Gilvana Nunes Silva Tavares 1



Baixar 47.62 Kb.
Encontro19.07.2016
Tamanho47.62 Kb.


GESTÃO DEMOCRÁTICA PARTICIPATIVA: Um Desafio no Processo de Construção do Projeto Político Pedagógico e sua Contribuição no Processo Ensino-Aprendizagem.

Gilvana Nunes Silva Tavares 1

RESUMO: O presente artigo é o relato da intervenção realizada na Escola Municipal Imaculada Conceição II, com o objetivo de elaborar o Projeto Político Pedagógico através da participação da comunidade escolar juntamente com pais de alunos diante da inexistência do Projeto Político Pedagógico realizou-se momentos de estudos, reuniões, reflexões e planejamento de ações. A construção do mesmo favoreceu a Gestão Democrática no sentido de reconhecer a necessidade e capacidade da escola em planejar e organizar a sua dimensão política e pedagógica a partir da gestão participativa em todos os segmentos da comunidade escolar no processo dinâmico e articulado, sendo uma das oportunidades de atingir melhores resultados na aprendizagem dos alunos e de todos os envolvidos no processo educativo de acordo com suas necessidades e culturas específicas enfocando a construção coletiva.

Palavras chaves: Planejamento; gestão; participação.

____________________________
1. Artigo produzido como exigência para a aprovação final no curso de Pós-Graduação em Gestão Escolar da Universidade Federal do Tocantins, orientado pela professora Assistente: Margareth Leber de Macedo.

2. Gilvana Nunes Silva Tavares, Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Tocantins e Pós-Graduada em Psicopedagogia Institucional Universidade Federal do Tocantins, Com a função de Gestora da Escola Municipal Imaculada Conceição II, Dianópolis-Tocantins. gilvanatavares@bol.com.br.


Resumen: este artículo es la presentación de informes de intervención que se realiza en la escuela municipal de Concepción Inmaculada II, con el fin de desarrollar el proyecto político pedagógico a través de la participación de la escuela de la comunidad junto con los padres de los alumnos sobre la falta de un proyecto político de enseñanza celebrada momentos de estudios, reuniones, debates y planificassem de la acción. La construcción de gestión democrática incluso favorecieron a reconocer La necesidad y La capacidad de La escuela en plan y organizar su dimensión política y pedagógica de manejo participativo en todos los segmentos de La escuela de La Comunidad en el proceso dinámico y articulados, siendo una de las oportunidades para lograr mejores resultados en el aprendizaje de los estudiantes y a todos los implicados en el proceso de educación, de acuerdo con sus necesidades y cultivos específicos, centrándose en la construcción colectiva.

Palabras claves: planificación; administración; participación.


INTRODUÇÃO
O presente artigo relata a intervenção realizada na Escola Municipal Imaculada Conceição II que, após reunir sua comunidade escolar para diagnosticar os problemas enfrentados, detectou-se a necessidade de elaborar seu Projeto Político Pedagógico promovendo uma formação que oportunizasse aos funcionários, professores e comunidade o entendimento da importância de um Projeto Político Pedagógico como documento norteador. A construção do Projeto Político Pedagógico tem como finalidade propiciar a importância da reflexão crítica sobre a Gestão Democrática e visa à melhoria da qualidade das atividades pedagógicas e administrativas no acompanhamento dos resultados que interferem na aprendizagem dos alunos como a falta de acompanhamento por parte de alguns pais nas tarefas dos filhos e o despreparo de alguns alunos com dificuldade de acompanhar os conteúdos trabalhados em sala de aula, utilizou-se como metodologia reuniões com a equipe diretiva, equipe pedagógica e momentos com todos os funcionários, reuniões de pais e Associação de Apoio. DEMO (l998), assim se refere a essa questão:
Existindo projeto pedagógico próprio, torna-se bem mais fácil planejar o ano letivo, ou rever e aperfeiçoar a oferta curricular, aprimorar expedientes avaliativo demonstrando a capacidade de evolução positiva crescente. É possível lançar desafios estratégicos, como: diminuir a repetência, introduzir índices crescentes de melhoria qualitativa, experimentar didáticas alternativas, atingir posição de excelência. (p. 248)
A partir desse contexto, justifica-se a relevância dada ao tema escolhido, pois ao verificar a percepção da comunidade escolar e dos pais, nota-se que todos os envolvidos ao serem estimulados contribuíram na construção do Projeto Político Pedagógico ficou evidente a importância da participação coletiva na elaboração e decisões na escola. Dessa forma, conhecer o que os atores envolvidos pensam sobre Projeto Político Pedagógico  foi um aspecto fundamental para detectar o ponto de vista de cada indivíduo diante da realidade e como é vivenciada na escola. Sendo assim, os dados resultantes dos estudos e pesquisas realizadas mostraram a importância do Projeto Político Pedagógico ser uma construção coletiva para que fosse visível o campo de ação da educação escolar e do comprometimento de todos os envolvidos.
O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO: UMA CONSTRUÇÂO COLETIVA
Essa construção passa, necessariamente, pela organização de espaço escolar, pelo trabalho diário realizado por cada um dos sujeitos da comunidade escolar considerando o espaço, administração e políticas educacionais. Elaborar o Projeto Político Pedagógico é uma concepção de mudança e uma necessidade da escola, pois, provoca desassossego diário, diante do papel que lhe foi concedido: transformar, fazer o contraponto na sociedade. Assim sua missão é clara, concisa e abrangente, respeitando pontos essenciais, como: visão de futuro, reflexão diária, desafio ao inesperado e ética cotidiana. O perfil da escola em mudança está baseado em pontos, dos quais destaca liderança, pensamento crítico, capacidade de observação e análise, autoridade e respeito, criatividade, equilíbrio, comunicação e empatia, trabalham em equipe em busca de conhecimento e da construção coletiva das ações desenvolvidas pela comunidade escolar. O Projeto Político Pedagógico – embora tenha sua fundamentação legal na Lei de Diretrizes e Bases LDB, Lei 9394/96 constituiu-se, por a escola também ter sua crítica ao falar de transparência de seus objetivos e da gestão democrática, presente em uma educação fundada em princípios da liberdade e pluralismo de idéias, um planejamento que norteie as ações da escola e da comunidade escolar.

O Projeto Político Pedagógico proporciona a gestão democrática na construção e execução de suas ações e visa à melhoria da qualidade das atividades pedagógicas e administrativas no cotidiano escolar. Sabendo da importância do Projeto Político Pedagógico que constitui de um grande desafio que interferem nos resultados de aprendizagem, então o trabalho busca apontar fundamentação teórica sobre o papel do gestor escolar na construção do projeto pedagógico, que objetiva também, demonstrar as dificuldades entre a elaboração do projeto e sua efetivação na Escola Municipal Imaculada Conceição II, que atende alunos do 1º. ao 5º. Ano do Ensino Fundamental, como: a falta de acompanhamento dos pais nas tarefas escolares dos filhos, o despreparo de alunos que vem de outras realidades com muita dificuldade de aprendizagem.

Para resolver os desafios a equipe escolar desenvolve projetos inovadores e capaz de envolver os pais nas atividades da escola, buscar parcerias, utilizar os recursos didático-pedagógicos e tecnologias disponíveis como também metodologias diversificadas, trabalhar com a monitoria e reforço escolar para minimizar os impactos negativos nos resultados de aprendizagem e envolver cada vez mais educador, educando e pais dos alunos nas ações da escola, fortalecendo a missão educar para viver em sociedade. Apontar fundamentações teóricas na construção do Projeto Político Pedagógico; aprofundar conceitos e relatos de experiência, na efetivação, como uma das garantias da gestão democrática.

Diante de tamanha tarefa a comunidade escolar foi à articuladora das oportunidades e criação de espaços para que esta construção de fato se realizasse. É inerente ao papel do gestor orientar e conduzir a comunidade escolar ao processo de construção do projeto Político pedagógico. O conceito de educação é tratado, neste contexto, como uma das oportunidades de emancipação do homem para o social, na concepção, visando qual sujeito e sociedade a escola objetiva construir a partir de suas práticas. Buscou-se conceituar Projeto Político Pedagógico, enquanto planejamento pensado e intencional de uma determinada comunidade, com suas necessidades e culturas específicas enfocando de que forma sua construção coletiva.

O trabalho foi realizado de acordo com os seguintes procedimentos metodológicos: com pesquisa-ação, sendo de marco situacional sobre o Projeto Político Pedagógico, levando em consideração, a realidade do contexto escolar. A gestão democrática e as discussões avançaram muito nesta última década, que apesar de toda sua tradição autoritária, a escola, tem se constituído em um espaço de reflexão e construção da gestão participativa.
A PARTICIPAÇÂO DOS FUNCIONÀRIOS NA CONSTRUÇÂO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGOGICO.
A educação como prática social, e a pedagogia como a ciência da educação que organizasse a figura do pedagogo como facilitador ao acesso a cultura das ações no espaço escolar e a atuação do pedagogo torna-se essencial, para garantir a prática educativa. Então o trabalho busca apontar fundamentação teórica na construção do projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Imaculada Conceição II.

Na escola tem 14 professores e todos participaram dos questionários e afirmam a importância do Projeto Político Pedagógico, onde tiveram a oportunidade de opinar e sugerir melhoria no trabalho pedagógico e a relação entre a comunidade escolar e local, por ser um fator determinante para eficiência do ensino, colaborar com as ações de sucesso da aprendizagem. Isto nos remete a seguinte reflexão: o professor precisa demonstrar interesse e disponibilidade em contribuir com ações que propicie o sucesso da aprendizagem dos alunos. O projeto é um instrumento para ser pensado e praticado por todos. Realizou-se encontros com todos os funcionários da escola e estudo sobre Projeto Político Pedagógico e suas contribuições no processo administrativo e pedagógico em organizar a escola e suas ações. De acordo com as discussões houve a necessidade de reformular a linha de ação da escola. A equipe escolar incentivou a participação dos pais e dos alunos, por serem membros colaboradores do processo educativo. Todavia quando marcou-se momentos de estudos com os pais, para que todos conhecessem e participasse de maneira consciente de todo o processo de elaboração e estruturação do Projeto político Pedagógico.

Foi realizada uma palestra sobre o que é Projeto Político Pedagógico e também as contribuições que o mesmo poderia trazer como melhoria na qualidade da educação oferecida na Escola Municipal Imaculada Conceição II. Apresentou-se a nova Linha de Ação da Escola para ser discutida e analisada com os pais.

Como metodologia utilizou-se a colocação de cartazes como forma de facilitar a participação dos pais, no primeiro momento apresentou-se as propostas, abrindo espaço para sugestões e possíveis alterações diante das discussões apresentadas. Em outro momento foi realizado uma avaliação para observar o ponto de vista dos pais em relação à educação oferecida aos alunos e o nível de aceitação dos pais diante das ações realizadas. Diante da proposta de elaboração do Projeto Político Pedagógico os pais demonstraram interesse e boa vontade em colaborar com a escola em busca de melhores resultados na aprendizagem dos alunos. O resultado da entrevista serviu como análise no momento de montar o plano de ação do ano de 2010, pois, através do mesmo nota-se a importância de ouvir a opinião dos pais para aumentar o vínculo de aproximação entre as famílias e a escola.

Apesar da maioria dos pais acharem a escola muito boa, percebe-se que estes se referem ao processo educacional de seus filhos, sendo obrigação da escola educar, inclusive algumas das reclamações dos professores é a não participação dos pais nas atividades da escola por parte de alguns pais, melhorou bastante nos dois últimos anos creio que foi por causa das ações motivando a parceria família escola. Dessa forma é preciso que a escola, como mentora e sociabilizadora do conhecimento, passe a envolver a comunidade nas atividades escolares para que estas se sintam parte da formação de seus filhos.

O trabalho da escola torna mais produtivo e agradável quando há diálogo entre vários segmentos principalmente entre a família e a escola. O diagnóstico do histórico da escola foi feito através da construção e efetivação Projeto Cuidando do que é Nosso, que teve como objetivo conscientizar funcionários os alunos sobre a importância de conservar o patrimônio público e conhecer a história de origem da escola. Onde foi trabalhada poesia, paródias, frases sobre a escola, desenhos, músicas e construção de maquetes da escola, pesquisa sobre a origem da escola e entrevista com moradores do Bairro que participaram da construção do Prédio escolar. Ao desenvolver este projeto todos ficaram conhecendo a origem e o histórico atual da escola que foi fundada no dia dois de fevereiro do ano de dois mil e cinco para atender as crianças que residem próximo da escola.

Nessa discussão, a prática que a escola desenvolve é fundamental, devendo ser objeto de reflexão por todos os seus segmentos. A associação entre teoria e pratica é fundamental para traduzir o cotidiano escolar e sistemático à discussão de um projeto pedagógico que leva em conta a escola em suas várias dimensões – pedagógica, administrativa, financeira e jurídica, as quais devem ser percebidas e compreendidas de forma articulada, interligada. Pedagógico quando diz respeito ao trabalho da escola como um todo em sua finalidade primeira e a todas as atividades desenvolvidas tanto dentro quanto fora da aula, inclusive à forma de gestão, à abordagem curricular e a relação escola-comunidade.

A construção do projeto político pedagógico refere-se à relação escola-comunidade local, como se percebe no trabalho do gestor, há diferenças na qualidade do trabalho de escolas que contam com a participação da comunidade e de outros que planejam, executam e avaliam suas ações sem levar em consideração esta participação. Nota-se que normalmente, o desempenho dos alunos é melhor quando os pais participam da vida escolar e são constantemente informados do rendimento escolar dos seus filhos.


A IMPORTÃNCIA DO PROJETO POLÌTICO PEDAGÒGICO NA ORGANIZAÇÂO DA ESCOLA
A organização do trabalho pedagógico é uma estratégia educacional para democratizar o processo ensino-aprendizagem, então é de suma relevância para implementar novas formas de administrar em que a comunicação e o diálogo inserido na prática pedagógica. À medida que a relação escola-comunidade aumenta a participação nas decisões da escola.

Essa gestão democrática é outro principio fundamental na elaboração do projeto pedagógico. Como se sabe as referências legais para a democratização do ensino público encontra-se, de forma mais geral, na Constituição Federal de 1988 e, em um nível mais detalhado, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB 9.394/96). Como princípio do projeto pedagógico a gestão democrática entende que todos os envolvidos no trabalho escolar devem não apenas saber como a escola funciona, mas também participar na definição dos seus rumos. Nesse sentido projeto pedagógico diz respeito à democratização do acesso e permanência do aluno na escola. Nesse sentido o projeto político pedagógico apresenta-se como um ato de coragem em enfrentar todas as dificuldades para construir a educação que se deseja. Ato de coragem por que parte do que está instituído, para rever o que precisa ser mudado e avançar na direção do que se deseja.


Para GADOTTI (1993, p. 68) Um projeto político pedagógicos da escola, que é a sua historia o conjunto dos seus currículos e dos seus métodos, o conjunto de seus atores internos e externos e seu modo de vida. Um projeto sempre confronta esse instituído como o instituinte. Não se constrói um projeto sem uma direção política, um norte um rumo. Por isso, todo projeto pedagógico da escola é também político. O projeto pedagógico da escola é assim sempre um processo inconcluso, uma etapa em direção a uma finalidade que permanece como horizonte da escola.
Sendo assim, a educação valoriza o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e igualitária, agregada ao fato de fortalecer cada vez mais no dia vinte e dois de janeiro de dois mil e dez, reuniu-se todos os profissionais da Unidade Escolar, para definir as ações educativas futuras, como agrupamento de planos de ensino e atividades diversificadas, para instrumento de trabalho que indica o rumo á direção escolar para elaborar as ações financiáveis e não financiáveis que serão executadas para a organização do Projeto Político Pedagógico.

A participação dos educandos na construção do Projeto Político Pedagógico. Cabe a todos educadores, incentivar, orientar e mediar à aprendizagem dos estudantes. Agindo, dessa forma, fazendo a diferença, em contribuir com a educação voltada para formação da cidadania.

A escola tem um papel importante na vida do educando, bem como o professor que está diariamente com eles. Quando o aluno é bem acolhido no espaço escolar pelo professor e pela escola, essas relações podem possibilitar grandes experiências que facilitem a aquisição e construção de novos conhecimentos, servindo de base para uma sólida formação pessoal e social. Quando o professor está aberto ao diálogo, o aluno sente-se mais seguro e valorizado. A partir do momento que o educando se sente a vontade para falar, sabendo que será respeitado pelo professor se sentirá motivado a participar sempre. Sobre essa afirmação comenta Fonseca (2006, p. 104). "O diálogo é a arte de ser ensinada e praticada, a comunicação pode ser entendida como elemento norteador da educação para romper com sentimentos inibidores, que impedem o aluno a se aproximar do professor".

Os alunos foram reunidos em sala da escola utilizando-se os recursos: linguagem oral, data-show, dinâmica e música. Primeiramente indagou-se os alunos com as seguintes perguntas: O que eles mais gostam na escola? O que eles gostariam que fosse diferente na escola? E somente depois foi relatado o que era Projeto Político Pedagógico e que este documento significa para a escola e também porque deve ser construído de maneira coletiva. Os alunos conceituaram o que entendiam das perguntas. O que mais chamou a atenção foi em relação às informações fornecidas por eles onde relataram que gostaria que mudasse. Como por exemplo: que mudasse a cor da pintura da escola, que hoje é pintura é branca e vermelha e a grande maioria sugeriu outra cor, que seria cinza, branco ou verde reivindicaram também que fosse construída uma Quadra de esporte para as aulas de Educação Física, formando cidadãos críticos e conscientes.

Considerando que para se elaborar um Projeto Político Pedagógico é necessário planejar como afirma Gandin (2007, p. 18) “[...] o processo de planejamento é concebido como uma prática que sublinhe a participação, a democracia, a libertação. Então o planejamento é uma tarefa vital [...] para o bem-estar do homem e da sociedade”. Foi enfatizada na apresentação a importância dos educandos na construção do Projeto Político Pedagógico, pois nas suas falas mostraram ter conhecimento sobre que realidade queria para si, que sociedade almeja, que relações de poder e de amizade gostariam de manter.

Nota-se, portanto, que a ação de planejar é bem presente na vida do ser humano, diariamente, e esse planejamento requer aceitação do outro, respeito às diferenças, participação ativa e coletiva e opiniões distintas, que conseqüentemente geram discussões e contribuem para a concretização dos objetivos a serem alcançados na escola. É Importante ressaltar que esta participação ativa no ato de planejar, principalmente no Projeto Pedagógico, diz respeito aos sujeitos de toda comunidade escolar, em especial, o principal personagem deste cenário, o aluno.

A atividade permitiu que os alunos expressassem seus sonhos em relação à escola e a sociedade. As respostas de modo geral dos alunos foram: querem viver em uma sociedade boa, unida e solidária. Ser amigos, alegres, educados, honestas e solidárias. Quanto ao conhecimento os alunos afirmaram querer trabalhar conteúdos que abordassem: a responsabilidade, humildade, educação, gentileza, os direitos e deveres

.

MOMENTO DE ANÀLISE DA REDAÇÂO DO PROJETO POLÌTICO PEDAGÒGICO.


A escola é lugar da concepção, realização e avaliação do seu projeto educativo, uma vez que organize seu trabalho pedagógico baseado em sua realidade, sendo norteada por referenciais ditados pelo sistema de ensino. Foi realizado um momento com a participação de toda a equipe a leitura e análise do Projeto Político Pedagógico da escola, para facilitar a visualização e participação de todos foi utilizado o Data Show a participação coletiva da equipe em construir o Projeto Político pedagógico possibilitou á escola em refletir e inovar a sua prática pedagógica, através de novos caminhos para as situações que precisam ser modificadas. Discutimos e valorizamos idéias de todo o grupo, sendo flexíveis nas discussões administrativas e pedagógicas. Esta prática valoriza o pluralismo de idéias, pois o resultado das ações promove a melhoria da educação e o comprometimento de todos.
As alterações eram feitas conforme o ponto de vista da equipe que ao discutir o assunto sempre tinha a preocupação de tornar mais clara a importância da transparência das informações de acordo com a realidade do contexto escolar.
CONSIDERAÇÔES FINAIS
A construção do Projeto Político Pedagógico proporcionou a gestão democrática participativa avaliando a atividade pedagógica, realizou-se momentos que proporcionou a organização e estruturação do mesmo fortalecendo o trabalho em equipe e comunidade. Nota-se que o Projeto Político Pedagógico da escola nunca fica pronto sempre tem a necessidade de ser ajustado conforme a necessidade da escola cria vínculo com a comunidade, fortalece a parceria, estabelece responsabilidades mútuas e constrói sua autonomia tem relação direta com o poder da escola em gerenciar e escolher o que é importante e conveniente para ela e também para a sua comunidade com responsabilidade, compromisso e ética dos seus profissionais. Nota-se que as discussões e estudos feitos sobre o tema abordado veio da necessidade de mudanças para organizar e melhorar a qualidade do ensino e elevar o desempenho do trabalho, onde a escola busca espaço em uma sociedade de conflitos, adequando-se á nova forma de gerir seus recursos. Nesse trajeto, ao explicitar propósitos e situar os obstáculos, os educadores foram estabelecendo relações apontando metas e objetivos comuns, vislumbrando pistas para melhorar a sua atuação diante da necessidade de inovação.

Construir o Projeto Político Pedagógico sempre foi uma necessidade para toda comunidade escolar nota-se realização na construção do eixo norteador do cotidiano escolar. A participação de todos foi de fundamental importância na construção do Projeto Político Pedagógicos sendo momentos de reflexão que levou a ação consciente e planejada. O processo de construção do Projeto Político Pedagógico motivou a organização dos documentos e informações importantes da escola e serviu para ensinar a toda a equipe a buscar e lutar com mais consciência para alcançar os objetivos das ações e projetos realizados. Sem deixar de valorizar a aprendizagem dos alunos no contexto escolar. Outro fator importante foi o número de reuniões e encontros realizados com a equipe para buscar informações para construção do Projeto Político Pedagógico, onde todos sentiram a necessidade de contribuir com a realização e efetivação do mesmo. Projeto Político Pedagógico na verdade da importância deste documento, hoje eu consigo saber a dimensão da quantidade de informações que estão contextualizadas e todas analisadas com a participação de todos os profissionais envolvidos no processo educativo. Fundamentou-se em princípios que norteiam a escola democrática, pública com igualdade de condições para acesso e permanência na escola.

Conclui-se que o Projeto Político Pedagógico é um documento que favorece a construção da gestão democrática participativa e assegura o direito de toda a equipe escolar e comunidade participarem de maneira ativa todas as ações desenvolvidas na escola. Que este documento seja reconhecido como elemento máximo para construção e reconstrução por todos os envolvidos com o processo educativo da escola. Convém salienta que a boa convivência gera confiança, fortalece o diálogo e participação. O Projeto Político Pedagógico exigiu profunda reflexão sobre a finalidade dos caminhos, formas operacionais e ações a serem empreendidas por todos com compromisso político e pedagógico, sendo necessidades básicas para melhoria dos resultados da aprendizagem dos alunos com a construção de contextos culturais, que serão expressos por diversos projetos da comunidade.
Referências

CURY, Augusto Jorge. Nunca desista dos seus Sonhos. Rio de Janeiro: Sextante, 2004.



BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988.
DEMO, Pedro. Desafios Modernos da Educação. 7 ed. Petrópolis: Vozes, 1998.
FONSECA, Normanda Ferreira. Pedagogia hospitalar? Formação, reflexão e ação. Manaus: UNINORTE, 2006.
GANDIN, Danilo. Temas para o projeto político pedagógico. Rio de Janeiro, Petrópolis: Vozes.  2008.
GANDIN, Danilo. Planejamento como prático educativo. 16ª edição, 2007
GUIMARÃES, C.M & MARIN, F. A. D. G. Projeto Pedagógico: considerações necessárias e sua construção. Nuances. Presidente Prudente. Vol. IV, 1998.
GADOTTI, M. Organização do trabalho na Escola: alguns pressupostos. São Paulo: Ática, 1993.
LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da educação. São Paulo; Cortez, 1994.
VEIGA, I.P. (Org.) Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. 13. Ed. Campinas: Papirus, 2001.




©principo.org 2016
enviar mensagem

    Página principal