Estrutura curricular (novo projeto pedagógico) licenciatura núcleo Específico de Geografia (20)



Baixar 2.45 Mb.
Página4/22
Encontro29.07.2016
Tamanho2.45 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   22


BIBLIOGRAFIA


BOYER, J. Dinâmica dos elementos químicos e fertilidade dos solos. CPPG/UFBA, 1985, 322p.

BUCKMAN, H. O. E.; BRADY, N. Natureza e propriedade dos solos. Ed. Freitas Bastos, 1976, 594 p.

KIEL, E. J. Manual de Pedologia. Ed. Agronômica Ceres, 1979, 262 p.

MONIZ, A. C. Elementos de Pedologia. EDUSP/Polígono, 1975, 459 p.

SBCS & SNLES. Manual de descrição e coleta de solos no campo. 1984, 46 p.

VIEIRA, L. S. Manual da ciência do solo. Ed. Agronômica Ceres, 1965, 464 p.

VIEIRA, M. N. O Manual de morfologia e classificação de solos. Ed. Agronômica Ceres, 310 p.
















Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Fundamentos de Geomorfologia



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













136




20

20

-









EMENTA

As bases teórico-metodológicas relativas ao estudo do modelado terrestre. A questão da escala no estudo do relevo. A importância do relevo no contexto do meio ambiente. A relação estrutura geológica com o modelado terrestre. O relevo como produto da ação simultânea de processos endógenos e exógenos. As diversas feições do relevo resultantes desses processos e sua organização espacial. Trabalho de campo obrigatório.





OBJETIVOS

Estudar, classificar e explicar as unidades do relevo, analisando os processos de elaboração deste.

Evidenciar a importância desta área do conhecimento, como fator fundamental na análise e dinâmica e interpretação da paisagem.

Mostrar o potencial da Geomorfologia nos diagnósticos geoambientais e estudos de impacto ambiental.




METODOLOGIA

O conteúdo programático será desenvolvido mediante a realização aulas expositivas, e expositivo-participativas, trabalhos práticos, incluindo trabalhos em grupo, proposição de experimentos e fundamentalmente trabalho de campo, visando a aplicação e o reconhecimento dos estudos desenvolvidos.

OBJETIVOS DO TRABALHO DE CAMPO: Visualizar e analisar os processos e mecanismos das regiões intertropicais. Trabalhar com os processos observados em campo através do mapeamento geomorfológico e suas derivações. A Geomorfologia nos diagnósticos ambientais.




CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. A Geomorfologia no contexto da Geografia Física.

- Origens e evolução do conhecimento geomorfológico: as teorias geomorfológicas.

- As tendências atuais da Geomorfologia: suas interfaces com as demais ciências da natureza Geomorfologia e Meio Ambiente.

- As escalas de análises em Geomorfologia.

- Os métodos de investigação em Geomorfologia.


2. O modelado terrestre e suas características espaciais.

  • O modelado das estruturas dobradas e falhadas. O relevo em estrutura de domos.

  • Estrutura e relevo dos maciços antigos: relevo das rochas cristalinas e sedimentares.

3.Os processos Exógenos responsáveis pela elaboração do relevo.



  • Processos lineares e os demais processos de esculturação.

  • Forma e evolução das vertentes, os terraços fluviais.

4. Geomorfologia Ambiental.



  • A importância do estudo do relevo nas áreas urbanas.

  • A Sociedade e as diversas maneiras de apropriação do relevo.




BIBLIOGRAFIA

AB’SABER, A. N. - A Organização natural das paisagens inter e subtropicais brasileiras -in III Simpósio Sobre o Cerrado, São Paulo, 1971.

AB’SABER, A. N. - 1957 - Conhecimento sobre as flutuações climáticas do quaternário no Brasil. Bol. da Soc. Bras. de Geologia. Vol. VI 41-48.

ALMEIDA, N. O. de - Metodologias em Geomorfologia ambiental - GEOSUL, Florianópolis, I(1):59-68, 1986.

BERTRAND, G. - Paisagem e Geografia física global: esboço metodológico - Cadernos de Ciências da Terra, São Paulo, Ed. USP (13): 1-27, 1972.

* BIGARELLA, J. J. - 1994 - Estrutura e origem das paisagens tropicais e subtropicais. Florianópolis. Ed. UFSC. Vol. 1 e 2.

BROWN, E. H. - A Geografia física e suas relações - Bol. Geográfico, Rio de Janeiro, 35(251):14-21, jul./set. 1977.

**CASSETI, V. - Ambiente e apropriação do relevo - São Paulo, Contexto, 147p. 1991.

**CHRISTOFOLETTI, A. - Geomorfologia - Rio Claro, SP.

COLTRINARI, L. - Um exemplo de carta geomorfológica de detalhe: A carta do médio vale do rio Parateí, SP - Geografia (USP), São Paulo, n 1, 55-63, 1982.

CRUZ, O. - A Geografia fïsica, o geossistema, a paisagem e os estudos dos processos geomórficos - Bol. de Geog. Teorética, Rio Claro, 15(29-30): 53-62. 1985.

ERHART, H. - A Teoria Bio-Resistasíca e os problemas Biogeográficos e Paleobiológicos - Not. Geomorfológica, Campinas, VI (11): 51-58. 1966.

*GREGORY, K. J. - A natureza da Geografia Física - São Paulo, Ed. Bertrand Brasil, 333p. 1992.

*GUERRA, A. T. - 1993 - Dicionário Geológico-Geomorfológico. IBGE, Rio de Janeiro.

**GUERRA, A. T. & BATISTA, S. - 1994 - Geomorfologia: Uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil.

GUERRA, A. T. & CUNHA, S. - 1997 – Geomorfologia do Brasil . Rio de Janeiro, Bertrand Brasil.

**GUERRA, A. T. & CUNHA, S. - 1998 – Geomorfologia e meio ambiente. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil.

*IBGE. – Manual técnico de Geomorfologia . Rio de Janeiro, 1995.

MABESONE, J. M. & CASTRO, C.T. - Desenvolvimento Geomorfológico do Nordeste Brasileiro -Bol. do núcleo Nordeste da SBG, Recife, (3):5-36. 1975.

**PENTEADO, M. M. - 1974 - Fundamentos de Geomorfologia. IBGE/RJ.

*ROSS, J. L. S. – 1990 - Geografia do Brasil - São Paulo: Contexto, 85p..

*ROSS, J. L. S. – 1990 - Geomorfologia Ambiente e planejamento - São Paulo: Contexto, 85p..

SILVA, T. C. & MOTTI, J. M. P. - Evolução geomorfológica da Região Ocidental da Bahia - in CONGRESSO BRASILEIRO DE

GEOLOGIA, 26, Belém, 1972. Anais... Belém, SBG, 1972. p.225-227.

SOTCHAVA, V. B. - O estudo do Geossistema - in Metódos em Questão, São Paulo, IGEO/USP. no 16, (trad. de C.A.F. MONTEIRO) 1977.

STRAHLER, A. - 1989 - Geografia Física. Ômega, Bercelona.

TRICART, J. - 1968 - As relações entre morfogênese e pedogênese. Not. Geomorfológica. 8(15):5-18.

TRICART, J.- Ecodinâmica - Rio de Janeiro, IBGE (SUPREN) 97p. 1977.













Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES


COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Geografia Regional



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E







-

-

68




30

-

-









EMENTA

Introdução aos estudos regionais. Conceituação de espaço, região, paisagem, território e lugar. Questões teórico-metodológicas da análise regional. Aspectos econômicos, ambientais, socioculturais e político-ideológicos da regionalização. Escala e Regionalização.



OBJETIVOS

A disciplina visa subsidiar o aprendizado de conceitos e teorias relacionados aos estudos regionais em Geografia, buscando embasar uma reflexão teórico-aplicada no campo da Geografia Regional.



METODOLOGIA

Aulas expositivas, atividades dirigidas de discussão de textos e seminários.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

A Geografia Regional e o Conceito de Região

Escala e Regionalização

O Conceito de Escala Geográfica

Região Cultural e Lugar

Paisagem e Espaço

Configuração Territorial e Espaço

Território e territorialização, dimensão simbólica e identidade regional

Regionalização: Aspectos político-ideológicos

Regionalizações do território brasileiro

Estado e Território no Brasil Contemporâneo

Teorias de Localização e de Desenvolvimento Regional

Indústria de alta tecnologia e desenvolvimento regional: a lógica da localização

Rede Urbana e Organização do Espaço

As redes de localidades centrais nos países subdesenvolvidos

A Organização do Espaço e a Rede Urbana no Estado da Bahia

Desequilíbrios Regionais no Estado da Bahia

O Papel Metropolitano de Salvador





BIBLIOGRAFIA

ANDRADE, M.C. Espaço, polarização e desenvolvimento. 4ª Edição. São Paulo: Grijalbo, 1977.

ANDRADE, M.C. Áreas de Domínio da Pecuária Extensiva e Semi-Intensiva na Bahia e Norte de Minas Gerais. Recife: Sudene, 1982.

AVENA FILHO, A. Nordeste e Bahia: Os caminhos do desenvolvimento. Salvador: Universidade Católica do Salvador, 1986.

BECKER, B. Carajás: Gestão do território e territorialidade na Amazônia. In: Espaço & Debates, Nº 25, “Reestruturação: economia e território”, p. 77-89. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1988.

BENKO, G. Economia, espaço e globalização na aurora do século XXI. São Paulo: Hucitec, 1996.

BENKO, G. & LIPIETZ, A. (orgs) As Regiões Ganhadoras – Distritos e Redes: Os novos paradigmas da Geografia Econômica. Oeiras: Celta Editora, 1994.

BEZZI, M. L. Região - Uma (re)visão historiográfica - Da gênese aos novos paradigmas. Rio Claro: Universidade Estadual Paulista/Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 1996.

BOURDIEU, P. O Poder Simbólico. 3a Edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

BRAGA, R.B. Conhecendo a cidade pelo avesso. O caso de Salvador. Belo Horizonte: Livraria Del Rey Editora, 1994.

BROEK, J. O. M. Iniciação ao estudo da Geografia. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1967.

BRUHNES, J. La Géographie Humaine. 3e Édition. Paris : Librairie Félix Alcan, 1925.

CASTRO, I. E. Geografia e Política: Território, escalas de ação e instituições. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

CASTRO, I. E. Ilhas de tecnologia no Nordeste brasileiro e a reinvenção da Natureza. In: Território, V. 9, p. 45-63. Rio de Janeiro: LAGET/UFRJ, 2000.

CASTRO, I. E., GOMES, P. & CORRÊA, R. L. (orgs). Geografia: Conceitos e Temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995. (ATIVIDADES DIRIGIDAS 2 e 4)

CLAVAL, P. A Geografia Cultural: O estado da arte. In: Corrêa, R. L. & Rosendahl, Z. (orgs.). Manifestações da Cultura no Espaço. Rio de Janeiro: Eduerj, 1998, p. 59-97.

CLAVAL, P. A Paisagem dos Geógrafos. In: Corrêa, R. L. & Rosendahl, Z. (orgs.). Paisagens, Textos e Identidade. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2004, p. 13-74.

CORRÊA, R.L. O espaço geográfico: algumas considerações. In: Santos, M. (org.) Novos Rumos da Geografia Brasileira. 3ª edição, p. 25-34. São Paulo: Editora HUCITEC.

CORRÊA, R.L. Região e Organização Espacial. São Paulo: Editora Ática, 1986.

CORRÊA, R.L. A rede urbana. 2ª edição. São Paulo: Editora Ática, 1994.

CORRÊA, R.L. Trajetórias geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

CORRÊA, R. L. & ROSENDAHL, Z. (orgs). Introdução à Geografia Cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

COSGROVE, D. A Geografia está em toda parte: Cultura e Simbolismo nas paisagens Humanas. In: Côrrea, R. L. & Rosendahl, Z. (orgs.) Paisagem, Tempo e Cultura, p. 93-122. Rio de Janeiro: EDUERJ, 1998.

CORRÊA DA SILVA, A. O Espaço fora do lugar. 2ª edição. São Paulo: Editora HUCITEC, 1988.

FAISSOL, S. Urbanização e regionalização. Rio de Janeiro: Secretaria de Planejamento da Presidência da República/IBGE, 1975.

FERNANDES, A. et al. A modernização do campo nos cerrados baianos. Espaço & Debates, Nº 25, “Reestruturação: economia e território”, p. 63-76. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1988.

FREIRE-MEDEIROS, B. São Paulo, cidade global? Testando algumas hipóteses sobre cidades mundiais na periferia. In: Anais do VII Encontro Nacional da ANPUR, p. 909-927. Recife: ANPUR, 1997.

GEORGE, P. Problemas, doutrina e método. In: A Geografia Ativa. 5ª edição, p. 9-40. São Paulo/Rio de Janeiro: Difusão Editorial S.A., 1980.

GONÇALVES, M. F. Novas configurações no desenvolvimento urbano paulista. In: Espaço & Debates, Nº 38, “Nova Dimensão Regional”, p. 39-53. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1994.

GONÇALVES, M. F. Desenvolvimento regional e urbanização nacional. In: Anais do VII Encontro Nacional da ANPUR, p. 797-810. Recife: ANPUR, 1997.

HAESBAERT, R. Territórios Alternativos. São Paulo: Contexto, 2002.

HAESBAERT, R. Des-territorialização e identidade. Niterói: EDUFF, 1997.

HARTSHORNE, R. Propósitos e Natureza da Geografia. 2ª edição. São Paulo. São Paulo: Editora HUCITEC/EDUSP, 1978.

HOLZER, W. A Geografia Humanista: Uma Revisão. In: Espaço e Cultura, N. 3, p. 8-19. Rio de Janeiro: UERJ/NEPEC, 1996.

KAYSER, B. A região como objeto de intervenção. In: George, P., Kayser, B., Guglielmo, R. & Lacoste, Y. A Geografia Ativa. 5ª edição, p. 322-354. São Paulo/Rio de Janeiro: Difusão Editorial S.A., 1980.

KAYSER, B. A região como objeto de estudo da geografia. In: George, P., Kayser, B., Guglielmo, R. & Lacoste, Y. A Geografia Ativa. 5ª edição, p. 279-321. São Paulo/Rio de Janeiro: Difusão Editorial S.A., 1980.

KLINK, J. J. A Cidade-Região. Rio de Janeiro: DP & A Editora, 2001.

KOHLHEPP, G. & BLUMENSCHEIN, M. Brasileiros sulistas como atores da transformação rural no Centro-Oeste brasileiro: O caso de Mato Grosso. In: Território, V. 8, p. 47-66. Rio de Janeiro: LAGET/UFRJ, 1999.

LA BLACHE, P. V. La France de L’est. Paris: La Découverte, 1994.

LA BLACHE, P. V. Principes de Géographie Humaine. 4e Édition. Paris: Librairie Armand Colin, 1948.

LACOSTE, Y. A Geografia - Isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. 3ª edição. Campinas: Papirus, 1993.

LEITE, M. A. F. P. Destruição ou Desconstrução? São Paulo: Editora HUCITEC/FAPESP, 1994.

LENCIONI, S. Reestruturação urbano-industrial no Estado de São Paulo: a região da metrópole desconcentrada. In: Espaço & Debates, Nº 38, “Nova Dimensão Regional”, p. 54-61. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1994.

LIPIETZ, A. O local e o global: personalidade regional ou inter-regionalidade? In: Espaço & Debates, Nº 38, “Nova Dimensão Regional”, p. 10-20. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1994.

MACHADO, L. O. Limites e fronteiras: Da alta diplomacia aos circuitos da ilegalidade. In: Território, V. 8, p. 9-29. Rio de Janeiro: LAGET/UFRJ, 1999.

MORAES, A. C. R. Geografia: Pequena História Crítica. São Paulo: HUCITEC, 1981.

MORAES, A. C. R. & COSTA, W. M. A valorização do espaço. São Paulo: Editora HUCITEC, 1984.

NABUCO, M. R. & LAVINAS, L. Regionalização: problemas de método. In: Espaço & Debates, Nº 38, “Nova Dimensão Regional”, p. 21-26. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1994.

NOGUEIRA, R. J. B. Amazônia e questão regional: um regionalismo sufocado. In: GEOUSP, V. 5, p. 67-76. São Paulo: Departamento de Geografia/USP, 1999.

OLIVEIRA JUNIOR, W. M. Muitas Almas para a Cidade. In: Caderno CEDES, N. 39, 1a Edição, p. 73-87. Campinas: Papirus, 1996.

RAFFESTIN, C. Por uma geografia do poder. São Paulo: Editora Ática, 1993.

RECLUS, E. L’homme et la terre. Paris: La Découverte, 1982.

RELPH, E. As bases fenomenológicas da geografia. In: Geografia, Vol. 4, N. 7, p. 1-25. Rio Claro: UNESP, abril de 1979.

ROCHA, M. M. Formas e Estratégias para o Desenvolvimento da Pesquisa Regional em Geografia. In: GEOUSP – Revista da Pós-Graduação em Geografia, N. 5, p. 61-66. São Paulo: FFLCH/Departamento de Geografia/USP, 1999 (ATIVIDADE DIRIGIDA 6)

ROLIN, C.F.C. & CARLEIAL, L.M. da F. A integração desintegradora: estudo de caso do complexo agroindustrial do algodão no Ceará. In: Espaço & Debates, Nº 38, “Nova Dimensão Regional”, p. 27-38. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1994.

SANTOS, M. O Espaço Dividido. Os dois circuitos da economia urbana dos países subdesenvolvidos. 2ª Edição. São Paulo: EDUSP, 2004.

SANTOS, M. A natureza do espaço. São Paulo: Hucitec, 1996.

SANTOS, M. Metamorfoses do Espaço Habitado. 3ª edição. São Paulo: Editora HUCITEC, 1994.

SANTOS, M. Espaço e Método. 3a Edição. São Paulo: Livros Studio Nobel, 1992.

SASSEN, S. & ROOST, F. A cidade: Local estratégico para a indústria de entretenimento. In: Espaço e Debates, Nº 41, p. 66-74. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 2001.

SCOTT, A.J. & STORPER, M. Indústria de alta tecnologia e desenvolvimento regional: uma crítica e reconstrução teórica. In: Espaço & Debates, Nº 25, “Reestruturação: economia e território”, p. 30-44. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 1988.

SCOTT, A.J., AGNEW, J., SOJA, E. W. & STORPER, M. Cidades-Regiões Globais. In: Espaço e Debates, Nº 41, p. 11-25. São Paulo: Núcleo de Estudos Regionais e Urbanos, 2001.

SERPA, A. Fala, Periferia! Uma reflexão sobre a produção do espaço periférico metropolitano. Salvador: PROEX/EDUFBA, 2001.

SERPA, A. Percepção e Fenomenologia: Em Busca de um Método Humanístico para Estudos e Intervenções do/no Lugar. Olam - Ciência e Tecnologia, Rio Claro - SP, v. 1, n. 2, p. 29-61, 2001.

SERPA, A. E qual o lugar da Geografia Regional no contexto atual da Geografia? In: Caderno de Geociências, Nº 6, p. 59-79. Salvador: Instituto de Geociências (UFBA), 2001.

SERPA, A. Urbana Baianidade, Baiana Urbanidade. Salvador: UFBA, 1998.

SILVA, S. B. M. Desequilíbrios Regionais no Estado da Bahia: Avaliação e questões estratégicas. In: Desigualdades Regionais – Série Estudos e Pesquisas. Salvador: SEI, 2004.

SILVA, S. B. M. Dinâmica global e mudanças territoriais no estado da Bahia. In: Anais do VII Encontro Nacional da ANPUR, p. 929-941. Recife: ANPUR, 1997.

SILVA, S. C. B. de M. et al. O Subsistema Urbano-Regional de Feira de Santana. Recife: SUDENE, 1985.

SILVA, S.C.B. de M. Teorias de localização e de desenvolvimento regional. In: Geografia 1(2): 1-23. Rio Claro, 1976.

QUAINI, M. Marxismo e Geografia. 2ª edição. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

TRICART, J. & SANTOS, M. Estudos de Geografia da Bahia. Geografia e Planejamento. Salvador: Livraria Progresso Editora,1958.

TUAN, Y.F. Espaço e Lugar. São Paulo: DIFEL, 1983.

TUAN, Y. F. Topofilia. São Paulo/Rio de Janeiro: Difusão Editorial S.A., 1980.













Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Geografia Urbana



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













85




30

15

-









EMENTA

Evolução e tendências da Geografia Urbana. Os aspectos teórico-metodológicos relativos à temática urbana na abordagem geográfica. O processo de urbanização, as relações funcionais das cidades. O estudo das redes urbanas e a organização interna das cidades. O espaço social urbano e suas características. O papel das megacidades. Visitas de campo obrigatórias.



OBJETIVOS

Entender as bases teóricas, epistemológicas e metodológicas da Geografia Urbana;

Compreender a história da cidade e o processo de urbanização da sociedade;

Explicar os processos, estruturas, formas e funções na produção e no uso do espaço urbano no período atual;

Analisar as relações interurbanas das cidades e as configurações das redes urbanas e regiões metropolitanas.





METODOLOGIA

Aulas Expositivas

Visitas de Campo

Leitura e Discussão de Textos

Realização de Trabalhos Aplicados



Catálogo: twiki -> pub
pub -> Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Goiânia 15ª Promotoria de Justiça
pub -> Ministério público do estado de goiá
pub -> Ormísio Maia de Assis
pub -> Exmo. Sr. Dr. Juiz de direito da vara cível da comarca de itajaí sc sos fundação Mata Virgem
pub -> Docente: Dr. José Manuel E. Valença a informática na saúde
pub -> Neros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital
pub -> A consciência como fator preponderante na construção das grandes teorias para a humanidade
pub -> Trabalho De Informática Jurídica «A criptografia» Universidade do Minho. Maio de 20005
pub -> Universidade do Minho Licenciatura em Direito Informática Jurídica Técnicas Criptográficas—Cifras Docente
pub -> Realizado por: Henrique Fernandes da Cunha Nº. 34531 Cristina Laura Silva Ferreira Nº. 31625 Mafalda Joana Saraiva Magalhães N


Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   22


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal