Eu tenho um verso gaúcho ( Chamarra) (Roberto Paines Nunes/Fabrício Harden)



Baixar 4.53 Kb.
Encontro29.07.2016
Tamanho4.53 Kb.
EU TENHO UM VERSO GAÚCHO ( Chamarra)

(Roberto Paines Nunes/Fabrício Harden)
Eu tenho um verso gaúcho, forjado pela história

De um povo com trajetória de sangue, fibra e coragem

E sou na estampa a imagem dos ancestrais de alma guapa

Que à cavalo ergueram a pátria no sem fim dessas paragens.


Então se fez o gaúcho bem mais que um povo - legenda.

Porque história não é lenda, verdade não se contesta,

E sempre que a noite empresta inspiração pras cantigas

Canto esta raça antiga de chapéu quebrado na testa.


E aos que dizem que meu tema guarda sempre a mesma essência

Eu respondo que a querência, mãe de todos, é vertente

Desse amor que a gente sente e faz do pampa universo

Talvez, por isso, cada verso não pareça diferente.


E meu verso, por gaúcho, carrega o pó dos arreios

É voz dos tauras campeiros, eco de várzea e potreiro

Pois só quem aprendeu cedo a lida e sua rudeza

Sabe entender a beleza que tem num verso campeiro


E ademais venho de um povo Gaúcho, mas brasileiro

Foram da pátria guerreiros, sempre agüentando o repuxo



Por isso me dou ao luxo de cantar desse meu jeito

Me perfilo e abro peito, num verso flor de gaúcho!!!


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal