Fundação biblioteca nacional


Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-215



Baixar 6.74 Mb.
Página67/67
Encontro29.07.2016
Tamanho6.74 Mb.
1   ...   59   60   61   62   63   64   65   66   67

Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-215
II CRôNICAS [36]

1 O povo da terra tomou Jeoacaz, filho de Josias, e o constituiu rei em lugar de seu pai, em Jerusalém.

2 Tinha Jeoacaz vinte e três anos quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém.
II CRôNICAS [36]

4 Então o rei do Egito constituiu Eliaquim, irmão de Jeoacaz, rei sobre Judá e Jerusalém, e mudou-lhe o nome em Jeoiaquim; mas a seu irmão, Jeoacaz, Neco o tomou e o levou para o Egito.

5 Tinha Jeoiaquim vinte e cinco anos quando começou a reinar, e reinou onze anos em Jerusalém; e fez o que era mau aos olhos do Senhor seu Deus.

6 Contra ele subiu Nabucodonozor, rei de Babilônia, e o amarrou com cadeias a fim de o levar para Babilônia.

7 Também alguns dos vasos da casa do Senhor levou Nabucodonozor para Babilônia, e pô-los no seu templo em Babilônia.

8 Ora, o restante dos atos de Jeoiaquim, e as abominações que praticou, e o que se achou contra ele, eis que estão escritos no livro dos reis de Israel e de Judá. E Joaquim, seu filho, reinou em seu lugar.

9 Tinha Joaquim oito anos quando começou a reinar, e reinou três meses e dez dias em Jerusalém; e fez o que era mau aos olhos do Senhor.

10 Na primavera seguinte o rei Nabucodonozor mandou que o levassem para Babilônia, juntamente com os vasos preciosos da casa do Senhor; e constituiu a Zedequias, irmão de Joaquim, rei sobre Judá e Jerusalém.

11 Tinha Zedequias vinte e um anos quando começou a reinar, e reinou onze anos em Jerusalém.

12 E fez o que era mau aos olhos do Senhor seu Deus: e não se humilhou perante o profeta Jeremias, que lhe falava da parte do Senhor.



216-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
JEREMIAS [25]

1 A palavra que veio a Jeremias acerca de todo o povo de Judá, no ano quarto de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá (que era o primeiro ano de Nabucodonozor, rei de Babilônia,


DANIEL [1]

1 No ano terceiro do reinado de Jeoiaquim, rei de Judá, veio Nabucodonozor, rei de Babilônia, a Jerusalém, e a sitiou.


6 Ora, entre eles se achavam, dos filhos de Judá, Daniel, Hananias, Misael e Azarias.
7 Mas o chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel, o de Beltessazar; a Hananias, o de Sadraque; a Misael, o de Mesaque; e a Azarias, o de Abednego.
DANIEL [2]

1 Ora no segundo ano do reinado de Nabucodonozor, teve este uns sonhos; e o seu espírito se perturbou, e passou-se-lhe o sono.


II REIS [24]

1 Nos seus dias subiu Nabucodonozor, rei de Babilônia, e Jeoiaquim ficou sendo seu servo por três anos; mas depois se rebelou contra ele.

6 Jeoiaquim dormiu com seus pais. E Joaquim, seu filho, reinou em seu lugar.

8 Tinha Joaquim dezoito anos quando começou a reinar e reinou três meses em Jerusalém. O nome de sua mãe era Neústa, filha de Elnatã, de Jerusalém.

9 Ele fez o que era mau aos olhos do Senhor, conforme tudo o que seu pai tinha feito.

10 Naquele tempo os servos de Nabucodonozor, rei de Babilônia, subiram contra Jerusalém, e a cidade foi sitiada.

11 E Nabucodonozor, rei de Babilônia, chegou diante da cidade quando já os seus servos a estavam sitiando.
Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-217
II REIS [24]

12 Então saiu Joaquim, rei de Judá, ao rei da Babilônia, ele, e sua mãe, e seus servos, e seus príncipes, e seus oficiais; e, no ano oitavo do seu reinado, o rei de Babilônia o levou preso.


II CRôNICAS [36]

1 O povo da terra tomou Jeoacaz, filho de Josias, e o constituiu rei em lugar de seu pai, em Jerusalém.

2 Tinha Jeoacaz vinte e três anos quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém.

3 Porquanto o rei do Egito o depôs em Jerusalém, e condenou a terra a pagar um tributo de cem talentos de prata e um talento de ouro.

4 Então o rei do Egito constituiu Eliaquim, irmão de Jeoacaz, rei sobre Judá e Jerusalém, e mudou-lhe o nome em Jeoiaquim; mas a seu irmão, Jeoacaz, Neco o tomou e o levou para o Egito.

5 Tinha Jeoiaquim vinte e cinco anos quando começou a reinar, e reinou onze anos em Jerusalém; e fez o que era mau aos olhos do Senhor seu Deus.

6 Contra ele subiu Nabucodonozor, rei de Babilônia, e o amarrou com cadeias a fim de o levar para Babilônia.

7 Também alguns dos vasos da casa do Senhor levou Nabucodonozor para Babilônia, e pô-los no seu templo em Babilônia.

8 Ora, o restante dos atos de Jeoiaquim, e as abominações que praticou, e o que se achou contra ele, eis que estão escritos no livro dos reis de Israel e de Judá. E Joaquim, seu filho, reinou em seu lugar.

9 Tinha Joaquim oito anos quando começou a reinar, e reinou três meses e dez dias em Jerusalém; e fez o que era mau aos olhos do Senhor.

10 Na primavera seguinte o rei Nabucodonozor mandou que o levassem para Babilônia, juntamente com os vasos preciosos da casa do Senhor; e constituiu a Zedequias, irmão de Joaquim, rei sobre Judá e Jerusalém.
218-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
II CRôNICAS [36]
11 Tinha Zedequias vinte e um anos quando começou a reinar, e reinou onze anos em Jerusalém.

12 E fez o que era mau aos olhos do Senhor seu Deus: e não se humilhou perante o profeta Jeremias, que lhe falava da parte do Senhor.

13 Também rebelou-se contra o rei Nabucodonozor, que o tinha ajuramentado por Deus. Mas endureceu a sua cerviz e se obstinou no seu coração, para não voltar ao Senhor, Deus de Israel.

18 E todos os vasos da casa de Deus, grandes e pequenos, os tesouros da casa do Senhor, e os tesouros do rei e dos seus príncipes, tudo levou para Babilônia.

19 Também queimaram a casa de Deus, derribaram os muros de Jerusalém, queimaram a fogo todos os seus palácios, e destruíram todos os seus vasos preciosos.

20 E aos que escaparam da espada, a esses levou para Babilônia; e se tornaram servos dele e de seus filhos, até o tempo do reino da Pérsia,

21 para se cumprir a palavra do Senhor proferida pela boca de Jeremias, até haver a terra gozado dos seus sábados; pois por todos os dias da desolação repousou, até que os setenta anos se cumpriram.

22 Ora, no primeiro ano de Ciro, rei da pérsia, para que se cumprisse a palavra do Senhor proferida pela boca de Jeremias, despertou o Senhor o espírito de Ciro, rei da Pérsia, de modo que ele fez proclamar por todo o seu reino, de viva voz e também por escrito, este decreto:

23 Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor Deus do céu me deu todos os reinos da terra, e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que é em Judá. Quem há entre vós de todo o seu povo suba, e o Senhor seu Deus seja com ele.


Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-219

II REIS [25]

1 E sucedeu que, ao nono ano do seu reinado, no décimo dia do décimo mês, Nabucodonozor, rei de Babilônia, veio contra Jerusalém com todo o seu exército, e se acampou contra ela; levantaram contra ela tranqueiras em redor.

2 E a cidade ficou sitiada até o décimo primeiro ano do rei Zedequias


6 Então prenderam o rei, e o fizeram subir a Ribla ao rei de Babilônia, o qual pronunciou sentença contra ele.

7 Degolaram os filhos de Zedequias à vista dele, vasaram-lhe os olhos, ataram-no com cadeias de bronze e o levaram para Babilônia.

8 Ora, no quinto mês, no sétimo dia do mês, no ano décimo nono de Nabucodonozor, rei de Babilônia, veio a Jerusalém Nebuzaradão, capitão da guarda, servo do rei de Babilônia;

9 e queimou a casa do Senhor e a casa do rei, como também todas as casas de Jerusalém; todas as casas de importância, ele as queimou.

10 E todo o exército dos caldeus, que estava com o capitão da guarda, derrubou os muros em redor de Jerusalém.

11 Então o resto do povo que havia ficado na cidade, e os que já se haviam rendido ao rei de babilônia, e o resto da multidão, Nebuzaradão, capitão da guarda, levou cativos.


II REIS [25]

27 Depois disso sucedeu que, no ano trinta e sete do cativeiro de Joaquim, rei de Judá, no dia vinte e sete do décimo segundo mês, Evil-Merodaque, rei de Babilônia, no ano em que começou a reinar, levantou a cabeça de Joaquim, rei de Judá, tirando-o da casa da prisão;



220-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo

JEREMIAS [52]

1 Era Zedequias da idade de vinte e um anos quando começou a reinar, e reinou onze anos em Jerusalém. O nome de sua mãe era Hamutal, filha de Jeremias, de Libna.

2 E fez o que era mau aos olhos do Senhor, conforme tudo o que fizera Jeoiaquim.

3 Pois por causa da ira do Senhor, chegou-se a tal ponto em Jerusalém e Judá que ele os lançou da sua presença. E Zedequias rebelou-se contra o rei de Babilônia.

4 No ano nono do seu reinado, no mês décimo, no décimo dia do mês, veio Nabucodonozor, rei de Babilônia, contra Jerusalém, ele e todo o seu exército, e se acamparam contra ela, e contra ela levantaram tranqueiras ao redor.

5 Assim esteve cercada a cidade, até o ano undécimo do rei Zedequias.

6 No quarto mês, aos nove do mês, a fome prevalecia na cidade, de tal modo que não havia pão para o povo da terra.

9 Prenderam o rei, e o fizeram subir ao rei de Babilônia a Ribla na terra de Hamate, o qual lhe pronunciou a sentença.

10 E o rei de Babilônia matou os filhos de Zedequias à sua vista; e também matou a todos os príncipes de Judá em Ribla.

11 E cegou os olhos a Zedequias; e o atou com cadeias; e o rei de Babilônia o levou para Babilônia, e o conservou na prisão até o dia da sua morte.

12 No quinto mês, no décimo dia do mês, que era o décimo nono ano do rei Nabucodonozor, rei de Babilônia, veio a Jerusalém Nebuzaradão, capitão da guarda, que assistia na presença do rei de Babilônia.

13 E queimou a casa do Senhor, e a casa do rei; como também a todas as casas de Jerusalém, todas as casas importantes, ele as incendiou.

14 E todo o exército dos caldeus, que estava com o capitão da guarda, derribou todos os muros que rodeavam Jerusalém.




Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-221
JEREMIAS [52]
15 E os mais pobres do povo, e o resto do povo que tinha ficado na cidade, e os desertores que se haviam passado para o rei de Babilônia, e o resto dos artífices, Nebuzaradão, capitão da guarda, levou-os cativos.

16 Mas dos mais pobres da terra Nebuzaradão, capitão da guarda, deixou ficar alguns, para serem vinhateiros e lavradores.

17 Os caldeus despedaçaram as colunas de bronze que estavam na casa do Senhor, e as bases, e o mar de bronze, que estavam na casa do Senhor, e levaram todo o bronze para Babilônia.

18 Também tomaram as caldeiras, as pás, as espevitadeiras, as bacias, as colheres, e todos os utensílios de bronze, com que se ministrava.

19 De igual modo o capitão da guarda levou os copos, os braseiros, as bacias, as caldeiras, os castiçais, as colheres, e as tigelas. O que era de ouro, levou como ouro, e o que era de prata, como prata.

20 Quanto às duas colunas, ao mar, e aos doze bois de bronze que estavam debaixo das bases, que fizera o rei Salomão para a casa do Senhor, o peso do bronze de todos estes vasos era incalculável.

21 Dessas colunas, a altura de cada um era de dezoito côvados; doze côvados era a medida da sua circunferência; e era a sua espessura de quatro dedos; e era oca.

22 E havia sobre ela um capitel de bronze; e a altura dum capitel era de cinco côvados, com uma rede e romãs sobre o capitel ao redor, tudo de bronze; e a segunda coluna tinha as mesmas coisas com as romãs.

23 E havia noventa e seis romãs aos lados; as romãs todas, sobre a rede ao redor eram cem.

24 Levou também o capitão da guarda a Seraías, o principal sacerdote, e a Sofonias, o segundo sacerdote, e os três guardas da porta;



222-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
JEREMIAS [52]
25 e da cidade levou um oficial que tinha a seu cargo os homens de guerra; e a sete homens dos que assistiam ao rei e que se achavam na cidade; como também o escrivão-mor do exército, que registrava o povo da terra; e mais sessenta homens do povo da terra que se achavam no meio da cidade.

26 Tomando-os pois Nebuzaradão, capitão da guarda, levou-os ao rei de Babilônia, a Ribla.

27 E o rei de Babilônia os feriu e os matou em Ribla, na terra de Hamate. Assim Judá foi levado cativo para fora da sua terra.

28 Este é o povo que Nabucodonozor levou cativo: no sétimo ano três mil e vinte e três judeus;

29 no ano décimo oitavo de Nabucodonozor, ele levou cativas de Jerusalém oitocentas e trinta e duas pessoas;

30 no ano vinte e três de Nabucodonozor, Nebuzaradão, capitão da guarda, levou cativas, dentre os judeus, setecentas e quarenta e cinco pessoas; todas as pessoas foram quatro mil e seiscentas.

31 No ano trigésimo sétimo do cativeiro de Joaquim, rei de Judá, no mês duodécimo, aos vinte e cinco do mês, Evil-Merodaque, rei de Babilônia, no primeiro ano do seu reinado, levantou a cabeça de Joaquim, rei de Judá, e o tirou do cárcere;

32 e falou com ele benignamente, e pôs o trono dele acima dos tronos dos reis que estavam com ele em Babilônia;


DANIEL [5]

1 O rei Belsazar deu um grande banquete a mil dos seus grandes, e bebeu vinho na presença dos mil.

2 Havendo Belsazar provado o vinho, mandou trazer os vasos de ouro e de prata que Nabucodonozor, seu pai, tinha tirado do templo que estava em Jerusalém, para que bebessem por eles o rei, e os seus grandes, as suas mulheres e concubinas.


223- Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
DANIEL [7]

1 No primeiro ano de Belsazar, rei de Babilônia, teve Daniel, na sua cama, um sonho e visões da sua cabeça. Então escreveu o sonho, e relatou a suma das coisas.


DANIEL [8]

1 No ano terceiro do reinado do rei Belsazar apareceu-me uma visão, a mim, Daniel, depois daquela que me apareceu no princípio.

2 E na visão que tive, parecia-me que eu estava na cidadela de Susã, na província de Elão; e conforme a visão, eu estava junto ao rio Ulai.
DANIEL 5

29 Então Belsazar deu ordem, e vestiram a Daniel de púrpura, puseram-lhe uma cadeia de ouro ao pescoço, e proclamaram a respeito dele que seria o terceiro em autoridade no reino.

30 Naquela mesma noite Belsazar, o rei dos caldeus, foi morto.

31 E Dario, o medo, recebeu o reino, tendo cerca de sessenta e dois anos de idade.


DANIEL [11]

1 Eu, pois, no primeiro ano de Dario, medo, levantei-me para o animar e fortalecer.


DANIEL [9]

1 No ano primeiro de Dario, filho de Assuero, da linhagem dos medos, o qual foi constituído rei sobre o reino dos caldeus.

2 no ano primeiro do seu reinado, eu, Daniel, entendi pelos livros que o número de anos, de que falara o Senhor ao profeta Jeremias, que haviam de durar as desolações de Jerusalém, era de setenta anos.
224-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo

AGEU [1]


1 No segundo ano do rei Dario, no sexto mês, no primeiro dia do mês, veio a palavra do Senhor, por intermédio do profeta Ageu, a Zorobabel, governador de Judá,

15 ao vigésimo quarto dia do sexto mês.


AGEU [2]

1 No segundo ano do rei Dario, no sétimo mês, ao vigésimo primeiro do mês, veio a palavra do Senhor por intermédio do profeta Ageu, dizendo:


ZACARIAS [1]

1 No oitavo mês do segundo ano de Dario veio a palavra do Senhor ao profeta Zacarias, filho de Berequias, filho de Ido, dizendo:


AGEU [2]

10 Ao vigésimo quarto dia do mês nono, no segundo ano de Dario, veio a palavra do Senhor ao profeta Ageu, dizendo:


7 Aos vinte e quatro dias do mês undécimo, que é o mês de sebate, no segundo ano de Dario, veio a palavra do Senhor ao profeta Zacarias, filho de Berequias, filho de Ido, dizendo:
ZACARIAS [7]

1 Aconteceu no ano quarto do rei Dario, que a palavra do Senhor veio a Zacarias, no dia quarto do nono mês, que é quisleu:


DANIEL 1

21 Assim Daniel continuou até o primeiro ano do rei Ciro.


Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-225

ESDRAS [1]

1 No primeiro ano de Ciro, rei da Pérsia, para que se cumprisse a palavra do Senhor proferida pela boca de Jeremias, despertou o Senhor o espírito de Ciro, rei da Pérsia, de modo que ele fez proclamar por todo o seu reino, de viva voz e também por escrito, este decreto:

2 Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor Deus do céu me deu todos os reinos da terra, e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que é em Judá.


7 Também o rei Ciro tirou os utensílios que pertenciam à casa do Senhor e que Nabucodonozor tinha trazido de Jerusalém e posto na casa de seus deuses.

8 Ciro, rei da Pérsia, tirou-os pela mão de Mitredate, o tesoureiro, que os entregou contados a Sesbazar, príncipe de Judá.

11 Todos os utensílios de ouro e de prata foram cinco mil e quatrocentos; todos estes levou Sesbazar, quando os do cativeiro foram conduzidos de Babilônia para Jerusalém.

ESDRAS 4


5 e assalariaram contra eles conselheiros para frustrarem o seu plano, por todos os dias de Ciro, rei da Pérsia, até o reinado de Dario, rei da Pérsia.

6 No reinado de Assuero, no princípio do seu reino, escreveram uma acusação contra os habitantes de Judá e de Jerusalém.

7 Também nos dias de Artaxerxes escreveram Bislão, Mitredate, Tabeel, e os companheiros destes, a Artaxerxes, rei da Pérsia; e a carta foi escrita em caracteres aramaicos, e traduzida na língua aramaica.
226-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo

ESDRAS 6


3 No primeiro ano do rei Ciro, o rei Ciro baixou um decreto com respeito à casa de Deus em Jerusalém: Seja edificada a casa, o lugar em que se oferecem sacrifícios, e sejam os seus fundamentos bem firmes; a sua altura será de sessenta côvados, e a sua largura de sessenta côvados,
14 Assim os anciãos dos judeus iam edificando e prosperando pela profecia de Ageu o profeta e de Zacarias, filho de Ido. Edificaram e acabaram a casa de acordo com o mandado do Deus de Israel, e de acordo com o decreto de Ciro, e de Dario, e de Artaxerxes, rei da Pérsia.

15 E acabou-se esta casa no terceiro dia do mês de Adar, no sexto ano do reinado do rei Dario.


ESDRAS 3

12 Muitos, porém, dos sacerdotes e dos levitas, e dos chefes das casas paternas, os idosos que tinham visto a primeira casa, choraram em altas vozes quando, a sua vista, foi lançado o fundamento desta casa; também muitos gritaram de júbilo;


AGEU [2]
9 A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos exércitos; e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos exércitos.

10 Ao vigésimo quarto dia do mês nono, no segundo ano de Dario, veio a palavra do Senhor ao profeta Ageu,



Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-227

ESDRAS [7]

1 Ora, depois destas coisas, no reinado de Artaxerxes, rei da Pérsia,
6 este Esdras subiu de Babilônia. E ele era escriba hábil na lei de Moisés, que o Senhor Deus de Israel tinha dado; e segundo a mão de Senhor seu Deus, que estava sobre ele, o rei lhe deu tudo quanto lhe pedira.

7 Também subiram a Jerusalém alguns dos filhos de Israel, dos sacerdotes, dos levitas, dos cantores, dos porteiros e dos netinins, no sétimo ano do rei Artaxerxes.

8 No quinto mês Esdras chegou a Jerusalém, no sétimo ano deste rei.
NEEMIAS 6
14 Também desde o dia em que fui nomeado seu governador na terra de Judá, desde o ano vinte, até ao ano trinta e dois do Rei Artaxerxes, doze anos, nem eu nem meus irmãos comemos pão do governador.
NEEMIAS 13
6 Mas durante tudo isto não estava eu em Jerusalém; porque no ano trinta e dois de Artaxerxes,


228-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo

Profeta do Cativeiro


EZEQUIEL [1]

1 Ora aconteceu no trigésimo ano, no quarto mês, no dia quinto do mês, que estando eu no meio dos cativos, junto ao rio Quebar, se abriram os céus, e eu tive visões de Deus.

2 No quinto dia do mês, já no quinto ano do cativeiro do rei Joaquim,
EZEQUIEL [8]

1 Sucedeu pois, no sexto ano, no mês sexto, no quinto dia do mês, estando eu assentado na minha casa, e os anciãos de Judá assentados diante de mim, que ali a mão do Senhor Deus caiu sobre mim.


EZEQUIEL [20]

1 Ora aconteceu, no sétimo ano, no mês quinto, aos dez do mês, que vieram alguns dos anciãos de Israel, para consultarem o Senhor; e assentaram-se diante de mim.


EZEQUIEL [24]

1 Demais veio a mim a palavra do Senhor, no ano nono, do décimo mês, aos dez do mês, dizendo:


EZEQUIEL [29]

1 No décimo ano, no décimo mês, no dia doze do mês, veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:


EZEQUIEL [26]

1 Ora sucedeu no undécimo ano, ao primeiro do mês, que veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:

7 Porque assim diz o Senhor Deus: Eis que eu trarei contra Tiro a Nabucodonozor, rei de Babilônia, desde o norte, o rei dos reis, com cavalos, e com carros, e com cavaleiros, sim, companhias e muito povo.
Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-229
EZEQUIEL [31]

1 Também sucedeu, no ano undécimo, no terceiro mês, ao primeiro do mês, que veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:


EZEQUIEL [33]

21 No ano duodécimo do nosso cativeiro, no décimo mês, aos cinco dias do mês, veio a mim um que tinha escapado de Jerusalém, dizendo: Caída está a cidade.


EZEQUIEL [32]

1 Sucedeu que, no ano duodécimo, no mês duodécimo, ao primeiro do mês, veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:


EZEQUIEL [32]

17 Também sucedeu que, no ano duodécimo, aos quinze do mês, veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:


EZEQUIEL [40]

1 No ano vinte e cinco do nosso cativeiro, no princípio do ano, no décimo dia do mês, no ano catorze depois que a cidade foi conquistada, naquele mesmo dia veio sobre mim a mão do Senhor,


EZEQUIEL [29]

17 E sucedeu que, no ano vinte e sete, no mês primeiro, no primeiro dia do mês, veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:

18 Filho do homem, Nabucodonozor, rei de Babilônia,
JEREMIAS [52]

31 No ano trigésimo sétimo do cativeiro de Joaquim, rei de Judá, no mês duodécimo, aos vinte e cinco do mês, Evil-Merodaque, rei de Babilônia, no primeiro ano do seu reinado, levantou a cabeça de Joaquim, rei de Judá, e o tirou do cárcere;



230-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo

JEREMIAS [27]

6 E agora eu entreguei todas estas terras na mão de Nabucodonozor, rei de Babilônia, meu servo; e ainda até os animais do campo lhe dei, para que o sirvam.

7 Todas as nações o servirão a ele, e a seu filho, e ao filho de seu filho, até que venha o tempo da sua própria terra; e então muitas nações e grandes reis se servirão dele.


DANIEL [5]

1 O rei Belsazar deu um grande banquete a mil dos seus grandes, e bebeu vinho na presença dos mil.

Daniel 5

2 Havendo Belsazar provado o vinho, mandou trazer os vasos de ouro e de prata que Nabucodonozor, seu pai, tinha tirado do templo que estava em Jerusalém, para que bebessem por eles o rei, e os seus grandes, as suas mulheres e concubinas.

Daniel 5

30 Naquela mesma noite Belsazar, o rei dos caldeus, foi morto.

31 E Dario, o medo, recebeu o reino, tendo cerca de sessenta e dois anos de idade.


Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-231

Sem a Bíblia Não Dá!

Não importa os avanços tecnológicos nem os arcaísmos, por quanto a palavra de Deus se aprende na Bíblia Sagrada.

Aprendemos muitas coisas, todos os dias, através de informações nos jornais, revistas, telejornais, nos rádios, mas a confirmação e a profundidade estão na Bíblia Sagrada, que é o livro dos livros, o mais vendido da face da terra.

Todo estudioso da palavra de Deus, deve ser um estudioso de Teologia. E o estudioso é aquele que perde o sono a noite diante da expectativa da chegada do dia, quando poderá por em prática o que leu, elaborou, criou, e apresentar a todos que gostam do assunto sobre Cronologia Bíblica.

Por isso, não há dúvida, que a dúvida já é coisa do passado, e este Sistema de Cronologia Bíblico é um presente para a geração do futuro.
O Autor


232-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo

Posfácio


Muitos são levados por diversos motivos e razão a escrever a História, mas o interessante de uma História é relatar os acontecimentos com exatidão quanto às datas dos fatos históricos.

Principalmente quando se trata de uma História tão importante, como a História dos Hebreus, relatada na Bíblia Sagrada, com riquezas de pormenores que é possível examinarmos e compararmos com aquilo que o historiador está narrando.

O meu objetivo não foi mostrar a minha própria eloqüência ou conquistar fama, mas sim após constatar que em alguns pontos o Historiador divergia das Escrituras Sagradas, isto me levou a contestá-lo, por que sou um amante da Palavra de Deus.

Não fiz parte da História como o Historiador fez, mas a História dos Hebreus faz parte da minha vida.


O Autor

Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo-233

Bibliografia

1. Bíblia de Referência Thompson, tradução de João Ferreira de Almeida, Edição Contemporânea, Frank Charles Thompson, D.D., PHD, Editora Vida - 1997;

2. Bíblia Católica, traduzida por Antonio Pereira de Figueiredo, segundo a Vulgata Latina, em Londres na Officina de SPOTTISWOODE e CIA, ano 1858;

3. Bíblia Sagrada, traduzida por João Ferreira de Almeida, sociedade bíblica Britannica e Estrangeira, Londres, Lisboa e Rio de Janeiro, 1931;

4. Bíblia Sagrada, traduzida em Português por João Ferreira de Almeida, sociedade bíblica do Brasil – Brasília / DF, 1969;

5. Bíblia Católica, Edição Pastoral, ano 1990, sociedade bíblica Católica internacional e Paulus;

6. Bíblia Sagrada Católica, tradução dos originais, mediante a versão dos Monges de Maredsous (Bélgica) Centro Bíblico Católico, 74ª Edição, revista por Frei João José Pedreira de Castro, Editora Ave Maria Ltda;

7. Bíblia Sagrada traduzida por João Ferreira de Almeida, Edição 1996, publicada por Alfalit Brasil, impresso em Suécia;

8. Bíblia Sagrada traduzida em Português por João Ferreira de Almeida, 2ª Edição, Sociedade Bíblica do Brasil - São Paulo, 1993;

9. Bíblia Sagrada com o logotipo da Policia Militar do Estado de São Paulo, traduzida por João Ferreira de Almeida, 2ª Edição, Sociedade Bíblica do Brasil;

10. Introdução Bíblica de J. Cabral – 7ª Edição, Editora Gráfica Universal, 1997;

234-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
11. O Mundo do Novo Testamento, James I. Packer, Editora Vida;

12. Revelação seu Grandioso Climax está Próximo!

13. Revista Chamada da Meia Noite, ano 28 número 11, Novembro 1997;

14. Revista Isto É, número 1673, de 24 de Outubro de 2001;

15. Revista Isto É, número 1440, de 07 de Maio de 1997;

16. Revista Super Interessante, Editora Abril, Dezembro de 1999, pág. 30 a 35;

17. Revista VEJA de 22 de Maio de 1996, pág. 48 e 49 - Papas que fizeram história;

18. História dos Hebreus, Flávio Josefo, Edições CPAD, ano 1990, 1ª Edição volume 1 e 3;

19. História do Hebreus, Flávio Josefo, Edições CPAD, ano 2001, Obra Completa.

20. Revista Galileu, nº 121, Edição Especial 10 anos, agosto de 2001.

21. Folha de São Paulo, Caderno Mais! de 14 de outubro de 2001.

22. Livro de história total 1, Brasil: Período Colonial, Editora Ática, 1998 – José Jobson Arruda.

23. http://br.geocities.com/analigia_s_francisco/15.html, Site da Dra Analígia S. Francisco, médica no Rio de Janeiro.

24. Guinness Book, 1975, pág. 79 – Cap 3 Longevidade.

25. Introdução Bíblica (Como a Bíblia chegou até nós) Normam Gisler e William Nix – Editora Vida.

26. A Bíblia de Jerusalém – Edição 1973 – Sociedade Bíblica Católica Internacional e Paulus.

27. A Bíblia Sagrada de João Ferreira de Almeida -11ª Impressão -1995 – Imprensa Bíblica Brasileira - JUERP

28. O Período Interbíblico – 400 Anos de Silêncio Profético – Enéas Tognini - 1.951.



29. Livro de Mórmon, página 49 à 52 Edição 1.995 , publicado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos .



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   59   60   61   62   63   64   65   66   67


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal