Fundação Fraternidade Franciscana da Divina Providência



Baixar 37.98 Kb.
Encontro21.07.2016
Tamanho37.98 Kb.

Fundação



Fraternidade Franciscana da Divina Providência

Registo Nº 17/DNRN-MJ/13/2009









Perfil institucional, jurídico e histórico

Novembro de 2013



Fundação Fraternidade Franciscana da Divina Providência

Registo Nº 17/DNRN-MJ/13/2009



A Fundação Fraternidade Franciscana da Divina Providência deve a sua origem à Congregação Portuguesa Fraternidade Franciscana da Divina Providência, originária de Portugal, mais concretamente de Fátima, onde já aí desenvolvem um importante trabalho social paralelo à sua actividade religiosa.
Abril de 2002 marca o inicio da actividade missionária desta Congregação, com a chegada das primeiras 3 Irmãs a Timor, mais concretamente ao enclave de Oe-cusse, uma região particularmente isolada e pobre de Timor-Leste. Desde então, e partindo do nada, têm vindo a desenvolver um trabalho de referência em prol desta comunidade traduzido em diversos projetos. Um dos mais importantes e emblemáticos foi o projeto “Uma casa para o Enclave”, financiado por diversas entidades e particulares, a mais significativa o Instituto Português para a Habitação através da Fundação D. Ximenes Belo. Ao abrigo deste projeto foram até ao momento construídas em todo o território de Oe-cusse 144 casas destinadas a famílias carenciadas e atingidas pela lepra e tuberculose.
Ao longo deste tempo as Irmãs têm vindo a desenvolver o Centro Social de Nossa Senhora de Fátima de Padiae como base do seu trabalho missionário em Oe-cusse. A realidade deste Centro Social está bem patente para qualquer visitante: um ATL que diariamente cuida, alimenta e educa 170 crianças e jovens; cursos de formação profissional com formadores dedicados como sejam os de corte, costura, bordados e informática; tudo isto apoiado por uma série de infraestruturas como sejam uma sala de informática completamente equipada, sala de corte e costura, sala de jogos e audiovisuais, biblioteca, duas salas de aulas, uma cozinha, um autocarro escolar, para nomear as mais relevantes.
Para que tudo isto se possa materializar, o continuado apoio da Congregação em Portugal é vital, com a doação gratuita e abnegada das irmãs missionárias e apoios materiais. Não menos decisivo foi a assinatura de um protocolo com a Cooperação Portuguesa - Ministério do Trabalho e Segurança Social em Março de 2006, em articulação com o Ministério do Trabalho e da Reinserção Comunitária de Timor Leste. Através deste protocolo foi possível garantir uma melhor sustentabilidade dos nossos projetos, nomeadamente o do apadrinhamento de crianças, reforçando assim o programa da Associação Portuguesa Tane Timor. Este programa também é significativamente apoiado pela Escola Europeia de Bruxelas e diversos particulares.


Perfil institucional
A Fundação Fraternidade Franciscana da Divina Providência tem a sua sede na Aldeia de Padiae, distrito de Oe-cusse, subdistrito de Pante-Macassar, suco de Lalisuc, Timor Leste.
Na prossecução das suas atividades, a Fundação facilita e promove o trabalho apostólico e social, nomeadamente o constante do artº 4º e 5º dos seus estatutos.
O seu âmbito de ação abrange o Distrito de Oe-cusse, podendo criar delegações ou quaisquer outras formas de representação no território Timorense, onde for julgado conveniente para a prossecução dos seus fins conforme o artº 3º dos seus estatutos.
Perfil jurídico
A Fundação Fraternidade Franciscana da Divina Providência tem a sua sede na Aldeia de Padiae, distrito de Oe-cusse, subdistrito de Pante-Macassar, suco de Lalisuc, Timor Leste e encontra-se registada no Ministério do Plano e Finanças e Serviços de Impostos de Timor-Leste, com o TIN nº 5001801 no dia 29 de Maio de 2002. Encontra-se registada como Pessoa Coletiva Estrangeira na Direção Nacional de Registos e Notariado do Ministério da Justiça com o nº 17/DNRN-MJ 13/2009, cumprindo o previsto no artigo 54º do decreto-lei nº 5/2005 de 3 Agosto sobre pessoas coletivas sem fins lucrativos.
Trabalho Apostólico e missionário
As Irmãs colaboram diretamente na pastoral em articulação com todos os programas da Paróquia: catequeses a diversos grupos categoriais, celebração da Palavra, comunhão dos doentes, entre outras atividades.

Principais projetos desenvolvidos até à data:



  • Campo de jogos num País recém-nascido” - 2002 / Janeiro 2003

Construção de um campo de vólei e basquete em Padiae.


Projeto de construção de habitação social para famílias pobres e/ou atingidas pelo flagelo da lepra e tuberculose. Até 2013 já se construíram 144 casas, em todo o território do Oe-Cusse desde Sacato, Oesilo, Oe-Lulan, Naimeco, Bimelo, Passabe, Maquelab, e todos os bairros da Estação Missionária de Padiae.
- Curso de Informática aberto à comunidade em geral, nos programas de Word e Excel. Iniciado em 2007, com o apoio da Cooperação Portuguesa até ao presente, 2013. Ambos os cursos são diários e contam com formadores a tempo inteiro. Cerca de 700 jovens e adultos já fizeram esta formação, e iniciação às novas tecnologias.


  • Formação Profissional para a Promoção Social e Humana” – 2004 / Presente

Curso de Costura, Cursos de Aperfeiçoamento, Bordados desfiados e Ponto cruz. Em 2003 a 2004 fizemos um ano de curso que atingiu cerca de 100 pessoas. Em 2006 prosseguimos a Formação Profissional apoiada pela Cooperação Portuguesa, no Centro de Formação Profissional em Padiae, implementando-se posteriormente em Baqui, Oe-Silo, Oelulan. Aproximadamente umas 500 senhoras e jovens fizeram estes cursos de formação, o que tem contribuído para a criação do próprio emprego.
- Cuidados Primários de Saúde e Prevenção – Muitas vezes fazendo serviço de urgência ao Hospital Referal de Oe-C usse.


  • Alfaiataria” – 2005 e 2010 / Presente

Cooperativa de Senhoras cuja criação, confeção e comercialização de fardas escolares e outras peças de vestuário cumpre o objetivo de criação do próprio emprego. A Alfaiataria Fitun Loro S’ae, que emprega 9 senhoras e jovens e a Alfaiataria Fitun Dader com 6 pessoas. Confecionam fardas para as Escolas e outros trabalhos. Estão a dar cobertuura a Escola Básica e Secundária de Santo António, Escola de Padiae, Escola Primária de Noapai, Escola Agricola, Escola de Referência, Oe-Cusse, em processo Escola básica de Oelcaem, e outras Escolas que particularmente procuram serviços.



  • Apadrinhamento de uma Criança” - Outubro 2003 / Presente

Iniciámos este projeto em 2003, com 37 crianças órfãos, que não tinham possibilidades de frequentar a Escola Básica. Tendo evoluído progressivamente chegando a atingir o número de 190 em 2010. Atualmente, 2013 reduzimos para 150, com o objetivo de melhorar a qualidade dos serviços prestados.

Permite que sejam diariamente alimentadas crianças e jovens frequentadoras do ATL do Centro Social de Nossa senhora de Fátima de Padiae. Facilita que estas crianças possam ir à escola, que sejam acompanhadas, educadas e cuidadas. Crianças estas na sua maioria órfãos, ou de famílias muito carenciadas.

- Atualmente Temos 6 jovens Universitários, que entraram para a UNTL e 5 dos quais já ganharam bolsa de Estudo para estudar no Brasil e Portugal. Diga-se que eram crianças que não tinha possibilidades de ir além de uma escolaridade primária ou Básica.


  • Melhoramentos e reabilitação de espaços do Centro Social” - 2005




  • Projeto de recuperação e gestão da Escola Católica de Padiae” - 2010

Durante ano letivo de 2010 a FFFDP desenvolveu diversas ações na Escola Católica de Padiae, resolvendo algumas das deficiências mais imediatas a nível de infraestruturas e procurando também aplicar os recursos e experiência adquirida pelas Irmãs na área da educação e formação.


Projeto de reflorestação e desenvolvimento rural patrocinado pela Presidência de Timor-Leste ao abrigo do Programa Especial de Luta Contra a Pobreza. Foram reflorestados 9 hectares, da terra da missão; Estação Missionária de Padiae, com teka, mogno, sândalo…



  • Construção de Cozinha e Dispensa para a Escola Católica de Padiae” – 2012

Substituição da atual “cozinha” ao ar livre da Escola Católica de Padiae por uma estrutura digna e funcional. Projeto financiado pelos pais e alunos da Escola Portuguesa de Bruxelas, Comunidade Cristã de Ixelles e 3 amigos particulares da Austrália.


  • Projeto de Desenvolvimento Rural LUPADE – Oe-cusse – 2012

Reflorestação de 3 Hectares da terra da Missão, Criação de uma quinta pedagógica, galinheiro. Projeto com a duração de 18 meses, patrocinado pela Presidência de Timor-Leste e financiado pela AECID (Cooperação Espanhola).
Criação de um salão de Cabeleireiro e formação a um grupo de 8 pessoas, com o objetivo de criar postos de trabalho. A quinta pedagógica orientada por Engenheiros agrónomos e outros funcionários tem a colaboração direta das crianças do Centro Social de Nossa Senhora de Fátima de Padiae.

- Construção de um armazém para a quinta pedagógica,



- Construção de um edíficio para uma sala de Costura e Formação Profissional apoiada pelo mesmo projeto Lupade.
Todos estes projetos são paralelos à atividade centralizadora e continuada da Fundação que é a gestão diária de um ATL para mais de 150 crianças e jovens, onde são servidas mais de 100 refeições quentes e 150 merendas por dia, administradas aulas de Português, Matemática, expressão plástica, sessões de estudo e leitura, visualização de filmes, etc.





Principais parceiros:
Parceiros abrangentes:


  • Congregação Fraternidade Franciscana da Divina Providência

  • Cooperação Portuguesa - Ministério do Trabalho e Segurança Social

  • Ministério da Solidariedade Social de Timor-Leste


Parceiros de projetos específicos:


  • TANE TIMOR – “Apadrinhamento de uma criança”

  • Escola Europeia de Bruxelas e Comunidade Católica de Ixeles – Apadrinhamento de crianças, diversas e continuadas campanhas de angariação de fundos.

  • Seminário de Setúbal – “Gerador e painel solar”

  • AusAid – “Campo de jogos num País recém-nascido” - 2002

  • RESPECT – “Alfaiataria” - 2005

  • CIDA / Embaixada do Canadá – “Formação Profissional para a Promoção Social e Humana de Mulheres e Jovens” – 2003/2004

  • Fundação D. Ximenes Belo – “Reabilitação de infraestruturas do Centro Social” / “Uma casa para o Enclave” – 2004 a 2007 num total de 87 casas.

  • Associação Mãos Unidas Padre Damião – “Uma casa para o Enclave

  • IPAD – “Uma casa para o Enclave”, “ Beiral e Telhado para a Escola Católica de Padiae

  • BNU Timor – “Uma casa para o Enclave

  • Prémio Direitos Humanos Sérgio Vieira de Melo - “Uma casa para o Enclave” 10 de Dezembro 2012.

  • Prémio Centenário BNU – 2012- ajuda para a aquisição de uma carrinha

  • Presidência de Timor-Leste – “Projeto de desenvolvimento rural” - 2010

  • SEFOP (Centro de Emprego e Formação Profissional de Timor-Leste) “Alfaiataria” – 2010 / Presente e “Formação Profissional” – 2011

  • Apoio ao Salário de alguns Formadores: Direção Nacional Formação profissional 2013.

  • Governo de Timor Leste – Assessoria da Sociedade Civil – Apoio para a Construção da Residência da Estação Missionária de Padiae. 2012/2013.

  • Reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido pela Fraternidade Franciscana da Divina Providencia, em Timor Leste, mais concretamente em Oe-cusse, com a Comenda da Ordem do Mérito, feita por Sua Excia Senhor Presidente da República, Professor Aníbal Cavaco e Silva, em 21 de Maio de 2012.




  • Diversos financiadores privados.




  • Através da Congregação em Portugal, Fraternidade Franciscana da Divina Providência, seus amigos e benfeitores, no período de Julho de 2002 a Setembro de 2004, ajudaram-se 27 famílias – Projeto – “Uma Casa para o Enclave”.

  • Voluntariado – Diversos voluntários que por aqui passam deixando o seu trabalho e dedicação.

  • Benfeitor Australiano, que financiou a restauração da Escola primária de Padiae. - 2010, dois contentores de Equipamentos.

  • Diversos particulares - “Uma casa para o Enclave

  • Amigos de Bruxelas – Jantar Solidário – “Uma casa para o Enclave”

  • Ajuda e apoio a diversas famílias mais vulneráveis, na assistência a cuidados primários.

  • Apoio a bebés recém nascidos cujas mães morreram de parto… leite para as crianças.


(Crianças e jovens do Centro social de Nossa Senhora de Fátima, Padiae, Nov. 2013)



Contactos:



Fundação Fraternidade Franciscana da Divina Providência

Irmã Maria da Luz Henriques

Irmã Ana da Paz Abreu Nunes

Irmã Natália Teixeira Ferreira

Irmã Natália de Jesus Bano
Congregação das Irmãs da Fraternidade Franciscana da Divina Providência (Portugal)

Irmã Maria da Luz Freire Henriques – Superiora da Congregação


Telefones (Timor-Leste): +670 77244289 / 00 670 77021656 /00 670 7760987

Telefones (Portugal): +351 249 531 273 /+ 351 249 531871
Morada (Timor-Leste):

Irmãs Franciscanas da Divina Providência

Casa de Nossa Senhora de Fátima

Aldeia de Padiae, suco de Lalisuc, distrito de Oe-cusse

Timor-Leste
Irmãs Franciscanas da Divina Providência

Casa da Divina Providência

Delta Aimutin – Dalan ba DIT

Díli – Timor Leste


Correio Eletrónico:

Irmas.divina.providencia.timor@hotmail.com

cifdivinaprovidencia@gmail.com (Portugal)






©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal