: Perspectiva, 1999.

GERARDI, Lúcia H. de Oliveira; SILVA, Barbara-Christine N.. Quantificação em Geografia. São Paulo: Difel, 1981.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

KHUN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. 9. ed. São Paulo: Perspectiva, 2005.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia científica. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

LEITE, Marli Quadros. Resumo. São Paulo: Paulistana, 2006. (Col. Aprenda a fazer, 1)

LODI, João Bosco. A entrevista: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1974.

LUNA, Sergio Vasconcelos de. Planejamento de pesquisa: uma introdução. São Paulo: EDUC, 1996.

JAPIASSU, Hilton. Introdução ao pensamento epistemológico. 12. ed. Rio de Janeiro, 1980.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. 5. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

POPPER, Karl R. A lógica da pesquisa científica. 9. ed. São Paulo: Cultrix, 2001.

PRIGOGINE, Ilya; STENGERS, Isabelle. A nova aliança: metamorfose da ciência. 3. ed. Brasília: EDUNB, 1997.

RUIZ, João Álvaro. Metodologia cientifica: guia para eficiência nos estudos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1991.

SILVA, Barbara-Christine N.; SILVA, Sylvio C. Bandeira de Mello e. Elaboração de projetos de pesquisa em Geografia. Salvador: Centro Editorial e Didático da UFBA, 1986.

TACHIZAWA, Takeshy; MENDES, Gildásio. Como fazer uma monografia na prática. 5. ed. Rio de Janeiro. FGV, 2000.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 6. ed. São Paulo: Cortez, 1994.

TRIVIÑHOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais. São Paulo: Atlas, 1987.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Biblioteca Central. Normas para apresentação de trabalhos. 6. ed. Curitiba: UFPR, 1996.

WEG, Rosana Morais. Fichamento. São Paulo: Paulistana, 2006. (Col. Aprenda a fazer, 3)











Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____











UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

FCH 006




Introdução à Sociologia



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













68

45






















EMENTA

A disciplina introduz o aluno de cursos de outras áreas na discussão sobre a natureza das ciências sociais e no estudo de formulações fundamentais da Sociologia moderna. Assim, o estudante terá contato com instrumentos que, aportados pelas ciências sociais para a decifração de quadro da vida em sociedade, revelam sua validade em outros campos do conhecimento. Através da tematização de itens específicos que se com figurem como interface epistemológica. Travar-se-á uma discussão propriamente interdisciplinar entre a Sociologia e a área de conhecimento em que se insere o respectivo curso.



OBJETIVOS






METODOLOGIA






CONTEÚDO PROGRAMÁTICO



  1. Introdução

Ciência e senso comum

Raízes do pensamento social europeu

Estabelecimento da Sociologia como ciência

A Sociologia como interpretação da modernidade

Caracterização do conhecimento sociológico

O(s) significado(s) de social e sociedade





  1. A Sociologia como um instrumento de análise da vida em sociedade.

Conceito de ação,

Interação,

Cultura,

Estrutura e

Estratificação.


  1. Questões de Sociologia Aplicada

Desenvolvimento e modernização no Brasil

O Brasil e o processo de globalização

Os movimentos sociais no Brasil

Estado e sociedade no Brasil

Exclusão social e pobreza




BIBLIOGRAFIA















Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

ENG 269




Ciência do Ambiente CIÊNCIAS DO AMBIENTE (CONFORME CONSTA NO PROGRAMA)



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













68

60






















EMENTA

Introdução. Histórico da degradação ambiental e causas da crise ambiental. Desenvolvimento e meio ambiente. Noções gerais de ecologia. Recursos naturais. Ar, água e o solo. Energia e ambiente. Planejamento e gestão ambiental. Instrumentos de avaliação e controle ambiental.



OBJETIVOS

Discussão e interpretação da necessidade da exploração e utilização racional dos recursos naturais disponíveis, e a manutenção do equilíbrio ecológico do ambiente.



METODOLOGIA

Serão utilizados recursos de dentro e fora da UFBA para abordar o entendimento do processo histórico da relação do homem com o seu meio, permitindo o entendimento da questão ambiental sob vários aspectos.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  1. Apresentação do Curso

    1. Objetivos

    2. Importância para as engenharias.

  2. Histórico da Degradação Ambiental e Causas da Crise Ambiental

    1. A questão ambiental nas diversas etapas de evolução humana

    2. Nas diferentes civilizações

    3. Na era industrial

    4. Na modernidade

  3. Desenvolvimento e Meio Ambiente

    1. Os conceitos de ecodesenvolvimento e desenvolvimento sustentável

    2. Recursos ambientais renováveis e não-renováveis.

  4. Noções Gerais de Ecologia

    1. Os ciclos bioquímicos;

    2. Ecossistemas finitos;

    3. Cadeias alimentares;

    4. Sucessão biológica

5. O Ar

5.1. As Propriedades, a Composição, a Qualidade e o Monitoramento da Qualidade.

6. A Água

6.1. As Propriedades, a Composição, a Qualidade e o Monitoramento da Qualidade.

7. O Solo

7.1. As Propriedades, a Composição, a Qualidade e o Monitoramento da Qualidade.



  1. Energia

    1. Fontes e transformações

    2. Os combustíveis

    3. Impacto ambiental

    4. Controle das fontes

  2. Poluição Sonora

    1. Fontes

    2. Efeitos

    3. Monitoramento

    4. Controle de ruído

  3. Planejamento da Gestão Ambiental

    1. A política.

    2. A ética

    3. A economia

    4. O direito ambiental

  4. Instrumentos de Avaliação e Controle Ambiental

    1. AIA

    2. RIMA




Catálogo: twiki -> pub
pub -> Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Goiânia 15ª Promotoria de Justiça
pub -> Ministério público do estado de goiá
pub -> Ormísio Maia de Assis
pub -> Exmo. Sr. Dr. Juiz de direito da vara cível da comarca de itajaí sc sos fundação Mata Virgem
pub -> Docente: Dr. José Manuel E. Valença a informática na saúde
pub -> Neros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital
pub -> A consciência como fator preponderante na construção das grandes teorias para a humanidade
pub -> Trabalho De Informática Jurídica «A criptografia» Universidade do Minho. Maio de 20005
pub -> Universidade do Minho Licenciatura em Direito Informática Jurídica Técnicas Criptográficas—Cifras Docente
pub -> Realizado por: Henrique Fernandes da Cunha Nº. 34531 Cristina Laura Silva Ferreira Nº. 31625 Mafalda Joana Saraiva Magalhães N


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   22


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal