Fragmentos de memória e rastros de uma identidade estudantil. Unesp assis/SP, 1958 – 2009



Baixar 12.12 Kb.
Encontro20.07.2016
Tamanho12.12 Kb.
PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

FRAGMENTOS DE MEMÓRIA E RASTROS DE UMA IDENTIDADE ESTUDANTIL. UNESP ASSIS/SP, 1958 – 2009

Coordenadores: Profa. Célia Reis Camargo, Profa. Ana Maria Domingues de Oliveira, Profa. Ana Maria Rodrigues de Carvalho e Prof. João da Costa Chaves Junior (Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa - CEDAP)





Grande Área *

Ciências Humanas

Área temática 1 *

Cultura

Área temática 2 (opcional)

Educação


Objetivos: 1. realização de um levantamento do patrimônio documental relativo à vida estudantil da UNESP – FCL Assis, que está distribuído – pode-se dizer até mesmo disperso – por vários setores, entidades e departamentos abrigados pela unidade de Assis. Entre eles destacam-se: o acervo documental de valor histórico sob a guarda do CEDAP – Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa (unidade auxiliar da FCL Assis), o Diretório Acadêmico “XVI de Agosto”, as hemerotecas e arquivos dos departamentos e dos cursos da unidade e os arquivos dos setores técnicos e administrativos. Esse levantamento obedecerá a procedimentos técnicos adequados de forma a resultar em um produto que apresentará a sistematização dos conjuntos documentais localizados e identificados. Esse produto será o Guia de Fontes para a História da Vida Estudantil em Assis/UNESP e, como evento-síntese, a realização de uma exposição integrada por documentos nos variados suportes (textuais, fotográficos, iconográficos e audiovisuais). 2. Atuar sobre a identidade institucional dos estudantes do Campus e da Unesp, estimulando sua reflexão sobre a universidade e sobre a vida estudantil em perspectiva histórica. 3. Integrar professores e alunos dos diversos cursos que funcionam no campus de Assis (o que justifica o envolvimento na coordenação do projeto, de professores que atuam nos diferentes cursos oferecidos na unidade) desenvolvendo a consciência e a identidade institucional. 4. Produzir uma referência para atividades semelhantes nos demais campi da UNESP. 5. Contribuir para o acervo documental e informativo do Projeto Memória da Unesp/CEDEM. 6) Estimular as ações sociais para a preservação da memória no Brasil, contemplando o segmento estudantil. As representações dos estudantes sobre sua vida na universidade ainda são pautadas nas visões idealizadas, com base em movimentos ocorridos em outros momentos da história em nosso país. Nos anos de 2007 e 2008, ocorreram dois eventos importantes: o cinqüentenário da FCL de Assis e as discussões para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI. Durante as festividades do jubileu foi possível perceber, nos diversos relatos e depoimentos, o quanto a memória estudantil é fragmentada e, sob certos aspectos, parece ter-se perdido. Nas discussões sobre o PDI as reflexões históricas iniciais do documento deixaram de mencionar o segmento estudantil como parte da História da Unesp, seja por estar subentendida ou por evidenciar que a memória institucional foi construída, predominantemente, pela memória docente, considerando-se que sua presença na comunidade é muito menos rotativa que a discente. Nesses dois eventos foi possível verificar o alunato como presença coadjuvante, em dados estatísticos ou no relato de eventos isolados. O levantamento documental proposto poderá trazer historicidade a essa vida estudantil, às suas lutas, conquistas, derrotas, utopias e transformações ao longo do tempo. Principalmente estabelecer suas relações com a comunidade local, possibilitando a criação de elos de identificação social e institucional. Para os nossos estudantes, esses testemunhos documentais são os rastros de sua identidade em perspectiva histórica. O resultado acadêmico desse projeto certamente estimulará a produção de estudos, de eventos científicos e culturais e uma participação mais efetiva dos estudantes na vida acadêmica e na universidade em geral. Em resumo o projeto pode constituir uma valiosa contribuição, em perspectiva interdisciplinar, para a formação dos alunos em busca de sua memória e identidade, como grupo social participante e ativo nos grupos sociais, comunidades e sociedade onde atuam.

O projeto trata da memória e da história dos estudantes universitários em Assis, desde o ano de 1958 – passando pela incorporação dos institutos isolados pela UNESP e a criação da FCL Assis -, até os dias atuais. As atividades inaugurais dessa linha de trabalho se voltam para o levantamento e identificação dos documentos existentes nos arquivos institucionais e locais que resultarão na publicação do Guia de Fontes para a História da Vida Estudantil em Assis/UNESP. Essa publicação, em papel e em meio digital, será seguida pela montagem de uma exposição sobre a trajetória dos estudantes da Unesp em Assis, revelando aspectos diversos da vida universitária na dimensão estudantil. Uma campanha de doação de documentos (principalmente fotográficos), entre os ex-alunos e atuais, complementará lacunas e poderá revelar dimensões dessa história que estejam esquecidas no tempo e ausentes dos arquivos.

Beneficiário/Clientela: Alunos da Unesp – FCL – Assis, sociedade local, comunidade universitária e, especialmente, o segmento discente de toda a UNESP. Também serão beneficiados os setores e pesquisadores que se dedicam a estudar a história da Unesp e a preservar sua memória. Nesse sentido, os principais beneficiários são o próprio CEDAP – FCL Assis o CEDEM – Centro de Documentação e Memória da Unesp, coordenadoria da Vice-Reitoria, onde se encontra sediado o Projeto Memória da Unesp que se desenvolve desde 1987, formando um acervo de relatos orais, referências de conjuntos documentais existentes (internos e externos) e desenvolvendo estudos sobre esta universidade desde o tempo dos Institutos Isolados. Nesse sentido, os produtos do projeto aqui apresentado poderão ser encaminhados ao CEDEM para integrar o seu acervo informativo. A divulgação dessa experiência projeta-se para outros grupos com interesses afins, tornando beneficiária toda comunidade de língua portuguesa que utiliza a infovia.

O Projeto articula-se à extensão por envolver atividades de preservação da memória local, tendo como eixo a vida estudantil, no campus e na cidade, e por prever a divulgação de seus resultados em evento de mobilização social (mostra documental), articula-se à pesquisa por promover articulações sobre a história da universidade e por referenciar fontes documentais para a pesquisa, seja no nível IC ou da Pós-Graduação, articula-se ao ensino por envolver e mobilizar alunos e professores dos diferentes cursos vigentes na FCL Assis, possibilitando maior integração de objetivos e o conhecimento das trajetórias vividas em meio século de história, fundamento de possíveis reflexões sobre os diferentes projetos e intenções pedagógicas.



Os produtos do projeto possibilitam grande visibilidade, pois estarão disponíveis na Internet, serão divulgadas nas Unidades universitárias, nos DAs e CAs e mobilizarão a comunidade local, tanto pela campanha de coleta de documentos (que poderá ser veiculada pela mídia regional e pelos recursos de comunicação da Unesp - jornais, rádio e tv, quanto pela publicação do Guia (impresso e eletrônico) e pelo evento da exposição final, aberta ao público.


©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal