FormaçÃO Ética e literatura: o método de leitura lúdico-ambital



Baixar 4.92 Kb.
Encontro06.08.2016
Tamanho4.92 Kb.
FORMAÇÃO ÉTICA E LITERATURA: O MÉTODO DE LEITURA LÚDICO-AMBITAL

JOSÉ GABRIEL PERISSÉ MADUREIRA



CENTRO UNIVERSITÁRIO NOVE DE JULHO (UNINOVE – SP)

O método lúdico-ambital, objeto deste minicurso, foi concebido pelo pensador espanhol Prof. Dr. Alfonso López Quintás, membro da Real Academia de Ciencias Morales y Políticas (desde 1986), autor de mais de 40 livros sobre filosofia, linguagem, ética, estética e pedagogia, responsável por um curso de formação ética para docentes promovido pelo Ministério da Educação da Espanha (desde 2001), e fundador do projeto educativo Escuela de Pensamiento y Creatividad (com o qual o autor deste minicurso fez um convênio, criando em São Paulo o Núcleo Pensamento e Criatividade).O objetivo deste método é fomentar no leitor a capacidade de reconhecer os diversos sentidos de um texto literário (para além dos seus significados imediatos), dialogando criativamente com o âmbito de linguagem e realidade em que ele consiste, dando-se conta do seu valor simbólico e, por fim, experimentando neste nível ambital (inobjetivo) a problemática de diversas questões éticas, para cuja compreensão é necessário atualizar noções como valores e virtudes, ideais e atitudes.A leitura criativa constitui um campo de jogo e de iluminação em que, do ponto de vista didático, o aluno pode fazer suas próprias descobertas sobre temas de caráter moral, deduzindo por conta própria os princípios implicados numa ação consciente, livre, reflexiva e responsável.O minicurso compõe-se de três momentos. Compreensão dos fundamentos teóricos do método lúdico-ambital, mediante a apresentação de alguns conceitos do pensamento de Alfonso López Quintás (primeiro momento). Aplicação do método em alguns textos literários (segundo momento). Verificação da efetiva apreensão do método pelos participantes, na leitura coletiva de um texto (terceiro momento).

Palavras-chaves: Leitura, didática, ética, linguagem, valores.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal