Eventos em lagos / novembro 2014 nota



Baixar 123.37 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho123.37 Kb.
EVENTOS em LAGOS / NOVEMBRO 2014
NOTA: Esta agenda de eventos está dividida nas seguintes secções: Eventos no Centro Cultural de Lagos | Outros Eventos | Atividades Desportivas | Exposições | Atividades da Biblioteca | Atividades no Espaço Jovem | Atividades no Centro Ciência Viva | Feiras e Mercados

EVENTOS no CENTRO CULTURAL de LAGOS



Dia 01 | 21h30

Fado Jovem

Org.: Vítor do Carmo


Fadistas: Marta Alves, João Leote e Melissa Simplício

Guitarra portuguesa: Vítor do Carmo

Viola de fado: Paulo Feiteira

Viola baixo: José Santana

                                                       
Dia 04 | 11h00 e 15h00

Ópera Multimédia "Itinerário do Sal" (Sessões para Escolas)

Org.: Academia de Música de Lagos e MISO MUSIC PORTUGAL:


11h00 | destinatários: alunos 7º, 8º, 9º

15h00 | destinatários: alunos 10º, 11º, 12º


Itinerário do Sal é a concretização de um trabalho de criação sobre a escrita: sobre a escrita musical, sobre a escrita poética, sobre a escrita gestual do músico/ator e da sua própria imagem, onde a voz é o prolongamento do corpo e do pensamento do poeta. Eis, portanto, a simbiose entre a essência da palavra e a evolução do Ser, apresentada na forma de uma nova dramaturgia designada por Ópera Electroacústica.

Dia 07 | 9h00

II Jornadas da Santa Casa da Misericórdia

Cérebro, Comportamento e Emoções”

Org.: Santa Casa da Misericórdia de Lagos

Participação gratuita (sujeita a inscrição prévia: jornadas@scmlagos.com)

Programa em ficheiro anexo.


Dia 08 | 21h30

Espetáculo com Eduardo Ramos

Uma Noite no Al-Andaluz

Org.: Eduardo Ramos

Bilhetes: 8€


Cantigas árabes, sefarditas e cristãs e Dança do Médio-Oriente

Eduardo Ramos - Voz, Alaúde Árabe, Flauta e Zukra

Rui Afonso - Percussões: Derbuka, Bendir, e Rik

Carolina Ramos - Dança do Médio Oriente


Dias 12, 19 e 26 | 21h00

Ciclo de Cinema “Da Linha da Frente – registos insanos”
Dia 12 | Gallipoli, de PETER WEIR, Austrália, 1981. 107 min. Cor. M/12

• Histórico • Drama • Guerra

Com: Mel Gibson, Mark Lee, Bill Kerr, entre outros.

Gallipoli é uma história do realizador australiano Peter Weir, de como a irresistível atracção da aventura e do desconhecido, combinados com o orgulho nacional, juntam dois homem (Mel Gibson e Mark Lee) no exército australiano, em 1915. Eles atravessam continentes e oceanos, sobem as pirâmides e andam sobre as ancestrais areias do Egipto, para se encontrarem com o seu regimento, na famosa Batalha de Gallipoli. Os ecos da História misturam-se com o seu destino, quando eles se tornam parte de uma lendária confrontação da 1ª Guerra Mundial, entre a Austrália e os Turcos, que estavam aliados com os Alemães - uma batalha que é para os australianos, o que o Alamo é para os americanos.


Prémios: 11 prémios e 6 nomeações. Prémio de Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Actor Principal pelo Australian Film Institute em 1981 entre outros.
+ info. (máx. 2):

http://www.imdb.com/title/tt0082432/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gallipoli_(filme_de_1981)

Dia 19 | A Oeste Nada de Novo, de LEWIS MILESTONE, EUA, 1930. 133 min. Cor. M/16

• Drama • Guerra

Com: Richard Thomas, Ernest Borgnine, Donald Pleasence, entre outros.
A devastadora história de uma geração destruída Paul Baumer é um jovem alemão que, juntamente com colegas de turma do último ano do liceu, alista-se no Exército Imperial Alemão durante a I Guerra Mundial. Achando que a guerra iria ser uma grande aventura, Paul e os amigos descobrem exactamente o oposto à medida que a guerra se arrasta e que, um a um, os seus colegas de turma vão morrendo em combate. Um "Remake" da intemporal e trágica história de um grupo de recrutas alemães durante a I Grande Guerra história baseada no romance do pacifista Erich Maria Remarque.
Prémios: 7 prémios e 2 nomeações. Oscar de Melhor Filme e Melhor Realizador pela Academy Awards, USA em 1930 entre outros.
+ info. (máx. 2):

http://ccaminha.wordpress.com/2014/06/12/boletim-da-147a-sessao-a-oeste-nada-de-novo-de-lewis-milestone-1930/

http://www.imdb.com/title/tt0020629/?ref_=fn_al_tt_1

Dia 26 | A Grande Ilusão, de JEAN RENOIR

França, 1937. 109 min. P/b. M/12

• Drama • Guerra

Com: Jean Gabin, Dita Parlo, Pierre Fresnay, entre outros.


Um campo de concentração, durante a primeira Guerra Mundial. Entre os detidos estão diversos oficiais franceses apenas unidos pela sua condição de prisioneiros, como o tenente Marechal, que vem dos subúrbios parisienses, ou o capitão de Boeldieu, de origem aristocrática. Apesar de inimigos, um mesmo sentido de valores e uma mesma origem social aproximam o capitão de Boeldieu e o responsável do campo, o Comandante Von Rauffenstein. Esta cumplicidade não resistirá no entanto às realidades da guerra, e de Boeldieu permanecerá solidário aos seus camaradas, acabando mesmo por se sacrificar para lhes permitir a evasão...
Prémios: 5 prémios e 2 nomeações. Prémio Especial do Júri, Veneza em1938, Um dos "12 Melhores Filmes de Todos os Tempos" Concurso de Bruxelas em1958, entre outros.
+ info. (máx. 2):

http://www.espalhafactos.com/2014/07/28/100-anos-depois-a-i-guerra-mundial-em-5-filmes/

http://cinema.sapo.pt/filme/la-grande-illusion
Dia 14 | 21h30

Concerto pela Orquestra Clássica do Sul

Com o Ciclo de Solistas da OCS

Org.: Câmara Municipal de Lagos

Bilhetes: 6€
Obras de Salieri, Mozart, Beethoven
Programa
I Parte
Antonio Salieri (1750-1825)

Abertura Overture “Les Danaïdes”
W.A. Mozart (1756-1791)

Concerto para Violino nº 4, K.218 em Ré maior
I. Allegro | II. Andante cantabile | III. Rondeau: Andante grazioso
II Parte
L.V. Beethoven (1770-1827)

Sinfonia nº. 8 em Fá Maior, Op. 93
I. Allegro vivace e con brio | II. Allegretto scherzando | II. Tempo di menuetto | IV. Allegro vivace
Rui Pinheiro, Direção

Alma Ramírez, Violino




Dia 15 | 21h30

VI Encontro de Música Popular Portuguesa

Org.: Associação ÀMODANTIGA



Dias 17 a 22

VI Semana Cultural da Academia de Música de Lagos

Org.: Academia de Música de Lagos


17 a 21 | 10h00 e 14h00

Conto Musicado para Crianças (Sessões para Escolas / 1º ciclo)
21 | 21h30

Conto Musicado para Crianças (Sessões para Famílias)

Bilhetes: 6€; 50% desconto (descontos habituais AML): menores de 12, maiores 65, Cartão Jovem, sócios AML e funcionários da CMLagos
22 | 21h30

Gato Malvado Ensemble convida Ana Pinhal​

Bilhetes: 6€; 50% desconto (descontos habituais AML): menores de 12, maiores 65, Cartão Jovem, sócios AML e funcionários da CMLagos

Dias 27 e 28 | 21h30

Espetáculo de Dança Contemporânea "Technologizing us"

Org.: Dancenema

Bilhetes: 5€

"Technologizing us" é a nova criação coreográfica da Dancenema.

Perseguindo os seus objetivos de disseminar e descentralizar a Dança, dando oportunidade aos coreógrafos emergentes, divulgando a cultura e evidenciando os jovens algarvios, a Dancenema aposta numa criação local e residente. Pretende-se criar uma peça original com cerca de 50 minutos, dando continuidade ao trabalho que Nilsen Jorge vem desenvolvendo há alguns anos com os jovens algarvios.

«"Technologizing us" pretende ser um alerta e uma reflexão para uma questão futura.

Um futuro, próximo ou distante, consequente da desenfreada evolução tecnológica e sua excessiva e má utilização pelo ser humano. Como o excesso da evolução tecnológica pode nos prejudicar? Que efeitos e interferências pode causar no nosso relacionamento humano? E as famílias? Estamos cada vez mais distantes um do outro? Sentimentos…? Estamos cada vez mais sós?

Mas, mais do que uma reflexão, este projeto pretende ser um chamamento ao nosso ser, ao interior de cada um, através da exploração do movimento e a dança».

Acompanhado por músicas contemporâneas e modernas com efeitos techno, esta criação é interpretada por jovens bailarinos, com forte formação em dança contemporânea.

Dia 29 | 21h30

7ª Noite de Fado - “Os Grandes Fadistas do Século XX”

Org.: Valentim Filipe

Bilhetes: 8€

Nota: Estacionamento gratuito no Parque do Anel Verde para todos os munícipes que assistam aos espetáculos noturnos promovidos no Centro Cultural de Lagos (sendo para isso apenas necessário apresentar na portaria o ticket do parque e o bilhete do espetáculo).



CENTRO CULTURAL de LAGOS

Rua Lançarote Freitas, n.º7

2ª feira a sábado (*) | 11h00 às 19h00

(*) Dias de Espetáculo (conforme programação) | 15h00 às 24h00

Encerra aos domingos e feriados.

http://centroculturaldelagos.wordpress.com/

OUTROS EVENTOS


Dias 26 de outubro, 01 e 02 de novembro

3º. Ciclo de Encontros Corais em Terras do Infante

Locais: Diversos

Org.: Associação do Grupo Coral de Lagos

A Associação do Grupo Coral de Lagos está a levar a efeito o 3º Ciclo de Encontros Corais em Terras do Infante, que integra o XIV Encontro de Coros Juvenis em Lagos e o XXXVIII Festival de Coros do Algarve. O evento pretende trazer a algumas localidades concertos corais interpretados por vários agrupamentos de diferentes regiões do país.


Dias 01 e 02 | XXXVIII Festival de Coros do Algarve
Dia 01

17h30 | Coro Ad Divitias | Igreja de Nossa Senhora da Luz

21h30 | Coro de Câmara de S. João da Madeira | Igreja de Santa Maria de Lagos

21h30 | Coro Viva Voz de Leiria | Igreja de Nossa Senhora de Alva em Aljezur


Dia 02 | 15h30

Concerto de Encerramento com a participação de: Coro Ad Divitias, Coro de Câmara de S. João da Madeira, Coro Viva Voz, Grupo Coral de Lagos e Mãos que Cantam.

Local: Igreja das Freiras

Dia 14 | 14h30

Seminário “Mar, Futuro de Oportunidades”

(No âmbito das Comemorações do Dia Nacional do Mar)

Local: Auditório dos Paços do Concelho Séx. XXI

Org.: CM Lagos e Agência de Desenvolvimento do Barlavento do Algarve




Dia 22 | 21h00

IV Noite de Fados do GAC

Local: Sede do Grupo de Amigos do Chinicato

Org.: Grupo de Amigos do Chinicato

Bilhetes: 10€ / 12,5€ (com petiscos e bebidas incluídos)




Dia 28 | 17h00

Sessão de Apoio e Suporte para os Cuidadores de Pessoas com Demência

Projeto “Lembra-te de Mim”

Local: Lar José Filipe Fialho

Org.: Santa Casa da Misericórdia de Lagos
A Santa Casa da Misericórdia de Lagos, através do projeto “Lembra-te de Mim”, tem como propósito contribuir para a sensibilização dos cuidadores e comunidade sobre a problemática da Demência. Este Grupo de Apoio e Suporte (GAS) consiste numa resposta pluridisciplinar e de proximidade vocacionada para prestar informações e apoio técnico de modo a melhorar, desdramatizar e valorizar o ato de cuidar. A participação no GAS é dirigida e aberta a todos os familiares/cuidadores de pessoas com demência e comunidade em geral. As sessões são gratuitas (ainda que seja necessária uma inscrição prévia) e realizam-se uma vez por mês (última sexta-feira do mês), pelas 17h00 no Lar José Filipe Fialho.
PROGRAMA da SESSÃO:

Dia 28 NOVEMBRO | Testamento Vital – Preparação para a Morte e Luto



Dia 29 | 17h00

II Jornadas de Lagos - Lagos na encruzilhada do futuro

Local: Salão Nobre dos Antigos Paços do Concelho (Praça Gil Eanes)

Org.: Assembleia Municipal de Lagos

Entrada gratuita


A Assembleia Municipal de Lagos está a organizar as II Jornadas de Lagos, desta vez sob o lema “Lagos na encruzilhada do futuro”. Esta iniciativa integra a realização de vários debates temáticos sobre questões relevantes para o Município, para a população e suas organizações.

As II Jornadas de Lagos vão ser constituídas por 7 debates temáticos a realizarem-se no último trimestre de 2014 e ao longo do ano de 2015, tendo os mesmos os seguintes temas:

1.º Debate – Agricultura | 2.º Debate - Território, ordenamento, reabilitação urbana | 3.º Debate - Turismo, Economia e Mar | 4.º Debate - Associativismo, Desporto e Juventude | 5.º Debate - Educação, Formação profissional e Emprego | 6.º Debate - Cultura, Património e Museologia | 7.º Debate - Saúde pública e Intervenção social.
Os debates são abertos ao público, com entrada livre, e contam com especialistas nas áreas abordadas em cada um dos debates, podendo igualmente ser possível a participação de qualquer cidadão ou organização que assim o deseje. Para isso é apenas necessário fazer chegar aos Serviços da Assembleia Municipal, pessoalmente ou por e-mail (geral@am-lagos.com), até uma semana antes da data da realização do respetivo debate, a sua comunicação (que não deverá exceder os 2 000 caracteres, sendo a mesma depois divulgada no sítio da internet da Assembleia Municipal de Lagos (www.am-lagos.com).
ATIVIDADES DESPORTIVAS

Dias 01 e 02

FIM CEV Repsol 2014 - Circuito do Algarve

Local: Autódromo Internacional do Algarve

Org.: AIA

+ info em www.autodromodoalgarve.com ou em http://www.fimcevrepsol.com/en/multimedia/reviews 



Dia 02 | 9h00

1º Grande Prémio de Atletismo de Corta Mato da União das Freguesias de Lagos (São Sebastião e Sta. Maria)

Local: Sítio da Atalaia

Org.: União de Freguesias de Lagos (São Sebastião e Sta. Maria) e Sport Lagos e Benfica

Dia 02 | 9h00

7º Raid BTT do GPP

Local de concentração: Sede do GPP

Org.: Grupo Popular das Portelas
O “Percurso 1" - Maratona, tem aproximadamente 65 km, o "Percurso 2" – Meia- Maratona, tem aproximadamente 40 km e, o passeio familiar tem aproximadamente 20 Km.

Dia 09 | 9h00

Prova Audace de Cicloturismo

Org: Clube ABC “Os Espichenses”




Dia 15 | 16h00

Rali Casinos do Algarve

Local de início: Cotifo (cruzamento Barragem)

Org.: Clube Automóvel do Algarve

EXPOSIÇÕES


CENTRO CULTURAL de LAGOS / CCL

Rua Lançarote Freitas, n.º7

Segunda a sábado | 11h00 às 19h00

Patentes até 30 de dezembro

Exposição de Fotografia “Gente de Outros Tempos”

De Francisco Castelo / Fototeca Municipal

Sala 1
Reconhecendo-se que aquilo que somos hoje também é resultado das ideias e da ação das gerações que nos antecederam, pretendemos, com esta exposição, relembrar algumas dessas pessoas mostrando as suas feições - o rosto daqueles de quem apenas conhecemos os nomes transportados pela tradição oral ou evocados na toponímia da cidade.
Esta primeira exposição contará com 18 personagens das quais se exibem os seus retratos e uma breve biografia, tendo como base o acervo da Fototeca Municipal acrescido de exemplares de espólios e coleções privadas de colecionadores e familiares dos retratados. Eis o que é a exposição “Gente de Outros Tempos”.

Exposições de CATARINA CARDOSO

Nestas exposições são mostrados os originais das ilustrações elaboradas para o livro “Portugal, lugares ilustrados” e um conjunto de outros trabalhos em aguarela, intitulado "Impermanências".

(Sala 2)
1-Ilustrações Originais do Livro - “PORTUGAL, lugares ilustrados/ illustrated places”

Nesta exposição Catarina Cardoso mostra os originais das ilustrações elaboradas para o livro “Portugal lugares ilustrados”. Um livro que percorre Portugal de norte a sul através de um olhar muito pessoal.

Durante alguns anos Catarina Cardoso realizou pequenas reportagens através do desenho espontâneo, feito no local. Estes desenhos serviram como ponto de partida para um conjunto de composições, às quais juntou papéis, texturas, imagens.

O resultado: uma série de ilustrações, cada uma referente a um determinado lugar de Portugal. A vontade de apresentar este trabalho como um todo leva à publicação do livro “Portugal, lugares ilustrados / illustrated places”.
2-Impermanências

A importância do lugar. Viver o momento. O mundo exterior em diálogo com o mundo interior.


Catarina Cardoso nasceu em Lisboa no mês de Junho de 1973. Com o curso de escultura de FBAUL, tem-se dedicado a diversas áreas das artes, perseguindo a criatividade com forma de vida. Um processo – onde se transformam ideias em realidade. Mais info. em: www.catarinacardosoatwork.wordpress.com
ANTIGOS PAÇOS do CONCELHO / APC

Praça Gil Eanes

Segunda a sexta | 09h00 às 17h00

Patente de 24 nov. a 15 de janeiro 2015


Exposição de pintura de Pedro Espanhol
Pedro Espanhol nasceu em Cascais, Portugal, em 1980. Obteve Bacharelato em Pintura, e Licenciatura em Artes Plásticas pela ESAD das Caldas da Rainha.

Fez várias exposições coletivas e individuais. Tem participado em vários projetos, públicos e privados, no âmbito das Artes Visuais. Está representado em várias coleções.

Atualmente vive no Barreiro onde tem atelier e é professor de Artes Visuais.
FORTALEZA PONTA da BANDEIRA

Cais da Solaria

Terça a domingo | 10h00 às 18h00 (17h30 - hora limite para admissão de visitantes)

Patente até 30 dezembro


Exposição Fotodocumental “Lagos, Uma Cidade ao Encontro da sua História – o antes e o depois da construção da Avenida dos Descobrimentos”

Nas comemorações do 5º centenário da morte do Infante D. Henrique, o Estado Novo executou alguns projectos de referência, constituindo a obra da construção da Avenida dos Descobrimentos, em Lagos, uma das maiores. O espírito da comemoração, uma exaltação à lusofonia e à memória do império cinzelada na pedra, encontra cabal interpretação nestas palavras: «Era um tempo em que, num país com elevada taxa de analfabetismo, a História se divulgava com os edifícios e monumentos da nação […]» (Parreira, 2008). Em Lagos a frente ribeirinha é profundamente alterada com a construção de uma avenida marginal; a demolição do casario da Ribeira permitindo a exposição das muralhas, agora “embelezadas” com ameias e seteiras e dois arcos na Porta de S. Gonçalo; a demolição das ruínas do revelim; a implantação de um espaço ajardinado; a adição de guaritas no Forte Ponta da Bandeira; e a ampliação da Praça da República que recebe uma estátua ao Infante D. Henrique. Mas se por um lado a cidade ganha essa proeminente moldura que é a novel avenida marginal, por outro lado «[…] sofre grande transformação ao ser forçadamente introduzida […] a Avenida dos Descobrimentos – que teve como consequência imediata o desaparecimento das primitivas relações da cidade com o mar […]» (Paula, 1992). 


Nesta Exposição Foto-Documental, propomos uma viagem no tempo, ao encontro da história de um município e de uma comunidade profundamente marcados pela sua relação com o mar, ponto de encontro de culturas e uma janela para o mundo, onde o Infante D. Henrique personifica a epopeia marítima de um povo “que deu novos mundos ao mundo”.
MUSEU MUNICIPAL de LAGOS – Dr. José Formosinho

Rua General Alberto Silveira

Terça a domingo | 10h00 – 12h30 / 14h00 – 17h30
Patente até 30 dezembro
Exposição “Pioneiros do Conhecimento Científico do Algarve”
José dos Santos Pimenta Formosinho.

Pioneiro do Conhecimento Cientifico do Algarve.

Notário, Historiador, Arqueólogo e criador do Museu Regional de Lagos (atualmente, Museu Municipal de Lagos, Dr. José Formosinho). Nasceu em Lagos em 22 de maio de 1888 e faleceu, também, em 26 de março de 1960. Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, em outubro de 1912. Exerceu a profissão de Notário Publico em Portimão, e posteriormente, em Lagos, a partir de janeiro de 1917. Estudioso e colecionador de mérito, cedo evidenciou uma preferência cultural por tudo o que respeitasse à História de Portugal e, muito especialmente, com a história de Lagos e do Algarve. Tendo iniciado, em 1930, uma especialização em Arqueologia, a Câmara Municipal de Lagos, nesse mesmo ano, aprova o Museu Regional de Lagos, tendo nomeado seu Conservador, o Dr. José Formosinho.

O Dr. José Formosinho foi condecorado com o Grau de Cavaleiro da Ordem Militar de Santiago da Espada, em 15 de dezembro de 1958.


Esta exposição é organizada pela Rede de Museus do Algarve.

ATIVIDADES da BIBLIOTECA MUNICIPAL DE LAGOS


Leitores da Biblioteca Municipal de Lagos com estacionamento gratuito no Parque da Frente Ribeirinha - Av. dos Descobrimentos


A Biblioteca Municipal, em colaboração com a FUTURLAGOS, oferece aos leitores que acedam ao empréstimo de documentação uma hora de estacionamento gratuito no Parque de Estacionamento da Frente Ribeirinha, situado na Avenida dos Descobrimentos.
Para obtenção do referido desconto o utente da biblioteca deverá apresentar, na receção do parque, o talão de estacionamento devidamente assinado e carimbado por um funcionário da Biblioteca.


23.º ANIVERSÁRIO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE LAGOS

Dias 12, 19 e 26 | 21h00

Ciclo de Cinema “Da Linha da Frente – registos insanos”

Centro Cultural de Lagos (ver sinopses na secção do CCL)

Iniciativa integrada no programa “A Guerra pela Paz” – Centenário da Grande Guerra

Lagos 11 Nov-13 Dez 2014




CICLO de CONFERÊNCIAS

Dias 11, 22 e 29

Fomos nós que fomos”

Biblioteca Municipal de Lagos

Iniciativa integrada no programa “A Guerra pela Paz” – Centenário da Grande Guerra

Lagos 11 Nov-13 Dez 2014
♦ 11Nov | 21h00 (Dia do Armistício)

“O Algarve na I Grande Guerra: ditas e desditas de uma região periférica”

Maria João Raminhos Duarte

Docente da Escola E.B. 2,3 Engº. Nuno Mergulhão, Portimão, e professora auxiliar do Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (ISMAT), Portimão. Doutorada em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. É investigadora e especialista em História local e regional algarvia contemporânea.

♦ 22 Nov | 15h00

Quando a Guerra, a Fome e a Pneumónica bateram à porta dos lacobrigenses … (1914-1918)

Joaquim Vieira Rodrigues

Licenciado em História pela Faculdade de Letras de Lisboa e professor efectivo do ES. Mestre e doutor em História Contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa. Investigador associado do Instituto de História Contemporânea da UNL.

♦ 29 Nov | 15h00

Armas, Uniformes e Equipamentos do Exército Português na Grande Guerra 1914-1918

Sérgio Veludo Coelho

Professor Adjunto da Escola Superior de Educação/Instituto Politécnico do Porto e investigador. Doutorado em História pela Universidade Portucalense Infante Dom Henrique. Especialista em História Militar, História Industrial e Património Cultural. Prémio de Defesa Nacional 2009/CPHM.

♦ 06 Dez | 15h00

“A 2 de abril de 1917, a coberto da bruma da madrugada…” – vivências portuguesas nas trincheiras da Flandres

Isabel Pestana Marques

Investigadora de História Contemporânea. Mestre em História Contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa. Colaboradora do Instituto de História Contemporânea e da Comissão Portuguesa de História Militar. Prémio de Defesa Nacional 1995/CPHM.
♦ 13 Dez | 15h00

As mulheres portuguesas na Grande Guerra – uma retaguarda preciosa na saúde

Jorge Eurico Ferreira e Maria Alice Curado

Professores da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa. Actuam na área científica das Ciências Médicas e das Ciências da Saúde. Especialistas em História de Enfermagem.



EXPOSIÇÕES
Dias 11 a 28 | Núcleo I “Memória da Grande Guerra” | 15h00 – 17h30 | Armazém Regimental de Lagos

Dias 11 de Nov. a 13 de Dez. | Núcleo II “A Escrita da Grande Guerra” | 10h -13h e das 14h-18h | Biblioteca Municipal

Iniciativa integrada no programa “A Guerra pela Paz” – Centenário da Grande Guerra

Lagos 11 Nov-13 Dez 2014
DIAS DA MEMÓRIA

Partilhe as suas histórias e memórias da Grande Guerra

Nos dias das conferências partilhe as suas recordações do tempo da Grande Guerra: fale-nos de uma fotografia ou de um postal antigos, leia uma carta de um amigo ou familiar, conte a história que sabe de uma lanterna ou de uma senha de racionamento que tenha guardado. FAÇA HISTÓRIA PARTILHANDO A SUA.


Também pode partilhar as suas histórias e memórias escrevendo para memoriasguerra@portugal1914.org., ou enviando para https://www.facebook.com/memoriasdaguerra.

COLABORE NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE COLECTIVA NACIONAL.

AÇÕES NAS ESCOLAS DO CONCELHO (9.º - 12.º anos)

Novembro – Palestra sobre a Grande Guerra

ORG.: Núcleo da Liga dos Combatentes de Lagos



Novembro e Dezembro – exibição de filmes temáticos

ORG.: Biblioteca Municipal de Lagos



OFERTA DE ESTACIONAMENTO GRATUITO PARA OS PRESENTES NAS CONFERÊNCIAS NO PARQUE DE ESTACIONAMENTO DO ANEL VERDE e NO PARQUE DE ESTACIONAMENTO DA MESSE MILITAR DE LAGOS

ORGANIZAÇÃO

Câmara Municipal de Lagos | Biblioteca Municipal de Lagos | Núcleo da Liga dos Combatentes de Lagos


COLABORAÇÃO

Exército Português | Direção de História e Cultura Militar | Liga dos Combatentes | Messe Militar de Lagos | Museu Municipal de Lagos | Fototeca Municipal de Lagos | Academia de Música de Lagos


APOIO

Livraria Livros da Ria Formosa | FUTURLAGOS, EM, SA




Outras atividades da Biblioteca:
ATIVIDADES AOS SÁBADOS

Sala Infantil | 10h30 – 12h e das 14h30 – 17h
Dia 08 |  outono

Dia 29│ Rolos de papel higiénico



CINE FORA D´CAIXA

Pólo de Leitura de Bensafrim

Cinema às 2.as e 4.as sextas-feiras do mês

10h e 15h30 – crianças | 21h00 – público em geral


Dia 14

- 10h e 15h30 | “Força G”, de Hoyt Yeatman, Sam Rockwell, Penélope Cruz, Tracy Morgan. EUA. 2009.Animação/Ação. 88m Cor M/6

- 21h00 | “Quem quer ser bilionário?”, de Danny Boyle, Freida Pinto, Anil Kapoor Reino Unido .2008. Drama.120m Cor. M/12

Dia 22

- 10he 15h30 | “O Leão de Oz”, Jason Priestley, Tim Curry, Dom DeLuise e Bobcat Goldthwait. 2000. Animação. 74m Cor M/4

- 21h00 | “Uma vida inacabada”, Lasse Hallstrom, Jennifer Lopez, Josh Lucas Morgan freeman,Robert Redford. EUA. 2005. Drama. 107m Cor. M/12


DIVERSOS
 Na Biblioteca

ENCONTRO DO GRUPO DOS AMIGOS DE LAGOS – Ciclo “Perspetiva Lagos”

Dia 06│ 17h – 18h

1.ªs quintas -feiras do mês

Org.: GAL │ Apoio: CML

APRESENTAÇÃO do LIVRO

ALGARVE: A AVENTURA – DE INQUILINO A SENHORIO E OS SEUS SENHORIOS, de JOSÉ AFONSO



Dia 25 | 15h30

Entrada livre


 Nos Antigos Paços do Concelho



MERCADO DO LIVRO USADO E COLECIONÁVEIS

Dias 14, 15, 16│ 10h30 – 18h

3.ºs fins de semana do mês

Venda de livros usados e descatalogados a cargo da Livraria Livros da Ria Formosa e outros comerciantes do livro, ou pessoas individuais.

Compra – Venda – Troca de tudo o que é colecionável: pin’s, selos, moedas, autocolantes, calendários, notas, pacotes de açúcar, cromos, etc..



Sugestão de leitura:

OS ADIVINHOS: as luzes da cidade escondem segredos sombrios / LIBBA BRAY

Evie O'Neill foi exilada da sua monótona e pacata cidade natal e enviada para as agitadas ruas de Nova Iorque - e fica radiante! Nova Iorque é a cidade dos bares clandestinos, das compras e dos cinemas! Pouco depois, Evie começa a andar com as glamorosas «Ziegfield Girls» e com atraentes carteiristas. O único problema é que Evie tem de viver com o seu tio Will, curador do Museu Americano de Folclore, Superstição e Ocultismo - também conhecido como «O Museu dos Arrepios», homem com uma pouso saudável obsessão pelo oculto. Evie receia que ele descubra o seu segredo mais sombrio: um poder sobrenatural que até ao momento só lhe causou problemas. Porém, quando a polícia encontra uma rapariga morta que tem um estranho símbolo gravado na testa e Will é chamado ao local, Evie percebe que o seu dom pode ajudar a apanhar o assassino em série. Quando Evie mergulha de cabeça numa dança com um assassino, outras histórias se desenrolam na cidade que nunca dorme. Um jovem chamado Memphis é apanhado entre dois mundos. Uma corista chamada Theta anda a fugir do seu passado. Um estudante chamado Jericho esconde um segredo chocante. E sem que ninguém saiba, algo sombrio e maligno despertou.

(http://www.fnac.pt/Os-Adivinhos-Libba-Bray/a725602)
Últimas novidades… em língua portuguesa:

-O fim da inocência / Francisco Salgueiro

-Lugares escuros / Gillian Flynn

-Em nome do pai / Nuno Lobo Antunes

-Voo noturno ; Correio do sul / Antoine Saint-Exupéry

-O meu encontro com a vida / Cecelia Ahern

-O que faço hoje para jantar? / Joana Roque

Últimas novidades… em língua estrangeira:

-Wehe du sagst was / Harald Tondern

-Mobiele minnaars / Anna Davis

-Life a user’s manual



-Und sei getreu bis in den tod / Ann Granger

AUTOR do MÊS:
Sophia de Mello Breyner Andresen, Porto, 1919 - Lisboa, 2004  


Fundamentalmente poeta e contista, Sophia de Mello Breyner passou a infância e a adolescência no Porto e frequentou o curso de Filologia Clássica em Lisboa, onde passou a viver. Presidiu por duas vezes à Assembleia Geral da Sociedade Portuguesa de Escritores, foi candidata pela Oposição Democrática nas eleições legislativas de 1969 e, antes do 25 de Abril, participou na fundação do Comité Nacional de Socorro aos Prisioneiros Políticos. Em 1975 foi eleita deputada à Assembleia Constituinte.

Editou o seu primeiro livro de poemas, intitulado Poesia, no ano de 1944, e desde então publicou vários livros de poemas, contos e ensaios. Traduziu para português a Anunciação a Maria de Paul Claudel (1962), o «Purgatório» da Divina Commedia de Dante (1962, com prefácio do Prof. Vieira de Almeida), Hamlet (1987) e Muito Barulho por Nada (inédito) de Shakespeare, Ser Feliz e Um Amigo de Leit Kristiansson (1973) e Medeia de Eurípedes (inédito). Traduziu para francês uma centena de poemas de Camões, Cesário Verde, Mário de Sá-Carneiro e Fernando Pessoa. Algumas das suas obras foram traduzidas e publicadas em França, em Itália e nos Estados Unidos da América. Recebeu vários prémios literários e condecorações, de que se destacam o Prémio da Crítica da Associação Portuguesa de Críticos Literários, em 1980; os Prémios D. Dinis e do Pen Club, atribuídos a Ilhas em 1989; e, em 1994, o Prémio de Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores.

A afirmação literária de Sophia está intimamente associada à sua colaboração em Cadernos de Poesia (1940) e em outras de uma série de revistas que se sucederam em Portugal nos anos 40 e 50, designadamente Távola Redonda (1950) e Árvore (1951).

Ao lado de Jorge de Sena, Ruy Cinatti, José Blanc de Portugal, Tomaz Kim, Eugénio de Andrade, Alexandre O'Neill, David Mourão-Ferreira, António Ramos Rosa, entre outros, pode dizer-se que essa é de algum modo a geração que consolida a modernidade, se por isso se entender a linguagem poética enquanto voz de uma autenticidade, mais do que apelo de rutura. Um ideal de depuração e de contenção os une, como se o formal fosse ainda parte do humano, como se qualquer forma de atavismo poético fosse aí excessiva. Entre a «poesia do real» e a «poesia do surreal» (cf. Clara Rocha, Revistas Literárias do Século XX em Portugal, Lisboa, 1985), estas são as vozes de uma poesia pura, decantada, que, longe de ceder à facilidade de um imediatismo da intuição poética, antes valoriza a própria busca do mistério poético – e só nesse sentido algum culto das suas técnicas de expressão – como obstinada, contínua celebração.

O que à escrita de Sophia confere uma intemporalidade é em boa parte a lisura da notação lírica: as coisas, os tempos, os dias, os mares são em poemas muitas vezes breves evocados com a dimensão e com o rigor dos grandes espaços e de certa solidão da escrita neles; e é um despojamento que sistematicamente remete para os mitos mais antigos da vocação humana: «Entro na loja dos barros [...] Barro que desde tempos imemoriais os homens aprendem a modelar numa medida humana [...] A beleza da ânfora de barro pálido é tão evidente, tão certa [...] O reino agora é só aquele que cada um por si mesmo encontra e conquista, a aliança que cada um tece. Este é o reino que buscamos nas praias de mar verde, no azul suspenso da noite, na pureza da cal, numa pequena pedra polida, no perfume do orégão. Semelhante ao corpo de Orfeu dilacerado pelas fúrias este reino está dividido. Nós procuramos reuni-lo, procuramos a sua unidade, vamos de coisa em coisa» (Arte Poética, I, 1972). «De coisa em coisa», um nimbo de nostalgia envolve quase sempre este discurso poético que recorrentemente adota o perfil clássico de uma «loja de Creta» como quem quer verificar que «o equilíbrio das palavras entre si é o equilíbrio dos momentos entre si» (Arte Poética, II, 1972), ou como quem, à maneira de Rainer Maria Rilke, nelas reconhece uma unidade primordial e no poema «o selo da aliança do homem com as coisas» («Poesia e Realidade», in Colóquio Artes e Letras, abril 1960).

Uma mesma necessidade de retomar a magia dos seres imanentes à vida atravessa as suas obras de literatura infantil, enquanto os seus contos para adultos, sem deixarem de buscar o elementar e o essencial, contêm igualmente uma lúcida e sensível crítica da sociedade que a rodeia. Jorge de Sena (in Dicionário de Literatura Portuguesa e Teoria Literária, dirigido por João José Cochofel, 1977) situa a obra de S. de M.B.A. «na linha de Teixeira de Pascoaes, mas também de Hölderlin, Rimbaud, Rilke, o Fernando Pessoa ortónimo e Cecília Meireles, ou seja a do pós-simbolismo ou de poetas anteriores que o pós-simbolismo revalorizou pela concentração imagética e sibilina [...]» e identifica-a como «ao mesmo tempo distante e apaixonada, concisa e eloquente, [...] poeta de fluente e escultural segurança expressiva [...]». Enquanto David Mourão-Ferreira (in Vinte Poetas Contemporâneos, 1980) nota a falta que «a "correlação objetiva" que o motivo representa» faz nesta poesia mais movida por temas do que por motivos, «mais expirada que inspirada, – e cuja expiração se traduz numa obsidiante presença do decassílabo», no risco de uma monótona «uniformidade de tom». Sem deixar de reconhecer em Sophia «um caso ímpar na poesia portuguesa, não só pela difusa sedução dos temas ou pelos rigores da expressão, mas sobretudo por qualquer coisa, anterior a tudo isso, que em tudo isso se reflete: uma rara exigência de essencialidade.»

(In:http://www.dglb.pt/sites/DGLB/Portugues/autores/Paginas/PesquisaAutores1.aspx?AutorId=9859 - Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Vol. IV, Lisboa, 1997) 

Sophia de Mello Breyner Andresen foi trasladada para o Panteão Nacional  no ano de 2014, em que passam dez anos sobre a sua morte.

Em novembro de 2013 o escritor José Manuel dos Santos assinou no jornal Público um artigo onde apresentou a ideia: «Não são os poetas que precisam de nós. Somos nós que precisamos deles e das suas palavras de vida e de morte.» A proposta, apresentada ao Parlamento no final de 2013, foi aprovada por unanimidade em fevereiro deste ano.
A cerimónia da trasladação realizou-se no dia 2 de julho de 2014. (In:http://www.dglb.pt/sites/DGLB/Portugues/noticiasEventos/Paginas/sophianopanteao.aspx)

BIBLIOTECA MUNICIPAL de LAGOS

Rua Dr. Júlio Dantas, nº 4 | 8600-585 LAGOS

Contacto: 282 767 816 | E-mail: biblioteca@cm-lagos.pt

Horário: Terça a Sábado 10h - 13h / 14h - 18h

Encerra aos Domingos, Segundas e Feriados

ATIVIDADES no ESPAÇO JOVEM

O Espaço Jovem apresenta uma oferta diversificada de iniciativas. Saiba mais em: http://espacojovemlagos.wordpress.com




ESPAÇO JOVEM
Morada: Rua Gil Vicente, nº 50 | 8600-596 Lagos
Telefone: 282 760 287 / 282 792 856
Email: espaco.jovem@cm-lagos.com
Horário: Segunda a Sexta das 11h00 às 13h00 e das 14h30 às 19h00

ATIVIDADES do CENTRO CIÊNCIA VIVA DE LAGOS (CCVL)


O CCVL dispõe de um espaço polivalente, capacitado para palestras, exposições e atividades várias, de um jardim de Ciência com uma excelente vista para a baía e um pequeno auditório ao ar livre. Nestes espaços dinamizam-se atividades diversificadas que estimulem em todos o gosto pela aventura do saber. Aqui, mexer é obrigatório!

Saiba mais e conheça todas as atividades do Centro em lagos.cienciaviva.pt.


Patente até 30 de novembro

Explorando os Fundos Marinhos da Europa” - Projeto MeshAtlantic
Cartografia dos habitats e da biodiversidade marinha na Costa Atlântica Europeia. Mapas dos fundos marinhos de Brest a Cádis e de Galway a Ponta Delgada.
Dia 08 | 15h00 (sábado)

Photo.Sintese (Arte e Ciência) | Ciência Família

Numa oficina que alia Arte e Ciência, cria o teu herbário numa composição de imagens de planats quimicamente impressas em papel fotográfico, explorando a identidade das plantas do nosso Jardim de Ciência.

Dia 22 | 15h00 (sábado)

Autómatos | Ciência Família
Explore alguns conceitos básicos de Engenharia criando brinquedos autómatos, numa atividade para toda a família.

CENTRO CIÊNCIA VIVA de LAGOS

Morada: Rua Dr. Faria e Silva, nº34 | 8600-734 Lagos
Telefone: 282 770 000
Email: info@lagos.cienciaviva.pt
Horário: Terça a Domingo das 10h00 às 18h30


FEIRAS e MERCADOS



FEIRAS DE VELHARIAS
Dia 02 | 08h às 14h

Local: Parque de Estacionamento do Complexo Desportivo de Lagos

  Org.: Lagos-Em-Forma

(1º. domingo do mês)


Dias 08 e 22 | 07h00 às 18h00

Local: Parque de Campismo da Trindade

Org.: Clube de Futebol Esperança de Lagos: 282 763 893 / parquecampismo@esperancadelagos.pt)

(2ºe 4º sábado do mês)


Dia 09

Local: Chinicato

(2º domingo do mês)

OUTRAS FEIRAS
Dia 24 | Feira do Gado em Odiáxere

Local: Largo do Moinho

Venda de gado e artigos diversos

(4ª segunda-feira do mês)



MERCADOS
Dia 01 | Mercado Mensal

Local: Terreno anexo ao Estádio Municipal

Venda de roupa e artigos diversos

(1º sábado do mês)



Dias 01, 08, 15, 22 e 29 | Reforma Agrária

Local: Mercado de Levante

Venda de produtos hortícolas de produtores locais (fruta, legumes, aves, flores, mel, doces regionais, chás, ervas aromáticas, etc.)

(Todos os sábados)



Segunda a Sábado

Mercado de Artesanato Senegalês

Local: Mercado de Levante

Segunda a sexta - 09h00 às 22h30 | Sábados - 15h00 às 22h30

Venda de artesanato, trancinhas africanas, atividades culturais e gastronomia.



(No âmbito do Protocolo de Parceria celebrado entre o Município de Lagos e a Associação dos Senegaleses e Amigos do Algarve, que tem como objetivo a criação de um espaço destinado à divulgação da cultural senegalesa e guineense, suas etnias e gentes, e comercialização de artesanato e artigos africanos).


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal