Exercícios resolvidos de história VI



Baixar 44.69 Kb.
Encontro01.08.2016
Tamanho44.69 Kb.

Vestibular1 – A melhor ajuda ao vestibulando na Internet

Acesse Agora! www.vestibular1.com.br




EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE HISTÓRIA VI

1) A civilização romana exerceu uma grande influência sobre as civilizações posteriores, e dentre os maiores legados deixados por ela temos


a) o direito romano, que continua ainda hoje a ser a base da ciência jurídica, e o idioma.

b) a organização social e sua estrutura administrativa.

c) a cultura clássica, as ciências e as artes, além da religião politeísta e do idioma.

d) o sistema econômico e a religião dualista copiada dos persas.

e) a religião politeísta, bastante semelhante à grega, e a educação, que valoriza a escrita e a leitura.


Alternativa A


Um dos maiores legados de Roma às civilizações posteriores foi a elaboração do código do Direito, compilado posteriormente por Justiniano, originando O Corpus Juris Civilis, bem como a difusão do latim, idioma oficial romano, justificando a condição social de cidadão e bárbaro.
2) Popular e patriótica, a sublevação de 1383 despertaria as tensões mais profundas da sociedade portuguesa na luta que se seguiu. De um lado, enfileiravam-se as tropas de Castela e dos senhorios mais poderosos. De outro, a burguesia mercantil, a pequena nobreza militar, o populacho das cidades e a arraia miúda dos campos. Os camponeses atacavam e saquea-vam os castelos vingando-se da prepotência fidalga e da miséria. Mas a decisão da luta estaria nas mãos dos ricos burgueses de Lisboa e do Porto. Estimulados por Álvaro Pais estes abriram seus cofres. (...). Durante o ano de 1384, as forças do "Mestre", aclamado "Defensor e regedor do Reino", alcançaram inúmeras vitórias, apesar de atacados por terra e por mar.

Mendes Jr., Antonio - Brasil - Texto e Consulta. São Paulo, Brasiliense, s.d. v.1, pg. 47


O acontecimento descrito no texto é a
a) Guerra dos Cem Anos.

b) Guerra da Reconquista.

c) Revolução Gloriosa.

d) Revolução de Avis.

e) Revolução da Santa Sé.


Alternativa D


A proposta da questão era, a partir da análise, indicar o contexto de transformação relatada. Dentre as alternativas está correta a que relaciona o texto à Revolução de Avis (1883/85), movimento representativo da formação do Estado Nacional português, pré-condição para o processo de expansão marítima e símbolo do pioneirismo português nesse contexto.
3) Com relação ao comércio desenvolvido pelos astecas podemos destacar que
a) estes contavam com várias estradas utilizadas no comércio feito por caravanas de lhamas, no deslocamento de soldados e mensageiros.

b) em seus mercados existiam fiscais que verificavam se os pesos e medidas eram falsos e se as mercadorias eram de boa qualidade.

c) embora ocorresse a permuta era comum a utilização de sementes de cacau ou lingotes de cobre como moeda.

d) os comerciantes, também chamados de "pochtecas" por serem espiões, não possuíam nenhum privilégio, sendo considerados uma classe inferiorizada.

e) a cidade de Tenochtitlãn, apesar de uma vida urbana muito movimentada, não possuía um centro comercial ativo.


Alternativa B


Os astecas, ao penetrarem no vale do México, por volta do século XII, criaram condições à formação de um império teocrático, de regadio, com grande estratificação social. A camada intermediária dos comerciantes exercia influência tanto na produção, quanto na qualidade de tudo que era produzido, consumido principalmente pela nobreza.
4) Na verdade, o que Portugal queria para sua colônia americana é que fosse uma simples produtora e fornecedora dos gêneros úteis ao comércio metropolitano e que se pudessem vender com grandes lucros nos mercados europeus. Este será o objetivo da política portuguesa até o fim da Era Colonial. E tal objetivo ela o alcançaria plenamente, embora mantivesse o Brasil, para isto, sob um rigoroso regime de restrições econômicas e opressão administrativa; e abafasse a maior parte das possibilidades do país.

Prado Júnior, C. - História do Brasil


Pela leitura do texto, podemos concluir que:
a) apesar de o Brasil ser uma colônia de exploração, os princípios mercantilistas não foram aplicados aqui com rigor, o que possibilitou o desenvolvimento de atividades que visavam ao crescimento da Colônia.

b) mesmo tendo a Metrópole se afastado dos princípios econômicos do sistema colonial, os seus objetivos foram plenamente alcançados.

c) apesar de a colonização atender aos princípios mercantilistas, estes, em grande parte, não foram respeitados, uma vez que a economia colonial se voltou mais para o comércio interno.

d) a metrópole se interessava pelo desenvolvimento econômico da Colônia e, por isso, preocupava-se em incentivar toda atividade que explorasse os recursos que viessem a beneficiar a terra.

e) a montagem da empresa colonial obedecia aos princípios do mercantilismo e, nesse sentido, Lisboa preocupou-se em incentivar na Colônia as atividades complementares à economia metropolitana.


Alternativa E


A colonização portuguesa no Brasil foi exemplo típico da forma Mercantilista de exploração, onde a colônia exercia a função de produtora de matérias primas e consumidora de manufaturados.
5) Com relação à Reforma é correto dizer que
a) foi apenas um movimento de contestação religiosa à Igreja Católica, não tendo nenhuma implicação política ou econômica.

b) nada teve a ver com as condições geradas na Europa do século XVI pelo desenvolvimento do comércio, pela ascensão da burguesia e pelo Renascimento.

c) foi o movimento que rompeu a unidade religiosa da Europa Ocidental, dando origem a novas igrejas cristãs.

d) valoriza Deus, a fé e o desprezo pelas coisas terrenas, porque não era materialista, mas sim, pregadora do fanatismo de predestinação e da submissão do homem a Deus.

e) foi um movimento que reafirmou os dogmas católicos e que foi intransigente com relação aos protestantes.


Alternativa C


Esta questão pode ter prejudicado o aluno que se lembrou da ruptura da unidade religiosa cristã em 1054, com o surgimento da Igreja Ortodoxa. Entretanto esta ruptura aconteceu na Europa Oriental. A Igreja Católica conseguiu manter a unidade cristã na Europa Ocidental, havendo ruptura apenas no século XVI, com a Reforma.
6) Com relação à mineração, atividade econômica ocorrida no período colonial, é correto afirmar que
a) a produção manufatureira concentrou-se principalmente na produção de instrumentos destinados às atividades mineradoras.

b) foi responsável, em grande parte, pelo desenvolvimento de uma civilização rica nas Minas Gerais, graças à grande circulação de ouro com muito pouca fiscalização.

c) contribuiu para a criação de um órgão administrativo responsável pela aceleração do processo de interiorização e alargamento territorial.

d) eliminou o sentimento nativista, uma vez que o conflito de interesses entre o Brasil e a Metrópole era fruto de uma situação econômica ruim da classe dominante.

e) incentivou o sentimento nativista, ao introduzir no Brasil modificações econômicas, sociais e administrativas bastantes profundas.


Alternativa E


Incentivou o sentimento nativista (Revolta de Vila Rica - Guerra dos Emboabas - Conjuração Mineira) na medida que durante o ciclo do ouro, as contradições de exploração colonial tornam-se mais presentes.
7) O caudilhismo foi um fato marcante da vida política das novas nações latino-americanas. Ele teve origem nas próprias guerras de independência.
Analise as asserções abaixo.
I. O caudilho é um chefe político local apoiado, economicamente, sobre a grande propriedade e, politicamente, sobre a fidelidade dos seus seguidores.

II. O caudilho tem uma liderança política de origem urbana, aspira ao controle do poder central, procurando, para isso, impor sua liderança aos grandes proprietários rurais e a todas as províncias.

III. O caudilho, quando consegue o controle do governo central, procura reestabelecer a ordem, mantendo as mesmas estruturas econômicas e sociais do passado colonial; procura também organizar as instituições políticas, sempre defendendo os interesses e privilégios do seu grupo político.
Deve-se dizer que
a) somente as asserções I e III estão corretas.

b) somente as asserções I e II estão corretas.

c) somente as asserções II e III estão corretas.

d) todas as asserções estão erradas.

e) todas as asserções estão corretas.


Alternativa A


O caudilho é um líder de origem rural e, na maioria das vezes, pecuarista. Isto elimina a afirmação II. Sendo incorreta a afirmação II, a correção de qualquer das afirmações restantes (I e III) indica a alternativa A.
8) A Praieira, apesar de ter brotado em meio aos conflitos políticos entre liberais e conservadores, foi, antes de mais nada, uma revolta social.

Sobre esse movimento, é correto afirmar que


a) seu ideário e sua plataforma de lutas estavam inspirados nos manifestos da social democracia da época.

b) a rebelião foi apoiada essencialmente na insatisfação dos proprietários de terra da província de Pernambuco.

c) os proprietários rurais se mostravam desconten-tes com a proteção comercial dada aos interesses ingleses.

d) os assalariados da zona canavieira pernambuca-na se rebelavam contra a tentativa do governo central de impor limites ao seu trabalho.

e) as reivindicações expressas em seu programa questionavam as diferenciações e os privilégios sociais existentes no país em geral e em Pernambuco em particular.


Alternativa E


A Praieira, "o último suspiro romântico do Império" expressava as idéias do setor liberal da oligarquia pernambucana, de conteúdo xenofobista com conteúdos programáticos do socialismo utópico.
9) A expressão Revolução Industrial foi difundida a partir de 1845 por Engels, para designar o conjunto de transformações técnicas e econômicas que caracterizaram a substituição da energia física pela energia mecânica, da ferramenta pela máquina e da manufatura pela fábrica, no processo de produção capitalista.

Sobre a Revolução Industrial é correto afirmar:


a) o êxodo rural pode ser considerado um dos fatores de seu desenvolvimento, porque a população expulsa das cidades passou a concentrar-se no campo.

b) destaca-se, no plano social, o aumento da longevidade, isto é, as pessoas viviam mais tempo.

c) o desenvolvimento da indústria, por meio do uso de máquinas, provocou a formação de feiras e corporações.

d) um dos seus fatores positivos está no fato de o catolicismo condenar o lucro e o trabalho.

e) destaca-se, no plano econômico, a elevada taxa de juros, o que dificultava conseguir capital para o desenvolvimento da economia.


Alternativa B


Esta questão pede ao aluno que faça uma relação entre o desgaste menor de energia física (referido no enunciado) e o aumento da longevidade, afirmado na alternativa B.
10) Quanto à chamada República Oligárquica brasileira afirma-se:
I. O surto industrial do início do século XX ocorreu de forma desordenada, propiciando precárias condições de vida aos trabalhadores: seus turnos eram de 14 a 16 horas por dia, não existia salário mínimo estipulado, as férias não eram remuneradas e não havia indenização nos casos de acidentes de trabalho.

II. Antônio Conselheiro, o profeta de Canudos, é o modelo típico de liderança carismática produzida pela estrutura agrária e pelo messianismo popular dos habitantes do sertão nordestino.

III. A Revolta da Vacina foi um movimento popular, ocorrido no Rio de Janeiro, em favor das idéias de Osvaldo Cruz, que procurava sanear a cidade combatendo a varíola e a febre amarela.

Dessas afirmações está (estão) correta (corretas):




a) I, II e III.

b) II e III somente.

c) I e III somente.

d) I e II somente.

e) apenas I.







Alternativa D


As afirmações propostas na questão refletiam o cenário social, político e econômico da República Oligárquica (1894-1930), que apresentou um surto industrial, em decorrência da escassez dos importados devido a eclosão da 1a Guerra Mundial (1914-18), extremamente precário e um grande controle político que alijou do poder as massas, obrigadas, portanto, a recorrer às tais lideranças messiânicas. Também símbolo da insatisfação da população, a Revolta da Vacina questionou, e não apoiou como indicado na afirmação III, a intenção do saneamento liderada por Osvaldo Cruz.
11) No governo do Presidente Itamar Franco (em junho de 1994) foi lançado, pelo seu ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, o plano econômico conhecido como Plano Real.

Esse plano equiparou a moeda brasileira ao dólar,


a) reduziu a taxa de juros e anunciou a contenção do déficit público com uma política de demissões dpos funcionários públicos que possuíssem altos salários.

b) elevou as taxas de juros e anunciou a redução do déficit público, devido aos empréstimos do FMI, combinado com a contratação de centenas de novos fiscais para impedir a importação de produtos supérfluos no mercado brasileiro.

c) diminuiu as taxas de juros, proporcionando ao pequeno e médio empresário brasileiro a possibilidade de competir com os produtos trazidos pelas empresas multinacionais.

d) elevou a taxa de juros e anunciou a redução do déficit público, devido à privatização das empresas estatais.

e) diminuiu as taxas de juros, facilitou o crédito para as micro e médias empresas, diminuiu os impostos sobre a produção de bens nacionais, para incentivar o aumento da produção, e controlou o déficit público com uma agressiva política de nacionalizações de empresas estrangeiras.


Alternativa D


A elevação da taxa de juros, provocando o desaquecimento da atividade econômica, o combate ao déficit público, bem como as privatizações são na verdade diretrizes do neo-liberalismo para os países periféricos.
12) Sobre a globalização é correto afirmar que
a) o fosso que separa os incluídos dos excluídos vem diminuindo: os países ricos continuam ricos, e os pobres cada vez menos pobres.

b) os países ricos ajudam o Terceiro Mundo de várias formas: valorizam as exportações dos países pobres e desvalorizam as exportações para os países pobres.

c) 90% dos investimentos estrangeiros vão para o Japão, EUA, Europa e parte da China; todos os demais países, com 70% da população mundial, ficam com menos de 10% dos investimentos - isto significa que estes países estão ficando excluídos dos avanços tecnológicos.

d) os investimentos que a África recebe vêm eliminando a pobreza crônica dos países desse continente, abrindo novas fronteiras de desenvolvimento.



e) os países mais ricos diminuíram suas barreiras alfandegárias às exportações dos países subdsenvolvidos, possibilitando a estes o aumento da produção de produtos primários e o equilíbrio das contas de suas dívidas externas.


Alternativa C


Esta questão aborda os aspectos perversos da globalização. Enfatiza, nas alternativas incorretas, a situação dos países pobres e da injusta distribuição da riqueza. Os investimentos se concentram no mundo desenvolvido, como mostram os dados da alternativa C.

Fonte: uni-técnico


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal