Fundação biblioteca nacional


-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo



Baixar 6.74 Mb.
Página7/67
Encontro29.07.2016
Tamanho6.74 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   67

22 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo

Jarede viveu 962 anos


Gênesis 5:20 E foram todos os dias de Jarede 962 anos, e morreu


Jarede tinha 162 anos quando nasceu seu filho Enoque

Gênesis 5:18 E viveu Jarede 162 anos e gerou a Enoque


Enoque viveu 365 anos

Gênesis 5:23 - E foram todos os dias de Enoque 365 anos


Enoque tinha 165 anos, quando nasceu seu filho Matusalém

Gênesis 5:21 Enoque viveu

65 anos e gerou Matusalém


Matusalém viveu 969 anos

Gênesis 5:27 – E foram todos os dias de Matusalém 969 anos


Matusalém tinha 187 anos quando nasceu seu filho Lameque

Gênesis 5:25 E viveu Matusalém 187 anos e gerou Lameque


Lameque viveu 777 anos

Gênesis 5:31 – E foram todos os dias de Lameque 777 anos


Lameque tinha 182 anos quando nasceu seu filho Noé

Gênesis 5:28-29 E viveu Lameque 182 anos e gerou um filho e chamou Noé


Noé viveu 950 anos


Gênesis 7:11 - No ano 600 de Noé, aconteceu o Dilúvio. Gênesis 9:28-29 - viveu Noé, depois do Dilúvio 350 anos e foram todos os dias de Noé 950 anos e morreu





  • Flávio Josefo – História dos Hebreus - Obra Completa - Livro Primeiro Cap. 3 – 12 - Pg. 51. Flavio Josefo era a base  da cronologia bíblica

* Flávio Josefo é referencial: Bíblia de referência Tompson, Editora Vida.
- Introdução Bíblica (Como a Bíblia chegou até nós) de Norman Geisler e William Nix, Editora Vida.
- Introdução Bíblica de J. Cabral, Editora Universal.
- A Bíblia de Jerusalém – Edição 1973 – Sociedade Bíblica Católica Internacional e Paulus;

- Referencial da Revista Super Interessante de dezembro de 1.999, Editora Abril



História dos Hebreus pela visão de Flavius Josephus - 23
Na essência de seus escritos, Josefo, em seus estudos diz que todos estes anos somam-se 2.256 anos até a morte de Noé, o que é mais um equivoco da sua parte, em fazer tal afirmação, pois pelo Sistema Cronológico da Bíblia se somarmos desde Adão até a morte de Noé, a soma perfaz 2.006 anos desde a Criação, portanto uma diferença de 250 anos da cronologia de Josefo para a Cronologia Bíblica.

Flávio Josefo na sua obra completa da Historia dos Hebreus, Livro Primeiro, cap. 6-20, pág. 55, diz que Abraão foi o décimo desde Noé, nasceu 292 anos depois do Dilúvio.

O Dilúvio foi no ano 1.656 data esta que você encontra na Bíblica Sagrada Católica, 74ª Edição, Revista por Frei João José Pedreira de Castro, Editora Ave Maria Ltda, de 1.991, na pág. 1594 – Genealogia Bíblica, escrito está:

Desde Adão até o Dilúvio terão transcorrido 1.656 anos, segundo a Bíblia Hebraica”.

Conferindo: 1.656 + 292 = 1948



Flávio Josefo estava correto, porque Abraão nasceu no ano de 1.948 desde a Criação, 292 anos após o Dilúvio conforme este precioso Sistema de Cronologia da Bíblia Sagrada.

Temos, outra matéria que foi publicada na Revista Super Interessante de dezembro de 1999, Editora Abril, pág. 34 - “que os hebreus afirmam computar os anos desde a Criação do Universo, este é o título da matéria que assinala que o Calendário judaico está no ano 5760 e foi calculado no século XI por Hain Gaon, um Rabino da Babilônia, atual Iraque. Gaon somou a duração da existência de vários personagens do Velho Testamento. Pelos seus cálculos passaram-se 1949 anos da Criação até o nascimento de Abraão, finaliza o texto.”



Elaboramos um breve enunciado dos descendentes desde Adão até Abraão:

24 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo


TABELA




PAIS

ANO DO NASCIMENTO

IDADE QUE

GEROU

FILHOS

Adão


1º dia da Criação

130

Sete

Sete

130

105

Enos

Enos

235

90

Cainã

Cainã

325

70

Maalalel

Maalalel

395

65

Jarede

Jarede

460

162

Enoque

Enoque

622

65

Matusalém

Matusalém

687

187

Lameque

Lameque

874

182

Noé

Noé


1056

500

Sem

Sem

1556

102

Arfaxade

Arfaxade

1658

35

Selá

Selá

1693

30

Héber

Héber

1723

34

Pelegue

Pelegue

1757

30

Reú

Reú

1787

32

Serugue

Serugue

1819

30

Naor

Naor

1849

29

Terá

Terá

1878

70

Abraão

Abraão


1948

1948 – soma total das idades

*****



Flávio Josefo diz no Livro Segundo, cap. 6 – 96:

Êxodo 12 – Os Israelitas saíram do Egito no mês xântico ou nizã, a quinze da lua, quatrocentos e trinta anos depois que Abraão, nosso pai, tinha vindo à terra de Canaã e duzentos e quinze anos depois que Jacó veio ao Egito. Moisés tinha então oitenta anos e Arão, seu irmão, oitenta e três.

Agora comparando com o Sistema de Cronologia da Bíblia Sagrada: Abraão tinha 75 anos quando Deus mandou ele
História dos Hebreus pela visão de Flavius Josephus - 25
sair da sua parentela, de Harã para terra de Canaã, conforme Gênesis, Cap. 12: 4, se Abraão nasceu no Ano 1948 desde a Criação, então quando tinha 75 anos de idade era o ano 2023 desde a Criação.

O Sistema de Cronologia mostra que a saída do povo do Egito foi no ano 2.668 desde a Criação. Se temos a data da saída do povo do Egito e a data de quando Abraão foi à Canaã, é só subtrairmos 2.668 – 2023, teremos um período de 645 anos do chamado de Abraão até a saída dos filhos de Israel do Egito, e não os 430 anos que alegou Josefo.

O Sistema de Cronologia mostra que a entrada do povo, Jacó com 70 pessoas, se deu no ano 2.238 desde a Criação, e que passados 430 anos da entrada, se somarmos 2.238 + 430, então obteremos 2.668, ano em que o povo saiu com mão forte, tirado por Moisés que tinha 80 anos, conforme Êxodo 3:2, e seu irmão Aarão tinha 83 anos, o que contradiz o historiador Josefo, que afirma passados 215 anos da chegada de Jacó ao Egito até a saída do povo.

Vejamos pelo Sistema de Cronologia que no ano 2.238 Jacó desceu para o Egito e que, se somarmos 2.238 + 215 dito por Josefo, seria o ano 2453 desde a Criação, 135 anos antes do nascimento de Moisés, portanto como poderia ter Moisés 80 anos, se ele não havia nascido. Josefo, equivocou-se nas duas datas que citou.

De acordo com o Livro de História dos Hebreus, Livro Primeiro, Capítulo 15-42, continua Josefo: “Isaque tinha mais ou menos 40 anos, quando Abraão pensou em casá-lo e lançou suas vistas sobre Rebeca, filha de Betuel, que era filho de Naor, seu irmão”.

O Sistema de Cronologia da Bíblia mostra que Isaque tinha exatamente 40 anos quando se casou com Rebeca no ano 2.088, o que é confirmado pelas Sagradas Escrituras, no livro de Gênesis 25:20 – “e era Isaque da idade de quarenta anos, quando tomou Rebeca, filha de Betuel, Arameu, irmã de Labão Arameu, por sua mulher”.


26 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
Temos no Capítulo 19-60, Livro Primeiro, pág.43 sobre a morte de Isaque, que Jacó não teve a consolação de encontrar Rebeca, sua mãe, ainda com vida e Isaque viveu muito pouco depois de seu regresso.

Esaú e Jacó o enterraram perto de Rebeca, em Hebrom, no túmulo destinado a toda a sua descendência.

Isaque, foi um homem tão ilustre em virtude, que mereceu que Deus cumulasse de bênçãos e não tomasse menos cuidados dele do que de Abraão, seu pai.

Viveu 185 anos, que então era uma longa idade; só teve e mereceu louvores em todo o curso de sua vida, a sua idade é contradita pela Bíblia Sagrada, Gênesis 35:28-29, que diz: “e foram os dias de Isaque 180 anos”, e não 185 anos como disse Josefo.

No Livro Oitavo, cap. 2 - 327, pág. 177, vol. 1 e na sua obra completa no Livro Oitavo, pág. 201, cap. 2 – 327, 5ª Edição – 2001:

I Reis 6 – “Estando assim preparada todas as coisas, o Rei Salomão começou a construir o Templo, no quarto ano de seu reinado e no segundo mês, que os macedônios chamam de Artemísio e os hebreus Jar (que é o mês de Abril), 592 anos depois da saída do Egito, 1020 anos depois que Abraão saiu da Mesopotâmia, para vir a terra de Canaã, 1440 anos depois do Dilúvio, 3102 anos desde a Criação do Mundo”.

A Bíblia Sagrada, traduzida por João Ferreira de Almeida, ano 1969, Editora Sociedade Bíblica do Brasil, na pág. 395, no Livro I Reis 6:1, diz: “e sucedeu que no ano de 480, depois de saírem os filhos de Israel do Egito, no ano quarto do reinado de Salomão sobre Israel, no mês de Zive (este é o mês segundo), começou a edificar a casa do Senhor”.

Josefo diz 592 anos depois da saída, Salomão começou a construir o Templo, a Bíblia diz 480 anos depois da saída, Salomão começou a construir o Templo, portanto uma diferença de 112 anos da data mencionada por Flávio Josefo.

Josefo diz 1020 anos depois que Abraão saíra da Mesopotâmia, para vir à terra de Canaã.

História dos Hebreus pela visão de Flavius Josephus - 27
Abraão tinha 75 anos quando saiu da Mesopotâmia para a terra de Canaã, nasceu no ano 1948 desde a Criação, e quando Abraão tinha 75 anos era o ano 2023, portanto se somarmos 1020 + 2023, teremos o ano 3043.

Salomão começou a reinar no ano 476 da saída do Egito, portanto era o ano 3144 desde a Criação, o seu primeiro ano de reinado, sendo que só começou a construção do Templo no quarto ano de seu reinado, que era o ano 3148.

Portanto se subtrairmos 3148 – 3043, teremos uma diferença de 105 anos.

Josefo diz que a construção do Templo se deu 1440 anos depois do Dilúvio.

O Dilúvio ocorreu no ano 1656, agora se somarmos 1656 + 1440, teremos o ano 3096, ano este que Saul era rei, reinou por um período de 40 anos, do ano 3065 a 3104, portanto 48 anos antes do reinado de Salomão, o que confirma novamente que ainda Salomão não havia nascido.

Josefo diz que Salomão construiu o Templo, 3102 anos desde a Criação.

Se observarmos o Sistema Cronológico, o ano 3102 era o 38º ano do rei Saul.

A afirmação que Josefo faz, sobre a construção do templo feita por Salomão, que segundo ele, o templo foi construído 3102 anos desde a criação, contradiz as Escrituras Sagradas no livro de I Crônicas Cap 22:5-6, quando Davi diz: Salomão, meu filho, ainda é moço e tenro e a casa que se há de edificar para o Senhor se há de fazer magnífica em excelência, para nome e glória em todas as terras, eu pois agora lhe prepararei materiais. Assim preparou Davi materiais em abundância, antes da sua morte.

Então chamou a Salomão seu filho, e lhes ordenou que edificasse uma casa ao Senhor Deus de Israel.

Sendo pois Davi já velho, e cheio de dias, fez a Salomão seu filho rei sobre Israel. I Crônicas 23:1.

28 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
Davi tinha setenta anos de idade, quando fez Salomão Rei de Jerusalém, começou Davi a reinar com trinta anos de idade e reinou quarenta anos e morreu. II Samuel 5:4.

Salomão começou a reinar no ano 476 da saída dos filhos de Israel do Egito, que era o ano 3144 desde a criação, sendo que no ano quarto do seu reinado, que era o ano 480 da saída do Egito, no mês de Zive (este é o mês segundo) no ano 3148 desde a criação, começou a edificar a casa do Senhor. I Reis 6:1.

No ano quarto se pôs o fundamento da casa do Senhor, no mês de Zive, e no ano undécimo, no mês Bul, que é o mês oitavo, e se acabou esta casa com todas as suas dependências e com tudo o que lhe convinha: e a edificou em sete anos. I Reis 6:37 – 38.

Porém a sua casa edificou Salomão em treze anos e acabou toda sua casa. I Reis 7:1.

E sucedeu ao cabo de vinte anos, nos quais Salomão edificou a casa do Senhor e a sua própria casa, terminando toda obra no ano 500 da saída do Egito, que era o ano 3168 desde a criação.

É necessário fazermos algumas considerações:

Considerando que Salomão começou seu reino após a morte de Davi, seu pai, no ano 476 da saída dos filhos de Israel do Egito, ano 3144 desde a criação;

Considerando que começou a construção do templo no quarto ano do seu reinado, que era o ano quatrocentos e oitenta da saída do Egito, ano 3148 desde a criação;

Considerando que terminou toda a obra da casa do Senhor em sete anos, no ano 487 da saída dos filhos de Israel do Egito que era o ano 3155 desde a criação;

Considerando que terminou toda a obra de sua casa em treze anos, do ano 487 ao ano 500 da saída dos filhos de Israel do Egito, que era o ano 3168 desde a criação, portanto um período de 20 anos desde o começo da construção até o término da obra.


História dos Hebreus pela visão de Flavius Josephus - 29
Após estas considerações, chegamos a conclusão de que a data citada por Flávio Josefo, como sendo o ano 3102 desde a criação, que Salomão construiu o templo, está com uma diferença de 46 anos da data real do início da construção do templo, e uma diferença de 53 anos da data real do término da construção do templo feita por Salomão.

No livro VIII, pág. 176, História dos Hebreus, existe uma Nota do Editor: em face desses estranhos procedimentos atribuídos a Salomão por Flávio Josefo, cabe-nos registrar que não os aceitamos como verdadeiros, por serem contrários aos ensinamentos bíblicos; o autor deve tê-los extraído de algum conjunto de tradições dos judeus, muitas vezes sujeitos a fantasias para dar-lhes maior colorido.

Há algo estranho, duvidoso, que tem que ser revisto, a reconstrução dos fatos bíblicos, não é uma pretensão egoísta, para retomarmos uma ciência sobre a Criação do Homem, num perfil de segurança sobre os períodos em que os fatos realmente sucederam-se.

Vejamos o que diz o ilustríssimo jornalista brasileiro que é citado no Guinness Book, 1995, Cid Moreira, no seu Disk-Compact – CD, volume 1, As Mais Belas Histórias da Bíblia:

“Antes de nós, milhões de pessoas procuraram na Bíblia o sentido para a vida. E o que é melhor, encontraram nela tudo o que procuravam, talvez seja importante parar e pensar porque este livro fascina tanta gente, em tantos lugares, em épocas diferentes, é porque este livro possui um segredo muito importante, para descobrir este segredo é preciso conhecer a Bíblia e acreditar que ela é a palavra de Deus. Toda palavra tem a força e o valor de quem a pronuncia, se a palavra humana pode errar e enganar, a palavra de Deus não erra, não engana, ela é sustentáculo seguro para quem nela se agarra, pois é através da sua palavra que Deus responde as perguntas do nosso coração. A palavra de Deus é viva e eficaz.”


30-Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
CONFIA NO SENHOR DE TODO O TEU CORAÇÃO,

E NÃO TE ESTRIBES

NO TEU PRÓPRIO ENTENDIMENTO.
PROVÉRBIOS 3, 5

4



CARBONO – 14
E O
CARBONO – BÍBLICO

Na Bíblia de referência Thompson, com versículos em cadeia temática, Editora Vida, 1997, na página 1538, suplemento arqueológico encontramos:

“Jericó, a primeira cidade conquistada pelos israe­litas sob o comando de Josué, é agora um montículo de três hectares chamado Tell es-Sultão, localizado ao lado do abun­dante manancial conhecido como Fonte de Eliseu.

O montículo foi escavado por Charles Warren (1868), Ernst Sellím (1907-11), John Garstang (1929-36) e a senhorita Kathleen Kenyon (1952-58).

O primeiro escavador concentrou sua atenção tão somente no montículo, enquanto o segundo realizou descobertas sufi­cientes para despertar um grande interesse geral. Mais tarde Garstang desenterrou partes de quatro cidades que tinham existido sucessivamente no lugar desde o ano 3000 a.C.. Ao escavar até a base do montículo, encontrou vestígios de civilizações de uma Antigüidade extraordinária, as mais antigas que se têm encontrado na Palestina até hoje.




32 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
O quarto nível de ocupação, o qual Garstang denominou “cidade D", adquiriu uma importância primordial para os estudiosos e historiadores da Bíblia, assim como para os arqueólogos, os quais haviam discutido freqüentemente sobre a data do êxodo israelita do Egito e a sua subseqüente entrada na Palestina.

Os eruditos discordavam em dois séculos ou mais em seus cálculos ao datar esse acontecimento. Jericó era o lugar onde a dúvida podia ser estudada mais a fundo.

Garstang não êxitou em datar a queda da cidade em torno de 1400 a.C., identificando–a como a cidade Cananéia de Jericó, que caiu nas mãos dos Israelitas comandados por Josué.

Desejando ser o mais cuidadoso possível, e agindo como um verdadeiro cientista, Garstang consultou três dos princi­pais arqueólogos e especialistas em alvenaria em toda a Pales­tina: Pere Vincent, Clarence S. Fisher e Alan Rowe. Quando estas autoridades examinaram detidamente e em separado a cerâmica, as ruínas carbonizadas e os muros caídos, assinaram declarações junto com Garstang confirmando a data de 1400 a.C.. Esta data concorda com a cronologia que aparece em I Reis 6:1.

O reinado de Salomão começou provavelmente em torno de 961 a.C.. Se esta data é correta, o quarto ano de seu reinado seria aproximadamente o ano de 957. Somando-se 480 anos, 1437 é a data mais provável da saída dos israelitas do Egito. Se levarmos em conta os 40 anos que os israelitas passaram errantes no deserto, chegamos à data de 1397 a.C. para a destruição de Jericó; e isto está claramente dentro dos limites de Garstang.

Todavia, estas descobertas e as interpretações que se lhes têm dado não satisfizeram a alguns pesquisadores, porque estes não podiam encontrar lugar em suas mentes para uma Jericó que se ajustasse tanto ao registro bíblico.

Durante quase dois decênios houve constante oposição às conclusões de Garstang, e foram exercidas pressões para que se reexaminasse Jericó.

Carbono – 14 e o Carbono – Bíblico - 33
Este desejo foi satisfeito no princípio de 1952, quando uma expedição conjunta da Escola Britânica de Arqueologia, o Fundo de Exploração da Palestina, as Escolas Americanas de Investigação Oriental e o Departamento de Antiguidades do Jordão, começaram a escavar novamente em Jericó, sob a direção da senhorita Kathleen Kenyon.

A análise da cidade mais antiga com carbono-14 resultou em datas diferentes: ± 5850, 6250 e 6800 a.C.. Testes realizados posteriormente deram como resultado datas ainda mais anteriores, como ± 7705, 7800, e inclusive 8350 a.C..

Para a segunda cidade, as provas de carvão radioativo deram como datas 5820 e 6880.

Outros testes produziram ainda outras datas diferentes. As grandes variações entre os resultados destes testes resultaram em que muitos passaram a considerá-los não­ confiáveis.

Quando insinuaram que as datas dos testes tinham se mostrado demasiado antigas, a senhorita Kenyon comentou "As etapas entre estas e 3000 a.C. [a próxima ocupação] se estendem até um grau inquietante. "Além do mais, acrescen­tou: "Com o nosso conhecimento atual, a datação com Carbo­no-14 deve ser empregada com precaução, já que sua confiabilidade tem que ser submetida à prova de uma experi­ência mais completa. Todavia, a cidade de Jericó será chamada freqüentemente de 'a cidade mais antiga do mundo', mas para os eruditos mais precavidos, a verdadeira idade da Jericó pré-histórica permanecerá indeterminada."

Durante essa fase das escavações da senhorita Kenyon, alguns daqueles pesquisadores insatisfeitos com as interpretações do professor Garstang interrogaram-na quanto a interpretação de seus achados. Em particular, desejavam conhecer o que ela pensava sobre os muros caídos. Ela lhes declarou que Garstang havia identificado erroneamente os muros de Jericó, pois o muro interior correspondia à Idade do Bronze primitiva, uns 2300-2200 a.C..


34 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
Imediatamente se espalhou a notícia de que Garstang havia identificado erroneamente os muros caídos de Jericó, e que o método estratigráfico da senhorita Kenyon tinha refutado Garstang, pois não fora encontrado nenhum resto da Idade do Bronze tardia, e, portanto, não teria existido nenhuma cidade que Josué pudesse capturar. "Os muros", citava o informe, "eram pelo menos mil anos mais antigos do que Garstang os havia datado". Ou, como indicava um informe característico:

"Agora se sabe que os muros caídos que Garstang encontrou são mil anos demasiadamente mais antigos para poderem estar associados com o ataque de Josué."”

É necessário fazermos algumas considerações sobre a matéria suplemento arqueológico:

Considerando que Josué assumiu o comando após a morte de Moisés, conforme o livro de Josué 1:1-2.

Considerando que o sistema de cronologia bíblico nos mostra que Moisés morreu com 120 anos, no ano 2708 desde a criação, no mês undécimo, e que os filhos de Israel prantearam 30 dias nas campinas de Moabe: e os dias de pranto do luto se cumpriram – Josué 4:17, e deu Josué ordem aos sacerdotes dizendo: sobe ao Jordão.

Josué 4:19 - Subiu, pois, o povo do Jordão no dia dez do mês primeiro do ano 2709 desde a criação; e alojaram-se em Gilgal, do lado oriental de Jericó.

Josué 5:10 - Estando, pois, os filhos de Israel acampados em Gilgal, celebraram a Páscoa no dia catorze do mês, à tarde, nas campinas de Jericó.

Josué 5:13-15 - Estando Josué ao pé de Jericó, levantou os olhos e olhou; eis que se achava em pé diante dele um homem que trazia na mão uma espada nua; chegou-se Josué a ele e disse-lhe: És tu dos nossos ou dos nossos adversários?

Respondeu ele: Não; sou príncipe do exército do Senhor e acabo de chegar. Então, Josué se prostrou com o rosto em terra, e o adorou, e disse-lhe: Que diz meu senhor ao seu servo?

Carbono – 14 e o Carbono – Bíblico - 35
Respondeu o príncipe do exército do Senhor a Josué: Descalça as sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é santo. E fez Josué assim.

Josué 6:1-4 - Ora, Jericó estava rigorosamente fechada por causa dos filhos de Israel; ninguém saía, nem entrava.

Então, disse o SENHOR a Josué: Olha, entreguei na tua mão Jericó, o seu rei e os seus valentes.

Vós, pois, todos os homens de guerra, rodeareis a cidade, cercando-a uma vez; assim fareis por seis dias.

Sete sacerdotes levarão sete trombetas de chifre de carneiro adiante da arca; no sétimo dia, rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as trombetas.

Josué 6:11-12 - Assim, a arca do SENHOR rodeou a cidade, contornando-a uma vez. Entraram no arraial e ali pernoitaram.

Levantando-se Josué de madrugada, os sacerdotes levaram, de novo, a arca do SENHOR.

Josué 6:14-17 - No segundo dia, rodearam, outra vez, a cidade e tornaram para o arraial; e assim fizeram por seis dias.

No sétimo dia, madrugaram ao subir da alva e, da mesma sorte, rodearam a cidade sete vezes; somente naquele dia rodearam a cidade sete vezes.

E sucedeu que, na sétima vez, quando os sacerdotes tocavam as trombetas, disse Josué ao povo: Gritai, porque o Senhor vos entregou a cidade!

Porém a cidade será condenada, ela e tudo quanto nela houver; somente viverá Raabe, a prostituta, e todos os que estiverem com ela em casa, porquanto escondeu os mensageiros que enviamos.

Josué 6:20-24 - Gritou, pois, o povo, e os sacerdotes tocaram as trombetas. Tendo ouvido o povo o sonido da trombeta e levantado grande grito, ruíram as muralhas, e o povo subiu à cidade, cada qual em frente de si, e a tomaram.




36 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
Tudo quanto na cidade havia destruíram totalmente a fio de espada, tanto homens como mulheres, tanto meninos como velhos, também bois, ovelhas e jumentos.

Então, disse Josué aos dois homens que espiaram a terra: Entrai na casa da mulher prostituta e tirai-a de lá com tudo quanto tiver, como lhe jurastes.

Então, entraram os jovens, os espias, e tiraram Raabe, e seu pai, e sua mãe, e seus irmãos, e tudo quanto tinha; tiraram também toda a sua parentela e os acamparam fora do arraial de Israel.

Porém a cidade e tudo quanto havia nela, queimaram-no; tão-somente a prata, o ouro e os utensílios de bronze e de ferro deram para o tesouro da Casa do Senhor.

Portanto concluímos que o ano 2709 desde a criação é o ano 1019 a.C..

Se tomarmos por base o calendário Hebraico que está no ano 5762 que equivale ao nosso ano 2001.

Se subtrairmos o ano do nascimento de Jesus, 3728 – 2709, teremos o ano 1019 a.C..

A própria Escritura traz a resposta para os cientistas, historiadores e arqueólogos, com datas exatas, afirmando que a cidade e tudo quanto nela havia, queimaram-no a fogo, bem como o muro foi derrubado no ano 2709 desde a criação, que convertido em antes de Cristo é o ano exato de 1019 a.C., portanto as autoridades da época que examinaram a cerâmica e as ruínas carbonizadas e os muros caídos, assinaram declarações junto a Garstang, confirmando a data de 1400 a.C..

O que é preciso rever esta afirmação, pois esta data não concorda com a cronologia bíblica que aparece em I Reis 6:1.

Carbono – 14 e o Carbono – Bíblico - 37
“Garstang, afirmou também que Salomão reinou provavelmente em torno do ano 961 a.C., se esta data é correta, o quarto ano do seu reinado seria aproximadamente o ano 957. Somando-se 480 anos, 1437 é a data mais provável da saída dos israelitas do Egito. Se levarmos em conta os quarenta anos que os israelitas passaram errantes no deserto, chegamos a data de 1397 a.C. para a destruição de Jericó; e isso esta claramente dentro dos limites.”

Se considerarmos o que está escrito I Reis Cap 6:1 - No ano quatrocentos e oitenta, depois de saírem os filhos de Israel do Egito, no ano quarto do reinado de Salomão, no mês de zive (este é o mês segundo), começou a edificar a Casa do Senhor.

A saída dos filhos de Israel foi no ano 2668 desde a criação, conforme o sistema de cronologia bíblico, e se somarmos 2668 + 480 teremos o ano 3148 desde a criação, que era o quarto ano do reinado de Salomão e o ano 580 a.C., se convertermos 3728 – 3148 = 580 a.C., portanto seus cálculos estão com uma diferença de 381 anos, mais de três séculos da verdadeira história.

“Garstang, diz que 1437 é a data mais provável da saída dos israelitas do Egito.”

Se temos a data exata da saída do Egito, o ano 2668, que é o ano 1060 a.C., e a data dita por Garstang 1437, é só subtrairmos (1437 – 1060 = 337) obteremos a diferença de 337 anos da cronologia bíblica, o que dá um erro de mais de três séculos.

Durante quase dois decênios houve constante oposição as conclusões de Garstang, e foram exercidas pressões para que se reexaminasse Jericó.

E uma expedição britânica de arqueologia, fez uma análise da cidade mais antiga com carbono – 14, resultou em datas diferentes ± 5850, 6250, 6800, 7705, 7800, 8350, 5820 e 6880 a.C..

38 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
O curioso é que quiseram que a cidade fosse a mais antiga, que não êxitaram em colocar datas que tornasse a mais antiga, mas o que eles não sabiam é que com um verdadeiro sistema de cronologia bíblico que mostra datas exatas desde a criação do mundo com o primeiro homem criado por Deus, o qual chamou de Adão, foi há 5766 anos atrás.

E se verificarmos todas as datas do carbono – 14, extrapolam o ano 5766 da criação de Adão.

O que teria acontecido com o carbono – 14?

5







ESBOÇO HISTÓRICO DA HUMANIDADE
EM ORDEM CRONOLÓGICA

Na perspectiva dos antigos, a história é uma sucessão de gerações, de modo que contar a história, é contar a história das famílias.

Notemos que a geração humana transmite para cada novo ser humano a originalidade com que Deus criou Adão: à Sua própria imagem e semelhança.

Para o Antigo testamento, ser feliz é viver bastante.

Salientando a idade, o texto quer mostrar o seguinte: à medida que o mal cresce, o homem é menos feliz, ou seja, vive menos; antes do Dilúvio, viveram de setecentos a novecentos e sessenta e nove anos; depois do Dilúvio, viveram de duzentos a seiscentos anos; à partir de Abraão, viveram de cem a duzentos anos.

No livro de Salmos, Cap. 90:9-10, está escrito:

“Pois todos os nossos dias vão passando na tua indignação; acabam-se os nossos anos como um conto ligeiro.

A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente, e nós voamos.”



40 -Cronologia Bíblica Comentada com datas exatas desde a criação do Mundo
Gênesis 6:3  
Então disse o Senhor: Não permanecerá o meu Espírito para sempre com o homem, pois este é mortal; os seus dias serão cento e vinte anos.
Guinness Book 1995
O livro dos Recordes
Página 79 – Longevidade no Japão 120 anos


Recordes Nacionais de Longevidade Autêntica


Estamos mostrando que a ordem cronológica desde a criação de Adão, Noé, o Dilúvio, os patriarcas Abraão, Isaque, Jacó, José, a entrada no Egito, por onde permaneceram um período de quatrocentos e trinta anos, o nascimento de Moisés, Saída do Povo do Egito, por onde andaram um período de quarenta anos no deserto, no início da conquista de Canaã, período dos Juízes, os Reinados desde Saul, Davi, Salomão, que construiu o templo e todos os seus sucessores até o rei Joaquim, quando foi levado cativo por setenta anos, até o 1º ano do Rei Ciro.

Passamos pelo Rei Dario, Rei Assuero, Rei Artaxerxes, Rei Herodes e o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, o Rei Jesus.



Esboço histórico da humanidade em ordem cronológica - 41
Há cinco mil setecentos e sessenta e seis anos, Deus criou o primeiro Homem, e pôs o nome de Adão, o qual viveu cento e trinta anos e gerou um filho à sua semelhança, conforme à sua imagem, e chamou o seu nome Sete. e foram os dias de Adão, depois que gerou Sete, mais oitocentos anos: e gerou filhos e filhas, e foram todos os seus dias novecentos e trinta anos e morreu no ano 930 desde a criação - “Gên Cap 5:1-5”.

Adão



1º Dia
da Criação

130

235

325

395

460

622

687

874


+
800

930



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   67


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal