Eugène Bodin Barcos em terra █ Conteúdo resumido



Baixar 1.03 Mb.
Página1/60
Encontro06.08.2016
Tamanho1.03 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   60


www.autoresespiritasclassicos.com
Cairbar Schutel
Parábolas e Ensinos de Jesus
1ª Edição - 1928



Eugène Bodin

Barcos em terra




Conteúdo resumido
Sintonizado com o plano superior, mas também com seu lúcido raciocínio, o autor analisa os ensinos de Jesus, comenta suas parábolas, trazendo luz para o entendimento da essência dos textos evangélicos.


Índice





PREÂMBULO 5

PRIMEIRA PARTE 9

AS PARÁBOLAS E A SUA INTERPRETAÇÃO 9

PARÁBOLA DO SEMEADOR 10

PARÁBOLA DO JOIO 12

PARÁBOLA DO GRÃO DE MOSTARDA 13

PARÁBOLA DO FERMENTO 13

PARÁBOLA DO TESOURO ESCONDIDO 14

A PARÁBOLA DA PÉROLA 14

PARÁBOLA DA REDE 15

PARÁBOLA DA OVELHA PERDIDA 16

PA RÁBOLA DO CREDOR INCOMPASSIVO 16

PARÁBOLA DOS TRABALHADORES DA VINHA 18

PARÁBOLA DA FIGUEIRA ESTÉRIL 19

PARÁBOLA DOS DOIS FILHOS 21

PARÁBOLA DOS LAVRADORES MAUS OU DOS RENDEIROS INFIÉIS 22

PARÁBOLA DAS BODAS 25

PARÁBOLA DA FIGUEIRA EM VEGETAÇÃO 26

PARÁBOLA DOS SERVOS BONS E MAUS 27

PARÁBOLA DAS VIRGENS PRUDENTES E DAS NÉSCIAS 28

PARÁBOLAS DOS TALENTOS E DAS MINAS 29

PARÁBOLA DA SEMENTE 32

PARÁBOLA DA CANDEIA 33

PARÁBOLA DA FIGUEIRA QUE SECOU 34

PARÁ BOLA DO CEGO QUE GUIA OUTRO CEGO 36

PARÁBOLA DO BOM SAMARITANO 36

PARÁBOLA DO AMIGO IMPORTUNO 38

PARÁBOLA DO AVARENTO 39

PARÁBOLA DO SERVO VIGILANTE 40

PARÁBOLA DOS PRIMEIROS LUGARES 41

PARÁBOLA DA GRANDE CEIA 42

PARÁBOLA DA DRACMA PERDIDA 43

PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO 43

PARÁBOLA DO ADMINTSTRADOR INFIEL 46

PARÁBOLA DO RICO E LÁZARO 47

PARÁBOLA DO SERVO TRABALHADOR 51

PARÁBOLA DO JUIZ INÍQUO 52

PARÁBOLA DO FARISEU E DO PUBLICANO 53

SEGUNDA PARTE 54

ENSINOS DE JESUS – OS APÓSTOLOS 54

AS BEM-AVENTURANÇAS – UM TRECHO DO SERMÃO DO MONTE 56

POBRES DE ESPÍRITO E ESPÍRITOS POBRES 58

MANSIDÃO E IRRITABILIDADE 58

RESIGNAÇÃO E INDIFERENÇA 59

HIGIENE DO CORAÇÃO 60

LUZ MORTIÇA E SAL INSÍPIDO 60

OS DOIS TESTAMENTOS E A REVOGAÇÃO DA LEI 61

O JURAMENTO 62

A RELIGIÃO DOS HOMENS E A RELIGIÃO DE DEUS 63

A VIDA NA TERRA E A VIDA ETERNA 64

AS DUAS ESTRADAS E AS DUAS PORTAS 65

OS DOIS FUNDAMENTOS 66

JESUS E O CENTURIÃO 67

AS DUAS MORTES 70

A TEMPESTADE ACALMADA 71

O MAIOR PROFETA 71

O ESPÍRITO DE SISTEMA E AS NOVAS VERDADES 72

O SÁBADO E O TEMPLO 73

O ENSINO DA RELIGIÃO 74

JESUS ANDA SOBRE O MAR — O PEDIDO DE PEDRO 76

A TRADIÇÃO E O MANDAMENTO 76

EXAME DAS RELIGIÕES 77

O FERMENTO DOS FARISEUS E DOS SADUCEUS 78

IMORTALIDADE E RELIGIÃO 80

REENCARNAÇÃO OU PLURALIDADE DAS EXISTÊNCIAS CORPÓREAS 81

PEDRA REJEITADA 82

TRÍADE DEVASTADORA — AI DE VÓS QUE NEGLIGENCIAIS OS PRECEITOS DA LEI! 85

ODRES NOVOS — VINHO NOVO — ODRES VELHOS — PANOS NOVOS E VESTIDOS VELHOS 86

A FÉ E O AMOR 87

A TRANSFIGURAÇÃO NO TABOR 88

A PROVA DA RIQUEZA 88

DEVERES ESPÍRITAS 89

O GRANDE MANDAMENTO 89

OS SINAIS DOS TEMPOS 90

A CEIA PASCOAL 93

O PRECURSOR DO CRISTIANISMO 95

MARIA DE MAGDALA 99

MONOGENIA DIABÓLICA 102

EXPLOSÃO DE MEDIUNIDADE 104

SALVAÇÃO PELA FÉ 105

PROVAS DA IMORTALIDADE, QUE JESUS DEU A SEUS DISCÍPULOS 106

A EXPLOSÃO DE PENTECOSTES 107

O VERBO DE DEUS 109

O BATISMO DE JESUS E O BATISMO DAS IGREJAS 110

ASCENSÃO ESPIRITUAL 115

COLÓQUIO DE JESUS COM NICODEMOS 116

OS ENSINOS DE JESUS A MULHER SAMARITANA 121

O PARALÍTICO DA PISCINA 122

A RESSURREIÇÃO - O ESPÍRITO - A FÉ 125

O PÃO DA TERRA E O PÃO DO CÉU 128

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO 129

A PALAVRA DE VIDA ETERNA 131

BUSCAI A VERDADE E A LIBERDADE 132

O CEGO DE SILOÉ 133

VIDA E DESTINO 137

AS CONVERSÕES NA HORA DA MORTE 138

NAS PEGADAS DE JESUS 139

O SERMÃO DO CENÁCULO 142

COMUNHÃO DE PENSAMENTO 143

CRUZ E CRUZES 144

CRISTIANISMO E IMORTALIDADE 145

DEMONSTRAÇÃO DA MORTALIDADE – A PESCA MARAVILHOSA 146

A INCREDULIDADE E A REALIDADE DO ESPÍRITO 147

O APÓSTOLO PAULO – O BRADO DA IMORTALIDADE 148

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO 150

CONCLUSÃO 153




A MEUS GUIAS

E PROTETORES ESPIRITUAIS
Como poderia eu escrever

os ditames contidos nesta obra,

sem o vosso paternal auxílio?

Aceitai, como uma homenagem

de amor que me ensinastes

a cultivar, os meus melhores

préstimos ao vosso labor.
CAIRBAR

Preito de sincera amizade e gratidão ao meu bom companheiro

LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA BORGES
e sua digna esposa

MARIA ELIZA DE OLIVEIRA BORGES


EPÍSTOLA A JESUS
Mestre e Senhor:
Após longos anos de lutas e de esforços dedicados à difusão da tua palavra redentora, chegamos a realizar uma das nossas maiores aspirações — dar à publicidade esta despretensiosa obra, que cremos encerrar os princípios doutrinários que motivaram a tua vinda a este mundo, e cujo único escopo é dar uma interpretação clara e sucinta da tua inigualável Doutrina.

O tempo, esse grande iconoclasta que derrui monumentos e devasta metrópoles; que assiste ao ritmo cadenciado do camartelo do progresso, à sucessão das gerações e à transformação da mais sublimada ciência que ao homem foi dado conhecer, não teve, até agora, poder contra a tua Doutrina sem mácula. Tudo tem passado nestes dois mil anos, na Terra quanto no Céu — mas a tua Palavra brilha como um Sol sem ocaso, guiando as ovelhas tresmalhadas, os cordeiros perdidos do Rebanho de Israel à porta do aprisco, para restituí-los ao Bom Pastor.

De década em década, as religiões, que não são de tua autoria, sentem diminuir o seu poder, ante os embates da Verdade, que lhes estreita as veredas; as Ciências, de concepção humana, também vêem esboroar-se, no decorrer do tempo, os seus mais aprimorados dogmas; tudo tem passado como os ventos, as águas e as nuvens que se desvanecem, mas a tua Palavra permanece, os teus Ensinos tomam vulto, os teus feitos se rememoram, mesmo após séculos e séculos da tua estadia neste mundo.

E ainda, Senhor, o que mais admirável nos parece, é a difusão do espírito dessa Doutrina, no seu monumental complemento, erguendo a nossa Humanidade das regiões das trevas para as amenas paragens da Luz da Imortalidade!

Mas, todos esses fatos grandiosos, todo esse movimento acelerador do progresso humano constam dos teus vaticínios, estão previstos no teu Evangelho. Aquelas letras memoráveis com que teus Discípulos traduziram o teu pensamento, a eles confiado para que o fizessem repercutir através dos séculos e das gerações, aí estão, gravadas nas páginas do Livro da Vida, escritas em todos os idiomas e reclamando a atenção de todos, porque, na verdade, chegaram os tempos de cumprir-se a tua Palavra em toda a linha, auxiliada, com todo o poder, pela manifestação categórica dos teus servidores.

Senhor, sabemos que, como prometeste, continuas entre nós, não em matéria corruptível, mas em espírito vivificante, a selecionar as ovelhas do teu rebanho, deixando, à esquerda, as que parecem ovelhas, porém mais não são que lobos devoradores. Sentimos a força da tua grandeza e o poder do teu amor inesgotável!

Precisamos continuar a receber os influxos das tuas graças, pois, sem eles, nada seremos.

Que o Espírito Consolador, sob teus auspícios, se venha consubstanciar nas elucidações deste livro, para que ele produza os efeitos desejados.

Que a Vida estenda seus horizontes àqueles que nos lerem, para que possam entrever seus destinos imortais, Ajuda-os a vencer os abismos, resguarda-os dos inimigos! Que a Milícia Apocalíptica, montada em alvos corcéis, os auxilie a abater barreiras, a vencer dificuldades, a destruir empecilhos, para que gozem do teu imaculado aconchego!

Recebe, Senhor e Mestre, o mais intenso tributo de gratidão e de amor.


CAIRBAR






Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   60


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal