EX: cu perfil Abaráoriginal Cláudia Fernanda doc



Baixar 9.27 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho9.27 Kb.


EX: CU_Perfil_Abaráoriginal_Cláudia_Fernanda.doc







Seção: CU





Título: Uma história original

Subtítulo: (sem aspas e ponto final)
Texto Cláudia Guimarães – claudianoguima@ig.com.br – 9259-5888 / Fernanda Sobral -


Contatos para foto

Edgar – (71) 8881-5638




Imagens

Foto em primeiro plano de Edgar fazendo uma saudação




Olho

“Sou curioso, sou um experimentador, sempre gostei de pegar receitas e modificar os temperos”

“Eu juntei o útil ao agradável e deu certo”



- “Você viu Original por aí?” Foi esta pergunta que se repetiu algumas vezes até que pudéssemos encontrar Edgar. E lá estava ele na pracinha do Imbuí com sua bicicleta originalizada, sempre bem humorado e vestido a caráter, com turbante e bata brancos. Edgar Oliveira Vasconcelos, conhecido como Edgar Original, de 36 anos, nasceu em Salvador e é vendedor de abará há 10 anos. Mas não é um abará qualquer, trata-se de um produto especial, ou melhor, original.

- Como tudo tem seu precedente, o dom de conquistar os clientes com carisma e atenção é uma herança de outra profissão já exercida por Edgar. Antes de ser vendedor de abará ele foi político e largou a carreira para vender abará. “Graças a Deus” ecoa um grito de um amigo que acompanhava a entrevista. E a troca parece ter realmente valido a pena.

- Grande admirador da culinária baiana, Edgar pesquisou antes de decidir que produto gostaria de comercializar. Tudo começou com a venda do tradicional abará, mas observando que algumas pessoas deixavam de consumir o produto em função de alguns ingredientes, seja por gosto do cliente ou até mesmo por alergia, Original foi incrementando a massa até chegar ao abará original. “Sou curioso, sou um experimentador, sempre gostei de pegar receitas e modificar os temperos”, diz Edgar.

- Junto com a criação de um produto “diferente” surgiu também a ideia de criar um personagem que incorporasse a originalidade do produto. Edgar sempre teve esse viés diferenciado, desde pequeno sempre gostou de criar, então o personagem Original já existia, só não havia encontrado as circunstâncias e condições ideais para entrar em cena. “Eu juntei o útil ao agradável e deu certo”. Junto com o personagem surgiram outras ideias, como a criação de uma cozinha própria para a fabricação do abará e a adaptação de uma bicicleta para vender os produtos.

- Com o passar do tempo, Edgar sentiu a necessidade de criar outros produtos que ajudassem a tornar sua ideia ainda mais original. As invenções foram muitas e hoje contam com 28 sabores, como a Barapi (pizza de abará) e o Chocobara (chocolate em forma de abará). Com tanta coisa já criada, o que esperar do futuro? Edgar pensa em aumentar a divulgação e fazer o produto crescer.



- “Mais alguma informação originalizada?” perguntou Edgar, “Não, acho que é suficiente”, respondemos. Na verdade não era, uma história como essas sempre tem algo mais para acrescentar, mas o Edgar precisava circular a pracinha vendendo seus produtos originais e assim nossa entrevista chegou ao fim.



www.facom.ufba.br/lupa


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal