Fundação Dr. Agostinho Albano Almeida, foi o vencedor Valorlis premeia Presépios Reciclados 2013



Baixar 7.69 Kb.
Encontro25.07.2016
Tamanho7.69 Kb.



Fundação Dr. Agostinho Albano Almeida, foi o vencedor
Valorlis premeia Presépios Reciclados 2013
A Valorlis premiou, numa cerimónia realizada dia 24 de janeiro, a instituição vencedora do Concurso Presépios Reciclados, realizado pelo sétimo ano consecutivo. Os presépios a concurso foram construídos pelos utentes dos lares de idosos e centros de dia dos municípios da área de intervenção da Valorlis, Leiria, Batalha, Porto de Mós, Pombal, Marinha Grande e Ourém tendo participado 11 instituições. O grande vencedor foi a Fundação Dr. Agostinho Albano Almeida, de Ourém.
Neste concurso, idealizado com o objetivo de sensibilizar a população para a reciclagem e reaproveitamento de materiais, todos os presépios foram construídos com materiais recicláveis, como papel, cartão, vidro, plástico ou metal aliando também uma forte componente social e recreativa de ocupação de tempos livres. Os trabalhos recebidos revelaram elevada qualidade e originalidade e estiveram em exposição na sede da Valorlis, onde foram visitados por dezenas de pessoas, entre utentes das instituições e público em geral.
A cerimónia de entrega do prémio ao lar vencedor, contou com a presença de Miguel Aranda da Silva, administrador-delegado da Valorlis, que agradeceu a participação de todos e ofereceu o prémio pelo trabalho realizado, seis pedaleiras de reabilitação e uma sessão de ginástica de fisioterapia dinamizada pela fisioterapeuta Céu Santos.

Esta atividade animou a tarde dos utentes, permitindo conciliar melodias de outros tempos à prática de exercício físico onde os sorrisos e boa disposição foram uma constante.


Este ano, devido à qualidade dos trabalhos apresentados a concurso, a Valorlis ofereceu uma Menção Honrosa, destacando a originalidade do presépio elaborado pela Residencial XXI da Santa Casa da Misericórdia de Leiria. Os utentes do lar realizaram uma visita guiada à Valorlis e receberam das mãos do administrador-delegado, um certificado e sacos da separação.
“Ao longo destes sete anos do concurso as instituições ainda nos conseguem surpreender pela originalidade dos projetos e pela capacidade que as pessoas têm de ver um grande potencial nas coisas mais simples, o que nos deixa motivados para continuar a apostar nestas iniciativas”, salienta Miguel Aranda da Silva.
Em anexo:

Fotografias (…)


Ficamos à disposição para quaisquer informações adicionais.

Valorlis:

Tel. 244 575 540 ; valorlis@valorlis.pt



Distribuído por Valorlis a 28 de janeiro de 2014



Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal