Estrutura curricular (novo projeto pedagógico) licenciatura núcleo Específico de Geografia (20)



Baixar 2.45 Mb.
Página9/22
Encontro29.07.2016
Tamanho2.45 Mb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   22



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Unidade I

Diagnóstico das Instituições Educacionais

  • Estudo diagnóstico do real pedagógico e as mediações possíveis com o todo social: observação e diagnóstico de instituições de ensino alternativas e/ou diagnóstico de instituições escolares da rede oficial de ensino (de 5ª a 8ª séries e de nível médio).

  • Noções preliminares sobre metodologia da pesquisa

  • Relatórios de Pesquisa (Diário itinerante)

Unidade II

Planejamento e Práxis Pedagógica


  • Planejamento de ensino numa perspectiva crítica.

-Tipologia e etapas do planejamento

-Planos e projetos



    • Dimensões e componentes didáticos do planejamento

    • Formulação de objetivos de ensino-aprendizagem;

    • Seleção e organização de conteúdos/ o que fazer com os livros didáticos?

    • Métodos e técnicas pedagógicas (diferenciação conceitual; repertório e laboratório de técnicas pedagógicas)

    • Recursos didáticos (para que servem? Como e quando utiliza-los)

    • Educação e Novas Tecnologias da Comunicação e Informação

    • Avaliação da aprendizagem (perspectiva classificatória x perspectiva emancipatória de avaliação)



  • A prática pedagógica no processo de ação-reflexão-ação: a práxis e as micro-aulas.






BIBLIOGRAFIA
















Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

EDC 000




Didática e Práxis Pedagógica de Geografia I DIDÁTICA E PRÁXIS DA GEOGRAFIA I (CONFORME PROGRAMA)



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













136





















EMENTA

Estudo do atual processo de ensino e de aprendizagem da geografia nas escolas brasileiras vinculando-o ao sistema escolar brasileiro e esse à sociedade contemporânea. A geografia escolar na formação do cidadão-trabalhador a partir da definição/seleção dos conteúdos significativos e do entendimento da questão conteúdo/forma.



OBJETIVOS

A intenção mais ampla da disciplina é ser elemento dinâmico do cenário no qual estão envolvidos cada um dos estudantes, futuros professores, potencializando a (re)formação da cosmovisão de cada um deles, a partir do entendimento que sociedade, escola e geografia são dimensões distintas de uma mesma rede para que, assim, possam de forma embasada e consciente realizar seu futuro trabalho.



METODOLOGIA






CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • O papel do educador;

  • O mundo contemporâneo;

  • O sistema escolar hoje: defasagens e novas necessidades;

  • A geografia na formação do cidadão-trabalhador;

  • A criação de sentido: temáticas, métodos e fundamentos epistemológicos da geografia: como “levar” a geografia para a escola;

  • A questão do conteúdo/forma;

  • O sujeito na educação: o respeito às individualidades;

  • O processo avaliativo: como saber se os alunos atingiram os objetivos.






BIBLIOGRAFIA

BERMAN, Marshall. Tudo o que é sólido desmancha o ar. São Paulo: Sahwarcz Ltda, 1992.

CARVALHO, Maria Inez e SARDELICH, Maria Emília. O que vamos guardar de nós? São Paulo: Ed. Cone Sul, 2000.

CASTORIADIS, Cornelius. A instituição imaginária da sociedade. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

ENRIQUEZ, Eugène. Psicossociologia – análise social e intervenção. Petrópolis: Vozes, 1994.

HARVEY, David. Condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1993.

LÉVY, Pierre. O que é virtual? Tradução de Paulo Neves. São Paulo: Ed. 34, 1996.

___________. As tecnologias da inteligência. Tradução Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Ed. 34, 1996. (3ª reimpressão).

MARCONDES, Ciro Filho. A nova sociedade da era tecnológica. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1992 (Mimeo).

ORTIZ, Renato. Mundialização e Cultura. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1996 (2ª reimpressão).

SALLES, João Moreira. América. Rio de Janeiro: Vídeo Filmes e Rede Manchete, 1989 (Vídeo).

SERPA, Luiz Felippe P. Ciência e Historicidade. Salvador: UFBA, 1991.

TOURAINE, Alain. Crítica da modernidade. 2ª ed. Petrópolis: Ed. Vozes, 1995.

VATTIMO, Gianni. A sociedade Transparente. Lisboa: Relógio D’Água, 1992.

Obras para entender os novos rumos da Geografia

LACOSTE, Yves. A geografia – isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. 2ª ed. Campinas: Papirus, 1989.

MORAES, Antônio Carlos Robert. Geografia: pequena história crítica. São Paulo: Hucitec, 1998.

MOREIRA, Ruy. Assim se Passaram Dez Anos (a renovação da geografia no Brasil: 1978-1998). Rio de Janeiro, 1988. (Mimeo.). SANTOS, Milton. Por uma geografia nova. 3ª ed. São Paulo: Hucitec, 1986.

SANTOS, Milton. A aceleração contemporânea: tempo mundo e espaço mundo. In: Fim de século e globalização. 2ª ed. São Paulo: Hucitec, 1994.

Obras ligadas especificamente às concepções geográficas atuais:

ANDRADE, Manuel Côrrea de (org.), FERNANDES, Florestan (coord.). Uma geografia para o século XXI. Campinas: Papirus, 1994.

GARDENAL, Araldo Fernandes. Trabalhando a geografia de forma interdisciplinar. In: A academia vai à escola. Campinas: Papirus, 1995.

GOMES, Paulo César da Costa. Geografia e modernidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

OLIVEIRA, Ariovaldo U. Situação e tendências da geografia. São Paulo: Contexto, 1998 (Coleção repensando o ensino).

SOJA, Edward W. Geografias pós-modernas: a reafirmação do espaço na teoria social crítica. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1993.



Obras para a geografia que se ensina:

ASSOCIAÇÃO DOS GEÓGRAFOS BRASILEIROS. O ensino da geografia em questão e outros temas. São Paulo: Marco Zero – Associação dos Geógrafos 1989. (Terra Livre nº 2).

________. Caderno Prudentino de geografia 17- geografia e ensino. Presidente Prudente: AGB, 1995.

CARLOS, Ana Fani e OLIVEIRA, Ariovaldo U. Reformas no mundo da educação – parâmetros curriculares e geografia. São Paulo: Contexto, 1999.

_________. A geografia na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2000.

CARVALHO, Márcia Siqueira (Org.) Para que ensina geografia. Londrina: Ed. UEL, 1998.

CARVALHO, Maria Inez. Fim de século: a escola e a geografia. Ijuí: Ed. Uninjuí, 1998.

CASTROGIOVANNI, Antonio Carlos. Práticas e textualizações no cotidiano. Porto Alegre: Ed. Mediação, 2000.

CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia e práticas de ensino. Goiânia: Editora Alternativa, 2002.

CENTRO DE ESTUDOS EDUCAÇÃO E SOCIEDADE. Cadernos Cedes 39 – ensino de geografia. Campinas: Papirus e Cedes, 1996.

OLIVEIRA, Ariovaldo U. (org.). Para onde vai o ensino de geografia? São Paulo: Contexto, 1989b. (Coleção repensando o ensino).

VESENTINI, José William. Para uma geografia crítica na escola. São Paulo: Ática, 1992.














Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Didática e Práxis Pedagógica de Geografia II DIDÁTICA E PRÁXIS DA GEOGRAFIA II (CONFORME PROGRAMA)



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













136





















EMENTA

Reflexões teóricas sobre Estágio supervisionado na educação da contemporaneidade. Elaboração de projeto.



OBJETIVOS






METODOLOGIA






CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Teoria/ prática;

Estágio Supervisionado na contemporaneidade;

Avaliação.




BIBLIOGRAFIA

  • A prática de ensino e o estágio supervisionado. Uma coletânea de textos sobre estágio coordenado por Stela C. Bertholo Piconez. Esse livro faz parte da Coleção Magistério, formação e trabalho pedagógico da Editora Papirus.

  • O estágio na formação de professores – unidade teoria e prática? Esse livro, editado pela Cortez, é a tese de livre-docência da Profa. Selma Garrido Pimenta da Faculdade de Educação da Usp.

  • Repensando e refazendo uma prática de estágio no ensino da geografia. Esse artigo de Christian Dennys M. de Oliveira e Nídia Nacib Pontuschka se encontra na coletânea Geografia e ensino – textos críticos, organizado por José William Vesentini.















Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Climatologia Sistemática



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E







34

51

-

85




30

15

-




do 7º em diante



EMENTA

Teoria e método em climatologia. A evolução e tendências da climatologia geográfica no Brasil e no mundo. Da climatologia tradicional à climatologia contemporânea. As escalas taxonômicas da organização geográfica do clima. Os sistemas e subsistemas meteorológicos atuantes sobre o Nordeste brasileiro: suas repercussões sobre o regime das chuvas. Os mesoclimas e a compartimentação topoclimatológica regional. O clima e a organização do espaço: clima e turismo. O clima e o espaço agrário.



OBJETIVOS

A disciplina visa o estudo teórico e prático da /climatologia Regional sob a perspectiva da abordagem geográfica, destacando a questão da escala e seus respectivos métodos de estudo.



METODOLOGIA

A disciplina de aulas teóricas e práticas com a utilização de material audiovisual.

As aulas práticas envolvem tabulações, mensuração e representação gráfica de dados climatológicos e/ou cidades do nordeste brasileiro. Durante o semestre será desenvolvido um trabalho prático reunindo todas as práticas onde o aluno deverá redigir um texto explicativo dentro de todos critérios de um trabalho acadêmico.





CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

I Introdução ao estudo da Climatologia Sistemática:

1.1 A Climatologia no contexto das ciências da natureza e suas interfaces;

1.2 Evolução e tendências da Climatologia Geográfica no Brasil;

1.3 Os métodos da Climatologia Geográfica: quantificação em Climatologia, o método Sinótico, análise rítmica e a representação por isolinhas;

1.4 As escalas taxonômicas da abordagem geográfica do clima.


II Clima e Meio Ambiente

2.1 O papel do clima na dinâmica processual da paisagem em ambientes tropicais;

2.2 A questão da zonalidade, sazonalidade e azonalidade;

2.3 Os principais índices climáticos utilizados na abordagem regional: índice xerotérmico de Gaussen e Bagnouls, índice hídrico de Thornthwaite, índices climático-turístico, índices de Gibbs-Martin, índices de erosividade das chuvas dentre outros.

2.4 o clima e suas influencias sobre o espaço. A questão dos veranicos. O balanço hídrico de Thornthwaite e sua aplicação agroclimatológica

2.5 A cidade e a produção de um clima artificial:

O clima como instrumento de planejamento da cidade. Os canais de percepção do clima urbano.

Os impactos meteoroclimáticos sobre a cidade e suas repercussões espaciais.


III Os Climas do Estado da Bahia

3.1 Aspectos gerais da circulação atmosférica regional; os sistemas meteorológicos regionais e as correntes perturbadas atuantes;

3.2 Os regimes de chuvas e a compartimentação topoclimática regional;

3.3 Os principais tipos de climas e os Mesoclimas;

3.4 Estudo de caso.




BIBLIOGRAFIA

ASSIS, F.N. Aplicações de Estatística à Climatologia: Teoria e Prática. Editora UFP, (RS), 1996.

FERREIRA, A.G. Meteorologia Prática. Oficina de Textos, São Paulo, 2006.

LOMBARD, M. A. Ilha de Calor nas Metrópoles: O Exemplo de São Paulo. São Paulo: Hucitec, 1985.

MENDONÇA, F. e Oliveira, I. M. D. Climatologia: Noções Básicas e Climas do Brasil. Oficina de texto, São Paulo, 2007.

MONTEIRO, C. ª F. E MENDONÇA, F. (Orgs). Clima Urbano. São Paulo: Contexto, 2003.

MOTA, F. S. Meteorologia Agrícola. São Paulo: Nobel, 1985.

NIMER, E. Climatología do Brasil. Rio de Janeiro. IBGE, 1989

VIDE, J. M. Fundamentos de Climatologia Analítica. Madrid: Síntesis, 1991.

ZAVATINI, J. A. O Paradigma da Análise Rítmica e a Climatologia geográfica brasileira. Revista Geografia. Rio Claro, 2000, v. 25, n. 3 p/ 25-43

VENTURI, A . B. Praticando Geografia: Técnicas de Campo e Laboratório. Editora Oficina de Textos. São Paulo, 2005.













Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____









UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 103




Geomorfologia



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













85

75






















EMENTA

Evolução e classificação das formas de relevo. Processos geológicos e geotectônicos relacionados ao modernismo da paisagem geológica. Aplicações da geomorfologia. Visitas de campo.




OBJETIVOS

Transmitir aos alunos informações básicas sobre a gênese, evolução e organização das formas do relevo terrestre, caracterizando seus agentes e analisando a dinâmica de suas interações no espaço e no tempo.

Discutir a zonalidade da relação clima/biosfera/morfogênese e as conseqüências de sua variação sobre a dinâmica das paisagens.

Orientar o aluno no desenvolvimento da análise geomorfológica a partir da documentação bibliográfica, cartográfica e fotográfica, mostrando a importância do conhecimento dos fatos geomorfológicos para as geociências, e a compreensão dos problemas ambientais.




METODOLOGIA

Aulas expositivas, com utilização de recursos visuais: slides, transparências, fotografias, imagens de satélites e outros documentos ilustrativos.

Aulas práticas com uso de mapas topográficos, geológicos e outros documentos.

Comentário de mapas geomorfológicos e geodinâmicos.

Estudos dirigidos



Visita ao campo (1/2 turno)



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • AULAS TEÓRICAS

  1. Conceitos Geomorfológicos

    1. Definição de Geomorfologia

    2. Evolução da geomorfologia

    3. Fatores, agentes e processos da evolução geomorfológica endógenos e exógenos.

    4. Processos de Meteorização: Físicos, Químicos e Biofísicos.

  2. Geomorfologia estrutural

    1. Condicionantes geológicos da morfogênese e da organização do espaço. Ação geológica da morfogênese.

      1. Litologia: propriedade das rochas e sua influência nos processos morfogenéticos

    2. Tipos de relevos morfoestruturais

      1. Relevos associados à estrutura horizontal e à estrutura homoclinal – relevo de cuestas

      2. Relevos associados às estruturas dobradas: Relevos jurássicos e Apalachianos

      3. Relevos associados à estrutura falhada

      4. Relevos associados às estruturas cristalinas

  3. Geodinâmica externa

    1. Geomorfologia dos interflúvios: Processos e Formas – Meteorização – Evolução das Vertentes

    2. Geomorfologia Fluvial: processos (erosão, transporte e acumulação) – Morfologia e Dinâmica da Planície Fluvial (terraços fluviais, cones de dejeção, tipos de canais fluviais)

    3. Geomorfologia Litoral: Processos e Formas

  4. Geomorfologia climática

    1. Princípios de zonalidade

    2. Domínios morfoclimáticos: identificação e classificação na escala mundial

    3. Domínios morfoclimáticos intertropicais

    4. Conseqüências geomorfológicas das mudanças e oscilações climáticas

  5. Geomorfologia e meio ambiente

    1. Aplicação da Geomorfologia

      1. Contribuição da Geomorfologia para os estudos ambientais

    2. Geomorfologia e Sistema de Informação Geográfica (SIG)



  • AULAS PRÁTICAS

  1. Apresentação e análise crítica dos métodos e das documentações, cartográficas usadas em geomorfologia.

  2. Análise geomorfológica do mapa topográfico

    1. Compartimentação morfológica do mapa topográfico

    2. Estudo morfométrico das vertentes

    3. Análise do papel dos condicionantes geológicos e climáticos

    4. Síntese geomorfológica

  3. Mapeamento Geomorfológico: princípios e apresentação de exemplos

  4. Observações e descrições geomorfológica de campo (visita ao campo)






BIBLIOGRAFIA

CASSETI, W. Ambiente e Apropriação do relevo. 1ª Ed. São Paulo: Contexto, 1991.

__________. Elementos de Geomorfologia. 1ª Ed. Goiás: Universidade de Goiás, 1994.

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia Fluvial. 1ª Ed. São Paulo: Blucher, 1981.

__________.Geomorfologia. 2ª Ed. São Paulo: Blucher, 1981.

COQUE, R. Géomorphologie. 5ª Ed. Paris: Arman Colin, 1993.

CUNHA, M. A. Ocupação de Encosta. 1ª Ed. São Paulo: IPT, 1991.

DERRAU, M. Lês Formes du Relief Terrestre. Notions de Géomorphologie. 7ª Ed. Paris: Arman Colin, 1996.

GUERRA, A.T. Dicionário Geológico e Geomorfológico. 7ª Ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1989.

GUERRA, A.T. e CUNHA, S.B. Geomorfologia e Meio Ambiente. 1ª Ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

__________. Geomorfologia. Uma Atualização de Bases e Conceitos. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.

JATOBÁ, L. e LINS, R.C. Introdução à Geomorfologia. 1ª Ed. Recife: Bagaço, 1987.














Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____










UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Introdução à Oceanografia



CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E













68





















EMENTA

Oceanografia: Definição e Conceitos. Oceanografia como Profissão. Mercado de Trabalho. História da Oceanografia no Brasil. Importância dos Oceanos. Teoria da Deriva dos Continentes e Tectônica de Placas. Planícies Batimétricas. Oceanografia Biológica. Oceanografia Química. Oceanografia Física. Processos Oceânicos Globais. Processos Costeiros.



OBJETIVOS






METODOLOGIA






CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PARTE I

  • Oceanografia Geológica

  • A História da Terra e o Sistema Solar

  • O Tempo Geológico

  • Tectônica de Placas e Formação das Bacias Oceânicas

  • Unidades Morfológicas do Fundo Oceânico

  • A Margem Continental e Zona Costeira

  • Sedimentos, Rochas e Depósitos Minerais Marinhos.

PARTE II

  • Oceanografia Química

  • História da Água

  • Ciclo Hidrológico

  • As Propriedades da Água Marinha

  • As reações químicas e biológicas da água do mar.

PARTE III

  • Oceanografia Física

  • Breve resenha histórica da Oceanografia

  • Densidade, Salinidade e Temperatura

  • Interação Oceano – Temperatura

  • Correntes Marinhas e Circulação Atmosférica

  • Circulação na Zona Costeira

PARTE IV

  • Oceanografia Biológica

  • Principais divisões batimétricas dos ambientes marinhos

  • Plâncton, Necton e Bentos: principais componentes

  • Estrutura e funcionamento dos ecossistemas marinhos

  • Ecossistemas marinhos e transicionais

  • Ecossistemas de mares profundos

PARTE V

  • A Oceanografia no Brasil

  • Áreas de atuação do oceanógrafo: a interdisciplinaridade na profissão

  • Perspectivas de mercado de trabalho






BIBLIOGRAFIA

DAVIS, Richard. Principles of Oceanography. Ref. 551.46-D263

G. Pickard. Descriptive Physical Oceanography. Ref. 551.463 – P594

H. Kuenen. Marine Geology. Ref. 551.46:551.35 – K95

P. Weyl. Oceanography – An introduction to the marine environment. Ref. 551.46 W548

M. Grant Gross. Oceanography: a view of the Earth. Ref. 551.46-G878.

R. Ballard & J. Moore. Photographic Atlas of the Mid Atlantic Ridge Rift Valley. Ref. 551.46.12611 (084.4)

TUREKIAN, K. K. 1968. Oceanos. Editora Edgard Blucher Ltda. 151 p.













Assinatura e Carimbo do Chefe do Departamento

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____






Assinatura e Carimbo do Coordenador do Curso

Programa aprovado em reunião plenária do dia ____/____/____









UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA

SECRETARIA GERAL DOS CURSOS





PROGRAMA DE COMPONENTES

CURRICULARES



COMPONENTE CURRICULAR










CÓDIGO




NOME

GEO 000




Geografia da Saúde




CARGA HORÁRIA




MÓDULO




SEMESTRE VIGENTE

T

P

E

TOTAL




T

P

E




34

51

-

85




30

15

-









EMENTA

A evolução e tendências dos estudos geográficos relativos ao estudo da saúde. As fontes e a natureza dos dados necessários para o estudo das doenças. A classificação das enfermidades e sua organização espacial. Aplicação da cartografia e do Sistema de Informação Geográfica no estudo das doenças em ambientes tropicais. A relação meio ambiente e saúde. Os atributos ambientais que interferem sobre a saúde humana. A importância e a contribuição dos estudos de bioclimatologia. Estudo de caso.



OBJETIVOS

Entender o desenvolvimento dos estudos que culminaram no estabelecimento da Geografia da Saúde;

Reconhecer os principais agentes e entender as relações existentes entre o processo de reprodução e organização do espaço geográfico e suas implicações nas condições de saúde das populações;

Compreender a natureza e a aplicação de conhecimentos da cartografia, sensoriamento remoto e sistema de informações geográficas nos estudos de Geografia da Saúde;

Conhecer a classificação das enfermidades em seres humanos, seus principais vetores de disseminação e sua distribuição espacial em suas condições endêmicas e epidêmicas;

Realizar estudos de caso sobre as condições de saúde da população em municípios baianos.




METODOLOGIA

Aulas expositivas; discussão e produção de textos, mostra e discussão de vídeos; apresentação de seminários pelos alunos.



CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Saúde e doença;

Geografia da Saúde;

A classificação das enfermidades em humanos;

Espaço geográfico e saúde;

Ecologia, clima e saúde;

Política, planejamento da saúde e saúde humana;

Cartografia, sistemas de informações geográficas e análise de dados na Geografia da Saúde;

Estudo de caso sobre as condições de saúde da população em municípios baianos.



Catálogo: twiki -> pub
pub -> Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Goiânia 15ª Promotoria de Justiça
pub -> Ministério público do estado de goiá
pub -> Ormísio Maia de Assis
pub -> Exmo. Sr. Dr. Juiz de direito da vara cível da comarca de itajaí sc sos fundação Mata Virgem
pub -> Docente: Dr. José Manuel E. Valença a informática na saúde
pub -> Neros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital
pub -> A consciência como fator preponderante na construção das grandes teorias para a humanidade
pub -> Trabalho De Informática Jurídica «A criptografia» Universidade do Minho. Maio de 20005
pub -> Universidade do Minho Licenciatura em Direito Informática Jurídica Técnicas Criptográficas—Cifras Docente
pub -> Realizado por: Henrique Fernandes da Cunha Nº. 34531 Cristina Laura Silva Ferreira Nº. 31625 Mafalda Joana Saraiva Magalhães N


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   ...   22


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal