Ficha técnica das escolas e letras samba enredo: Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Arco Íris



Baixar 28.67 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho28.67 Kb.
FICHA TÉCNICA DAS ESCOLAS E LETRAS SAMBA ENREDO:

 

Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Arco Íris


Fundação: 1985
Presidente: Luiz Antônio Silva Jesuíno
Enredo: ‘A Tentação da Criatura é Refazer a Criação... A Redenção é na Folia, Levando aos Céus Meu Pavilhão’
Autor: Rodrigo Francisco de Oliveira
Integrantes: 300

Alas: 11
Carros alegóricos: 3

 

Letra:

Vou me entregar à tentação

E viajar no doce Paraíso...

No Jardim do Éden o pecado original

“Provar o fruto proibido”

Romper os limites da vida

Na luta do bem e do mal

Dar asas à imaginação sem ter ponto final

 

Eu quero voar pela imensidão



A felicidade poder encontrar

Refazendo à Criação

Os meus limites posso superar

 

Imaginei...



Um mundo melhor pra viver

Na busca da felicidade

Um elo de paz e amor

O samba é a emoção que me conduz

Levando aos Céus o meu pavilhão

No peito carrego o sonho de ser campeão

 

A tentação está no ar



Chegou o arco íris do samba

Meu carnaval vai te seduzir

Impossível resistir

 

Grêmio Recreativo Escola de Samba Leão da Vila

 

Fundação: 1956



Presidente: Donizete Vitorino da Silva

Enredo: ‘O amor está no ar. Com a paixão no coração, o Leão mostra na avenida todas as formas de Amor’

Compositor: Angelino Musselli (Sapo)

Integrantes: 300

Alas: 7

Carros Alegóricos: 3



 

Letra:

 

De azul e branco chegou o Leão



Contando histórias de amor e união

A primeira aconteceu no Paraíso

Quando Eva encantou Adão

 

Amor de mãe, de pai, de irmão



Amor inocente, outros não

Existem várias formas de amar

O amor está no ar

 

O amor é divino, nasce no coração



Ele é o combustível da paixão                              

Não tem idade, raça ou cor

E o Leão respeita toda a forma de amor

              

Amor aos colegas de escola

Amizade colorida, as primeiras sensações

Vêm os noivos, depois o casamento

Na lua de mel, permitidas tentações

 

E quando Deus separa o casal



Fica uma grande lição

Num último gesto de amor

Deixa os órgãos do seu corpo para doação

 

O amor é divino, nasce no coração... (refrão)



 

Pena que hoje em dia nos telejornais

Só violência, drogas, brigas de casais

Notícias boas de afeto e de carinho

Quase não se ouvem mais
Queremos um futuro para os nossos filhos

Como a gente sempre sonhou

Nada de briga ou rancor                               

Que no nosso mundo prevaleça o amor

O amor é divino, nasce no coração... (refrão)


Grêmio Recreativo Esportivo Cultural Escola Acadêmicos do Moinho Velho
Fundação: 1973

Presidente: Cleverson Benini

Enredo: ‘No sobe e desce dessa vida - Roda da Fortuna’

Compositor: Denilson Sacabelo ‘Gustinho’

Integrantes: 300

Alas: 10


Carros alegóricos: 3
Letra:

 

Trago a lua iluminada pelos deuses



Livro de ouro,  a carta do “tarot”

No sobe e desce dessa vida a vida “roda”

Destinos... quem vai ganhar ou vai perder

Na busca de um novo eldorado

Vou pintar meu arco-íris

Para o paraíso encontrar

Moinho...és o meu pote de ouro

Encontrei o meu tesouro

E hoje na avenida vai brilhar

 

Gira a roda da fortuna, quem vai vencer



Quem esta em cima ou em baixo

Vai ganhar ou vai perder                                                 

Fala cigana, pode dizer

É hoje que o couro vai comer

 

Brilhou o sol



Veio o amor e a esperança

Quero esquecer

Toda tristeza e desilusão

Se a vida “roda”

É um jogo eu sei que a vida joga

Vou me livrar

Da falsidade e viver do bem

Porém...


Toda pureza esta na alma das crianças

Evoluir ...

Fazer o bem sem olhar a quem

Quero seguir procurando meu caminho

Se a vida é um jogo  vou jogar também

 

Podem aplaudir, sem parar



A academia vai passar

Moinho é festa, e traz felicidade

Vai dar as cartas e sacudir toda cidade

 

Bloco Azul e Branco

 

Fundação: 2002



Presidente: Heriberto Pozzuto – Claudineis de Oliveira César ‘Kalango’ (Coordenador)

Enredo: ‘Dos primeiros passos à Broadway, quem não dança segura a criança’   

Compositor: Daniel Romanetto

Integrantes: 150

Alas: 7

Carros alegóricos: 2



 

Letra:

 

Embalando a semente da vida,



na cadência de um meigo bailar.

E o bebê nos seus primeiros passos,

tem como brincadeira: girar, pular, dançar.

Ainda na infância, já começa no balé,

e nas pontas dos pés,

bailarinos encantam multidões.

Sublime arte milenar,

a dança exprime nossas emoções.

 

Dancei do jazz ao sapateado.                



Risquei o chão com passos marcados      

Rodopiei nas passarelas e salões,

nos palcos da vida, unindo corações.       

 

Vou te tirar prá dançar,



são dois prá lá, dois prá cá.

Dançar é alegria, é viver,

é liberdade, é prazer.

Vai além da razão, superação que nos faz suspirar,

é garra e dedicação,

sublime paixão.

Na Broadway eu vou dançar,

é o desejo que o artista sonhou.

Nos grandes musicais vou atuar,

o sonho que o talento conquistou.

É foco, é força, é fé,

na realidade, só não dança quem não quer.

 

Vem, vamos sambar                   



de azul e branco nesse carnaval.                            

Liberte a alma e caia nessa dança,

que nos seduz e o nosso corpo então balança.   

Quem não dança segura a criança



Quem não dança segura a criança


Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal