Faculdade de psicologia



Baixar 9.34 Kb.
Encontro20.07.2016
Tamanho9.34 Kb.
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

UNIDADE SÃO GABRIEL

FACULDADE DE PSICOLOGIA
CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE DE JOVENS: Contribuições da Pastoral da Juventude
Cleunice de Fátima Mota1

Betânia Diniz Gonçalves2


Neste estudo discuto a formação da identidade de jovens e as contribuições que a participação nos grupos de jovens da Pastoral da Juventude para esse processo. O pressuposto foi de que os jovens que participam desse processo de formação integral proposto pela Pastoral da Juventude tem um comprometimento diferenciado com o contexto em que vivem e a vivência de valores que os tornam um diferencial. O objetivo principal da pesquisa foi investigar a contribuição dessa vivência na construção de identidade de jovens e para alcançá-lo foi utilizada uma metodologia qualitativa em que, inicialmente foi realizada uma pesquisa bibliográfica com o fim de aprofundar os conceitos de identidade e juventude, conhecer a metodologia de trabalho com grupos de jovens da Pastoral da Juventude e investigar os aspectos relevantes para a formação de identidade de jovens. Alguns dos teóricos que discutem esses temas e que foram utilizados são: Helana Abramo (2007), Osmar Fávero e companheiros (2008), Maria Lúcia M. Afonso (2001), Antônio da Costa Ciampa (1987), Juarez Dayrell (2003 e 2008), Nilma Lino Gomes (2008), Luiz Carlos Gil Esteves e Miriam Abramovay (2008), Betânia Diniz Gonçalves (2008), Luiz Antonio Groppo (2000), Stuar Hall (2005), J. B. Libânio (2004), Alberto Melucci (2008), Susana M. Rocca L. (2007) e Carmem Lúcia Teixeira (2004 e 2005). A metodologia utilizada para a coleta de dados da pesquisa de campo foi a de Grupo Focal sendo realizados dois grupos com duas gerações de sujeitos, sendo a primeira composta por adultos jovens que passaram pelo processo de formação da Pastoral da Juventude e a segunda geração também composta por jovens que acabaram de sair dos grupos ou ainda estão nesse processo de formação. Assim, esse estudo faz interface entre as áreas da Psicologia Social, a Educação e as Ciências Religiosas. A análise dos dados evidenciou que a participação dos jovens nos grupos da Pastoral contribuiu para a construção da sua identidade por possibilitar um crescimento em várias dimensões. Foi possível verificar que essa contribuição responde à própria metodologia e pedagogia da Pastoral que privilegia os pequenos grupos como espaço para o crescimento pessoal e como possibilidade de atuação e compromisso. Nos sujeitos pesquisados percebemos que os valores e as experiências vividas nos grupos foram sendo assumidos e configurando a vida em vários aspectos.
Área do Conhecimento: Ciências Humanas. Psicologia. Educação. Ciências Religiosas. Psicologia Social.
Palavras-chave: Juventude. Identidade. Grupo. Pastoral da Juventude.

Referência da monografia:
MOTA, Cleunice de Fátima. A construção da identidade de jovens: contribuições da Pastoral da Juventude. 2010. 61f. Monografia (Conclusão do curso) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Faculdade de Psicologia, Belo Horizonte.


1 Aluna do curso de Psicologia da PUC Minas – Unidade São Gabriel. Resumo da Monografia apresentada no 2º semestre de 2010, como requisito parcial para conclusão de curso. Contato: cleomotafi@gmail.com



2 Doutora em Psicologia Social pela PUC São Paulo, Professora do Curso de Psicologia da PUC Minas – Unidade São Gabriel e orientadora desta monografia.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal