Fraternitas port. Vol. XLIII. N



Baixar 34.11 Kb.
Encontro22.07.2016
Tamanho34.11 Kb.
FRATERNITAS

Port. Vol. XLIII. Nr. 163 - OFM Roma - Email: fraternitas@ofm.org - 01. 03. 2010


Nona Assembleia Geral UFME
No dia 06 de fevereiro, encerrou-se a IX Assembleia da União das Conferências da Europa (UFME), que aconteceu em Bruxelas, com a aprovação de diversos compromissos para o próximo futuro. O tema da reunião foi o “Projeto Europa”, conforme os mandatos do Capítulo geral-2009, n. 26 e 27 e, entre os mais significativos, a continuação dos encontros dos jovens europeus “Euroframe” (2012, na Polônia), a constituição de uma Fraternidade internacional “temporária” no caminho de Santiago - Espanha, a constituição da UFME, como associação ONG, de direito europeu ou nacional, a sustentação da Fundação bizantina na Ucrânia e o empenho de animar e aprofundar ulteriormente o “Projeto Europa”, confiado ao Conselho permanente, em colaboração com o Definitório geral.

A Assembleia – que teve a participação de mais ou menos de 70 Superiores maiores, entre Vigários provinciais, Provinciais e Definidores gerais – seguiu com interesse algumas reflexões sobre os desafios da Europa e os Franciscanos, entrou em contato com as instituições europeias, com uma jornada de visita guiada ao Parlamento e à Comissão européia, e conheceu a Fraternidade internacional “Notre Dame des Nations”, na qual aconteceu o encontro.

A Assembleia dirigiu também mensagem às Instituições da União europeia para exprimir a gratidão e, ao mesmo tempo, as preocupações dos franciscanos e enviou outra mensagem a todos os Frades menores, que estão na Europa, para partilhar a experiência, as reflexões e os compromissos assumidos em Bruxelas.

No final, foi renovado o Conselho permanente da UFME, que agora está assim composto: Presidente: Fr. Vítor Melícias (Portugal); Vice-Presidente: Fr. Ivan Sesar (Bósnia - Herzegovina); Conselheiros: Fr. Gabriele Trivellin (Itália), Fr. Filemon Janka (Polônia), Fr. Bob Van Laer (Bélgica), Fr. Anthony McNeill (Escócia).


Nova contribuição online para a Ordem
No dia 04 de outubro de 2009, um grupo de confrades da Província de S. Paulo apóstolo, de Malta, lançou novo site web (www.i-tau.org), que oferece três áreas principais de notícias e informações franciscanas: Estudos franciscanos, Comissariado da Terra Santa e Posto de Vigia. A intenção desse novo site web é fornecer um serviço aos franciscanos, que permita inserir gratuitamente ensaios franciscanos, traduções de textos franciscanos ou de temáticas franciscanas em língua inglesa. Esse site web é obra de John Abela, Noel Muscat, Raymond Camilleri e Anthony Chircop, resulta do trabalho sinérgico de um grupo de franciscanos que, apesar de pertencer à Província maltese, servem à Ordem, junto à Cúria geral e à Custódia da Terra Santa, e que residem em Londres e Malta.

A página do Comissariado da Terra Santa oferece notícias e informações sobre a Terra Santa, além de uma apresentação do trabalho do Comissariado em Malta. O site terá um acréscimo de uma revista online “Terra da Promessa”. A página intitulada “Posto de Vigia” colhe temas e blog franciscanos, ocupando-se também com questões contemporâneas, relativas à fé e à cultura cristã, seja ao nível local maltese, seja ao nível internacional.

I-TAU quer pôr-se a serviço de toda a família franciscana, especialmente na difusão da mensagem franciscana e no fornecer material gratuito para a formação inicial e permanente.
Espanha – Celebrações do VIII centenário em Madrid
No dia 19 de dezembro de 2009, o Arcebispo emérito de Sevilha, S. Em. Card. Carlos Amigo Vallejo, OFM, presidiu a solene Eucaristia, encerramento das celebrações do VIII centenário da aprovação da forma de vida franciscana (1209-2009), na paróquia Santo Antônio do Retiro, em Madri.

Sempre na capital espanhola, celebrou-se outra data de particular relevância para a história popular e para a vida pública: o nonagésimo aniversário da abertura da primeira linha metropolitana, inaugurada pelo rei Alfonso XIII, no dia 17 de outubro de 1909, quando Madri tinha 700.000 habitantes. Essa primeira linha contava com oito estações e acessos entre Puerta del Sol e Cuatro Caminos – nos subúrbios da cidade – e tinha uma extensão de 3,4km, percorridos em pouco mais de 20 minutos. Os quatro vagões, de 15m por unidade, transportaram, durante o primeiro ano de atividade, 14 milhões de viajantes. Hoje, a rede do metrô de Madri distende-se num percurso de 283km, subdividido em 12 linhas e conta com 268 estações (além das três linhas de metrô de superfície), dados esses que o tornam a quinta posição no mundo e a terceira na Europa. Na linha 11, aberta em dezembro de 2006, entre as estações Plaza Elíptica e La Peseta, num percurso de 5,3km, encontra-se a estação S. Francisco, dedicada a nosso fundador; situada na periferia Sul de Madri, entre as estações S. Bento e Carabanchel Alto, numa zona subdesenvolvida de baixa renda, ainda pouco povoada. Os quarteirões (Colônia, Conde, Aibar e Buenavista), na Avenida de los Poblados, são habitados, sobretudo, por imigrantes que vêm de diferentes culturas: subsaarianos e magrebinos, orientais, sulamericanos, romenos e europeus do Leste. A linha prosseguirá em direção ao bairro La Fortuna, no município vizinho de Leganés, onde cruzará com a linha 12. Uma curiosidade: o Metrô de Madri tem 10 estações dedicadas a santos, mas a nenhuma santa! Isso poderia ser motivo suficiente para que, em vista de 2012, ano que assinala o VIII centenário da Fundação da Segunda Ordem, a das Clarissas, sinal de fecundidade evangélica no seio da Igreja e da família seráfica, para que uma das novas estações seja intitulada “Estação Santa Clara”!


Primeiro Congresso dos centros educativos COTAF
De 03 a 05 de fevereiro de 2009, o Ministro Geral, acompanhado pelo Definidor geral da região (Cotaf), Fr. Roger Marchal, participou do encontro, em alemão, das escolas franciscanas (Kongress franziskanischer Schulen), no convento de Hofheim (Frankfurt am Main), Alemanha. Participaram 10 escolas da Conferência e uma de Visoki (Bósnia - Herzegovina). Entre outros, tomaram a palavra Fr. Johannes Baptist Freier, OFM, Reitor Magnífico da PUA, sobre o tema: “A Pedagogia franciscana num mundo em mudança” e Fr. Udo Schmaelzle, OFM, da Escola de Grosskrotzenburg, sobre o tema: “O Senhor mostrar-vos-á o que deveis fazer”: “Convergência e Divergência de uma Pedagogia franciscana no desenvolvimento da escola”. Ir. Maria Basina Kloos, Superiora Geral das Irmãs Franciscanas de Waldbreitbach - Baviera, em sua palestra, falou da “Responsabilidade dos docentes para levar a dimensão teologia espiritual…”.Já o Ministro geral, em sua alocução, abordou desafios da escola franciscana, sublinhando a necessidade de “um claro projeto católico e franciscano, uma educação franciscana e católica, assegurando um pluralismo são e necessário, uma colaboração e uma sinergia entre todos os que ali trabalham, uma síntese de fé e cultura, com o objetivo de trabalhar para unicidade da pessoa, com referência explícita ao Evangelho…”. Uma celebração eucarística, em inglês e alemão, presidida pelo Ministro, encerrou o encontro.
A bênção dos novos locais no Comissariado da Terra Santa, Eslovênia
No dia 13 de fevereiro de 2010, Fr. Pierbattista Pizzaballa, Custódio da Terra Santa e o Bispo Mons. Jurij Bizjak benzeram os novos locais do Comissariado da Terra Santa, em Lubiana Vič. O Comissariado começou a desenvolver seu trabalho em 1988 e, até agora, organizou diversas atividades para promover entre o povo esloveno a vizinhança da Terra Santa. Especialmente guiando peregrinações para a Terra Santa, considerada o quinto Evangelho, já que nela os pés do peregrino podem tocar a terra pisada por nosso Redentor. No centenário da primeira peregrinação dos eslovenos à Terra Santa, efetuada em 1910, sob guia do príncipe e bispo Anton B. Jeglič, o Comissariado decidiu benzer os novos locais, que se acham no Convento Santo Antônio, em Lubiana Vič. Mais dados em: http://www.sveta-dezela.si/
Ereção da Fundação Beato Egídio
Fr. José Rodríguez Carballo, Ministro geral, a convite das Fraternidades de Palestrina e Istambul, após obter o voto favorável do Definitório geral, com o decreto de 02 de fevereiro de 2010, erigiu canonicamente a Fundação Beato Egídio, formada pelas Fraternidades de Palestrina e Istambul. Essa Fundação não está circunscrita a um território e depende diretamente do Ministro geral. Conforme o artigo 68 das CCGG, aprovadas no último Capítulo geral, poderá receber candidatos e inscrever nela os Frades que o desejarem, respeitando as normas do Direito Canônico.
Chile - III Encontro Sulamericano da Juventude franciscana

 

De 20 a 24 de janeiro de 2010, na cidade de Santiago do Chile, reuniram-se cerca de 200 jovens no III Encontro da JuFra da América do Sul, para partilhar a alegria e a beleza da vocação franciscana, refletindo sobre o tema principal do encontro: “Escolhi a Santa Pobreza como Senhora minha”. No encontro estavam presentes os jovens, com seus Assistentes espirituais, destes países: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Chile. Em nome da Coordenação internacional da JuFra esteve presente no encontro Anderson Moura, do Brasil, e, em nome da OFS do Chile, Ingrid Palacios, Ministra nacional e Conselheira internacional da OFS do Chile.



O encontro foi bem organizado, com momentos fortes de oração, formação e partilha fraterna. Cada dia se fez uma reflexão sobre um tema que ajudava os jovens a aprofundar o tema central do encontro. Os principais relatores foram: Irmã Paulina Etcheverry, FMIC; Fr. Manuel Alvarado, OFM, Héctor Fernández Cubillos e Fr. Francisco Salgado, OFM.

O encontro foi encerrado com solene celebração eucarística na igreja S. Francisco de Alameda, presidida pelo Vigário provincial Fr. Jorge Concha, OFM. O próximo IV Encontro Sulamericano da JuFra será em janeiro de 2012, na Colômbia. Vejam: http://picasaweb.google.com/jufra.org


Marcalivro franciscano


  • De zegen van Aäron (A bênção de Aarão), Gerard Ris, Valkhof Pers, Nijmegen 2009, 96 p.

O autor do livro bíblico dos Números coloca a velha bênção de Aarão (Nm 6,22-27), usada na liturgia do tempo, justamente no início da viagem de Israel através do deserto.

Com as palavras dessa bênção, Deus assegura ao povo que estará com seu povo durante todos os anos de sua viagem, rumo à terra prometida. Francisco conhecia essa bênção e a escreveu à mão para encorajar Fr. Leão. Desde então, na tradição franciscana, a bênção de Aarão é denominada “a bênção de Fr. Leão”.




  • Believing in Jesus (Crendo em Jesus), Leonard Foley, St. Anthony Messenger Press, Ohio 2009, 324 p.

A obra tem o objetivo de ajudar a quem cresceu como cristão, para chegar a uma compreensão mais profunda da fé e das práticas que o mantiveram por toda a vida e para tornar a fé católica mais acessível àqueles que há pouco entraram na Igreja. Como escreve o autor. “Este livro pode ajudar a algumas pessoas espantadas e feridas e fazer com que outros se interroguem”.

A sexta edição foi atualizada para refletir sobre os últimos documentos e eventos da Igreja e faz continuamente referência ao Catecismo da Igreja Católica. Perguntas ajudam o leitor a entrar mais profundamente nos mistérios da fé, e a farta lista de fontes oferece amplas oportunidades para ulteriores explorações. O livro é um guia indispensável para a fé que temos.




  • Saint of the Day (Santo do Dia), Leonard Foley, Pat McCloskey, St. Anthony Messenger Press, Ohio 2009, 408 p.

Combinando breves biografias e perspicazes reflexões, esse livro oferece ajuda prática, plena de inspiração quando o momento é de buscar, achar e receber a amizade do Senhor em nossa vida de todos os dias, seguindo o exemplo dos santos. Cada vervete inclui breve biografia de um santo, um comentário sobre o exemplo de sua vida que é importante para a vida do leitor e uma citação apropriada da Sagrada Escritura, dos escritos di santo ou de outro escritor espiritual. Constam 239 santos ou beatos e 16 festas marianas.
Grandes/pequenas notícias


  • A Custódia de Guiné-Bissau cresce: Desde a ordenação sacerdotal dos últimos seis religiosos, acontecida no dia 23 de janeiro de 2010, a Custódia conta, hoje, com 33 religiosos professos solenes. Desses, 16 são aborígenes, 12 são italianos da Província-Mãe (Veneza) e 05 são portugueses. Atualmente, há também 05 professos simples e quatro postulantes, todos de Guiné-Bissau. Fr. Victor Luis Quematcha, jovem frade guineano, é o Custódio da Entidade, eleito com seu Conselho para o triênio, durante o primeiro Capítulo da Custódia, celebrado de 01 e 07 de março de 2009. A Custódia de Guiné-Bissau é fruto da Evangelização missionária dos Frades vindos de diversos países, principalmente da Itália, Portugal e Brasil.




  • Escola franciscana em Paris: Em fins de 2009, iniciou em Paris uma escola franciscana, dependente das Províncias OFM e OFMCap. Objetiva oferecer ensinamento franciscano em espiritualidade e mística, filosofia e teologia, história e arte. A escola está estruturada em três anos, com avaliação anual. Os Ministros provinciais da OFM e OFMCap, quais chanceleres, a dirigem. Em breve será nomeado um Decano com um Comitê acadêmico, formado por três professores. O Comitê preparará os programas. A escola terá uma Secretaria e um Serviço de Comunicação, sob responsabilidade do Comitê administrativo.




  • Fontes Franciscanas em alemão: Pela primeira vez, a partir do fim de 2009, teremos, em alemão, os Escritos de S. Francisco e as Fontes dos primeiros séculos de franciscanismo, em volume único. Cada texto é precedido por breve introdução, preparada pelos Frades da OFM, OFMConv, OFMCap. O volume foi publicado pela editora Butzon & Berker.




  • O trabalho de nossos confrades no Haiti, após o cismo: As três Fraternidades de Port-au-Prince são lugares de acolhimento para os haitianos. Saint Alexandre, no centro da cidade, é meta de doentes, socorridos por Fr. Victor, chileno, psicólogo e, agora, em trajes de médico. A igreja foi transformada em pavilhão hospitaleiro, com farmácias e muitos pacientes. Recolher as crianças da estrada é tarefa de Fr. Omar, salvadorenho, que colocou no pequeno convento uma grande quantidade de barracas a fim de dar-lhes lugar para dormir e, antes disso, uma casa onde se alimentar. Fr. Colombano continua seus giros no claustro da pobreza, agora tornada miséria. É a zona do mercado, onde muitos vendem, vivendo no mesmo local miserável, sem água e sem luz. Todos o chamam e a cada um, com sorriso, doa aquilo que pode.

A Fraternidade de Crois-les-missions é a única atingida, entre as três casas. A igreja perdeu a fachada e o convento está visivelmente danificado. Os confrades dormem fora, em barracas, na pracinha entre a casa e a igreja. Fr. Jean Louis é enfermeiro e passa todo o dia cuidando dos doentes, que se amontoam nos poucos espaços seguros. Fr. Dempsey, responsável pela Fundação haitiana, Guardião e Pároco, corre pra lá e pra cá, a fim de reorganizar a vida paroquial. Fr. Antônio também está ocupado por mil necessidades logísticas.

A terceira Fraternidade vive numa área plana e o terremoto não a atingiu. É casa segura, também se os confrades preferem dormir fora de casa, nas pequenas barracas vermelhas. Essa Fraternidade acolhe onze jovens em formação inicial. Nesses dias, juntamente com o haitiano Fr. Miguel, eles se empenham em socorrer os atingidos pelo cismo. Fr. Walter transporta, no carro, a uns e outros, como ele o fez conosco, seus visitantes.



A gente do Haiti, forte no sofrer, confia muito nos confrades. E os frades querem muito bem ao povo haitiano, para o qual organizaram uma carga de alimentos, que um caminhão transportará de Santo Domingo até o Convento de Lilavois. O dinheiro, até agora recolhido, serve para a emergência: alimento e remédios. Para reconstruções a Providência pensará a seu tempo. Mais informações: www.ofm.org


  • De 25 a 27 de janeiro, reuniu-se na Cúria geral o Comitê Executivo do Secretariado para a Formação e Estudos. O objetivo do encontro foi o conhecimento recíproco, permitindo, por isso, ao novo Secretariado geral de examinar a vida da Ordem nas várias áreas. Também foram procuradas estratégias a fim de realizar o programa da Formação e Estudos, aprovado pelo Definitório geral para o próximo sexênio. Além disso, tratou-se da organização dos Congressos continentais e do Congresso internacional. Durante os trabalhos, o Comitê encontrou-se com o Ministro geral, a fim de partilhar experiências formativas e oferecer maior colaboração ao Governo da Ordem. Estiveram presentes Fr. Vidal Rodríguez López (Secretário geral), Fr. Sergiusz Baldyga (Vice-Secretário), Fr. Gregório Redoblado (Filipinas) e Fr. Marco Vianelli (Itália). Ausente esteve Fr. Dominic Monti (USA), por motivo de saúde.




  • Nos dias 12-13 de fevereiro de 2010, em Malta, realizou-se o Encontro internacional de sustentação da paz entre Israel e Palestina. Representantes da Assembleia parlamentar do Mediterrâneo e das Nações Unidas reuniram-se para discutir os cinco elementos-chaves do Processo de Paz Israel-Palestina: confins, colônias, refugiados, água e Jerusalém. Reconhecidos peritos e personagens-chaves da região e da comunidade internacional participaram, juntamente com os membros do Parlamento de Israel e da Palestina. No encontro esteve presente Fr. Marcello Ghirlando, OFM, de nossa Província em Malta, escolhido pela Santa Sé como representante da Igreja. É a segunda vez que Fr. Marcello é nomeado pela Santa Sé para esse tipo de encargo.


Novos Ministros provinciais
Fr. Cláudio Pegoraro foi eleito Ministro provincial da Província Nossa Senhora - China.
Novos Visitadores gerais
Fr. Giampaolo Cavalli, da Província Vêneta de Santo Antônio de Pádua, foi eleito Visitador geral na Fraternidade do Colégio Internacional Santo Antônio, em Roma.
Agenda do Ministro geral
01-05 março: Visita à Custódia Bizantina de Todos os Santos da Ordem (Ucrânia)

08-18 março: Tempo forte do Definitório, na Cúria geral (Roma – Itália)

19 março: Onomástico do Ministro geral

20-25 março: Visita à Província da Anunciação (Albânia) e aos Frades de Montenegro e Kosovo.

28-04 março: Semana Santa.
Portadores do dom do Evangelho
Outro caminho de restituição, que o Capítulo sublinhou nesses dias, é a assim chamada missão inter gentes, expressão que indica um modo de tornar-se presente para onde o Senhor nos enviar, como também a atitude para com o mundo. É um processo de inserir-se na realidade que nos faz partilhar a vida de nossos povos, com toda sua complexidade. A missão inter gentes supõe essa empatia para com o mundo, consequência e prolongamento do mistério da encarnação. Para anunciar a Boa Nova do Reino, o Verbo – o primeiro menor – fez-se carne num corpo humano e inseriu-se também num tempo histórico, numa sociedade e cultura concretas, participando, assim, de toda a condição humana, exceto o pecado. Se Cristo é o paradigma de toda a evangelização, a encarnação real e efetiva do evangelizador na realidade sócio-cultural de um povo é exigência inevitável de sua missão (n. 13).
FRATERNITAS - OFM – Roma

Redator: Robert Bahčič. Tradutor: Fr. Plácido Robaert, OFM

Internet: http://www.ofm.org/fraternitas Email: rbahcic@ofm.org

­­­­­­­­­___________________________________________________________________________________________________

Regula et vita Minorum Fratrum haec est, scilicet Domini nostri Jesu Christi sanctum Evangelium observare (RB I,1)





Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal