Gramática profª Jéssica Postado por Lugosi



Baixar 71.21 Kb.
Encontro02.08.2016
Tamanho71.21 Kb.




GRAMÁTICA

Profª Jéssica


Postado por Lugosi em 10/03/2007

http://clubedamafalda.blogspot.com/


  1. Qual das afirmativas abaixo REVELA o humor da tirinha?




  1. Mafalda desrespeitar o amigo e ele ficar furioso.

  2. Manolito ficar com raiva de uma coisa que nem sabe o que é.

  3. Expressões bem exageradas no rosto das personagens.

  4. Pirambaba ser uma palavra desconhecida por Manolito.

2 - Ao consultar o dicionário, percebe-se que a palavra pirambaba não existe. Mas, pelo contexto, é possível interpretá-la. Das opções abaixo, qual SUBSTITUI a palavra mencionada sem prejuízo de sentido?




  1. Zeloso b) perseverante c) persistente d) desaplicado

3 - Nos enunciados abaixo, qual adjetivo foi destacado CORRETAMENTE?




  1. você é pirambaba – refere-se a “você”

  2. fez a lição de casa – refere-se a “casa”

  3. nota baixa de novo – refere-se a “novo”

  4. nota baixa de novo – refere-se a “baixa”



Entrevista: Pitty



Com seu disco de estréia "Admirável chip novo", a cantora baiana Pitty, conquistou milhares de fãs pelo Brasil. Com uma invejável coleção de prêmios neste ano - Ídolo MTV, Banda dos sonhos, Prêmio Multishow de melhor cantora, entre outros - ela está de volta com o disco "Anacrônico" que já emplacou duas rádios do país. Jornal do Estudante conversou com a roqueira mais querida da atualidade para saber mais sobre o seu novo trabalho.
Jornal do Estudante - O disco tem várias músicas encadeadas, letras mais diretas, um som mais pesado. Houve algum conceito que você tenha querido trabalhar enquanto fazia o disco?

Pitty - Na verdade não. A vontade era de aproximar mais do som que a gente sempre quis fazer, inclusive desde o primeiro disco, mas a gente nem sabia bem como. Nele eu falo de timbres, equipamentos, de como lidar com isso. Acho que dessa vez a gente conseguiu dar um passo nessa direção. A intenção é continuar caminhando sempre por esse caminho.
JE - Como foi o processo de composição e gravação? Ouvindo o disco, dá para sentir mudanças, mas para você o que mudou do primeiro para o segundo CD?

Pitty - Nesse a gente fez os arranjos todos juntos, ensaiando. Muitas "jam sessions". Tivemos tranqüilidade e tempo de estúdio suficientes pra experimentar muito, ousar, tocar a música de vários jeitos diferentes até chegar num resultado satisfatório. Algumas músicas eu já tinha antes, no violão, daí chegávamos todos no estúdio e formávamos.
JE - O reelese do disco fala de bandas como Mars Volta e King Crimson. São bandas que você costuma escutar? O que entrou, musicalmente falando, na receita de Anacrônico?

Pitty - São bandas que a gente escuta, principalmente o Mars Volta, que se tornou algo obsessivo pra nós. Acabou entrando um pouco do Mars, de Muse, de Black Sabbath. Mas é bem sutil, o bacana mesmo é ouvir isso tudo, mas na hora de fazer não se deixar levar tanto e buscar algo mais pessoal.
JE - Como surgiu a idéia de fazer um single de vinil? Vinil é uma coisa que você curte?

Pitty - Curto muito vinil, tenho vários, vitrolinha, etc. Adoro a sonoridade que o vinil tem, que é bem particular, aquele chiadinho gostoso... Aí veio a idéia de lançar o single assim. O lado B é a mesma música, só que ao contrário. Ficou incrível. Por enquanto é só pra imprensa e DJ's.
JE - Você já virou um nome importante do rock nacional e, de certa forma, tem influenciado várias garotas roqueiras a montarem bandas, a tomarem atitudes: até mesmo a copiarem um pouco seu estilo de se vestir. Com está isso na sua cabeça? O que pensa disso?

Pitty - Eu continuo sendo a mesmo e fazendo o que gosto. Saber disso não me modifica, não me molda. Acho que é até por isso que elas curtem a parada. Minha vontade é que cada uma seja do jeito que elas realmente são, sem cópias. Mas eu sei que isso é só caminho pra elas chegarem nelas mesmas.


Por: Raphael Kraft

Jornal do Estudante. Nº 11. Outubro/2005.página 14



4- Após a leitura do texto 01-Entrevista: Pitty - pode-se afirmar que todas as alternativas o tornam adequado à sua finalidade, EXCETO


  1. O entrevistador faz as perguntas, conduz a entrevista.

  2. O entrevistado propõe o tema que deseja discutir.

  3. O entrevistado apresenta suas opiniões, justifica seu ponto de vista.

  4. O entrevistador quer que o público conheça o ponto de vista do entrevistado.

5 - Considerando-se as características de uma entrevista, todas as afirmativas abaixo devem ser associadas ao texto 01, EXCETO




  1. Apresenta o título "Entrevista-Pitty", na parte superior da página.

  2. Estrutura-se na forma de pergunta e resposta.

  3. Aborda um assunto relacionado à vida profissional do entrevistado.

d) Mostram, na apresentação, informações significativas da vida do entrevistado.
6 - Selecione a alternativa abaixo que CORRESPONDE ao tema principal da entrevista.


  1. A conquista de milhões de fãs.

  2. A apresentação de prêmios da cantora Pitty.

  3. A vida pessoal da cantora após seu sucesso.

  4. O novo trabalho da cantora Pitty.

7 - Das frases abaixo, retiradas do texto, somente uma NÃO se encontra na linguagem formal da língua. Identifique-a

a) "Algumas músicas eu já tinha antes, no violão,...”.

b) "Adoro a sonoridade que o vinil tem...”.

c) "Acho que é por isso que elas curtem a parada”.

d) "Mas eu sei que isso é só um caminho...”.


Leia os quadrinhos abaixo e responda às questões de 08 a 10.

08 - O título “GERALDINHO” apresenta:


  1. 10 letras e 10 fonemas; um dígrafo;

  2. 10 letras e 09 fonemas; um encontro consonantal;

  3. 09 letras e 10 fonemas; um dígrafo;

  4. 10 letras e 09 fonemas; um encontro consonantal e um dígrafo.

09 - As palavras outra, que, rua e dentro, no primeiro quadrinho, apresentam, respectivamente:




    1. encontro consonantal, ditongo oral, hiato e dígrafo consonantal;

    2. encontro consonantal, dígrafo, hiato e dígrafo vocálico;

    3. ditongo oral, dígrafo, hiato e; encontro consonantal

    4. tritongo, ditongo, ditongo e encontro consonantal ;

10 - As palavras VOU e BOLÃO, segundo e terceiro quadrinhos, respectivamente, apresentam encontro vocálico do tipo:


a) ditongo nasal e ditongo oral;

  1. hiato e ditongo nasal;

  2. ditongo oral decrescente e ditongo nasal crescente;

  3. hiato oral e hiato nasal;

11 - Indique a alternativa a seguir em que TODAS as palavras apresentam separação silábica CORRETA:


a) -vô; trans-a-tlân-tico; cons-tran-gi-do; u-nha;

  1. bli-nhar; p-neu; Pan-ta-nal; Ma-ria;

  2. -an-ça; pa-ís; As-tro-gil-do; me-lan-ci-a;

  3. pres-so-ra; ca-rro; ca-fe-zi-nho; pa-is;

12 - A palavra “ninguém”, apresenta, respectivamente:


a) dígrafo – dígrafo – tritongo

b) dígrafo – dígrafo – ditongo nasal decrescente

c) encontro consonantal – tritongo nasal

d)encontro consonantal – dígrafo – ditongo oral decrescente


13 - Observe a ortografia correta das palavras:

privilégio - disenteria - programa - mortadela - mendigo - beneficente - caderneta - problema

Empregue as palavras acima nas frases:

I - O.....................teve..............................porque comeu...........................estragada.

II - O superpai protegeu demais seu filho e este lhe trouxe um....................... sua..............................escolar indicou péssimo aproveitamento.

III - A festa.........................teve um bom..........................e, por isso, um bom aproveitamento.


a) mendigo, problema, caderneta, programa, privilégio, disenteria, beneficente, mortadela.

b) mendigo, disenteria, mortadela, problema, caderneta, beneficente, programa.

c) programa, beneficente, caderneta, problema, mendigo, mortadela, disenteria.

d) mendigo, problema, caderneta, disenteria, programa, beneficente, mortadela


14 – AMBIVALÊNCIA possui:
a) 11 fonemas e 12 letras b) 12 fonemas e 12 letras

c) 9 fonemas e 11 letras d) 10 fonemas e 12 letras


15 - A sílaba tônica ocupa a mesma posição nas palavras:
a) fuzil – fuso b) caracteres – empalideceu

c) rubrica – sótão d) colibri – livraria


16 – As palavras nobel, látex e rubrica são, respectivamente:
a) oxítona – oxítona – proparoxítona b) oxítona – paroxítona – proparoxítona

c) paroxítona – oxítona – paroxítona d) oxítona – paroxítona – paroxítona

17 - ........... e ............são palavras em que há ditongo.
a) Maus – Uruguai b) Cautela - adeus c) Herói – hiato d) País – mamãe
18 – Assinale a alternativa que apresenta, respectivamente, um ditongo decrescente, um hiato e um dígrafo.
a) Monteiro – dizia - preço b) pouco – país – esse

c) causas – mais – conhecer d) necessárias – brutais – alto


19 – Os grupos de letras encontrados na palavra craque são classificados como:
a) apenas encontros consonantais. b) encontro consonantal e dígrafo, respectivamente.

c) dígrafo e encontro consonantal, d) apenas dígrafo.


20 – Assinale a alternativa em que a palavra apresenta hiato.
a) arrogância b) mão c) distinguia d) transportou
21 – O encontro vocálico encontrado na palavra HUNGRIA é idêntico ao da palavra:
a) funcionário b) dinheiro c) impérios d) poética
22 – Todas as palavras apresentam separação correta de sílaba, EXCETO:

a) ex-ter-mo, fre-quen-tes, de-tec-ta-do

b) sig-ni-fi-ca-ti-va, pers-pec-ti-va, Pa-ra-guai

c) a-siá-ti-co, Ja-pão, in-te-gra-ção

d) bra-si-le-i-ras, as-pe-ctos, es-pe-cial


      1. - Assinale a alternativa em que a divisão silábica de todas as palavras está correta:

a) e-nig-ma, su-bju-gar, raí-nha

b) co-lé-gi-o, pro-ro-gar, je-suí-ta

c) res-sur-gir, su-bli-nhar, fu-gi-u

d) in-te-lec-ção, mi-ú-do, sa-guões


24– Um dos conjuntos abaixo apresenta todas as palavras de acordo com as regras ortográficas da língua portuguesa padrão. Assinale-o.
a) nasceu – cresceu – falesceu b) pensar – dansar – cansar

c) marginal – agente – garagista d) mochila – chifres mecher


25- A sílaba tônica de recém está na mesma posição que a da palavra.
a) tecem b) ruim c) contem d) ínterim
26 – Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas da frase:
Todas as.................... sala dos................... ficava aberta ao público.
a) sexta-feiras - troféus b) sextas-feira - troféus

c) sextas-feira - troféis d) sextas-feiras - troféus


27 - Assinale a alternativa em que todas as palavras são do gênero feminino.
a) ( ) jacaré – ordenança – análise – cal

b) ( ) cal – dó – alface – telefonema

c) ( ) criança – cônjuge – champanha – dó

d) ( ) omoplata – apendicite – cal – ferrugem


28 - Assinale a alternativa que completa corretamente a frase.
Não falavam............... porque tinham pouca idade. Era interessante vê-los................ em suas vistosas roupas.................. . Os seus pais usavam camisas.................. e sapatos.............. .
a) ( ) direito – alegres – rubro-negras – azul-marinho – gelo

b) ( ) direito – alegres – rubro-negras – azuis-marinho – gelos

c) ( ) direitos – alegres – rubro-negras – azul-marinho – gelo

d) ( ) direitos – alegre – rubras- negras – azuis-marinhas – gelo


29 – Assinale a alternativa que preenche os espaços corretamente.
Numa única..................., a Câmara Federal aprovou a ................. de dois parlamentares julgados corruptos, a .................. lamentavelmente ainda desfrutam de muitos .................... .
a) sessão – cassação – mas que - privilégios

b) sessão – cassação – mas que – previlégios

c) seção – cassação – mais que – privilégios

d) cessão – cassação – mas que - previlégios


30 – A palavra AIPATSÊ ( tribo do Xingu), classifica-se quanto a tonicidade em:
a) paroxítona b) oxítona c) proparoxítona d) tritongo
L I P

Profª Margarete

Leia o texto I para responder às questões nº 31 a 38.



TEXTO I

O PULO DO GATO

Comadre onça encontrou-se com o compadre gato e ficou a vê-lo saltar, pasmada de tanta agilidade.

Chegou-se com muito bons modos e pediu-lhe:

— Compadre gato, você há de me ensinar a saltar.

— Nessa não caio eu, comadre onça – você era capaz de me apanhar e de me engolir de uma vez.

A onça pôs-se muito macia:

— Eu, compadre, pois sou lá capaz disso... Pensa então que me satisfaço com um bichinho tão pequenininho e quase parente como você ? !

Mais acomodado, mas ainda um pouco ressabiado, o gato começou a lição.

Pula daqui, salta dali, recua à direita, avança à esquerda; pinoteia, desce pelos galhos, rola na poeira, grimpa nos troncos, atira-se para o ar, sempre imitado da onça que vai aprendendo todos aqueles manejos com certa facilidade. O gato termina a lição, dando-se a discípula por pronta.

Vai daí disse a onça:

— Compadre gato, quero agora repetir tudo quanto vi e aprendi, a ver se já estou mestra na sua arte.

E recomeçou a reproduzir os saltos do gato. Em certo momento, deu um pulo sobre o mestre para liquidá-lo de uma vez. Mas o gato, que não nasceu hoje, deu de improviso outro pulo que a onça não o tinha visto dar na lição e com que não podia contar tão a tempo.

A onça desapontada, disse-lhe:

— Este você não me ensinou ainda há pouco, compadre gato. Ensine-me agora, que desejo aprender tudo o que você sabe, para vencer os meus inimigos.

— Desse cavalo magro é que eu não caio, comadre onça. Não era tolo que ao menos não reservasse este pulo para me livrar de suas garras.

E, dizendo isso, o gato desapareceu, num outro salto de mestre, deixando a onça a olhar por um óculo.




  1. A que gênero textual pertence o texto “ O pulo do gato” ?




    1. Conto de fadas

    2. Fábula

    3. Lenda

    4. Mito

    5. Texto informativo




  1. “ Comadre onça ficou pasmada de tanta agilidade” . A palavra grifada tem o significado de :




    1. Fragilidade b) ligeireza c) sabedoria d) ruindade e) beleza




  1. Qual o argumento que a onça usou para convencer o gato de que não queria comê-lo ?




      1. Que ela não gostava de comer gatos

      2. Que ela não estava com fome

      3. Que ele era muito pequeno e quase parente

      4. Que ele era muito magro

      5. Todas as alternativas anteriores estão corretas.




  1. “ Ainda ressabiado, o gato começou a lição” . A palavra grifada tem o significado de:




    1. Alegre b) desconfiado c) ingênuo d) malicioso e) cansado



  1. O gato, na história, mostra-se:




      1. Malvado b) mentiroso c) esperto d) educado e) apavorado




  1. A onça, na história, mostra-se:




      1. Vaidosa b) corajosa c) tímida d) traiçoeira e) orgulhosa



  1. Após ter lido o texto, você deve ter concluído que o título da história ( O pulo do gato) significa que:




    1. O gato ensinou todos os pulos para a onça.

    2. O gato era parente da onça, assim sendo, tinha de ensiná-la a pular.

    3. A onça aprendeu todos os pulos do gato.

    4. O gato manteve um pulo escondido, para livrar-se da onça.

    5. O gato ensinava muito mal.




  1. Qual das frases abaixo serve de moral para a história ?




    1. Amigos, amigos, negócios à parte

    2. Amor com amor se paga

    3. Quem não tem cão caça com gato

    4. Olho por olho, dente por dente

    5. Contra esperteza, esperteza e meia

Leia o texto II para responder às questões 39 a 45.


TEXTO II

JOÃOZINHO E O PAPAI NOEL


Joãozinho tem 5 anos e algumas dúvidas. Sabe que os aviões não despencam porque têm motor e os passarinhos não caem porque têm asas. Mas e o sol? Um amiguinho, também de 5 anos, disse que o sol não cai porque está pregado lá em cima. Mas não pode ser isso. Se está grudado no céu, como é que ele faz para se mexer e ir embora quando é noite?

Joãozinho sabe também que os peixes não afundam porque aprenderam a nadar. Mas como será que aprenderam uma coisa tão difícil? O papai tentou ensinar tantas vezes, num fim de semana que a família passou na praia, e ele não conseguiu nem boiar...

O que Joãozinho já conhece bem, com a experiência dos seus 5 anos, é a leviandade dos adultos. Ontem mesmo ele não viu por acaso o homem do mercadinho colocar seis limões no pacote, quando a mãe pediu claramente meia dúzia? Se Joãozinho errasse tão feio, a mamãe ia se zangar. Mas os adultos sempre se entendem com os adultos. E fazem até seis virar meia dúzia.

Outra lição que Joãozinho já aprendeu é não ir acreditando em tudo que dizem. Não lhe juraram que a tia Marlene estava gorda daquele jeito porque carregava um bebê na barriga? Juraram. E, quando ele foi perguntar à vovó se aquilo que a vovó levava na barriga era nenê, o que foi que ela disse, depois de tanta risada? "Que é que é isso, menino? Você anda vendo televisão demais. O que eu tenho é uma melancia aqui dentro. Olhe." E cada gargalhada que ela dava fazia mexer a melancia, para cima e para baixo, para cima e para baixo.

Joãozinho é assim, nos seus 5 anos. Desconfiado, mas não cético. Não decidiu ainda se Deus existe, porque não achou o assunto importante. Mas Papai Noel já é diferente. Quando chega dezembro, uma criança como Joãozinho tem de saber se ele existe. Porque a bicicleta que Joãozinho quer depende disso. De existir Papai Noel.

Alguns meninos dizem com superioridade que não precisam de Papai Noel. Meu pai é quem me dá as coisas, sorri um. Eu peço e minha mãe me traz o que eu quero, conta vantagem outro. Eles podem dizer isso, porque têm pais muito importantes. O pai de Joãozinho é só professor. Dá aula o dia inteiro, mas ganha pouco. Por isso, a mãe de Joãozinho também trabalha o dia todo. Mas ganha pouco. É professora.

Agora que dezembro chegou, as famílias vão à noite ao centro ver os presépios, comprar nozes, escolher novos enfeites para a árvore. Mas o pai e a mãe de Joãozinho não saem de casa. Arranjaram este mês um trabalho esquisito: contar em palavras do Brasil a história de um livro escrito por um homem de um país bem longe. E vão nisso quase até de manhã, porque esperam entregar tudo pronto até o dia 20, para receber o dinheiro.

Joãozinho gostaria de ficar acompanhando o trabalho deles, mas o sono chega sempre às 10. Hoje ele conseguiu agüentar até as 10 e meia e, quando diz boa-noite, a mãe pergunta o que ele quer ganhar de Papai Noel. Uma bicicleta? De que cor? Azul? A mãe sorri, o pai também. Por que eles estão assim felizes, com tanto trabalho para fazer? Por que, enquanto Joãozinho, já meio dormindo, ainda não decidiu se existe Papai Noel, o pai bate as teclas do computador com tanta força e a voz da mãe, ditando, parece a de uma menina que descobriu o encanto da vida?



(DREWNICK, Raul. Pais, filhos e outros bichos. São Paulo: Cia Editora Nacional, 2006)
VOCABULÁRIO

Cético: descrente; aquele que não acredita, não crê em nada



Leviandade: qualidade de leviano ( que não leva as coisas a sério); imprudência



  1. Joãozinho não acredita em tudo o que lhe contam porque




    1. todos mentem para ele.

    2. é muito teimoso e vive perguntando.

    3. não consegue compreender algumas situações.

    4. vê televisão demais.

    5. sua tia espera um bebê.




  1. Joãozinho precisa saber se Papai Noel existe porque




    1. os adultos não são de confiança.

    2. tudo o que ele quer pede para a vovó.

    3. o presente que ele quer depende disso.

    4. não acha o assunto importante.

    5. o pai disse que não tinha presente.




  1. Assinale a alternativa que caracteriza Joãozinho.




    1. Bagunceiro e perguntador.

    2. Curioso e desconfiado.

    3. Preocupado e religioso.

    4. Alegre e crédulo.

    5. Briguento e inteligente.




  1. “Mas os adultos sempre se entendem com os adultos. E fazem até seis virar meia dúzia.”

Considerando o sentido do texto, podemos dizer que as frases destacadas acima foram utilizadas pelo autor para


  1. mostrar que os adultos não compreendiam Joãozinho.

  2. sugerir que Joãozinho ainda desconhece muita coisa.

  3. criar confusão na cabeça do leitor.

  4. apresentar uma equivalência matemática errada.

  5. informar quanto gastava a mãe de Joãozinho.




    1. “Joãozinho tem 5 anos e algumas dúvidas.”

Além dessa afirmação, podemos dizer, de acordo com o texto, que Joãozinho


  1. bóia muito bem, quando vai à praia.

  2. bacredita em Deus e também em Papai Noel.

  3. sabe que os peixes não afundam porque aprenderam a nadar.

  4. compreende que os aviões caem mesmo tendo motor.

  5. precisa de Papai Noel, assim como todos os seus colegas.




    1. Podemos concluir, no último parágrafo do texto, que os pais de Joãozinho




  1. estão desfavorecidos porque vivem bem.

  2. são iludidos com tanto trabalho para fazer.

  3. estão satisfeitos porque irão realizar seus objetivos.

  4. estão descontentes com a soma de dinheiro a ser recebida.

  5. são criticados pelo trabalho desenvolvido.




    1. Uma das mensagens que esse texto nos remete é a seguinte:




      1. O trabalho e a perseverança dignificam as pessoas.

      2. Antes tarde do que nunca.

      3. Quem com ferro fere com ferro será ferido.

      4. A inteligência sempre supera a força e a violência.

      5. Antes só do que mal acompanhado.



Compartilhe com seus amigos:


©principo.org 2019
enviar mensagem

    Página principal